CTR: o que é click through rate e como aumentar a sua taxa de cliques

Erich Casagrande

Out 18, 202210 min de leitura
Imagem vetorial de como fazer o cálculo de CTR.

ÍNDICE

CTR, do inglês click through rate, é a proporção entre usuários que clicam em um link em relação aos que visualizam a página. É uma das métricas mais importantes no marketing digital, por avaliar o desempenho de campanhas e a necessidade de melhorias.

A web se baseia em links. São eles que levam os usuários de uma página a outra para descobrirem novos conteúdos. No marketing digital, você quer que as pessoas cliquem nos seus links para que acessem as suas ofertas e comprem seus produtos.

Se você criar anúncios e conteúdos atrativos, deve alcançar um alto CTR. Essa métrica se refere à taxa de cliques, ou seja, o percentual de cliques em relação ao número de vezes que o link foi exibido aos usuários.

Você pode usar o CTR para avaliar o desempenho das suas estratégias em diversos canais de marketing digital, como anúncios pagos, SEO, redes sociais e e-mails.

A seguir, você vai entender melhor o que é CTR, como essa métrica funciona e o que você pode usar para melhorar o click-through rate. Acompanhe!

Youtube video thumbnail

O que é CTR?

CTR é a sigla para click through rate, que significa taxa de cliques. Esse termo é usado no marketing digital para medir o percentual de cliques em um link em relação à quantidade de vezes que foi exibido para os usuários.

Ao avaliar a métrica de CTR, você pode saber se as suas campanhas estão performando bem. Digamos que você criou anúncios de links patrocinados no Google ou enviou uma campanha de e-mail marketing. Quando os usuários visualizarem suas ofertas, alguns podem se interessar e clicar, enquanto outros não vão se interessar ou vão simplesmente ignorar.

De olho no CTR, você vai saber se os anúncios ou se os seus e-mails estão atrativos a ponto de atrair os cliques dos usuários. 

Se o CTR estiver alto, é um ponto positivo para o desempenho da sua campanha, que também deve ser avaliado com outras métricas, como taxa de conversão, ROI e CAC. Mais adiante, vamos mostrar como saber se um CTR é alto ou baixo.

Como calcular o Click Through Rate?

A maioria das ferramentas de marketing digital oferecem o cálculo do CTR. Mas é importante saber calcular por conta própria e entender como surgiu aquele percentual.

Calcular o CTR é simples: basta dividir o número de cliques que o link recebeu pelo número de vezes que o anúncio ou conteúdo foi exibido. 

Cuidado, no entanto, para não usar o número de usuários únicos que visualizaram o conteúdo, pois as ferramentas costumam utilizar o total de impressões, considerando também a exibição para um mesmo usuário.

A fórmula para o cálculo da taxa de cliques fica assim:

CTR = ( Cliques / Impressões ) x 100

Se o seu anúncio receber 50 cliques em um total de 400 impressões. Ao dividir 50 / 400, você chega ao resultado de 0,125. Então, para saber o percentual, basta dividir por 100. Assim, você chega ao CTR de 12,5%.

Para que serve a taxa de cliques?

A taxa de cliques é uma importante métrica do marketing digital, que ajuda a medir e monitorar o desempenho das suas campanhas. Entenda agora qual a importância do CTR para as suas estratégias digitais:

Avaliar a atratividade da sua oferta

A taxa de cliques revela se as pessoas que viram a sua oferta se sentiram atraídas a ponto de clicar no seu link. Assim, o CTR ajuda a entender se você está criando conteúdos e anúncios atrativos. 

Se o CTR está baixo, pode ser sinal de que o anúncio não é relevante para o público, não está bem posicionado ou precisa de maior apelo, por exemplo.

Otimizar anúncios e conteúdos

O CTR não deve ser apenas uma métrica para compor relatórios de mídia. Trata-se de um indicador essencial para orientar a otimização de anúncios e conteúdos. 

Se você perceber que o CTR está baixo, é preciso verificar o que está causando isso e realizar as otimizações necessárias para aumentar os cliques, tráfego e conversões.

Reduzir os custos

O CTR é um dos indicadores que integram o Índice de Qualidade, que o Google utiliza para avaliar a performance dos anúncios e determinar sua posição na busca. 

Quando o CTR da marca é mais alto que o dos concorrentes, os custos de veiculação dos anúncios tendem a baixar. Mais adiante, você vai entender melhor a relação entre CTR e CPC (custo por clique).

Em quais canais medir o CTR?

