pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Acessar o Blog
James Brockbank

Canibalização de palavras-chave: o fator que está retendo os ranqueamentos do seu site?

99
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra se uma postagem de blog gera envolvimento. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura ativa dos usuários, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Esta postagem está em Português
James Brockbank
Esta postagem está em Português
Canibalização de palavras-chave: o fator que está retendo os ranqueamentos do seu site?

A canibalização de palavras-chave é um dos conceitos mais incompreendidos de SEO. 

De fato, alguns especialistas em SEO afirmam que ele não existe, aumentando ainda mais essa confusão e criando ainda mais mitos. Mas a realidade é que a canibalização de palavras-chave é um problema para muitos sites que pode prejudicar seus rankings.

Só que provavelmente não é bem o que você pensa que é. 

E, com isso em mente, vamos esclarecer as coisas e ajudar você a entender o que é canibalização de palavras-chave, o que não é, e como você pode encontrar e corrigir problemas que podem estar impedindo que seu site alcance todo o seu potencial.

O que é Canibalização de Palavras-chave em SEO?

Muitas vezes, a canibalização de palavras-chave é explicada como algo que acontece quando você tem mais de uma página no site que segmenta a mesma palavra-chave - e uma página canibaliza a capacidade da outra de ranquear, prejudicando o desempenho dela. 

Mas isso não é o caso.

Só porque duas ou mais páginas do seu site são otimizadas para a mesma palavra-chave, isso não significa que nenhuma delas pode ranquear.

Canibalização de Palavras-chave é uma Questão de Intenção

Canibalização de palavras-chave tem tudo a ver com intenção. 

Tanto que o termo mais adequado para esse problema seria 'canibalização de intenção de palavra-chave'.

Está vendo as SERPs para a consulta 'Macbook Pro'?

Macbook Pro SERPs

Apple.com tem duas páginas diferentes, ranqueando em posições orgânicas # 1 e # 2 para este termo. Parece lógico que eles sejam o melhor resultado, mas se a suposição de que duas páginas otimizadas para a mesma palavra-chave vão impedir uma à outra de ranquear fosse correta, certamente o resultado aqui seria diferente?

Vamos analisar essas páginas com mais detalhes.

Essa é a página com ranqueamento mais alto:

https://www.apple.com/macbook-pro/

Macbook Pro Main

Podemos ver que esta é a página principal do Macbook Pro da Apple, oferecendo uma visão geral do produto, incluindo uma comparação de modelos simples. 

A intenção de um usuário navegando nesta página é procurar mais informações sobre o produto enquanto está no estágio de pesquisa de sua jornada de compra. É uma página informativa.

O outro resultado que aparece logo abaixo é a página 'Comprar Macbook Pro':

https://www.apple.com/shop/buy-mac/macbook-pro

Macbook Pro Buy

Esta página é mais uma página de categoria tradicional voltada para aqueles que já fizeram as pesquisas e estão pensando em fazer uma compra. Portanto, vemos mais detalhes sobre preços, especificações etc. Esta página é transacional, e não informativa, - é claramente uma parte do processo de compra. 

A intenção dessas duas páginas é totalmente diferente.

A intenção da primeira página é ajudar a apresentar o Macbook Pro e comparar facilmente os diferentes modelos disponíveis, enquanto a segunda página existe para ajudar alguém que está pensando em comprar a encontrar a especificação exata que está procurando e começar a fazer a compra. 

Essas duas páginas podem existir (e ranquear) ao mesmo tempo, sem causar confusão aos usuários ou aos mecanismos de pesquisa. 

Quando Existem Várias Páginas com a Mesma Intenção, Surge o Problema de Canibalização

O mais importante é lembrar que "várias páginas otimizadas para a mesma palavra-chave" não é canibalização, a menos que a intenção dessas páginas seja a mesma.

Quando isso acontece, você está competindo contra si mesmo. 

De fato, John Mueller, do Google, foi questionado em uma entrevista AskMeAnything do Reddit há alguns anos: "Como a canibalização de palavras-chave é vista pelo Google? As pessoas acreditam que ter várias páginas sobre o mesmo tópico confunde os mecanismos de pesquisa e isso prejudica suas chances de rankear ".

