SERP: Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre as Páginas de Resultados dos Mecanismos de Busca

Erich Casagrande

Dez 12, 202312 min de leitura
O que são SERPs

ÍNDICE

O Que é SERP?

"SERP'' é a sigla em inglês para "página de resultados do mecanismo de busca". É uma página que um mecanismo de pesquisa exibe ao usuário quando ele realiza uma consulta.

As SERPs incluem links para diferentes páginas da internet que, de acordo com os algoritmos, são relevantes para a busca do usuário, juntamente com informações ou imagens adicionais.

Muitas SERPs contêm anúncios pagos no topo, seguidos por resultados orgânicos abaixo.

Mais ou menos assim:

SERP com resultados pagos e orgânicos

No entanto, a SERP para uma palavra-chave pode ser muito diferente da SERP para outro termo.

E essas diferenças têm um enorme impacto no tráfego de SEO.

Entenda melhor como funciona em nosso guia abaixo.

O Que Há em uma SERP do Google? E Como Funcionam as Classificações de SERP?

As páginas de resultados do mecanismo de pesquisa podem incluir três tipos de resultados:

Resultados de pesquisa orgânica, parecidos com estes:

exemplo de resultados da busca orgânica

Resultados de pesquisa paga, identificados com a palavra "Anúncio" ou "Patrocinado":

Exemplo de resultado de pesquisa paga

E recursos de SERP, que podem aparecer de muitas maneiras diferentes.

Um recurso de SERP comum é a seção "As pessoas também perguntam".

Ele é mais ou menos assim:

exemplo da seção As pessoas também perguntam

Vamos dar uma olhada mais de perto nos três tipos de resultados de pesquisa e discutir de onde eles vêm e como afetam o SEO.

Resultados de Pesquisa Orgânica

Todos os anos, são realizados no Google trilhões de pesquisas.

E 95% dos cliques dessas pesquisas vão para os resultados da pesquisa orgânica (não paga).

É por isso que o interesse em SEO tem crescido cada vez mais.

Interesse de pesquisa em SEO ao longo do tempo

A maior parte do SEO se resume a um conceito:

Quanto mais alto um resultado de pesquisa é mostrado na SERP, mais pessoas tendem a clicar nele.

O resultado nº 1 é mostrado no topo da SERP.

Assim, ele geralmente recebe mais cliques.

Em seguida, o número 2 recebe mais cliques e assim por diante:

Exemplo de classificações de pesquisa

Mas, afinal, as classificações importam?

Sim, bastante.

Veja as taxas médias de cliques no Google por posição, de acordo com um estudo da Backlinko:

  1. 31,73%
  2. 24,71%
  3. 18,66%
  4. 13,60%
  5. 9,51%

E a redução continua a partir daí.

Na verdade, a posição nº 1 geralmente recebe 10 vezes mais cliques do que a nº 10.

Mas como uma página é classificada em primeiro lugar?

Bem, o Google depende de centenas de fatores diferentes para decidir, mas você pode dividi-los em duas categorias principais:

Os fatores de classificação da página também afetam outro aspecto: a aparência dos resultados da pesquisa.

Especificamente, eles controlam o "snippet" do resultado mostrado na SERP.

Um snippet de pesquisa básico consiste em três pontos:

1. A URL ou breadcrumbs, que se baseia na URL da página e nos links de navegação.

Domínio e localização atual em um snippet de pesquisa

2. O título, que geralmente é baseado na meta tag de título da página.

título em um resultado de pesquisa

3. E a descrição, que geralmente é baseada na meta descrição da página.

Descrição em um resultado de pesquisa

Essa é a estrutura básica, mas alguns trechos de pesquisa são mais complexos do que isso.

Por exemplo, veja o resultado principal da consulta "melhor guarda-sol de praia".

