Qual é a principal métrica para medir o sucesso de um conteúdo? Para 76% das pessoas que entrevistamos  afirmaram que é tráfego orgânico. A dificuldade, entretanto, é que a criação de conteúdo que atraia tráfego orgânico é o principal desafio para  52% dos profissionais de marketing  entrevistados. Por isso que criar conteúdo SEO Friendly, ou simplesmente otimizado para SEO, é caminho mais certo para atingir o sucesso.

Quando você sabe quais passos tomar, cuidar de SEO antes de criar qualquer conteúdo não vai complicar muito o seu processo de produção de conteúdo. E os benefícios valem a pena - a otimização pode afetar positivamente seu desempenho a longo prazo.

Ao otimizar seu texto você pode:

  •  Economizar tempo no futuro - você pode obter resultados de longo prazo recebendo o tráfego todos os meses, sem investir muito na promoção desse conteúdo. 
  •  Criar conteúdo realmente valioso - respondendo às perguntas que seu público realmente faz. 
  •  Atrair novos públicos - as pessoas que encontraram a resposta para suas perguntas em seu artigo podem se tornar seu público fiel e até mesmo embaixadores de sua marca. 

"O burburinho orgânico ou boca a boca é o que ajuda a construir a reputação do seu site entre os usuários e o Google, e raramente isso acontece sem conteúdo de qualidade",  diz o Google  . 

Neste artigo, vamos passar nove passos simples para criar conteúdo SEO-friendly e trazer mais valor para o seu público.

Quer gerar mais tráfego?

Veja como fazer com as ferramentas de marketing de conteúdo da SEMrush

ADS illustration

O que é Conteúdo SEO-Friendly?

Conteúdo SEO-Friendly é o conteúdo escrito de forma que ajude os mecanismos de pesquisa a entender do que se trata, a quais consultas do usuário ele está respondendo e o que as pessoas podem aprender com seu artigo. De forma simples, se trata de conteúdo otimizado para SEO.Em troca, os mecanismos de pesquisa podem apresentar seu artigo para consultas relevantes do usuário nos principais resultados. A otimização para os resultados de pesquisa traz benefícios importantes ​​para um site, como crescimento de tráfego e público, e pode ser uma tática mais barata, mais duradoura e às vezes mais eficaz do que a publicidade paga.

Como criar conteúdo otimizado para SEO

Como criar conteúdo otimizado para SEO

1. Comece com a pesquisa de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave é a base de distribuição de conteúdo orgânico bem-sucedida. Palavras-chave são os termos que as pessoas inserem nos mecanismos de pesquisa para encontrar informações sobre um tópico. 

Ao contrário da crença popular,  palavras-chave não é apenas uma questão de SEO , elas também ajudam a encontrar respostas para as seguintes perguntas. 

  • O que seu público está procurando? Isso vai ajudar você a descobrir os interesses do seu público e escolher um tópico sobre o qual escrever.
  • O que eles perguntam online? Você vai descobrir perguntas específicas sobre este tópico que você pode responder em seu conteúdo.

Você precisa começar sua pesquisa com a palavra-chave certa. O Google  recomenda  que você  "pense nas palavras que um usuário pode pesquisar para encontrar uma parte do seu conteúdo".  Para um artigo, você precisa selecionar uma palavra-chave principal e até 5 -10 palavras-chave adicionais. 

Como escolher a palavra-chave principal

Ao escrever um artigo, é tentador usar o máximo de palavras-chave possível e otimizar o texto para todas elas. No entanto, isso pode confundir o foco de atenção e resultar em conteúdo menos abrangente. 

Portanto, escolha uma palavra-chave principal e vá mais fundo. Sua palavra-chave principal deve ser o foco de todo o artigo. 

Vamos com um exemplo para 'festival de música' (music festival) como palavra-chave para começar minha pesquisa e usei a ferramenta  Keyword Magic  da Semrush para encontrar o volume, palavras-chave relacionadas e muito mais. 

como encontrar palavras-chave para um artigo

As pessoas nos Estados Unidos pesquisam a palavra-chave de exemplo que mencionei mais de 22.000 vezes por mês. Palavras-chave de alto volume são populares, mas também são difíceis de ranquear no curto prazo. 