Você pode medir o CTR em diversos canais e tipos de campanhas do marketing digital. Estes são os principais canais em que vale a pena monitorar a taxa de cliques:

PPC

PPC ou pay-per-click é o tipo de campanha em que o anunciante paga a cada vez que seu anúncio recebe um clique. Podem ser campanhas de links patrocinados, mídia display, Google Shopping, entre outros. 

Nesse caso, o CTR é essencial para entender a relevância e a atratividade dos seus anúncios.

Busca orgânica (SEO)

Outro canal em que se deve medir o CTR é a busca orgânica. Nas estratégias de SEO, você vai querer que cada vez mais pessoas que visualizam os seus links cliquem neles. Para isso, precisa criar um snippet para a busca que seja relevante para a palavra-chave pesquisada. Assim, você consegue gerar mais tráfego orgânico para o site e mais oportunidades de negócio.

Social ads

Social ads são os anúncios nas redes sociais. Assim como os anúncios PPC, você também pode configurá-los para pagar a cada clique que recebe dos usuários. Nesse caso, o CTR também ajuda a entender se os anúncios estão relevantes para o seu público e se são atrativos para o clique.

E-mail marketing

O e-mail marketing é um dos principais canais para gerar tráfego e conversões. Então, o CTR é um indicador importante para entender se os seus envios estão sendo eficientes para atingir esses objetivos. Um e-mail marketing bem segmentado e personalizado tem maior poder de gerar cliques e aumentar o CTR.

Qual a relação entre CTR, CPC e CPM?

O marketing digital adota algumas siglas que podem se confundir no dia a dia. Por isso, vamos esclarecer o que é CTR, CPC e CPM e como essas siglas se relacionam.

CTR, como estamos vendo, é a taxa de cliques. O CPC, por sua vez, é o custo por clique, ou seja, quanto o anunciante paga a cada vez que o anúncio recebe o clique de um usuário. 

Na configuração da campanha, o orçamento de CPC é aquilo que o anunciante está disposto a pagar por cada clique.

Se você tem um anúncio relevante e atrativo, as ferramentas de publicidade tendem a reduzir o custo por clique e melhorar a veiculação da publicidade. 

Por isso, CTR e CPC estão diretamente relacionados: uma boa taxa de cliques é um sinal para o Google de que o seu anúncio é útil para os usuários, por isso merece um CPC menor.

Por outro lado, se você tem um CTR alto, mas está pagando caro por um clique que não está gerando retorno, essa relação pode não ser tão positiva. 

Você pode pagar caro por uma palavra-chave concorrida no Google, por exemplo, que gera bastante tráfego, mas não resulta em conversões. Nesse caso, o ideal é redirecionar sua estratégia de palavras-chave.

Já o CPM (custo por mil impressões) é outro modelo de precificação utilizado na publicidade paga. Baseia-se no custo por exibição dos anúncios, em vez de considerar os cliques. 

Nesse caso, não se relaciona diretamente com o CTR, já que o seu objetivo não é levar pessoas até o seu site — o foco é aumentar a sua exposição ao público.

Como saber se a taxa de cliques está alta ou baixa?

Não existe um determinado valor para dizer se uma taxa de cliques é boa ou ruim. O percentual ideal é muito variável conforme o tipo de campanha (PPC, SEO, Social ads ou e-mail), a segmentação que você está usando, o objetivo que quer atingir, o segmento de atuação da marca e o desempenho dos concorrentes.

Para você ter uma ideia: segundo o Wordstream, um bom CTR no Google Ads fica entre 6% e 7%. Mas o ideal é conhecer o CTR médio do seu segmento de atuação ou o CTR dos seus concorrentes. 

Nas campanhas de PPC, a ferramenta de publicidade vai comparar a sua taxa de cliques com a dos concorrentes e priorizar o anunciante que tiver o CTR mais alto.

Além disso, é importante monitorar o seu histórico de CTR. Assim, você pode comparar o desempenho das suas campanhas ao longo do tempo e verificar se você conseguiu melhorar essa métrica.

O que afeta o CTR?

A seguir, veja quais são os principais fatores que afetam a taxa de cliques. Você pode mirar nelas na hora de otimizar seus anúncios. Confira:

Relevância

As ofertas devem ser relevantes para o público. Se as pessoas visualizarem seu anúncio, mas não tiverem interesse no que você tem a oferecer, simplesmente não vão clicar.

Enviar um e-mail sem segmentação e personalização tende a gerar uma baixa taxa de cliques, por exemplo. Por isso, é importante delimitar o público-alvo e escolher canais que sejam usados pelas pessoas que você quer atingir.