Ele possui algumas partes adicionais:

rich Snippet do mercado livre

Ao contrário do snippet de pesquisa básico, este possui:

  • Uma imagem ao lado
  • Uma classificação por estrelas

Além disso, pode exibir também:

  • Links adicionais (chamados de "sitelinks") na parte inferior

Informações extras como essas são chamadas de "rich snippets" e fazem com que o resultado da pesquisa se destaque, o que pode aumentar sua CTR e seu tráfego.

Em outras palavra, rich snippets são uma das maneiras de obter mais visitas de uma SERP – mesmo sem melhorar sua classificação.

(Os recursos de SERP são outra maneira, mas voltaremos a eles mais adiante.)

Resultados de Pesquisa Paga

Os resultados da pesquisa paga são o segundo tipo que pode aparecer em uma SERP.

No Google, os resultados da pesquisa paga são gerenciados por meio do Google Ads e são comprados com base no custo por clique.

Os anúncios de pesquisa do Google costumam ser exibidos no topo da SERP, acima de todos os resultados orgânicos.

Assim:

anúncios de pesquisa de hoteis em são paulo

Os anúncios da rede de pesquisa também podem ser exibidos na parte inferior da SERP, após os resultados orgânicos:

Anúncios de pesquisa do Google na parte inferior do SERP

E algumas SERPs exibem anúncios do Google Shopping, que as lojas de comércio eletrônico usam para divulgar seus produtos.

Os anúncios do Google Shopping geralmente só aparecem quando você pesquisa um produto físico e são um pouco diferentes dos anúncios normais da rede de pesquisa: eles contêm menos texto e também incluem imagens.

Os anúncios do Google Shopping podem ser exibidos na parte superior, inferior, no meio da SERP ou de lado, assim:

Anúncios do Google Shopping na SERP

Recursos de SERP

Os recursos de SERP são o terceiro tipo de resultado que você verá.

Um recurso de SERP é qualquer elemento que não seja um resultado comum de pesquisa orgânica ou paga.

Por exemplo, este "fragmento em destaque" sobre o próprio tema featured snippet:

Trecho em destaque sobre featured snippet

Assim como os resultados de pesquisa orgânica regulares, os recursos de SERP não são pagos.

O Google chama os recursos de SERP de "recursos de pesquisa" e, de acordo com a empresa, o objetivo é fornecer às pessoas "as informações certas, na hora certa, no formato que for mais útil".

Contudo, muitos profissionais de marketing pensam nos recursos de SERP por outro de vista: concorrência.

Isso ocorre porque os recursos de SERP desviam a atenção e os cliques dos resultados regulares da pesquisa orgânica.

(Na verdade, atualmente apenas cerca de um terço de todas as pesquisas do Google resultam no clique em um resultado orgânico e os recursos de SERP são um grande motivo para isso.)

Os recursos de SERP podem até gerar diferença no tráfego de pesquisa entre duas palavras-chave semelhantes.

Às vezes, uma diferença muito grande – mesmo quando as palavras-chave têm o mesmo volume de pesquisa.

Por exemplo, vamos comparar as palavras-chave "mortgage comparison" (comparação de hipotecas) e "affordable mortgages" (hipotecas acessíveis).

Ambas as palavras-chave recebem 1.600 pesquisas por mês:

Comparação do volume de pesquisa de duas palavras-chave relacionadas a hipoteca

E ambas as palavras-chave estão relacionadas com hipoteca, obviamente.

Mas suas SERPs são completamente diferentes.

A SERP para "mortgage comparison" é bastante tradicional.

Ela mostra quatro anúncios na parte superior.

Depois, vai direto para os resultados orgânicos regulares.

Google SERP sem recursos de SERP

A SERP para "affordable mortgages" é diferente: começa com anúncios no topo, como a outra SERP, mas depois mostra dois outros recursos de SERP:

  • Um "pacote local" de resultados do Google Maps
  • Uma caixa da seção "As pessoas também perguntam"

Tudo isso antes de chegar aos resultados orgânicos regulares.

