O que é o Google Discover e como usá-lo para gerar mais tráfego orgânico

Erich Casagrande

Nov 16, 202212 min de leitura
Imagem vetorial de pessoa pulando na cama elástica, alcançando uma estrela, representando as primeiras posições do google.

ÍNDICE

O Google Discover é a versão proativa do gigante de buscas: a ferramenta entrega os conteúdos certos para o usuário com base no comportamento. Você sequer precisa fazer uma pesquisa.

“Aqui. Pegue um cookie. Prometo que, ao terminar de comer, você se sentirá melhor”: a famosa frase dita pelo Oráculo no filme Matrix, lançado em 1999, já indicava a relevância e impacto que os cookies teriam na era digital — até 2023, ano previsto para o fim deles pelo Google.

O gigante de buscas apresenta o Google Discover, ferramenta que é considerada, por experts nas áreas de SEO e marketing digital, como um teste para o mundo sem cookies, com foco em entregar conteúdos de acordo com o comportamento do usuário. 

Há profissionais que já utilizam o Discover para expandir seus negócios, enquanto outros passam despercebidos por essa ferramenta de marketing de conteúdo

Continue conosco para entender mais sobre essa incrível fonte de tráfego na web para profissionais de marketing. Explicaremos tudo sobre o Google Discover e sobre como utilizá-lo para conquistar melhores resultados!
 
 

Youtube video thumbnail

O que é o Google Discover?

O Google Discover é um upgrade do Google Feed que oferece conteúdo aos usuários com base nos seus respectivos históricos de pesquisas. 

A ideia é apresentar todo tipo de conteúdo considerado útil para o usuário, não necessariamente notícias recém-publicadas.

O feed permite descobrir tópicos recentes e conteúdos de interesse com base no histórico e comportamento do usuário. Adaptado para dispositivos móveis, ele reflete a crescente tendência em priorizá-los, iniciada com o Mobile-First Index update.
 

print de tela do google discover
Reprodução: via Google

O Discover é mais uma solução do Google para diferentes necessidades do usuário, ficando lado a lado com o Google Notícias e a ferramenta tradicional de pesquisa. 

Quais as diferenças entre o Discover e a pesquisa?

Na pesquisa, o usuário busca ativamente por uma solução — a ferramenta depende do comando de uma pessoa para apresentar resultados com base na pesquisa. 

O Google Discover age de forma proativa, apresentando os temas interessantes direto no feed sem necessidade de uma ação de pesquisa. Por isso, é uma oportunidade para que seus conteúdos alcancem as pessoas antes mesmo que elas busquem por eles.

Quais as diferenças entre o Google Discover e o Google Notícias?

O Google News permite a descoberta de tendências de notícias e materiais relacionados ao que vem acontecendo globalmente. Seu foco é jornalístico, trazendo reportagens com base nas consultas e até mesmo nas proximidades do usuário. 

Enquanto o Google News foca exclusivamente em, como o nome diz, notícias, o Discover entrega uma variedade maior de tipos de conteúdos. 

print do google noticias
Reprodução: via Google

Um conteúdo só aparece no Discover se for de alta qualidade e se as páginas estiverem indexadas. É fundamental entender seu funcionamento para aprender a otimizar para aparecer na ferramenta.

Como o Google Discover funciona?

Se você navega por um aparelho Android ou utiliza o aplicativo do Google, pode notar que, abaixo da barra de buscas, há vários conteúdos sugeridos. A navegação se assemelha ao feed tradicional das redes sociais, mas os conteúdos são personalizados para você.

Não existe uma ação específica necessária para fazer o conteúdo aparecer no Discover, tampouco são exigidas tags ou dados estruturados: sua indexação já o torna suscetível. 

A regra é que ele aparecerá caso seja relevante considerando o comportamento do usuário e, para isso, temos um conjunto de otimizações que podem ajudar. O primeiro passo é criar uma interseção e mais harmonia entre estratégias de SEO e de conteúdo.

Veja abaixo como ficou o novo Google Discover:
 

print de tela do novo google discover
Reprodução: via Google

Você pode personalizar seu feed para exibir apenas o conteúdo de sua escolha. Para isso, toque no cabeçalho de qualquer conteúdo que achar interessante.

Depois disso, o Google Discover começará a exibir conteúdos relevantes e interessantes, bem como materiais relacionados às suas preferências de conteúdo. 

