10 Técnicas avançadas de SEO para levá-lo ao próximo nível

James Brockbank

Dec 08, 202012 min read
Técnicas Avançadas de SEO

Quando você opera em um setor competitivo precisa fazer mais do que o básico para ter sucesso em SEO. Para fazer com que sua estratégia de pesquisa orgânica tenha um impacto positivo no crescimento dos negócios, aumento de tráfego e conversões, você pode pensar em aplicar algumas técnicas avançadas de SEO.

Neste guia vamos analisar 10 técnicas avanças que você pode usar para levar seu site para um nível mais alto de competitividade. São técnicas avançadas que vão além do básico - que por outro lado são já um excelente caminho para começar.

Especificamente, vamos falar de:

Técnicas avançadas de SEO que você precisa conhecer

Dedique um tempo para aprender essas 10 técnicas e aumentar suas chances para melhorar o desempenho de seu site. 

Claro, pode ser que você já esteja usando algumas dessas táticas (que bom, se for o caso), mas temos certeza de que mesmo assim vai encontrar algumas técnicas novas para experimentar. Na maioria das vezes, essas táticas pressupõem que você esteja trabalhando em um site existente ou que tenha recursos disponíveis para ajudar na implementação. No entanto, mesmo aqueles que trabalham em sites novos ou menores devem encontrar maneiras de incorporar essas táticas em sua estratégia para ter sucesso.

1. Atualizar conteúdo existente

É fácil cair na armadilha de focar apenas em criação de conteúdo novo para sua  estratégia de conteúdo , mas o fato é que a maioria dos sites tem oportunidades para melhorar e atualizar o conteúdo existente primeiro. 

O conteúdo novo leva tempo para ranquear e trazer o tráfego. 

É raro publicar um conteúdo e tê-lo ranqueado imediatamente no topo das SERPs. Se fosse assim seria fácil. No entanto, se você optar por melhorar o conteúdo existente, poderá ganhar algumas vitorias rápidas (em termos de ganhos de posições e tráfego). Mas por onde você começa a atualizar o conteúdo existente e por que é algo a que você deve prestar atenção? 

Se você olhar para o que foi publicado no passado, procure oportunidades para melhorar seu conteúdo existente com base em duas coisas:

  • Tendências e fatos atuais
  • Dados de desempenho disponíveis no Google Search Console

Atualizando Tendências e Fatos Atuais

O conteúdo pode ficar desatualizado facilmente, mesmo sem você perceber. Quando o conteúdo fica desatualizado, é menos relevante para as consultas de pesquisa. 

Muitas vezes, você pode ter um conteúdo com um bom desempenho anterior que começa a perder visibilidade com o tempo. Nesse caso, atualizar o conteúdo para alinhá-lo com as tendências e fatos atuais pode ajudar a recuperar o terreno perdido.

Algumas ideias para atualização:

  • Atualizando posts de 2020 para 2021
  • Atualizar fatos desatualizados com as versões mais recentes

Isso pode não estar relacionado especificamente ao  conteúdo evergreen  do seu site. Mas se você notou uma queda na visibilidade de posts com tendências e táticas do setor, seria bom verificar se o conteúdo que você tem é atual.

Usando Dados de Desempenho para Melhorar o Conteúdo Existente

Abra o Google Search Console e acesse o relatório de desempenho das páginas:

Desempenho> Resultados da pesquisa> Páginas 

Aqui, você pode visualizar todas as consultas de pesquisa e os dados relevantes (impressões, cliques e posição média para um URL específico). Filtre a tabela por 'posição' para ver os termos mostrados na parte de baixo da página 1 ou ainda mais abaixo:

Google Search Console checking queries screenshot

Daqui, você pode ver todas as consultas de pesquisa que estão acionando impressões em suas páginas que não estão ranqueadas nos primeiros lugares. Vá mais fundo e classifique isso (depois de filtrar) para mostrar as consultas com mais impressões primeiro.

impressions by page on Google Search Console screenshot

Estas são  palavras-chave que valem o esforço

Melhore o seu conteúdo dando o foco maior para essas palavras e você pode esperar um bom aumento na visibilidade e no tráfego. O motivo mais comum pelo qual essas palavras-chave não têm um ranqueamento mais elevado é que elas não foram trabalhadas com profundidade suficiente na página. 