 Se você usar a SEMrush, analise a métrica  Dificuldade de palavras-chave  - procure palavras para qual ela é inferior a 70-80, se possível, mas ao mesmo tempo procure umas com volume suficientemente alto (cada setor tem seus próprios padrões para o que é considerado alto volume e o que não é, portanto, não podemos dar os números). Veja neste vídeo como encontrar palavras-cahve de baixa competitividade:

Para nosso exemplo aqui, vamos seguir com "country music festivals 2020como a principal palavra-chave do artigo.

como encontrar palavras-chave para um artigo com Keyword Magic Tool

Como escolher palavras-chave adicionais

Palavras-chave adicionais devem estar intimamente relacionadas à sua palavra-chave principal para não perder o foco do artigo e reforçar o foco da palavra-chave principal.

Você pode selecioná-las nos grupos de tópicos à esquerda ou nas abas "Relacionadas" e "Perguntas" na parte superior da ferramenta Keyword Magic.

como encontrar ainda palavras-chave para um artigo

Outra ótima ferramenta para expandir sua lista de palavras-chave e perguntas dos usuários é a  Topic Research . A ferramenta ajuda a encontrar os interesses do seu público e mostra uma ampla variedade de tópicos relacionados, títulos de artigos populares e perguntas que as pessoas fazem sobre sua palavra-chave principal. 

como expandir sua lista de palavras-chave Topic Research

Nos próximos passos, você vai adicionar a palavra-chave principal ao título e H1 e as palavras-chave adicionais aos subtítulos e ao corpo do texto. Isso vai indicar aos mecanismos de pesquisa e aos usuários do que se trata o artigo.

2. Determine a intenção de pesquisa e identifique o formato correto

Intenção de busca do usuário

A intenção de pesquisa é o que os usuários estão tentando realizar e o que eles esperam ver ao digitar ou expressar uma consulta. O Google dedica muita  atenção  ensinando os algoritmos a avaliar a intenção do usuário corretamente e incentiva os criadores de conteúdo a responder às solicitações com materiais relevantes. 

O formato de conteúdo escolhido, a mensagem que você transmite eo CTA que você deixa devem depender da intenção de pesquisa de uma palavra-chave. Existem quatro tipos principais de intenção de pesquisa:

  • Informativo - o usuárioestá procurando informações específicas sobre um tópico. 
  • Navigacional - o usuário está procurando uma página ou site específico. 
  • Comercial - o usuário está considerando uma compra e quer investigar as opções. 
  • Transacional - o usuário quer comprar algo. 

Como entender quais tipos de palavras-chave estão na sua frente ou como encontrá-las? É muito simples - existem palavras especificas que podem ajudar:

  •  Informativo : 'guia', 'tutorial', palavras de pergunta, como 'o que', 'como' ou listas com 'top´, 'melhor', 'checklist' no título (por exemplo, ' melhores festivais de música de 2021 '). 
  • Navigacional : o nome de uma marca, produto ou serviço (por exemplo, ‘ festival de música Ultra ’). 
  •  Comercial : termos referentes à produto como ‘mais barato’, ‘avaliação’, ‘comparação’ (por exemplo, ‘festival de música Ultra - avaliações e comentários ’). 
  • Transacional : ‘compre’, ‘preço’, ‘desconto’, etc. (por exemplo, ‘ ingressos para o festival de música Ultra ’). 

As palavras-chave vão ajudar a determinar o tipo de intenção de pesquisa. Se você estiver procurando por palavras-chave, por exemplo, na  ferramenta Keyword Magic, use o filtro por palavra para obter uma lista de palavras relevantes. 

como entender intenção de busca Keyword Magic tool

Além disso, eu uso a  Topic Research  para descobrir o que as pessoas realmente perguntam na Internet sobre o assunto no qual estou interessado. São principalmente intenções informativas com foco deste exemplo.

como encontrar sugestões de perguntas Topic Research

O ´mapa mental´ dentro da ferramenta apresenta uma lista de tópicos potenciais para cobrir. Você pode escolher qualquer um deles para ver as perguntas exatas que as pessoas fazem. Você também pode digitar sua palavra-chave na barra de pesquisa do Google para verificar se há algum SERP Feature que possa ajudar a identificar o tipo de palavra-chave:

  •  Featured snippet (Snippets em destaque)  podem indicar intenção informativa; 
  •  As pessoas também perguntam  também podem indicar intenção informativa; 
  •  Site links  podem indicar intenção navegacional; 
  • Google Ads pode indicar intenção comercial ou transacional; e 
  • Google Shopping Ads podem indicar intenção comercial ou transacional. 