Veja até onde você precisa rolar antes de ver o primeiro resultado orgânico nesta SERP:

Google SERP com recursos de SERP

Conforme mencionado, ambas as palavras-chave recebem 1.600 pesquisas por mês.

Mas as diferenças em suas SERPs alteram bastante seu "potencial de clique".

Potencial de clique é a chance de obter um clique nos resultados orgânicos regulares.

De acordo com nossa ferramenta Keyword Manager, o potencial de clique para a palavra-chave "mortgage comparison" é de 70%; já o potencial de cliques para "affordable mortgages" é de apenas 20%.

Potencial de clique no Keyword Manager

Na verdade, isso significa que essas palavras-chave não estão enviando 1.600 visitas por mês para seus resultados orgânicos.

  • A primeira palavra-chave está gerando cerca de 1.120 visitas por mês aos resultados orgânicos porque tem 70% de potencial de cliques (70% de 1.600 = 1.120)
  • A segunda palavra-chave gera apenas 320 visitas por mês aos resultados orgânicos, uma vez que tem apenas 20% de potencial de cliques (20% de 1.600 = 320)

1.120 vs. 320 – é uma diferença de 3,5 vezes.

E é por isso que os recursos de SERP são tão importantes para o SEO.

Portanto, é uma boa ideia observar o potencial de clique de qualquer palavra-chave antes de decidir se deseja focar nela.

E confira também a SERP para ela. Dessa forma, você saberá quais recursos de SERP enfrentará.

Para evitar ter que verificar manualmente cada palavra-chave, confira a métrica "recursos de SERP" na Semrush; ela mostra quantos recursos de SERP estão sendo exibidos para cada palavra-chave, bem como de quais tipos eles são.

Veja onde fica a coluna "recursos de SERP" na Keyword Magic Tool:

Recursos SERP na ferramenta Keyword Magic

Você acabou de ver que os recursos de SERP podem ter impactos negativos. Mas, felizmente, você também pode usar os recursos de SERP a seu favor.

Afinal, muitas vezes é mais fácil conseguir colocar seu conteúdo em um recurso de SERP do que subir nas classificações orgânicas padrão. Assim, você pode usar os recursos de SERP para ultrapassar concorrentes com alta autoridade.

Vejamos um exemplo rápido:

Temos abaixo a SERP para a palavra-chave "email service provider" (provedor de serviços de e-mail).

As classificações orgânicas comuns para esta palavra-chave incluem sites conhecidos como Active Campaign e TechRadar.

concorrentes de peso nos resultados de pesquisa "email service provider"

Esses sites têm Authority Scores muito altas, o que faz com que seja difícil superá-los nas posições regulares.

Authority Scores para Active Campaign e TechRadar

Mas, acima deles, o Google está exibindo um fragmento em destaque.

E esse conteúdo pertence a um site muito menor chamado Clean Email.

Email service provider Featured Snippet

Graças ao destaque, o Clean Email está recebendo uma grande parcela do tráfego para essa palavra-chave, mesmo que tenha uma pontuação de autoridade muito mais baixa do que seus concorrentes.

Como vimos, esse é um exemplo positivo do potencial dos recursos de SERP.

Mas isso é só o começo – existem mais de 20 tipos diferentes de recursos de SERP.

A seguir, vamos abordar alguns dos mais comuns e importantes.

Dessa forma, você pode parar de lutar contra eles e passar a usá-los a seu favor.

Os Recursos de SERP Mais Comuns e Importantes

Um Featured Snippet ou Fragmento em Destaque é um trecho de conteúdo que o Google retira de uma única página da web na tentativa de resumir as informações mais importantes dela.

Frequentemente, você verá snippets no topo da SERP orgânica (na "posição n.º 0"), o que faz deles um dos recursos de SERP mais poderosos.

Eles também podem ser exibidos quando você expande a seção "As pessoas também perguntam".