Portanto, prossiga com as atualizações melhorando os seus conteúdos com base nesses dados para aproveitar as vitórias. É uma tática que raramente falha em gerar um impacto perceptível, desde que você corresponda a  intenção  das consultas ao seu conteúdo. 

Cheque a saúde do seu site

com Auditoria de Site da Semrush

ADS illustration

2. Criar Topic Clusters

 Se o seu site ainda não estiver estruturado com base em  grupos de tópicos , você precisa trabalhar nisso. Mas o que são topic clusters? De acordo com o nosso guia lançado recentemente:

Topic clusters são um grupo de conteúdos que gira em torno de um tópico central e usa uma página de pilar como hub para links internos. Resumindo, os topic clusters são centralizados em um único tópico e oferecem várias oportunidades de links internos para manter os leitores em seu site.

Na verdade, é mais fácil de entender visualizando os clusters:

Topic Clusters exemplo

Os topic clusters são uma tática de SEO eficaz que ajuda você a criar partes agrupadas de conteúdo que mostram relevância e especialização no tópico.

Se você tiver apenas um único conteúdo sobre um assunto ou tópico em seu site, isso não indica necessariamente que você é um especialista. Mas e se você apresentar um conjunto de conteúdos relacionados que usam  links internos  para demonstrar a conexão entre eles? É uma história totalmente diferente.

E embora a migração do conteúdo de um site para uma estrutura de topic clusters não seja a tarefa mais simples (especialmente se você tiver centenas ou milhares de páginas), é uma tarefa que traz muitos benefícios e pode contribuir a longo prazo também. 

Já se foram os dias em que o objetivo principal era ranquear para palavras-chave únicas. Em 2020, você precisa pensar em como ranquear para tópicos, e construir topic clusters é uma ótima maneira de entrar nessa mentalidade.

3. Faça uma auditoria de conteúdo e elimine o conteúdo de baixo desempenho

Cada página do seu site precisa servir a um propósito. Para isso você precisa se livrar (ou melhorar) o conteúdo que não está trazendo resultados esperados.

Uma ótima tática que você pode usar é fazer uma auditoria de conteúdo para descobrir essas páginas que estão atrapalhando o restante do seu site. Em nosso  checklist de SEO  recomendamos fazer auditorias recorrentes do seu conteúdo, afirmando que: 

Queremos deixar muito claro que o tempo dedicado para fazer a auditoria de conteúdo e eliminar conteúdo pobre, duplicado ou de baixa qualidade é altamente subestimado.

Você pode aprender como fazer a auditoria de conteúdo neste guia da Semrush, mas a ideia principal é de criar uma planilha que ajuda a identificar exatamente quais URLs não estão trazendo resultados.

content pruning

E depois de auditar o conteúdo do seu site, você pode tomar medidas com base no seguinte:

  • Manter (Página está trazendo bons resultados, nenhuma ação necessária) 
  • Melhorar (Fazer edições e atualizações para melhorar o desempenho da página) 
  • Consolidar (duas ou mais páginas são consolidadas em uma única página, e uma delas é eliminada com uma redireção 301) 

Essa é uma tarefa que a maioria dos sites precisa executar uma ou duas vezes por ano, dependendo da quantidade de conteúdo publicado. 

4. Encontrar e resolver problemas de canibalização de palavras-chave

 A maioria das pessoas não entende o que de fato é  a canibalização de palavras-chave , achando que se trata de caso quando duas ou mais páginas são otimizadas para a mesma palavra-chave. Mas não é bem assim.

Na verdade, conforme definimos em nosso guia:

Só porque duas ou mais páginas do seu site são otimizadas para a mesma palavra-chave, isso não significa automaticamente que nenhuma delas pode ranquear. A canibalização de palavras-chave tem a ver com a intenção. Isso acontece quando você tem duas ou mais páginas que visam a mesma intenção.

A realidade é que você pode ter mais de uma página otimizada para a mesma palavra-chave, desde que elas tenham como alvo uma intenção diferente.