A resposta de John foi:

Apenas ranqueamos o conteúdo à medida que o obtemos. Se você tem um monte de páginas com aproximadamente o mesmo conteúdo, elas competem umas com as outras, como um grupo de crianças querendo ser primeiros na fila e, finalmente, alguém entra na frente delas :). Pessoalmente, prefiro menos páginas mais fortes do que muitas mais fracas - não reduza o valor do seu site.

— John Mueller, Google

Pense nisso desta maneira:

Se você tem duas ou mais páginas que segmentam exatamente a mesma intenção, qual delas deve ser ranqueada? Qual é o mais útil para os usuários?

Existe uma boa chance de você não conseguir responder a essas perguntas, porque provavelmente não há uma resposta certa. A canibalização de palavras-chave quase sempre acontece por acidente - quando novas páginas são publicadas ao longo do tempo sem levar em consideração aquelas que já existem. 

Se você não pode escolher qual página deve ser ranqueada, como pode esperar que o Google faça isso?

Os verdadeiros problemas de canibalização de palavras-chave significam que você está efetivamente pedindo ao algoritmo de um mecanismo de pesquisa que escolha qual delas ranquear.

Embora algumas vezes haja sinais de ranqueamento mais fortes apontando para uma página, nem sempre é o caso. Quando isso acontece, significa que os ranqueamentos de nenhuma das páginas eram tão bons quanto poderiam; as páginas canibalizam a capacidade de desempenho uma da outra.

Isso é um problema significativo que afeta muitos sites, e resolvé-lo é uma tarefa importante que deve fazer parte de sua estratégia de SEO. 

Exemplos de Canibalização de Palavras-chave e Como Isso Pode Prejudicar o Desempenho do seu Site

A canibalização de palavras-chave pode causar vários problemas diferentes e prejudicar o desempenho do seu site de várias maneiras.

Alguns dos problemas mais comuns de canibalização que podem acontecer incluem:

Os URLs nas SERPs Estão Sempre Mudando

Você descobriu que um URL ranqueado para uma determinada palavra-chave continua mudando nas SERPs? Esse é um sinal comum de canibalização de palavras-chave e normalmente significa que o Google não é capaz de descobrir qual página é a que deve ser ranqueada.

No exemplo abaixo, você pode ver isso acontecendo, onde vários URLs continuam aparecendo e desaparecendo para uma palavra-chave.

ranked URL keeps changing

Basicamente, existem sinais confusos e conflitantes.

Embora isso possa significar que as posições flutuam, isso também pode ter um impacto negativo na experiência e no caminho de conversão do usuário; especialmente quando uma página converte usuários a uma taxa muito maior que a outra. 

Sua Posição no Ranking Está Flutuando

Essa flutuação de ranqueamentos geralmente ocorre juntamente com a alteração dos URLs na página de resultados. Você pode ter percebido que sua posição para uma palavra-chave está flutuando, muitas vezes excessivamente. 

Isso pode acontecer como resultado da canibalização de palavras-chave quando os URLs estão mudando e sinais conflitantes significam que a posição varia de acordo.

Se uma página ganhou mais links do que outra, e existe um conflito claro de intenção e qualidade geral do conteúdo, isso pode significar que seu tráfego orgânico também pode flutuar bastante se um dos URLs estiver em uma posição de destaque por um termo de volume alto.

Você Não Está Conseguindo Aumentar a Posição para uma Palavra-chave

Às vezes, você sente que deve ter um aumento no ranking, mas seu site parece estar bloqueado. Especialmente quando você sabe que ganhou ótimos links e criou um ótimo conteúdo. Isso pode ser frustrante, mas é um problema comum causado pela canibalização de palavras-chave.

Basicamente, o que está acontecendo aqui é que a autoridade de suas páginas está sendo dividida em duas ou mais, em vez de uma página só, e nenhuma página está ranqueando tão bem quanto deveria. 

Os links são um fator de ranqueamento primário e, quando a autoridade do link é dividida em vários URLs, isso pode causar ainda mais confusão com sinais conflitantes. 