Existem vários tipos de fragmentos em destaque; muitos possuem bastante texto, como este snippet em lista para a consulta "como abrir uma empresa":

Snippet em destaque do melhor software de SEO premium

Outros destaques incluem também imagens.

Veja um exemplo para a consulta "impressionismo":

Trecho em destaque do impressionismo

Há ainda trechos em destaque que sugerem vídeos, como este para a palavra-chave "como fazer trança raiz":

Trecho de vídeo em destaque sobre como correr

As Pessoas Também Perguntam

A seção "As pessoas também perguntam" lista vários questionamentos relacionados à consulta original.

Geralmente, é exibida para palavras-chave com intenção de pesquisa comercial ou informativa.

Veja abaixo a seção "As pessoas também perguntam" exibida quando você busca " melhor software de agendamento":

seção As pessoas também perguntam para o melhor software de agendamento

Quando você clica em uma pergunta desta seção, ela se expande, mostrando um trecho de conteúdo em destaque, bem como um link para iniciar uma nova pesquisa no Google a partir da pergunta.

Assim:

seção As pessoas também perguntam - caixa ampliada

Pesquisas Relacionadas

Pesquisas relacionadas são palavras-chave conectadas à sua consulta original.

Quando você clica em uma, o Google abre uma nova SERP usando essa palavra-chave.

As pesquisas relacionadas são exibidas na parte inferior da SERP e são extremamente comuns.

Na verdade, a maioria das pessoas nem sequer pensa nelas como um recurso de SERP.

A versão mais básica do recurso Pesquisas Relacionadas é simplesmente uma lista de palavras-chave.

Entretanto, algumas pesquisas relacionadas também incluem imagens acima das palavras-chave sugeridas. Confira o exemplo abaixo gerado a partir da palavra-chave "best premium SEO tool" (melhor ferramenta de SEO premium):

Recurso de SERP de pesquisas relacionadas

Painel de Informações

Segundo o Google, os Painéis de Informações ou Painéis de Conhecimento aparecem quando você pesquisa entidades que estão no Mapa de Informações do Google.

Portanto, um único Painel de Conhecimento inclui informações de diversas fontes diferentes.

Os Painéis de Informações são exibidos no lado direito dos resultados da pesquisa.

Eles geralmente apresentam:

  • Imagens associadas à consulta
  • Uma descrição em texto
  • Uma lista de fatos
  • Links para informações adicionais

Confira o Painel de Informações para a consulta "Android":

Painel de informações sobre Android

Pacote Local

Os Pacotes Locais exibem informações sobre empresas e organizações juntamente a um mapa incorporado do Google Maps.

Esses pacotes são exibidos para consultas que possam estar relacionadas a uma necessidade local. Por isso, eles mostram resultados diferentes dependendo de onde o usuário está localizado.

Por exemplo, este pacote local é mostrado no topo da SERP quando alguém na cidade de São Paulo pesquisa por "boliche":

Recurso SERP do pacote local de pista de boliche

Os pacotes locais também podem ser exibidos para consultas que não tenham uma intenção de pesquisa local tão óbvia. No entanto, nesse caso eles geralmente estarão mais abaixo na SERP.

Por exemplo, a SERP para "artigos para loja de roupas" exibe o seguinte pacote local na parte inferior:

Pacote Local com disponibilidade na loja

Google Flights

Para consultas sobre voos, o Google geralmente exibe um recurso de SERP do Google Flights.

O recurso de SERP do Google Flights pode ser interativo, como este para a palavra-chave "São Paulo para Manaus":

Recurso de SERP interativo do Google Flights

Mas pode também ser mais básico, como este para a palavra-chave "voos para Santa Catarina":

Recurso de SERP básico do Google Flights

Resultados Orgânicos do Google Shopping

Os resultados orgânicos do Google Shopping se parecem muito com os anúncios do Google Shopping – o que já vimos na seção "Resultados de pesquisa paga" acima.