Levando em consideração a intenção de pesquisa e o tipo de palavra-chave, você pode identificar o  melhor formato  para seu artigo. 

É aqui que a pesquisa manual pode ajudar - observe as páginas dos concorrentes que já estão ranqueadas entre os 10 primeiros resultados para suas palavras-chave. São guias passo a passo ou talvez uma lista de opções diferentes? O que os artigos convidam a fazer? Quais são seus títulos, ou seja, como eles descrevem seus artigos para resultados de pesquisa?

Para citar alguns, guias de "como fazer" têm mais sucesso para consultas informativas, posts de comparação podem funcionar para consultas comerciais, páginas de produtos para transacionais e páginas de categoria podem ser ranqueadas para palavras-chave de navegação. 

 Se você usar a Plataforma de Conteúdo da SEMrush, a análise manual do concorrente pode ser automatizada com o  SEO Content Template . A ferramenta analisa os 10 primeiros resultados do mecanismo de pesquisa e oferece recomendações importantes com base neles: palavras semanticamente relacionadas a serem incluídas no texto, comprimento do texto e a pontuação de legibilidade a ser atingida.

como analisar concorrentes para palavra-chave

Precisa de mais tópicos para seu plano de conteúdo? Aprenda como  pesquisar ideias de tópicos  em nosso guia passo a passo detalhado. 

3. Crie um meta tittle (Título SEO) bem otimizado 

O título do seu artigo não é necessariamente o título que será mostrado nos resultados da pesquisa. Lembre-se que seu artigo tem dois títulos: a tag H1 exibida na própria página e a meta tag de título, <title> exibida no snippet de resultados de pesquisa. 

Eles podem ser intimamente relacionados ou semelhantes, mas não precisam ser necessariamente idênticos. O mais importante é que cada tag deve conter sua palavra-chave alvo. Embora a tag H1 seja um dos  sinais  que mostram aos mecanismos de pesquisa como a página está estruturada, o meta title é mais  importante para fins de SEO

O meta title apresenta seu conteúdo ao público. É por isso que geralmente é a  informação principal que os usuários levam em conta para decidir qual resultado explorar,  especialmente ao pesquisar no celular . Para tornar seu título atraente para mecanismos de pesquisa e usuários, siga as regras básicas.

  •  Um título exclusivo para cada página. Se você usar o mesmo título em páginas diferentes de um site, o Google pode mostrar um  título alternativo  em vez do seu. 
  •  Leve em conta a intenção dos usuários que abordamos anteriormente  . Escolha um título que indique claramente quais problemas os usuários podem resolver ou quais benefícios podem obter ao ler seu conteúdo. Inclua palavras-chave para chamar a atenção dos usuários e incentivá-los a clicar.
  •  Use entre 15 e 40 caracteres ao escrever seu título. As páginas com title tag entre  15 e 40 caracteres  têm uma CTR 8,6% mais alta do que aquelas que estão fora desse intervalo. O comprimento máximo é de aprox. 60 caracteres - qualquer texto além disso  pode ser truncado automaticamente. 
  •  Inclua sua palavra-chave alvo nos títulos  . Os URLs que contêm uma palavra-chave têm uma taxa de cliques  45% maior  do que os URLs que não contêm uma palavra-chave. Os mecanismos de pesquisa usam títulos para entender se o conteúdo é relevante para a consulta. No entanto, não exagere na otimização.

"Em geral, tentamos reconhecer quando um title tag está muito cheio de palavras-chave porque isso também é uma experiência ruim para os usuários nos resultados da pesquisa. Se eles estão procurando entender do que tratam essas páginas e apenas veem uma confusão de palavras-chave, isso não ajuda muito. " (John Mueller, Analista de tendências para webmasters no Google,  2016

  • Que tal fazer uma pergunta? Title tags que contêm uma pergunta têm uma CTR  14,1% maior  do que páginas que não têm uma pergunta no title tag. 
  •  Motive os usuários a visitar o site  . De acordo com a  pesquisa da Backlinko , enquanto palavras poderosas (como 'segredo', 'poderoso', 'definitivo', 'perfeito', 'melhor', 'insano', 'incrível') diminuem o CTR, títulos emocionais podem aumentá-lo. Os títulos emocionais podem ter um sentimento positivo ou negativo - eles tendem a funcionar igualmente bem. 