Se sua classificação não estiver aumentando, verifique se há problemas de canibalização. 

Ranqueamentos de URL incorretos

Às vezes, você vê que o URL errado está ranqueado para uma palavra-chave.

Pode ser um único produto ranqueando para uma palavra-chave que você associa a uma categoria ou subcategoria, ou talvez um conteúdo diferente daquele que você acha que deveria ser ranqueado - talvez publicado há alguns anos. 

Aqui está um ótimo exemplo de um post de blog de 2011 que ocupa o primeiro lugar, em vez de uma página lançada recentemente:

Wrong URL ranking

Quando isso acontece, é provável que a canibalização seja a causa do problema e que o URL 'errado' seja considerado mais relevante do que aquele que você está tentando ranquear. 

Por sua vez, isso pode ter um impacto negativo nas taxas de conversão, se for a página errada em que os usuários estão chegando. 

Casos que Não São Canibalização de Palavras-chave

Assim como é importante entender os problemas causados ​​pela canibalização de palavras-chave, é igualmente importante que você saiba o que não é um problema. 

Lembra como usamos a Apple como exemplo logo no início deste post?

Em uma pesquisa por 'Macbook Pro', a Apple realmente ocupa os lugares 1 e 2 - isso não é canibalização de palavras-chave. 

Manter mais de uma posição para uma palavra-chave, especialmente quando estas estão em primeiro lugar, não é canibalização e não há nada para corrigir aqui. 

Afinal, ocupar várias posições é ótimo, nessa situação. 

Como Descobrir Casos de Canibalização de Palavras-chave

Existem algumas maneiras diferentes de verificar a aparição de casos de canibalização, com ferramentas gratuitas e usando a SEMrush.

Ferramenta de Monitoramento de Posição da SEMrush

Se você estiver no plano Guru ou Business, verá uma aba 'canibalização' na Ferramenta de Monitoramento de posição - este é um ótimo lugar para começar a encontrar problemas existentes no seu site.

O relatório tem esse visual:

Screenshot of SEMrush cannibalization tool

Screenshot of SEMrush cannibalization tool

Existem duas opções para usar esta ferramenta. Você pode visualizar possíveis problemas por 'páginas' ou por 'palavra-chave' para encontrar as oportunidades para corrigir.

Faz sentido começar com a visualização de palavras-chave; considerando que você normalmente fala de canibalização em termos de palavras-chave.

Você pode analisar qualquer palavra-chave específica e ver onde vários URLs estão ranqueados e as posições em que aparecem para priorizar oportunidades - considerando o volume de pesquisa, o tráfego estimado e a posição atual no ranking.

cannibalization tool dataVocê também pode usar a ferramenta de Monitoramento de posição para analisar as flutuações de URL que podem apontar para um problema de canibalização e pode ver o histórico de uma palavra-chave expandindo a seta ao lado do termo de pesquisa.

position tracking URL changes

O uso desses recursos da ferramenta pode ajudá-lo a identificar problemas em nível superior e determinar quando isso começou e as páginas que estão canibalizando uma à outra. 

Teste a SEMrush grátis por 7 dias

Descubra as melhores palavras-chave

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Google Search Console

Google Search Console can be a great tool for finding cannibalization issues.

Vá para o relatório de desempenho para ver, por padrão, uma lista de consultas das quais seu site obteve impressões e cliques. Clique em uma dessas consultas, na aba "páginas", e você verá uma lista dos URLs ranqueados e as estatísticas associadas. 

Observação: O GSC agrega dados e mostra uma média; você deve prestar atenção aos filtros de local / dispositivo / etc. para obter resultados mais precisos.

Se houver mais de um URL, isso pode ser o resultado da canibalização de palavras-chave.

Search Console Cannibalization

Site: Operador de Pesquisa

Use o operador de pesquisa "site: [dominio] palavra-chave" diretamente no Google para encontrar uma lista de páginas consideradas relevantes e otimizadas para uma palavra-chave específica.

site search operator

Se você acha que está sofrendo de canibalização, analise a intenção dessas páginas e implemente correções sempre que for necessário para garantir que apenas uma única página esteja direcionada a uma intenção específica.

Como Corrigir a Canibalização de Palavras-chave em seu Site

Depois de identificar que existem problemas de canibalização de palavras-chave em seu site, é hora de corrigi-los.

Mas, antes de tudo, você precisa entender que não existe uma abordagem única para fazer isso e que o caminho a seguir para corrigir os problemas depende muito das circunstâncias individuais.

Simplificando, o caminho para resolver um problema de canibalização provavelmente não será o mesmo que foi usado para resolver um outro caso.

Dito isto, existem correções comuns para você recorrer quando for a hora certa de fazê-lo. Entre eles...

Remover e redirecionar páginas canibalizadas

Se você achar que seu site tem várias páginas segmentadas para a mesma intenção, mas que você só precisa manter uma delas ativa, a melhor maneira de resolver esse problema é colocando redirecionamentos 301.

Depois de identificar as páginas mais fortes daquelas que são canibalizadas (considere os links de entrada que apontam para as páginas, a visibilidade orgânica para outros termos e o tráfego histórico como sinais para ajudar a tomar a sua decisão), basta remover os outros e redirecionar os URLs delas para a página restante. 

Geralmente, é a maneira mais simples de corrigir problemas de canibalização. 

Atualize também os links internos que apontam para as páginas que você remove, e certifique-se do que os URLs removidos sejam removidos do índice do Google o quanto antes. 

Canonização

Às vezes, você não pode remover as páginas canibalizadas e manter apenas uma. 

Pode ser que uma delas seja uma página de destino dedicada de seus anúncios pagos, ou tenha um ótimo conteúdo da perspectiva da experiência do usuário ou que as restrições do CMS estejam causando duplicação de página etc.

Mas, quando for o caso, considere usar a canonização para ajudá-lo a resolver o problema. 

Fazer isso significa que você poderá selecionar uma página como a principal, indicando que é ela que deve ser ranqueada na SERP e receber os sinais de ranqueamento, como o sumo de links.

Nenhuma das páginas precisa ser removida e elas ainda podem ser acessadas pelos usuários. 

Noindex

Assim como no caso da canonização, se, por qualquer motivo, você não conseguir excluir e redirecionar as páginas problemáticas, implementar as tags rel = "noindex" (ou um cabeçalho de resposta HTTP) em todas as páginas, exceto a que você escolheu como página principal, pode também ser eficaz.

A adoção dessa abordagem significa que todas as páginas ainda podem existir no site, mas todas, exceto uma página, serão des-indexadas; resolvendo os problemas de canibalização. 

Dito isto, a canonização é um método preferível em relação ao noindex, dado que os sinais de ranqueamento são atribuídos à página canônica, e serão perdidos no caso de uso da tag noindex.

Use essa abordagem com cuidado. 

No entanto, não faça o erro de combinar a canonização e noindex, dado que os dois sinais são informações contraditórias, como afirma John Mueller:

Noindex (sozinho) e disallow no robots.txt (em geral) não são sinais claros de canonização. Ter uma tag noindex em uma página não nos diz que você deseja combiná-la com outra página e que os sinais devem ser encaminhados.
É disso que vem a instrução de não misturar noindex & rel = canonical: são informações muito contraditórias para nós. Geralmente escolhemos a rel = canonical e a usamos em vez do noindex, mas sempre que você confia na interpretação de um script por um computador, você perde a oportunidade de deixar instruções sobre a sua página :) (e o objetivo principal do SEO é em grande parte instruir os scripts de computador sobre as suas preferências).

— John Mueller, Google

Se você não tomar cuidado, acabará enviando sinais conflitantes e potencialmente correndo o risco de não atribuir sinais de ranqueamento à sua página principal. 

O Noindex pode ser útil quando você precisa resolver problemas de canibalização causados ​​por conteúdo fraco que não possui links e não recebe tráfego orgânico; pense em páginas de tags no seu blog, como exemplo. 

Re-otimizando páginas

Muitas vezes, você descobre que sem querer causou a canibalização no nível de metadados deixando de otimizar para variações de palavras-chave. 

Como exemplo, digamos que você administra uma loja de comércio eletrônico e vende um produto em três cores diferentes. 

Uma e outra vez, é comum ver variações do produto em URLs exclusivos, mas com a mesma tag de título, tag H1 e sem diferenciação clara entre as opções (exceto a imagem). 

Nesse caso, você pode otimizar as páginas novamente para segmentar opções diferentes e resolver problemas de canibalização. 

Retrabalhando sua estrutura de links internos

Em alguns casos, você pode contribuir para corrigir problemas de canibalização refazendo sua estrutura de links internos, especialmente quando você estiver usando o texto âncora de correspondência exata que aponta para páginas diferentes. 

Retrabalhar os links internos para garantir que eles estejam configurados corretamente para apontar para a página correta (não uma versão canibalizada) pode ajudar a resolver o caso. No entanto, por si só, geralmente não é suficiente para resolver o problema diretamente. 

Adote essa abordagem em conjunto com a limpeza de páginas que competem pela intenção para obter melhor resultado.

Consolidando as páginas

Nos casos em que você achar que tem duas (ou mais) páginas mais fracas que estão se canibalizando devido à concorrência por intenção, faz sentido consolidá-las em uma única página. Basicamente, você está criando uma página mais forte a partir de várias páginas mais fracas.

Quando você não consegue escolher uma página principal em definido uma página principal, adopte a seguinte abordagem: procure a página com conteúdo destacado, com links apontando para ela ou que recebe bastante tráfego.

Também pode significar que você precisa adicionar conteúdo novo para melhorar a página final e garantir que os redirecionamentos 301 sejam implementados para as páginas excluídas ou os URLs alterados para passar os sinais de ranqueamento. 

Criando Conteúdo Novo Focado em Intenção

Um problema comum de canibalização observado nas lojas de comércio eletrônico é que uma única página de produto ranqueia para termos de pesquisa relacionados à sua gama de produtos. 

E quando isso acontece porque não existe uma subcategoria 'da gama', para corrigir o problema você precisa criá-la.

Quando não houver uma página que corresponda à intenção, escolhe uma página mais próxima ou crie uma nova. O problema será resolvido quando você conseguir atender à essa intenção. 

Como Evitar Canibalização no Futuro?

Infelizmente a resolução de problemas de canibalização de palavras-chave pode ser demorada, especialmente se você estiver trabalhando em um site grande que criou vários casos ao longo do tempo.

No entanto, a melhor maneira de corrigir a canibalização de palavras-chave é impedir que isso aconteça, e é igualmente importante garantir que os casos resolvidos não surgem novamente no futuro.

O que você precisa fazer para evitar que a canibalização aconteça? Na verdade, é bem simples ...

Verifique se há conteúdo no seu site com a mesma intenção sempre que você cria algo novo.

Essa pesquisa não vai demorar muito e pode ser feita durante a pesquisa de palavras-chave. 

Vá ao Google e use o operador 'site: [palavra-chave]' para obter uma lista de páginas relevantes para a palavra-chave.

Check for intent cannibalization

Analise os resultados do ponto de vista de intenção. Procure conteúdos que servem ao mesmo propósito, à mesma intenção que o conteúdo que você está querendo criar.

Se você vir uma página com a mesma intenção, considere atualizá-la em vez de criar algo novo e causar problemas de canibalização. 

Sua Estratégia Paga está Canibalizando seu Tráfego Orgânico?

Embora costumamos falar da canibalização de palavras-chave no contexto de SEO e tráfego orgânico, já pensou se a sua estratégia paga pode estar canibalizando seu tráfego orgânico?

Existem alguns casos quando isso pode acontecer. 

Lances de marca desnecessários

Às vezes, é essencial trabalhar lances para a sua palavra-chave de marca, porque, caso contrário, um de seus concorrentes o fará, e é claro que não queremos é dar tráfego para aqueles com quem competimos.

Mas e os casos quando você está fazendo lances para palavras-chave de marca, mas na verdade não há mais ninguém competindo com você por esses termos? Quando isso acontece, seus anúncios pagos podem estar roubando seu tráfego orgânico.

