Diagrama Ishikawa: o que é, para que serve e como usar o diagrama espinha de peixe

Natalia Zhukova

Out 24, 20227 min de leitura
Imagem vetorial com peixe comendo um anzol. Representa o diagrama de Ishikawa, também conhecido como espinha de peixe.

ÍNDICE

O Diagrama de Ishikawa é uma das técnicas mais eficientes para garantir que a sua empresa consiga identificar eventuais gargalos que estejam prejudicando o seu negócio e, em seguida, realizar as melhorias necessárias.

Não existem negócios perfeitos e, não à toa, empresas gigantescas e líderes de seus respectivos mercados estão sempre em busca de novas soluções e melhorias para continuarem no topo. Para isso, o Diagrama de Ishikawa pode ajudar.

Afinal, por mais que os resultados da sua empresa sejam excelentes, existem problemas e desafios que podem acabar se tornando situações mais complexas para um negócio. Conseguir identificar a origem desses problemas é essencial.

Mas nem sempre é fácil encontrar a razão para uma determinada situação que está prejudicando os seus resultados. É por isso que você deve conhecer mais sobre as aplicações do Diagrama de Ishikawa para o seu negócio.

Continue a leitura e confira!

Youtube video thumbnail

O que é Diagrama de Ishikawa?

O Diagrama de Ishikawa é uma técnica utilizada para identificar causas para os problemas de um negócio. A ideia é listar eventuais gargalos que geram uma situação negativa para uma empresa e, a partir disso, criar soluções.

Com a visualização de diversas perspectivas, essa ferramenta, que também é conhecida como Diagrama Espinha de Peixe — por conta do seu formato visual —, torna mais simples a identificação do que não está funcionando.

A listagem de todos os elementos que podem causar um efeito específico ajuda a encontrar os pontos que precisam ser aprimorados. Na prática, essa técnica pode ser utilizada também para identificar diferenciais competitivos.

Imagine que você quer encontrar quais são os fatores do seu negócio que o diferencia das demais empresas. O diagrama também pode ser utilizado, listando todas essas tarefas menores que causam esse efeito diferencial.

infográfico com os pontos do diagrama de ishikawa

Qual é a origem do Diagrama de Ishikawa?

A origem desse conceito é na década de 1960, quando o engenheiro Kaoru Ishikawa começou a procurar por formas de aprimorar os processos internos na Kawasaki Shipbuilding Corporation, empresa japonesa de construção naval.

Ishikawa já tinha identificado a necessidade de mudanças, tanto é que desenvolveu soluções anteriores ao diagrama em seu nome para aumentar a eficiência do processo de controle de qualidade na empresa em que trabalhava.

O Diagrama Espinha de Peixe foi tão eficiente, e fez tanto sucesso, que fortaleceu a reputação de Ishikawa no segmento, posicionando o seu nome como uma das referências quando se fala em gestão de processos internos.

Quais os benefícios do Diagrama de Ishikawa?

O Diagrama de Ishikawa oferece uma série de benefícios para qualquer negócio ou empreendedor.

Visualização simples

Um dos fatores que tornou esse diagrama tão popular é a facilidade de visualização da ferramenta. Ao colocar a sua estrutura exposta, por exemplo, para uma equipe, todos conseguem ajudar rapidamente e sem complicações.

Identificação rápida das causas

Outro ponto importante é a agilidade para encontrar as causas responsáveis por um efeito específico. Com cada área listada em uma das espinhas do peixe, todos podem contribuir com insights valiosos sem dificuldades.

Proporciona uma visão global

Muitos problemas de uma empresa são causados por áreas que nem mesmo são avaliadas. Com a aplicação da técnica, fica mais fácil visualizar a organização como um todo, identificando mais facilmente o que está ou não funcionando.

Permite encontrar soluções

Por mais que o Diagrama de Ishikawa seja uma estratégia retroativa, ou seja, que busca a causa e não o efeito, é a partir da sua visualização simplificada que se torna possível encontrar as melhores soluções para melhorias.

O que são os 6M de Ishikawa?

Antes de entrar nas aplicações práticas dessa ferramenta, é preciso entender mais sobre a metodologia por trás e quais são os elementos que não podem faltar na estrutura. No caso do Diagrama de Ishikawa, são os 6 Ms.

Método

Na etapa de análise dos métodos, a ideia é identificar quais são as potenciais causas para aquele efeito que estão diretamente relacionadas aos processos de trabalho. Como cada etapa é realizada é o que deve ser respondido.

Máquina

Em seguida, é preciso analisar quais são as ferramentas e soluções utilizadas no dia a dia de trabalho que fazem parte desse método. Um CRM ruim, por exemplo, pode prejudicar a equipe de Marketing Digital.

Medida

Em um período em que números e informações são cada vez mais importantes para a realidade das empresas, a etapa de medida busca identificar se a causa do efeito está na forma como essas métricas são avaliadas.

Meio Ambiente

Abrindo um pouco o entendimento do ambiente de trabalho, aqui a intenção é encontrar elementos externos, como a felicidade e saúde mental dos profissionais envolvidos, que podem ser razões para um determinado problema.