Por exemplo, uma pode ser transacional e outro é informativo. Mas os sinais comuns de que seu site pode ter esses problemas que precisam de atenção incluem:

  • URLs ranqueados mudam frequentemente de posição nos SERPs
  • Suas posições continuam flutuando
  • Você não está conseguindo aumentar a posição de uma palavra-chave
  • O URL errado está ranqueado para uma página

 E você pode encontrar problemas de canibalização de palavras-chave específicas usando a ferramenta de canibalização de palavras-chave da SEMrush, que está disponível como parte da  Ferramenta de Monitoramento de posição

SEMrush Position Tracking

Você pode usar isso para visualizar problemas de canibalização por palavra-chave ou por página, tomando nota de URLs ou posições flutuantes:

Position Tracking Keyword Cannibalização

Depois de encontrar os problemas, você pode corrigi-los de várias maneiras diferentes, incluindo:

  • Removendo e criando redirecionamentos 301 de páginas canibalizadas
  • Canonicalizando páginas canibalizadas
  • Reotimizando páginas
  • Consolidando páginas
  • Retrabalhando estruturas de links internos

5. Melhorar links internos

O link interno é uma das táticas de SEO mais subestimadas que existe. Como especialistas em SEO, muitas vezes corremos atrás de backlinks novos antes de nos certificarmos de que os que já temos estão funcionando da forma mais eficaz possível.

Uma atividade de alto impacto que você pode realizar é melhorar os links internos com base nas páginas do seu site com mais links. Quer saber como fazer isso? Vá para a ferramenta  Análises de backlinks da SEMrush  abre a aba 'Páginas Indexadas' e classifique por 'domínios' .

SEMrush Backlink Analytics

Estas são as páginas mais poderosas do seu site de ponto de vista de links, aquelas com o maior número de links de domínios de referência.

Você pode usá-los para redistribuir e passar parte dessa autoridade de link para outras páginas (relevantes) em seu site. Procure oportunidades de vincular essas páginas a páginas relacionadas com tópicos que precisam de um impulso em visibilidade orgânica, pensando cuidadosamente sobre o texto âncora que você usa.

Essa tática funciona e você pode usá-la regularmente quando você lança um novo conteúdo para procurar oportunidades de criar um link para ele internamente. 

6. Otimizar para Featured Snippets

O Google anunciou  que estava removendo listagens orgânicas duplas nos resultados de pesquisa para sites que estão posicionados na primeira página e também no Featured Snippet

Featured Snippet exemplo

Antes desta atualização, você poderia, em teoria, manter a posição zero (featured snippet) e a posição No.1. Este não é mais o caso, e um site que aparece num featured snippet terá apenas essa posição na primeira página.

Dito isso, a maioria dos especialistas em SEO ainda segue otimizando para featured snippets, considerando que aparecer em posição zero significa uma oportunidade de superar todas as outras listagens orgânicas. 

Como você faz isso? De acordo com  o nosso estudo , a maneira mais eficaz de aparecer no resultado zero é pegar as páginas que já estão ranqueadas nas 10 primeiras posições e fazer as seguintes melhorias:

featured snippet checklist

7. Resolver problemas de Links 404

Se você tiver links apontando para páginas 404 em seu site, eles não estão ajudando no ranqueamento. Eles estão apenas sendo ignorados:

Não é incomum que os sites tenham um grande número de links de autoridade que poderiam ajudá-los a ranquear bem, mas que apontam para páginas mortas que foram eliminadas com o tempo e nunca foram redirecionadas.

 Encontre essas páginas usando a ferramenta  Análises de backlinks  da SEMrush. 

Digite seu domínio na ferramenta e vá para a aba 'Páginas indexadas', certificando-se de marcar a caixa 'Erro na URL de destino':

target URL error

Estas são páginas com links, mas que não estão passando nenhuma autoridade ( PageRank ) porque estão mortas. 

404 links

Você pode corrigir esses problemas com redirecionamentos 301 ou re-lançando a página. 