Quando se trata de pesquisas de marca, os usuários preguiçosos geralmente clicam no primeiro resultado do seu domínio que veem .

Faça testes antes de decidir se você realmente precisa de anúncios com plavras-chave de marca ou se você vai pagar desnecessariamente pelo tráfego que, de outra forma, teria captado por meio da pesquisa orgânica.

Lances por palavra-chave para quais você está em primeiras posições

Se você já está na posição # 1 para uma palavra-chave, deveria fazer lances para ela com sua campanha de publicidade paga?

Depende. Em muitos casos, você pode fazer isso se o orçamento permitir. Quanto mais visibilidade você tiver, maior a chance de um usuário clicar em seu site - por meio de sua listagem orgânica ou anúncio pago. 

Mas se você estiver trabalhando com um orçamento apertado de mídia paga, pode descobrir que está gastando em cliques que, em geral, teria captado de qualquer maneira. Afinal, é raro o usuário clicar em apenas um resultado, geralmente ele clica em vários resultados pagos e orgânicos.

Novamente, não deixe de fazer testes adequados para determinar se você pode desativar os anúncios e aumentar o tráfego orgânico. Você pode descobrir que menos cliques signifiquem mais lucro, considerando os custos de anúncios. 

Seus Anúncios Estão Sofrendo da Canibalização de Palavras-chave?

Suas campanhas de publicidade paga também podem estão se canibalizando, o que significa que seus anúncios estão competindo entre si. Isso acontece quando:

Sobreposição de Geotargeting

Ao configurar campanhas segmentadas por área geográfica, verifique se não as sobrepõe inadvertidamente. Caso contrário, você vai fazer lances no mesmo local em diferentes grupos de anúncios. 

Isso pode acontecer se você estiver usando a segmentação por raio, assim que tenha cuidado para evitar a canibalização. 

Várias campanhas segmentando a mesma palavra-chave

A menos que você esteja monitorando de perto suas campanhas de mídia paga, é possível que várias campanhas estejam segmentando a mesma palavra-chave, geralmente como resultado de diferentes tipos de correspondência. 

Quando isso acontece, você pode descobrir que seus anúncios estão canibalizando um ao outro, causando concorrência interna e inflando artificialmente seus lances. 

Você pode ler mais sobre como evitar a canibalização de palavras-chave de anúncios e fazer uma auditoria para encontrar e corrigir esses problemas neste post de  Weekly Wisdom com Joel Bondorowsky e usar a nossa ferramenta de  PPC Keyword para definir palavras-chave negativas e evitar concorrência e canibalização entre seus próprios anúncios.


A Resolução de Problemas de Canibalização de Palavras-chave Pode Trazer Ganhos Consideráveis

A canibalização de palavras-chave é um problema comum em SEO, não vamos esquecer isso.

No entanto, apesar disso, ela continua sendo uma área que causa confusão e impede que muitos sites tenham o melhor desempenho possível.

Ao adotar uma abordagem orientada ao processo para localizar e corrigir problemas de canibalização, você pode fazer disso uma parte essencial da auditoria regular do site e implementar etapas para impedir que esses problemas ocorram novamente. 

Sites maiores que construíram uma grande quantidade de conteúdo ao longo do tempo geralmente são os mais propensos a enfrentar problemas de canibalização, mas nenhum site está imune a isso. 

Faça um favor a si mesmo e faça uma auditoria de canibalização no seu site, e há todas as chances de você encontrar oportunidades para impulsionar o desempenho da sua campanha.

Teste a SEMrush grátis por 7 dias

Descubra as melhores palavras-chave

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

James Brockbank
Lenda

Não é nada fácil chegar até aqui!

James is Managing Director of award-winning digital PR and SEO agency, Digitaloft, and has been involved in search marketing since the mid-2000s. He's a regular writer on topics including link building, content marketing and eCommerce, having previously contributed to the likes of Search Engine Journal.
Enviar comentário
Seu comentário deve ter pelo menos 3 palavras (10 caracteres).

Usaremos este e-mail unicamente para responder aos seus comentários. Política de privacidade

Agradecemos pelos comentários!