4. Crie um H1 atraente 

Se você precisa adicionar mais criatividade ao seu artigo, há um pouco mais de espaço na tag H1 do que no title tag. Aqui está o que você precisa levar em consideração ao escrever o título H1: 

  •  Crie um H1 exclusivo. Isso ajuda a evitar que os visitantes se percam entre páginas semelhantes em seu site. 
  •  Use palavras como 'como', 'por que', 'o quê' e 'onde'. Dessa forma, você ajuda as pessoas a entender o que eles vão encontrar na página - guias e manuais de como-fazer também geram  2x mais tráfego  em comparação com outros tipos. 
  •  Use números como 'top 10', '5 melhores', 'N coisas…' etc. Artigos com títulos de lista obtêm  2x mais tráfego e 2x mais compartilhamentos sociais  do que outros tipos. 
  •  Descreva o que é abordado no corpo do texto. O H1 da página deve descrever o conteúdo, caso contrário, o Google considera a discrepância como  baixa qualidade do conteúdo

Topic Research pode ajudá-lo a encontrar rapidamente os títulos mais ressonantes. Ao inserir um tópico, você verá títulos populares com o maior número de backlinks e engajamento social.

Se você deseja ainda mais dicas sobre como otimizar a tag h1 dos seus conteúdos confira esse artigo.

5. Otimize a Meta Description

A meta description é o que os usuários veem sob o título da página nos resultados do Google. Pode ser a maneira perfeita de incentivar um usuário a clicar em seu link em vez de escolher um links de seus concorrentes, por isso esse campo merece ser preenchido com cuidado.

Olha como Gary Illyes, especialista da Equipe de Pesquisa do Google, descreve os  problemas mais comuns  com meta descriptions: 

"Como as meta descriptions geralmente são visíveis apenas para mecanismos de pesquisa e outros softwares, os webmasters às vezes se esquecem delas, deixando-as completamente vazias. Também é comum, pelo mesmo motivo, que a mesma meta description seja usada em várias (e às vezes em muitas) páginas. Por outro lado, também é relativamente comum que a descrição seja completamente fora do assunto, de baixa qualidade ou com spam . Esses problemas prejudicam a experiência de pesquisa de nossos usuários, por isso preferimos ignorar essas meta descriptions. "

Para otimizar adequadamente a meta description, existem 5 regras básicas:

  •  Certifique-se de que todas as páginas do seu site tenham uma meta description e crie descriptions que  descrevam com precisão a página específica
  •  Inclua uma  palavra-chave relevante  na meta descrption. 
  •  Use cerca de  1-2 frases  (140-160 caracteres) para sua meta description. Mesmo que não haja  limite para o tamanho  de uma meta description, os snippets dos resultados da pesquisa são cortados para se ajustar à largura do dispositivo. 
  • Não basta formular as Meta descriptions  em formato de frase , aproveite este lugar para incluir as principais informações espalhadas pela página. Por exemplo, as páginas de produtos podem ter preço, idade e fabricante em sua descrição. Essas descrições se tornam ainda  mais atraentes  para mecanismos de pesquisa e usuários. 
  •  Foque em uma emoção e adicione um CTA  se for relevante. 

A meta description é uma das melhores maneiras de atrair a atenção de novos visitantes, portanto, dê atenção suficiente a essa etapa de otimização.

6. Estruture seu conteúdo e cuide da legibilidade

Imagine que você abre um dos resultados do Google e vê um pedaço com parágrafos muito longos . Qual a probabilidade de você continuar lendo? Provavelmente vai usar o atalho Ctrl + F ou apenas sair para encontrar um artigo melhor estruturado. Se você sair, o  tempo de permanência do site diminuirá e a taxa de rejeição aumentará , e isso não é bom para o ranqueamento do site. 

Uma boa estrutura é um elemento essencial para um conteúdo de alta qualidade. Os subtítulos tornam o seu conteúdo digitalizável e, portanto, mais fácil de ler. De acordo com nosso estudo,  36% dos artigos  com tags H2 + H3 têm desempenho superior em termos de tráfego, compartilhamentos e backlinks. 

 Nas  palavras do Google :  "Os usuários gostam de conteúdo bem escrito e fácil de ler. Evite escrever grandes quantidades de texto sobre tópicos variados em uma página sem parágrafo, subtítulo ou separação de layout ". 

Aqui estão algumas recomendações sobre como tornar o conteúdo legível: 

  •  Crie um texto longo, se necessário. Textos longos de mais de 3.000 palavras obtêm  3x mais tráfego , 4x mais compartilhamentos e 3,5x mais backlinks do que artigos de comprimento médio ( 901-1200 palavras). Mas isso não significa que um artigo curto terá um ranqueamento ruim - depende do que os usuários precisam. É mais provável que artigos mais longos forneçam mais informações sobre um tópico e, portanto, tenham um melhor desempenho.
  •  Considere adicionar um índice. Se o artigo for longo, adicione um índice no início do artigo para permitir que os visitantes possam acessar rapidamente a seção desejada. 
  •  Use H2 + H3. Artigos bem estruturados com tags H2 e H3 têm  mais probabilidade  de apresentar alto desempenho. Estruture o artigo para facilitar o entendimento do conteúdo para o usuário, mas não exagere tornando a estrutura muito complexa com vários subtítulos.
  •  Um parágrafo = uma ideia. Divida o conteúdo em segmentos lógicos e digeríveis para manter os leitores envolvidos. 
  •  Responda às perguntas do usuário.  Atraia a atenção dos usuários incluindo nos subtítulos as perguntas que você descobriu no  Passo 1
  •  Destaque ideias importantes.  Você pode usar a fonte em negrito ou alterar o tamanho da fonte. Isso ajuda a dar ênfase, torna o texto mais fácil de seguir e ajuda a cimentar as ideias principais na mente dos usuários.
  •  Divida frases longas  . Assim como você dividiu seu conteúdo em parágrafos, divida frases longas em mais curtas. 
  •  Use marcadores e listas numeradas. Usando-os, você pode transmitir grandes quantidades de informações de uma forma concisa. Os marcadores também aumentam suas chances de obter um  Featured Snippet (Snippet em destaque)

Manter tantas informações em mente ao criar conteúdo pode assustar. Felizmente, você pode contar com ferramentas inteligentes que podem ajudá-lo a otimizar seu conteúdo antes da publicação, como o   SEO Writing Assistant  da SEMrush. Você vai receber todas as recomendações necessárias em tempo real para avaliar seu texto diretamente no Google Docs ou WordPress: 

  •  Verifique seu status geral de otimização - certifique-se de que seu texto esteja perfeitamente estruturado para uma palavra-chave alvo e escrito em um estilo SEO-friendly. 
  •  Ajuste o comprimento do texto e otimize o tempo de leitura - verifique se o texto corresponde à quantidade média de palavras de seus 10 principais concorrentes. 
  •  Adicione palavras-chave recomendadas - a ferramenta vai sugerir algumas palavras-chave relacionadas ao seu texto para aumentar o potencial de SEO do artigo. 
  •  Torne seu tom de voz consistente - certifique-se de que seu conteúdo esteja em conformidade com a voz geral de sua marca - casual, neutra ou formal - e detecte frases que se destacam. 
  •  Certifique-se de que o seu texto seja exclusivo - evite o plágio descobrindo a porcentagem total de palavras copiadas em seu texto e vendo as fontes originais de conteúdo da Internet. 
como otimizar artigo antes da publicação

7. Adicione imagens

As pessoas se lembram de apenas 10% das informações que ouvem, no entanto, quando se trata de informações em forma visual, esse número  aumenta para 65%  - é assim que nosso cérebro funciona. Usando recursos visuais em seu conteúdo, você pode transmitir uma ideia para que os visitantes se lembrem dela e possam compartilhá-la.

Visuais diferentes em uma página ajudam a transmitir melhor as informações ao usuário, e a divulgar melhor seu conteúdo. Segundo o Twitter, os tweets com fotos recebem em média  35% de aumento  nos retuítes. Os recursos visuais não é apenas uma questão de decoração e estilo - eles são um  componente essencial de um post de blog de sucesso

Além disso, use infográficos, checklists, modelos e outros tipos de conteúdo visual para agregar valor ao seu público de maneira mais rápida e cativante.

Quanto mais útil, interessante e relevante for o conteúdo, mais backlinks você pode obter. Backlinks de sites de alta autoridade tornam seu conteúdo  confiável aos olhos do Google . Por isso, o mecanismo de pesquisa atribui ranqueamentos mais altos.

O outro benefício das imagens e vídeos para qualquer post de blog é que eles podem ranquear nas seções de Imagens e Vídeos do Google e até mesmo aparecer em Featured Snippets e atrair tráfego adicional.

Não se esqueça de otimizar suas imagens- abaixo listamos as principais coisas que você precisa fazer. 

1. Reduza o tamanho dos arquivos de imagem

As imagens costumam ser responsáveis pela maior contribuição para o tamanho geral da página e podem tornar o carregamento das páginas lento e caro. Se você  redimensionar as imagens , quase sempre vai perceber que seu site carrega mais rápido, trazendo benefícios de SEO e melhor experiência do usuário. 

 Voce pode encontrar a lista de ferramentas de otimização de imagens  neste artigo  e analisar a velocidade do seu site com  PageSpeed ​​Insights

2. Crie nomes de imagem descritivos 

 Colocar ' festival-de-musica-pessoas.jpg ' é uma maneira muito mais clara de explicar o que uma imagem mostra do que ' IMG00353.JPG .' Altere um nome de arquivo genérico para um nome descritivo para  dar pistas ao Google  sobre o assunto da imagem. 

3. Adicione alt tags

Tags alt oferecem um texto alternativo para uma imagem para os mecanismos de pesquisa e para quem usa leitores de tela para acessar uma página. Existem regras de práticas recomendadas que você deve seguir ao otimizar os textos alt de sua imagem:

  •  Descreva o conteúdo de uma imagem  com o máximo de detalhes possível . Isso vai ajudar a se ranquear na Pesquisa de imagens do Google e a contextualizar a relação com o conteúdo da sua página.
  •  Opte por Alt tags  completamente relevantes  para o tópico da página em que estão. 
  •  Certifique-se de escrever  textos alt exclusivos  que descrevam o conteúdo específico da imagem em vez de repetir a palavra-chave de destino principal da página ou as alt tags de outras imagens. 

8. Torne seu URL legível

 Embora as palavras-chave usadas em URLs sejam um fator de ranqueamento menor , escrever um URL de qualidade que descreva claramente o conteúdo da página ajuda seus leitores a entender o que está dentro. 

Os URLs são copiados e colados regularmente e, às vezes, quando um link não tem texto âncora, o próprio URL serve como o texto âncora. Em outros casos, os usuários podem passar o mouse sobre o texto para ver o link no canto esquerdo inferior da janela do navegador. Um URL legível explica o que está dentro.

 Qual dos links da mais confiança: ' https://www.exemplo.com/descubra/maiores-festivais-eua/ ' ou ' http: // www. exemplo.com/index.php?id_sezione=360&sid=3a5ebc944f41daa6f849f730f1  '? 

A estrutura de URL de um site deve ser o mais simples possível. Lembre-se de que, com base apenas nessas poucas palavras, os usuários decidem se este conteúdo é útil para eles ou não. 

exemplo de boa url

Para criar um URL legível  o Google  recomenda: 

  •  Use sinais de pontuação em seus URLs e use hifens (-) em vez de underlines (_) entre as palavras. 
  •  Torne o seu URL descritivo e relevante à palavra-chave principal da página. 
  •  Use letras minúsculas , em vez de misturar letras maiúsculas. 
  •  Quanto mais curto melhor, mais é importante descrever o conteúdo da página. 

 Se você quer avaliar os URLs e textos de seus concorrentes para uma palavra-chave alvo, aproveite o  SEO Content Template : digite uma palavra-chave, confira os 10 principais resultados do Google e colete as melhores ideias. 

Links internos são aqueles que apontam de uma página para outra em seu site, enquanto links externos são aqueles que apontam de um site para um outro site diferente.

"Algumas páginas são conhecidas porque o Google já as rastreou antes. Outras páginas são descobertas quando o Google segue um link de uma página conhecida para uma nova página ",  diz  Google

  • Links internos ajudam os mecanismos de pesquisa

Para adicionar as páginas do seu site ao seu enorme banco de dados de URLs descobertos, o Google envia robôs para investigar o seu site. Os robôs começam buscando algumas páginas da web e, em seguida, seguem os links para encontrar novos URLs. Portanto, para os mecanismos de pesquisa, links internos é uma das maneiras de descobrir regularmente conteúdo contextualmente relevante em seu site. 

 Além de mostrar a estrutura do seu site e oferecer conteúdo relevante, os links internos passam autoridade entre as páginas e podem  melhorar os ranqueamentos . Se uma página, por exemplo, tiver links externos de autoridade apontando para ela, ela terá construído uma pontuação de  PageRank . Essa autoridade pode ser passada para outra página do seu site por meio de links internos.

  • Links internos ajudam as pessoas

Para os usuários, link interno também é um elemento importante para ajudar a navegar e encontrar informações mais úteis em seu site.

De acordo com a nossa  pesquisa recente , incentivar os clientes potenciais a passar pelo funil foi considerado uma das tarefas mais desafiadoras ao construir um funil por 50% dos entrevistados. Além disso, descobrimos que 67% deles tentam  resolver esse problema melhorando os links internos  e tornando o conteúdo mais fácil de encontrar. 56% dos entrevistados sugerem conteúdo relacionado para responder a perguntas mais específicas.

O sistema de links internos não é algo que pode ser feito uma vez, é algo que precisa ser monitorado constantemente. Confira as nossas sugestões sobre  como criar links internos

1. Faça uma auditoria de conteúdo

Uma  auditoria do conteúdo existente  ajudará você a entender quais tópicos seu conteúdo cobre e quais não, quais artigos são relevantes e vale a pena sugerir para seus clientes e quais vale a pena atualizar, etc. 

A  ferramenta Auditoria do site  da SEMrush possui um relatório temático que verifica os links internos do seu site, mostrando: 

  • Quão acessíveis são seus artigos - quantos cliques são necessários para alcançá-los desde a página principal.

  • As páginas que têm um LinkRank interno fraco e aquelas que passam a maioria do LinkRank interno. Isso pode ajudá-lo a identificar as páginas de maior e menor autoridade em seu site.

  • Problemas de links internos - erros, avisos ou notificações relacionados a links internos.

como auditar links internos com Site Audit

Encontre conteúdo relevante no site e adicione links apontando para novos artigos. Isso pode ajudar a melhorar a organização do seu site e diminuir a taxa de rejeição. 

Você também pode otimizar seus links internos de acordo com a jornada do comprador para fazê-lo passar para a próxima etapa. O conteúdo de estágio de Conscientização deve estar vinculado a artigos de estágio de Consideração e os artigos de Consideração devem vincular ao conteúdo de Decisão, e não o contrário.

 Para deixar os leitores interessados ​​em outro conteúdo e facilitar a passagem pelo funil, adicione artigos relacionados no final de cada post. 

Faça uma lista das páginas centrais que vão ajudar a construir  grupos de tópicos  para uma melhor compreensão da arquitetura do seu site. Essas páginas costumam ser as que direcionam o tráfego mais valioso para o seu site e normalmente segmentam suas palavras-chave principais com o melhor conteúdo.

 Crie clusters de tópicos usando links internos. Isso significa que você associa a página principal de um determinado tópico a um grupo de páginas de suporte para adicionar profundidade ao tópico. Você pode criar uma planilha para cada grupo de tópicos primeiro e, em seguida, adicionar links. 

 Crie os textos âncora corretos . Torne-os relevantes para o artigo ao qual você está criando um link, posicione-os naturalmente e considere o uso das  variantes de cauda mais longa de suas palavras-chave . Eles podem ajudar a impulsionar os ranqueamentos para esse termo específico para sua página de destino, desde que seja escrito de uma maneira que as pessoas realmente pesquisem.


Quer gerar mais tráfego?

Veja como fazer com as ferramentas de marketing de conteúdo da SEMrush

ADS illustration

Simplifique a criação e otimização de conteúdo com a Plataforma de Conteúdo da SEMrush. Aprenda  como usar a SEMrush para marketing de conteúdo  passo a passo para criar uma estratégia de marketing de conteúdo perfeita.

Author Photo
Erich CasagrandeTrabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Subscribe to learn more about SEO
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes
More about SEO
16 dicas de SEO essenciais para iniciantes que querem aumentar o tráfegoSEO é essencial para o sucesso do marketing e todos os profissionais de marketing digital devem saber pelo menos um pouco sobre essa importante estratégia de geração de tráfego. Por isso, organizamos uma lista de dicas de SEO para iniciantes. Mesmo essas pequenas ações produzirão resultados rápidos e perceptíveis quando se trata de posicionamentos e tráfego.
13 min read