Você pode parar de seguir tópicos tocando no botão "Mais" no canto inferior direito da tela do seu celular:

print de como fazer descadastro de temas no google discover

Após tocar em "Mais", basta rolar um pouco para baixo e entrar em "Seus dados de pesquisa" para acessar seu histórico de buscas. Depois, role para baixo para excluir itens que não sejam mais do seu interesse:

print de como fazer descadastro de temas no google discover

Quais tipos de conteúdo aparecem no Discover?

Blog posts, notícias e web stories são os conteúdos mais comuns na ferramenta, mas a verdadeira filtragem é feita pelo comportamento de buscas do usuário. Por isso, qualquer conteúdo que atenda as diretrizes, tenha boa qualidade e seja feito pensando no usuário pode aparecer.

O que não aparece no Google Discover?

Por outro lado, há alguns conteúdos específicos que não aparecem nos resultados. São eles:

  • Conteúdos perigosos, violentos, que incitam ódio, assédio ou ações criminais;
  • Fake news, conteúdos de mídia manipulada;
  • Conteúdos médicos;
  • Conteúdos de linguagem vulgar e obscena.

Há, ainda, diretrizes específicas para anúncios e conteúdos políticos eleitorais. No caso dos anúncios, devem ser claros, transparentes, e as páginas precisam ter mais conteúdo informacional do que publicidade. 

Já os conteúdos eleitorais devem ser atualizados e confiáveis, embasados em fontes oficiais dos governos e tribunais aos quais fazem referência. 

Por que otimizar conteúdos para o Google Discover?

O Google Discover é uma plataforma que conta com um mecanismo de busca, com uma área que entrega conteúdos proativamente e, por fim, com um espaço para organizar conteúdos de interesse encontrados na internet. 

A ferramenta também traz consigo os Web Stories, similares ao famoso recurso de mesmo nome do Instagram. 

Em apenas um lugar, você consegue alcançar as pessoas com vários tipos de conteúdos: aqueles bem otimizados para as buscas, aqueles de interesse do usuário e outros em formatos diferentes, como em vídeo ou stories.

Além disso, com o fim dos cookies chegando, contar com uma ferramenta que permita alcançar os potenciais clientes e analisar os dados de comportamento deles é fundamental para o sucesso a longo prazo.

Como otimizar para o Discover?

A Central da Pesquisa Google traz toda a documentação sobre otimização para todos os ambientes do gigante de buscas. No caso do Discover, as principais orientações de otimização são:

  • Favoreça a transparência: deixe claro a data, informações sobre autor, publicação, editor e empresa;
  • Crie conteúdo relevante e original;
  • Priorize conteúdos que contem uma história ou tragam informações exclusivas;
  • Use títulos que deixam claro o propósito do conteúdo;
  • Invista em conteúdo visual: tanto em imagens de qualidade quanto em vídeos.

Não manipule o usuário: evite ocultar informações, utilizar títulos click baits e outras formas de aumentar o tráfego sem gerar real valor ao leitor.

Essas dicas são, na verdade, aplicáveis a qualquer conteúdo produzido. O foco deve ser em gerar valor e informação para o usuário, bem como fornecer uma boa experiência dentro de seu site.

Mas só isso não é suficiente. As diretrizes, e mesmo grandes e excelentes guias sobre o tema, nem sempre entregam as soluções práticas. Compartilhamos nossas dicas práticas a seguir. Vamos?
 

1. Otimize para a Intenção de Buscas

Trabalhar a otimização de um site com base na intenção de buscas significa focar em entregar ao usuário exatamente o que ele precisa. 

Se a pessoa busca comprar algo, uma página bem otimizada entregará o produto. Se, por outro lado, a intenção é aprender, uma boa estratégia garantirá que o site apareça com conteúdos informacionais para a busca.

Se bem trabalhada, essa otimização permite que uma marca forneça experiências únicas e memoráveis aos potenciais consumidores, conquistando-os e aumentando as chances de conversão

Como utilizar a intenção de busca para otimizar para o Google Discover

Como já explicamos, o mecanismo do Discover faz com que assuntos do seu interesse apareçam na sua tela sem que você faça qualquer busca. Portanto, trabalhando do outro lado, garanta que os conteúdos alcancem os interesses certos.

O primeiro passo é definir o setor de atuação do cliente. Depois disso, entenda qual o desafio que o conteúdo deve superar: qual o objetivo?