Posição

A posição em que se encontra o seu link também é determinante para o CTR. Nos resultados da busca do Google, um resultado que aparece no topo da busca orgânica tende a ter um CTR maior que os links posicionados abaixo dele.

Nos anúncios de PPC (pay-per-click), o CTR é afetado pela classificação do anúncio, que define a posição em que ele será exibido. A classificação depende do Índice de Qualidade, da relevância e do orçamento que você se dispõe a pagar.

Layout e texto

O layout e o texto de um anúncio são determinantes para o usuário clicar. Eles devem não apenas ser relevantes para o contexto do usuário, mas também atrativos.

O uso de títulos criativos, de imagens persuasivas, de gatilhos mentais, de chamadas para ação — tudo isso estimula o usuário a clicar e, consequentemente, aumenta o CTR.

Como melhorar o CTR?

Agora, vamos ver algumas dicas de como aumentar a taxa de cliques dos seus anúncios e conteúdos. Você pode adotar algumas ações:

Alinhe a oferta ao seu público

Como regra básica para melhorar o CTR, entenda que os seus anúncios e conteúdos precisam ser relevantes para o público. As pessoas devem querer clicar na sua oferta, porque se sentiram atraídas de alguma forma.

Então, conheça bem a persona da sua marca e defina o público-alvo das campanhas. Assim, você pode alinhar o conteúdo e a linguagem ao perfil e interesses dos seus consumidores.

Utilize CTAs

CTAs são chamadas para ação. Elas servem para estimular uma tomada de ação do usuário que o leve a fazer o que você deseja. Muitas vezes, o que você quer é o clique do usuário para gerar tráfego e criar oportunidades de negócio no seu site.

Então, explore CTAs nos seus materiais de marketing digital. Geralmente usando palavras no imperativo (“clique”, “cadastre-se” etc.) e botões chamativos, as chamadas para ação têm poder para aumentar a taxa de cliques.

Otimize textos e imagens

Para aumentar a taxa de cliques, também é importante tornar seus anúncios e conteúdos mais atrativos.
Nos anúncios de mídia display, utilize imagens que captem a atenção do usuário, de maneira que não passem despercebidas na tela. Nos links patrocinados, crie textos persuasivos, que estimulem a ação do usuário. 

No e-mail marketing, capriche nos títulos, que fazem a pessoa não apenas abrir o e-mail, mas também clicar nos links disponíveis.

Use extensões de anúncios (PPC) e rich snippets (SEO)

Outra forma de aumentar a atratividade para o clique é explorar as extensões de anúncios (nas campanhas PPC) e os rich snippets (nas estratégias de SEO).

As extensões de anúncio permitem incluir telefone, botões de chamada, endereços de locais, entre outros dados. Já os rich snippets adicionam dados como notas de clientes, preço de produtos, disponibilidade de estoque, entre outros.

Dessa forma, os anúncios e snippets despertam a atenção do olhar dos usuários, além de trazerem mais informações que podem aguçar sua intenção de saber mais.

Realize testes A/B

Você também pode realizar testes A/B para melhorar a taxa de cliques de anúncios e conteúdos. Eles servem para identificar quais têm melhor desempenho junto ao seu público.

Uma das possibilidades é criar duas versões de criativos de anúncio, por exemplo. Então, utilize uma ferramenta de publicidade para avaliar qual deles gera mais cliques e, consequentemente, mais tráfego para o seu site.

Seja relevante para as palavras-chave

Tanto na busca paga quanto na busca orgânica do Google, os resultados precisam ser relevantes para o que o usuário busca. Se ele digita determinada palavra-chave no buscador, tem uma intenção de busca que o seu anúncio ou conteúdo deve atender.

Então, crie anúncios de links patrocinados e snippets de busca orgânica que utilizem a palavra-chave na sua descrição. Assim, o usuário sabe que está clicando em um link que vai resolver a sua dúvida.

Enfim, o CTR é uma das métricas mais importantes do marketing digital. Se você precisa levar tráfego para o seu site e atrair mais potenciais clientes, a taxa de cliques é essencial para os seus objetivos.

Mas entenda que o CTR é apenas uma das métricas que você deve acompanhar para medir o desempenho das suas campanhas. 

Agora, aproveite para ler também sobre outros KPIs de SEO para monitorar a performance das suas estratégias de busca orgânica!
 

Compartilhar
Encontre palavras-chave em segundos

Acelere seus resultados de SEO com poderosas pesquisas de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave grátis

Author Photo
Trabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.