6 exemplos de plano de marketing para usar no seu negócio

Erich Casagrande

Out 17, 20227 min de leitura
Imagem vetorial mostra mão escrevendo em um plano de marketing

ÍNDICE

Conferir exemplos de planos de marketing é um exercício importante para qualquer profissional que deseja fazer o mesmo na sua empresa. Seja para se inspirar em ideias úteis para o negócio, seja para fazer correções que ajudem a tornar o seu planejamento ainda mais preciso e eficiente.

Os exemplos de planos de marketing são muito mais do que um trabalho de benchmarking, são inspiração e direcionamento para as suas estratégias. 

Afinal, não é uma tarefa simples desenvolver esse planejamento para a área e, por isso, aprender com alguns cases de sucesso pode ser interessante.

Pensando nisso, desenvolvemos um conteúdo completo com tudo o que você precisa saber sobre os tipos e os melhores exemplos de planos de marketing.

Continue a leitura e confira!

O que é um plano de marketing?

Plano de Marketing é o planejamento desenvolvido pelos profissionais da área para traçar as estratégias e objetivos para um período. A ideia é ajudar a tornar o trabalho de todos os envolvidos no setor ainda mais eficiente e prático, criando metas direcionadas aos propósitos da empresa como um todo.

Esqueça trabalhar com formatos específicos apenas por ser uma tendência nas redes sociais, por exemplo. O objetivo é fazer com que o marketing atue de forma mais centralizada, criando metas próprias e, a partir disso, definindo estratégias ideais para alcançar esses resultados.

No plano de marketing, a empresa vai decidir qual é o seu comportamento, o seu posicionamento, o tom de voz e até mesmo os canais utilizados para criar as suas comunicações. Enfim, tudo passa pelo planejamento e organização do que precisa ser alcançado e como isso vai ser feito.

Youtube video thumbnail

Quais os tipos de plano de marketing?

Antes de conhecer alguns exemplos de planos de marketing que deram certo, é importante entender que existem diferentes tipos de planos. Saiba quais são!

Plano de Marketing anual ou trimestral

O período definido pode mudar, mas o objetivo dentro desse plano de marketing é o mesmo: organizar as ações e estratégias no médio e longo prazos. 

Aqui, a ideia é identificar quais são as principais necessidades e desafios da sua equipe para, em seguida, determinar quais táticas vão ser utilizadas.

Algumas empresas seguem pelo caminho anual, olhando para os próximos 12 meses em um momento e, em seguida, realizando ajustes pontuais ao longo do caminho. 

A escolha do tempo depende não só do tamanho da empresa, mas também das metas para a área, profissionais envolvidos e organização.

Plano de Marketing Digital

Uma das modalidades que mais cresce entre as empresas é o marketing digital e, por isso, é preciso estruturar um plano para as suas ações no ambiente digital. 

Quais são os canais que a sua marca precisa se fazer presente? Quais ferramentas devem ser contratadas para gerar os resultados esperados?

Tudo isso passa pelo seu plano de marketing digital, que funciona da mesma maneira que o formato tradicional, apenas com o foco no online. 

Uma dica nesse tipo de plano é separar por áreas menores, como o setor de redes sociais, mídia paga, busca orgânica e todas as outras áreas que podem ser relevantes.

Plano de Marketing em redes sociais

Cada vez mais relevante para as empresas em um mundo tão conectado, o plano de marketing nas redes sociais é fundamental. 

Como o nome já indica, o objetivo aqui é entender quais redes sociais a sua marca precisa estar presente e quais vão ser as estratégias utilizadas.

Desde os formatos publicados, por exemplo, no Instagram, até mesmo as métricas que devem ser acompanhadas, como número de seguidores ou engajamento das publicações. 

Essa organização também deve contemplar os investimentos que vão ser feitos em anúncios pagos dentro das redes sociais escolhidas.

Youtube video thumbnail

Plano de Marketing de Conteúdo

Outra estratégia que tem se tornado relevante para as empresas no ambiente digital é o marketing de conteúdo. No plano para essa estratégia, portanto, o foco é entender não só os formatos e o tom de voz utilizados, por exemplo, mas criar um calendário de publicações e também definir ferramentas que vão ajudar.

Um CRM, por exemplo, pode ajudar a otimizar a rotina dos profissionais da sua equipe. 

Ao mesmo tempo, é necessário definir metas, como a quantidade de palavras-chave rankeadas no Google ou até mesmo quantos leads essa estratégia pode gerar em um determinado período.

Plano de Marketing de lançamento

O plano de marketing também pode ter o foco em ações voltadas para o curto prazo, como para o lançamento de um produto ou serviço. 

Apesar de ter vários componentes similares aos outros planejamentos que listamos, essa estratégia conta com algumas particularidades.