Contudo, os resultados orgânicos do Google Shopping não são pagos. Portanto, eles não têm a indicação "anúncio".

Geralmente, são exibidos como um carrossel de produtos e podem estar posicionados em qualquer lugar da SERP principal.

Os resultados orgânicos do Google Shopping podem exibir:

  • Imagem do produto
  • Nome do produto e marca
  • Nome do varejista
  • Preço
  • Classificação média por estrelas
  • Uma ou duas informações sobre o produto

Veja abaixo o carrossel de resultados orgânicos do Google Shopping para a palavra-chave "impressora":

Recurso de SERP de resultados orgânicos do Google Shopping

Pacote de Imagens

Os pacotes de imagens são uma forma de o Google exibir imagens na SERP. Ao clicar em um deles, você será levado a uma página de resultados de pesquisa do Imagens do Google.

Os pacotes de imagens podem ser exibidos em qualquer lugar nos resultados de pesquisa regulares. Às vezes, eles são exibidos como carrosséis.

Podem ser mostrados também como uma única linha ou em um pacote maior.

Veja o exemplo para a palavra-chave "Islândia":

Exemplo do pacote de imagens para a palavra-chave islândia

Abaixo temos um pacote de imagens maior exibido para a palavra-chave "tênis Nike".

Neste caso, algumas das imagens possuem um ícone de etiqueta de compras. Isso indica que a imagem provém da página do produto de um varejista.

Pacote de imagens para tênis Nike

Resultados em Vídeo

Os resultados em vídeos podem ser apresentados por meio de um pacote de vídeos na SERP, que geralmente vêm do YouTube.

Os vídeos podem ter marcações para momentos específicos, como você pode ver neste exemplo:

Recurso de SERP para resultados em vídeo

Receitas

O recurso de SERP "Receitas" pode ser exibido quando você pesquisa esse tipo de preparação.

Ele exibe um pacote com três opções de receitas, junto com um botão para mostrar mais.

Veja o exemplo para a consulta "receita de arroz carreteiro":

Recurso de SERP de receitas de arroz carreteiro

Respostas Diretas

As Respostas Diretas apresentam uma pequena informação no topo da SERP.

Elas podem ser exibidas quando o Google entende que a consulta é uma pergunta simples.

Por exemplo, "quando é o Dia das Mães":

Caixa de respostas diretas para quando é o Dia das Mães

Principais Notícias

O pacote Principais Notícias exibe artigos relevantes do Google Notícias.

Para consultas que são obviamente sobre notícias, esse recurso geralmente é mostrado no topo da SERP.

Já para outras consultas, pode ser mostrado mais abaixo.

Veja abaixo o pacote de principais notícias para a consulta "notícias bolsa de valores hoje":

Recurso de SERP para principais notícias

X (antigo Twitter)

Em 2015, o Google fez parceria com o X (antigo Twitter) para começar a indexar tuítes em tempo real.

Agora, quando você pesquisar o nome de uma empresa ou pessoa ativa no X, há uma boa chance de ver seus tuítes.

Essa é uma maneira fácil de obter um espaço de destaque na SERP.

Por exemplo, você poderá visualizar o recurso de SERP do X ao pesquisar sobre a agência de notícias "Intercept Brasil", após os resultados regulares da pesquisa orgânica do domínio da agência.

Veja o que parece:

Recurso de SERP do X para The Intercept Brasil

Concluindo...

Como você pode ver, não existe uma SERP padrão.

As páginas de resultados dos mecanismos de busca podem mudar drasticamente de palavra-chave para palavra-chave e de local para local.

Além disso, elas também podem ser personalizadas.

E, agora que você entende como elas funcionam, pode dar o próximo passo em sua jornada de SEO.

Se você é iniciante, comece com nossa introdução ao aprendizado de SEO, ou aprofunde-se com nossos guias completos para SEO on-page, SEO off-page e SEO técnico.

Compartilhar
Author Photo
Trabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Mais sobre isso