Com essas duas informações, busque dúvidas e interesses relacionados ao setor já definido e, enfim, trace uma estratégia pensando na jornada da pessoa que começa pelo Discover e deve prosseguir em outros estágios com o cliente.

2. Reforce a qualidade do seu conteúdo

Uma pesquisa realizada pela SEMrush com 1.200 profissionais de marketing em 39 países revelou alguns resultados interessantes. 

Entre eles, as estatísticas de marketing de conteúdo mostram que vários profissionais de marketing estão com dificuldades para criar conteúdos interessantes.

De acordo com os resultados da pesquisa, produzir conteúdo de qualidade é um dos maiores desafios para as empresas:

  • A pesquisa afirma que 54% dos profissionais de marketing não conseguem desenvolver conteúdo que gere "leads" (potenciais clientes) de qualidade; 
  • Mais de 50% das empresas não conseguem criar conteúdo de qualidade, que atraia mais tráfego de web;
  • 45% dos profissionais de marketing não conseguem produzir conteúdo de interesse do seu público-alvo.

Ao se enquadrar nas categorias acima, dificilmente seu conteúdo será selecionado pelo Discover. Afinal, estamos falando de uma essência do marketing digital

Sendo assim, ao criar ou atualizar conteúdos, utilize dados de tendências, estatísticas atuais e estratégias de marketing para torná-los mais confiáveis e aprofundados. 

Priorize imagens de alta qualidade e gráficos ilustrativos para complementar textos e enriqueça o conteúdo semanticamente, abordando termos e ideias correlatas ao tema principal. Isso ajuda a garantir que você cobriu o assunto de forma completa e permite firmar sua autoridade na área.

3. Utilize recursos visuais de alta qualidade 

Conteúdos visuais são uma tendência crescente. O boom de redes sociais, como Instagram e Tiktok, deixa claro o interesse das novas gerações em consumir vídeos e imagens de fácil interpretação.

Para aumentar suas chances de aparecer na plataforma, você deve criar mais recursos visuais de qualidade e otimizá-los de forma adequada.

Isso não significa a adoção de mídias apenas para enfeitar. Não basta contar uma história com o texto: imagens, vídeos e até os formatos devem atuar juntos no storytelling.

Para isso:

  • Priorize imagens grandes (com o mínimo de 1200px de largura);
  • Deixe o conteúdo acessível: aposte em descrições das imagens (as famosas alt texts) claras para que todos consigam saber do que se trata;
  • Crie uma imagem de capa bem atrativa para impulsionar o CTR — seja de um post ou de Web Stories.

4. Crie vídeos interessantes — e otimize para o Youtube

Poduza diferentes tipos de vídeos que atraiam seu público-alvo e atendam às suas necessidades. 

Algum vídeo bombou no TikTok ou está em alta no feed do Instagram? Adapte-o para o Youtube e faça um bom trabalho de otimização na plataforma. Além disso, analise seus blog posts com melhor desempenho e crie vídeos a partir deles. 

Considere as sugestões de vídeos a seguir:

  • Tutoriais;
  • Os bastidores da sua empresa;
  • Demonstração dos seus produtos ou serviços;
  • Entrevistas com especialistas;
  • Estudos de casos.

O conceito é produzir um conteúdo que seja atraente e irresistível para seu público. Ultimamente, os consumidores assistem mais aos vídeos de profissionais de marketing que eles apoiam.

img-semblog

Fonte do gráfico: HubSpot
Segundo pesquisa da HubSpot, mais de 50% dos clientes preferem assistir vídeos em vez de outros tipos de conteúdo. Isso significa que quanto mais vídeos de qualidade você criar, maiores as chances de figurar no Google Discover.

5. Incentive sua comunidade a adicionar sua página no Google Discover

O Discover é incrível e possui recursos fascinantes. Sabia que o software do aplicativo deixa você escolher quais fontes de informação devem ser adicionadas às suas coleções? Sim, ele conta com essa facilidade! Ele permite selecionar os tópicos de interesse que você deseja seguir.

Mas seus consumidores-alvo podem não conhecer essa facilidade, então, divulgue que você pode ser adicionado à coleção ou aos tópicos de interesse deles. Dessa maneira, quando você publicar uma postagem ou quando o Discover selecionar o conteúdo do seu blog, eles serão notificados.