A primeira delas é a necessidade de ter resultados relevantes em um primeiro momento. Além disso, é preciso entender que se trata de algo mais pontual, ou seja, os canais e estratégias já utilizadas pela sua equipe podem ser aproveitados de forma estratégica para o lançamento específico.

Youtube video thumbnail

Plano de E-mail marketing

O e-mail marketing ainda é uma estratégia muito relevante para as empresas e, por isso, o plano para organizar o objetivo, o envio e os resultados das suas ações nesse formato é fundamental.

Perguntas mais simples, como a ferramenta utilizada para o disparo dos e-mails, até mesmo questões mais amplas, como os objetivos de cada fluxo criado para a comunicação com a sua base de contatos, tudo deve ser contemplado nesse planejamento para colher bons resultados com essa estratégia.

Exemplos de plano de marketing 

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre os tipos de planos de marketing existentes, nada melhor do que conferir alguns exemplos que são cases de sucesso, e podem servir de inspiração para a sua equipe!

Nubank

Dentro de um mercado tão tradicional, o Nubank conseguiu revolucionar o setor de instituições financeiras no Brasil. Mas, para fazer isso, não bastou as suas táticas específicas de negócio, como um cartão de crédito mais acessível ou a ausência de taxas, o plano de marketing foi — e ainda é — um diferencial.

Foi a partir das técnicas de comunicação que o Nubank conseguiu se posicionar como um banco alternativo aos principais players neste mercado. 

Desde a definição do seu tom de voz em todos os canais até mesmo o trabalho de educação e marketing de conteúdo que foi estruturado.

A empresa conseguiu revolucionar não apenas o mercado financeiro, mas também o marketing dentro desse segmento. A forma distante e fria que os bancos adotavam para se comunicar com seus clientes foi substituída por uma postura completamente diferente com o Nubank.

O plano de Marketing da empresa pode ser visto em todas as áreas, como o calendário de publicações nas redes sociais e o uso das cores da marca em cada uma das suas artes, ou na embalagem de envio dos cartões para os seus clientes. Uma estratégia que funcionou e segue gerando bons resultados.

Instagram do Nubamk, todo trabalhado no tom de voz e branding da marca

Fonte: Instagram Nubank

Magazine Luiza

Outra marca brasileira que revolucionou a forma de se comunicar a partir do plano de marketing foi a Magazine Luiza. 

A empresa, que atua no varejo físico e no eletrônico, investe bastante em marketing para garantir que os seus produtos e serviços se diferenciem dos demais concorrentes.

Por mais que os preços mais atrativos façam sucesso, e a experiência do cliente seja pensada nos mínimos detalhes, o plano de marketing da empresa ainda é um dos principais motivos para posicionar a marca como uma das mais revolucionárias dentro do seu setor.

O uso de chatbots — com sucesso — para o atendimento dos seus clientes, por exemplo, não gera resultados positivos por acaso. Foi estruturado todo um plano de ação, inclusive com a criação de uma brand persona, a Lu do Magalu, para permitir que essa estratégia fizesse sucesso com seu público.

Chatbot da Magazine Luiza, com o bot Lu do Magalu atendendo

Fonte: Magazine Luiza

Apple

Youtube video thumbnail

Por que não se inspirar também em quem domina o mercado? Afinal, cada empresa desenvolve o seu plano de marketing de acordo com o seu tamanho, metas e perfil de público consumidor. 

A Apple, por exemplo, investe em um posicionamento focado em manter a sua liderança a partir da comunicação.

Isso é feito por meio de conteúdos que exploram os principais diferenciais dos seus produtos e serviços, especialmente aqueles que reforçam a inovação e todos os avanços tecnológicos. Qualquer tipo de ação da empresa é baseada sempre nesses princípios.

A diferença em relação aos outros exemplos é a agressividade das suas campanhas. No plano de marketing da Apple, os seus produtos não precisam ser vendidos como o Nubank ou a Magazine Luiza precisam fazer. Todo o seu planejamento é voltado para a manutenção da posição atual.

Por já ter uma relevância orgânica significativa, a empresa não precisa investir tanto em estratégias de SEO e marketing de conteúdo, por exemplo. O foco passa a ser a experiência dos seus usuários em todos pontos de contato, sempre replicando a mesma qualidade: seja no atendimento, seja em um post no Instagram.

Esses exemplos de planos de marketing mostram como é possível atuar nos mais diferentes campos e desenvolver estratégias específicas para impactar o seu público de maneira positiva. Mais do que isso, reforçam a importância da organização e do planejamento para o sucesso de uma marca como um todo.

Agora que já entendeu como desenvolver o seu plano de marketing, que tal começar a colocar em prática os seus conceitos? Veja como criar um calendário de conteúdo para suas estratégias!

Compartilhar
Encontre palavras-chave em segundos

Acelere seus resultados de SEO com poderosas pesquisas de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave grátis

Author Photo
Trabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Mais sobre isso