Material

O material é um pouco mais amplo, podendo ser a madeira utilizada como matéria-prima em uma fábrica, mas também as informações que são utilizadas para tomar decisões, por exemplo, sobre estratégias de email marketing.

Mão de Obra

Já a etapa de mão de obra tem como objetivo entender mais sobre a performance dos profissionais que estão envolvidos naquele processo. Pode ser, até mesmo, a falta de profissionais para uma determinada função.

Quando usar o Diagrama de Ishikawa?

O Diagrama de Ishikawa deve ser utilizado sempre que uma empresa identificar a necessidade de corrigir um problema específico. Encontrar as causas para um determinado efeito que prejudicam a companhia.

Essa ferramenta se tornou tão eficiente que também pode ser utilizada de outras maneiras, como para encontrar quais são os elementos de um negócio que geram os diferenciais competitivos da empresa.

Considerando que o mercado está cada vez mais competitivo, o Diagrama de Ishikawa pode ser utilizado com uma certa frequência. Afinal, o objetivo é sempre encontrar elementos que ajudem a potencializar seus resultados.

Sendo assim, essa ferramenta pode fazer parte das avaliações periódicas de uma empresa ou equipe, tentando sempre entender quais são os elementos que estão funcionando e aqueles que precisam ser aprimorados.

Como fazer um Diagrama de Ishikawa?

Agora que você já tem todas as informações em mãos, fica mais fácil estruturar um Diagrama de Ishikawa na prática.

Defina um problema (efeito)

A primeira etapa deve ser a definição de qual é o efeito que vai ser analisado. 

Ou seja, qual é o problema que você quer solucionar ao encontrar todas as suas possíveis causas? A partir disso, toda a sua estratégia pode ser montada.

Desenhe as espinhas do peixe

Na parte prática, você deve fazer uma seta horizontal apontando para a direção do efeito. Em seguida, você deve subir três linhas para cima e três linhas para baixo e preencher com as informações dos 6 Ms.

Faça um brainstorming

Com a estrutura desenhada, é hora de fazer um brainstorming e avaliar o que pode ser feito. Por isso, é interessante ter mais pessoas envolvidas para garantir que todos os 6 Ms sejam analisados como devem ser.

Analise o cenário

Com o desenho estruturado da espinha do peixe, você acabou de estruturar o Diagrama de Ishikawa. 

Pronto! Agora é o momento de analisar o cenário como um todo para, em seguida, tomar as decisões necessárias para ter resultados.

Exemplos de Diagrama de Ishikawa

Para entender as aplicações do Diagrama de Ishikawa, confira alguns exemplos a seguir! 

Imagine, então, que a ideia é avaliar o que está causando os resultados ruins da estratégia de Marketing de Conteúdo na empresa.

  • Método: aqui você pode listar, por exemplo, quais são os processos utilizados até a aprovação de um conteúdo, como as pautas são sugeridas, os estudos de SEO, enfim, todos os métodos de trabalho que envolvem essa área;
  • Máquina: qual é, por exemplo, o CMS utilizado pela sua empresa para gerenciar os conteúdos publicados? Será que não é a ferramenta que está causando os desafios estratégicos para a sua área?
  • Medida: aqui podemos pensar em quais são as métricas utilizadas para avaliar cada palavra-chave ou mesmo quais são os indicadores utilizados para ter a certeza de que a estratégia está ou não funcionando;
  • Meio Ambiente: o ambiente de trabalho é positivo? Os profissionais estão satisfeitos em suas funções? É esse tipo de pergunta que você deve responder por aqui;
  • Material: outra razão para a qualidade ruim da sua estratégia de Marketing de Conteúdo pode ser a fonte de informação que está sendo utilizada. Será que as suas personas realmente querem ler materiais sobre os tópicos que estão sendo trabalhados?
  • Mão de Obra: nessa etapa, você deve avaliar se os profissionais envolvidos na operação realmente são os mais qualificados para as suas funções ou até mesmo se a sua equipe está em número suficiente para atender a demanda necessária de produção de conteúdo e planejamento estratégico.

Colocando todas essas informações em um quadro, e utilizando o visual da espinha do peixe, você e a sua equipe podem ter a visualização completa de quais são as eventuais causas para os problemas enfrentados por essa área.

Em um cenário em que é fundamental estar sempre evoluindo por conta da concorrência, o Diagrama de Ishikawa é uma importante ferramenta para otimizar esse trabalho e identificar os caminhos adequados para melhorar.

Agora que você já sabe como o Diagrama de Ishikawa pode ajudar o seu negócio, que tal entender outro elemento que pode ser útil? Descubra o que é, quais os tipos e passo a passo de como fazer uma pesquisa de mercado!

Compartilhar
Encontre palavras-chave em segundos

Acelere seus resultados de SEO com poderosas pesquisas de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave grátis

Author Photo
Natalia is a data-driven marketer focusing on market research and strategy development. Having a solid experience in digital marketing, Natalia has a passion in SEO, content marketing and multilingual website creation and optimization.