Como adicionar tópicos interessantes ao Google Discover

Adicionar seus interesses no Discover é muito simples. Como exemplo, veja como adicionar a SEMrush à lista de tópicos interessantes:

Abra o software e digite seu interesse na barra de pesquisa. Para esse caso, procure por SEMrush. Veja a imagem abaixo. Ao adicionar esse item, passo a receber atualizações sobre a SEMrush por meio do Google Discover.

img-semblog

No entanto, sua página de resultados pode não exibir o botão "+Seguir". Nesse caso, role um pouco para baixo, como na imagem.

Da mesma forma, se você inserir seu tópico ou blog na pesquisa e não vir o botão "+ Seguir", não se preocupe. Basta rolar um pouco para baixo, e você irá encontrá-lo.

img-semblog

Quando vir o botão, toque no "+ Seguir" para começar a seguir um blog ou tópicos do seu interesse. Depois de tocar no botão "+ Seguir", o sinal (+) será ajustado para a marca (✓). A marca (✓) significa que agora você está seguindo o tópico ou a publicação.

img-semblog

Por esse motivo, quando houver uma nova postagem no blog da SEMrush, o Google Discover exibirá o artigo. Isso ajuda a aumentar o vínculo com os leitores existentes.

Mesmo sem dados para apoiar essa afirmação, você há de concordar que quanto mais pessoas adicionarem seu blog ao Discover, mais o Google entenderá que seu conteúdo é útil e relevante para os seus leitores. Isso vai impulsionar sua classificação nos mecanismos de busca e consolidar sua posição no ranking do Discover

6. Otimize para mobile

O bom desempenho no mobile é fundamental de modo geral, e mais ainda considerando que o Discover é uma ferramenta designada para aplicativos e dispositivos móveis. 

Portanto, otimize suas páginas para tais dispositivos. Além disso, garanta que não haja erros no AMP: há quem ache que o AMP morreu, mas a verdade é que os Web Stories os utilizam.

7. Trabalhe bem o storytelling com conteúdos atualizados e únicos 

Traga fatos relacionados a interesses do momento, insights próprios sobre algum assunto muito abordado, algo diferente e não explorado sobre diferentes temas. 

Una tudo isso a um storytelling persuasivo e rico, com auxílio de imagens, vídeos e outros recursos: seu conteúdo não só estará excelente para o usuário, como também terá mais potencial de aparecer no Discover.

8. Pesquise a concorrência

Pesquisar os concorrentes é vital para o seu negócio. Se nada do que você postou aparecer no Discover, vale a pena pesquisar seus concorrentes para saber por que o seu conteúdo não está sendo exibido.
Você precisa entender:

  • Por que o Google Discover seleciona o conteúdo dos seus concorrentes ao invés do seu?
  • O que a concorrência faz de diferente?
  • O que faz o conteúdo de seus concorrentes "bombar"?

Além disso, siga tópicos relevantes no Google Discover. Esta etapa ajudará você a conhecer melhor a qualidade dos materiais que a ferramenta de buscas organiza e exibe aos usuários.

Os dados ajudarão a entender o comportamento dos usuários e por que o Discover prioriza o conteúdo dos seus concorrentes.

Como mensurar os resultados?

É possível mensurar os resultados no Google Search Console, em uma aba própria dedicada à performance na plataforma. 

análise de reusltados do google search console

Por lá, é possível mensurar a performance e: 

  • O volume de tráfego gerado pelo Discover para o seu site;
  • Os seus melhores conteúdos na plataforma;
  • Com que frequência seu site aparece no Discover;
  • Como anda o desempenho do seu conteúdo em relação aos resultados de pesquisas tradicionais.

Essas informações ajudarão a aprimorar sua estratégia de conteúdo e suas classificações no Google.

Quer aparecer no Google Discover?

Agora que você compreende o que é o Google Discover e o que fazer para suas páginas serem selecionadas por ele, aplique essas dicas para melhorar suas chances de aparecer na plataforma. 

Quanto mais qualidade você conferir ao seu conteúdo, maiores serão suas chances. Portanto, continue implementando, testando e identificando o que funciona melhor para você. 

Como explicamos, o primeiro passo para o sucesso no Discover é aplicar boas práticas de SEO no seu conteúdo. Confira 12 técnicas de SEO para aumentar o tráfego orgânico do seu site

Compartilhar
Encontre palavras-chave em segundos

Acelere seus resultados de SEO com poderosas pesquisas de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave grátis

Author Photo
Trabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Mais sobre isso