8. Trabalhar com links que apontam para páginas 404 do concorrente

Enquanto estamos falando sobre links que apontam para páginas 404, especialistas em SEO inteligentes verão isso não apenas como uma oportunidade de corrigir seus próprios erros e fazer seus links ganhos trabalharem mais, mas também como uma tática de linkbuilding que pode ajudar a roubar links que apontam para uma página morta dos concorrentes. A famosa técnica de construir backlinks com base em links quebrados.

Em vez de analisar seu próprio domínio por meio da ferramenta Análises de backlinks, digite o domínio de seu concorrente para ter uma lista de todas as páginas com links que apontam para uma página 404.

broken link building

Há uma boa chance de você ter (ou poder criar) conteúdo que corresponda à página original no site do seu concorrente, e nada o impede de entrar em contato e sugerir seu próprio URL como substituto.

Você vai ajudar o webmaster a consertar links externos quebrados em seu próprio site, enquanto sugere uma substituição. Em muitos casos, todos vão ganhar com isso. Você pode ler mais sobre como fazer isso em nosso guia sobre Linkbuilding de links quebrados

9. Usar a marcação de Perguntas Frequentes para melhorar sua visibilidade na SERP

Se você já está ranqueando em posições de destaque, analise cuidadosamente as formas de aumentar a visibilidade que sua listagem tem nas SERPs, na tentativa de empurrar os concorrentes mais para baixo na página.

Uma ótima maneira de fazer isso é integrar a marcação de perguntas frequentes. Confira o exemplo da SERP abaixo:

FAQ Schema on SERP

Veja quanto espaço a segunda e a terceira listagens ocupam?

Tudo isso é graças a marcação schema de perguntas frequentes. A marcação schema de perguntas frequentes possibilita que as perguntas que você responde em seu conteúdo apareçam diretamente nas SERPs.

É uma tática que você precisa levar em consideração se sua página incluir conteúdo no estilo de perguntas e respostas. Mesmo que você já tenha uma posição elevada, poderá empurrar seus concorrentes ainda mais para baixo na primeira página.

Você pode aprender como implementar isso em nosso guia de  Como Adicionar Marcação Schema de Perguntas Frequentes a Qualquer Página Usando o Google Tag Manager  ou descobrir mais  aqui

10. Analizar seus Arquivos de Log

Muitos especialistas em SEO nunca se preocuparam em analisar seus arquivos de log, mas essa é uma tática de nível avançado que precisa estar no seu radar. A análise de arquivos de log pode:

  • Mostrar onde o orçamento de rastreamento está sendo desperdiçado (e quanto)
  • Ajudar você a identificar a causa dos erros de rastreamento
  • Encontrar páginas que não são rastreadas com frequência

Essas informações podem colocar você em uma posição para implementar correções e melhorias para ajudar o Google a rastrear seu site com mais eficiência. 

Basicamente, a análise do arquivo de log oferece uma maneira de entender como os mecanismos de pesquisa estão rastreando o seu site e quaisquer problemas que enfrentem. Você pode analisar os arquivos de log do seu site com a ferramenta  Log File Analyzer da SEMrush. 

Você vai precisar baixar uma cópia do arquivo de log do seu site (geralmente localizado na pasta “/ logs /” ou “/ access_log /” em seu servidor), enviá-lo para a ferramenta e obter um relatório detalhado que você pode analisar para encontrar problemas e oportunidades.

log file analyzer


Em setores competitivos você precisa ir além do básico ao fazer SEO. Ao compreender as táticas avançadas, você pode começar a implementar estratégias mais fortes para se destacar da concorrência.

Esteja sempre atento a táticas que seus concorrentes não estão usando e a maneiras de aumentar sua visibilidade orgânica, mesmo nos casos em que você já está ranqueado em posições de destaque. 

Cheque a saúde do seu site

com Auditoria de Site da Semrush

ADS illustration
Author Photo
James BrockbankJames is Managing Director of award-winning digital PR and SEO agency, Digitaloft, and has been involved in search marketing since the mid-2000s. He‘s a regular writer on topics including link building, content marketing and ecommerce, having previously contributed to the likes of Search Engine Journal.
Subscribe to learn more about SEO Avançado
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes