Muitos de nós sabemos que links internos são a arma secreta de muitos profissionais de SEO e que podem ajudar a fortalecer a visibilidade e os posicionamentos orgânicos. No entanto, raramente vemos recomendações para otimizar links de saída.

A otimização de links de saída é uma das táticas de link builing. Alguns acreditam que é fundamental considerá-los, mas outros discordam. A realidade é que deveríamos prestar atenção na colocação dos links de saída do nosso conteúdo e que poderíamos ter mais a considerar sobre eles.

Neste guia, vamos ensinar tudo o que você precisa saber sobre links de saída, mais especificamente:

Vamos analisar como considerar links de saída, desmistificar alguns mitos comuns e até compartilhar nossas principais dicas sobre as melhores práticas do uso de links de saída. Mas, primeiro vamos começar com o básico.

Descubra os backlinks do concorrente

com Análise de Backlinks

ADS illustration

O que são links de saída

Links de saída são links que apontam do seu site para outro - no caso, do seu site para um site externo. Frequentemente, fazem parte do conteúdo para adicionar mais contexto e oferecer ao leitor um link para outra fonte que adicionará outras informações importantes ao assunto em questão.

Alguns se referem a links de saída como "links de autoridade", que é um conceito que se origina no fato de os redatores muitas vezes usarem links de saída para respaldar as informações presentes nos artigos e oferecer links para fontes de autoridade.

Se você for responsável pela criação de conteúdo como parte de seus esforços de marketing, provavelmente também é responsável pelos links de saída que fazem parte desse conteúdo.

Links externos x links internos

Os links de saída não são o mesmo que links externos, mas se enquadram nessa categoria.

O termo “links externos” pode se referir a:

  • Backlinks (links internos) são links de outros sites que direcionam para o seu.
  • Links de saída são os links do seu site que direcionam para o de outra pessoa.

É fácil confundi-los, e a realidade é que um link de saída de um site é um backlink para outro.

Links internos são simplesmente links que direcionam páginas para o mesmo site. Esses links ajudam a criar autoridade no assunto, distribuir o PageRank e melhorar os posicionamentos e a visibilidade orgânica.

Por que você deve usar links de saída

Se você ainda não está pensando em como pode usar links de saída no seu conteúdo, deveria.

Embora eles não sejam a primeira coisa em que a maioria dos profissionais de SEO pensa ao fazer auditoria em seus sites e planejar estratégias de sucesso, há razões pelas quais esses links devem receber mais atenção.

Fortaleça os sinais de assunto e adicione profundidade

Usar links de conteúdo relevante ajuda a fortalecer os sinais de assunto das suas páginas e a adicionar contexto para que o Google entenda melhor seu site.

Os links de saída podem ajudar a demonstrar a profundidade do assunto sobre o qual você escreve e podem oferecer aos leitores outros recursos que podem ajudar a saber mais sobre certos conceitos. Isso é importante principalmente ao escrever sobre assuntos complexos que podem exigir mais explicações para esclarecer todas as referências.

Links de saída são uma parte essencial para criar bom conteúdo naturalmente e adicionar profundidade. Por isso, não tenha medo de usá-los quando for necessário e quando fizer sentido.

Adição de valor

Não há problema em usar links de saída, apesar do que dizem alguns mitos (vamos falar deles em breve). Use-os para aperfeiçoar seu conteúdo, adicionar profundidade ao assunto e fortalecer os sinais de assunto.

John Mueller do Google afirmou em um vídeo explicativo sobre o mecanismo de pesquisa que:

Ter links que levam a outros sites é uma ótima maneira de oferecer valor aos seus usuários. Muitas vezes, os links os ajudam a descobrir mais coisas, verificar suas fontes e entender melhor como seu conteúdo é relevante para as perguntas que eles têm.

— John Mueller, Google

Construa uma relação de confiança com o leitor

Você lembra como era dito na escola ou na faculdade que precisamos respaldar nossas citações, fatos e estatísticas com fontes?

Ao escrever na Web, os links de saída são a forma como suas fontes devem ser referenciadas. Isso já foi confirmado pelos próprios funcionários do Google em várias ocasiões.

Se você citar uma fonte (pessoa ou pesquisa), acrescente um link de referência para a informação. Dessa forma, você investe na relação de confiança com os leitores ao referenciar suas fontes e mostrá-las ao público. Os usuários podem acessá-las e entender por conta própria, se quiserem.

Em um mundo onde notícias falsas têm sido, infelizmente, muito comuns, citar suas fontes nunca foi tão importante. Apenas verifique se você está usando a versão com mais autoridade, se for possível. 

É fácil se deparar com um fato, estatística ou citação em um site e referenciar isso como a fonte prontamente, mas, muitas vezes, a informação é citada de algum outro lugar.

Sempre use a versão original quando possível para adicionar essa camada extra de confiança.

Links de saída demonstram conhecimento especializado

Provavelmente, você já ouviu muito sobre EAT, sigla em inglês que se refere a conhecimento especializado, autoridade e confiabilidade de uma página da Web. 

Há evidências que sugerem que links de saída ajudam a demonstrar o conhecimento especializado do autor com links para fontes de autoridade.

Alguém que não é especialista na área provavelmente não conheceria as fontes certas a serem citadas da mesma forma que alguém com esse conhecimento. Em uma postagem no blog do Google Webmaster em agosto de 2019, foi feita uma referência à citação de fontes relacionada ao conhecimento especializado como uma pergunta a ser feita a você mesmo ao analisar seu conteúdo:

O conteúdo apresenta informações de uma forma que faz com que você queira confiar nelas, como: fontes claras, evidências do conhecimento em questão, informações sobre o autor ou o site da publicação, usando, por exemplo, links para uma página do autor ou para a página “Sobre” de um site?

— Google Webmaster Blog

Se o Google consegue entender claramente a citação das fontes como evidência de especialização, seria loucura ignorar a importância dos links de saída.

Os links de saída afetam o SEO?

Profissionais de SEO debatem há um longo tempo se os links de saída afetam o posicionamento da pesquisa orgânica do site. Não há como fugir do fato de que links de saída para fontes com autoridade podem ajudar a dar contexto ao seu conteúdo e também a estabelecer a confiança do seu site entre os usuários. 

Da mesma forma, links de saída utilizados sem naturalidade podem prejudicar o desempenho do site.

Mas alguns profissionais de SEO acreditam que links de saída podem ter um impacto mais significativo do que a maioria pensa, e este estudo da Reboot Online afirma que "links externos continuam a ser um fator de posicionamento e de boas práticas de SEO."

O estudo afirma:

O mais importante a ser extraído desse teste é que, embora não se saiba e não se tenha provado o poder dos links de saída no cenário geral, foi provado que eles têm um impacto positivo, se usados corretamente.
Ainda mais importante, nós refutamos o antigo mito da retenção do PageRank que, na minha opinião, só prejudica a Internet como um todo pois os webmasters tentam manter o "link juice’" internamente, o que corrói lentamente os componentes básicos da Web.

— Reboot Online

It is safe to say that, while there is no confirmation on the specific extent of the impact that outbound links can have on a site's visibility, they are something that SEOs should be paying more attention to. 

É seguro dizer que, embora não haja confirmação sobre a extensão do impacto que os links de saída podem ter na visibilidade de um site, os profissionais de SEO devem prestar mais atenção a eles. 

Desmistificação de dois mitos comuns sobre links de saída

Muitas vezes é dito que links de saída não devem ser usados e que fazer isso pode afetar negativamente seu desempenho orgânico.

Boa parte disso é só boato, respaldado por visões desatualizadas e concepções incorretas. Dito isto, devemos desmistificar esses mitos comuns e oferecer as informações necessárias para você entender se há ou não alguma verdade neles.

Mito: você não deve usar links de saída para outros sites no seu conteúdo

Há um mito antigo sobre SEO que diz que usar links de saída pode prejudicar o posicionamento do site nos mecanismos de pesquisa porque dilui o PageRank do site. Esse mito se baseia no pensamento desatualizado de que os links de saída atuam como um “vazamento do PageRank”.

Mas não vamos esquecer que o PageRank é baseado exatamente no conceito de usar links de uma página para outra — esse é o fundamento utilizado pelo Google.

Dito isso, muitos editores (e outros criadores de conteúdo) muitas vezes evitam usar links de saída justamente porque o Google é conhecido por distribuir uma penalidade de ação manual por "links não naturais do site”. Isso incitou medo entre os editores, e há uma concepção incorreta de que o mais seguro a fazer é não usar links de saída.

Mas, na maioria dos casos, essa visão é completamente descontextualizada: o Google estava se referindo apenas àqueles que participam de esquemas de links. O Google fez referência a essa ação e diz que isso se aplica quando eles "detectam um padrão de links de saída não naturais, artificiais, enganosos ou manipuladores no site."

Também afirma que essa penalidade só se aplica a quem "compra links ou participa de esquemas de links para manipular o PageRank, o que é uma violação das Diretrizes para Webmasters do Google."

Para a grande maioria dos criadores de conteúdo, os links de saída devem ser usados para citar fontes sem preocupações, e evitar fazer isso inteiramente não é o caminho ideal.

Basta escolher com cuidado quais links usar e garantir que o link agrega valor.

Mito: links de saída devem usar o atributo rel= "nofollow"

O outro mito comum é que todos os links de saída do seu site devem usar o atributo rel= "nofollow". Isso também vem do fato de o Google ser conhecido por penalizar sites por links de saída não naturais.

O Google não penaliza sites por usar links de outras fontes. Mas essas ações manuais existem para ajudar a manter a Web limpa.

Caso se note que um site vende links para outros ou tem problemas em que o conteúdo gerado pelo usuário (geralmente comentários) resultam em spam de backlinks (com links de saída não naturais), essas ações podem acontecer.

Um link para outro site deve ser colocado editorialmente com o intuito de citar uma fonte ou ajudar um leitor a acessar outro lugar na Web. Por esta razão, a maioria dos links de saída não precisa usar o atributo rel= "nofollow".

Mas, como regra básica:

  • rel="nofollow" deve ser usado quando os links não são colocados editorialmente e são o resultado de patrocínios, anúncios ou conteúdo gerado pelo usuário (UGC) em comentários e fóruns.
  • rel="sponsored" pode ser usado como alternativa para rel=”nofollow" quando um link foi pago com fins de publicidade ou patrocínio.
  • rel="ugc" pode ser usado como alternativa para rel="nofollow" quando um link está em conteúdo gerado pelo usuário.

CheiRank x PageRank

Provavelmente, você conhece o PageRank.

E, embora a métrica de autoridade do Google para páginas da Web não tenha sido atualizada publicamente desde 2013, ela ainda é muito usada.

Mas, talvez, você não conheça o CheiRank e esteja se perguntando o que ele é.

Conforme mencionado pela Universidade de Cornell: "o Google também usa um algoritmo diferente, o CheiRank, que determina a importância de uma página com base no seu número de links de saída."

Enquanto o PageRank trata dos links internos, o Cheirank envolve os de saída.

O colunista do SEMrush Kevin Indig simplifica:

O CheiRank avalia a importância de uma página com base em seus links de saída. Ele é um PageRank inverso: um conceito que descreve como um nó é comunicativo em um corpus. Vou explicar.
Se a ideia do PageRank é avaliar a “força” dos links de entrada para uma página, a ideia do CheiRank é avaliar a força dos links de saída de uma página.

— Kevin Indig

Melhores práticas de links de saída

Depois de ler sobre a importância dos links de saída, é evidente que você precisa pensar neles ao criar conteúdo.

Mas quais são as melhores práticas que devem ser seguidas ao usar links no seu site para o de outras pessoas?

Considere com cuidado os links utilizados

Não basta apenas usar links de saída só por usar.

Os links do seu conteúdo não devem parecer naturais — eles devem ser naturais. 

Os links de saída devem ser usados para citar suas fontes ou permitir que seus leitores acessem um site que você faz referência. É importante que você considere com cuidado os sites dos quais usará links, e se eles são ou não fontes confiáveis. 

Se você acha que precisa colocar links de forma forçada no seu conteúdo, então provavelmente não está fazendo isso da maneira certa. Mas, se escreve naturalmente e anota as fontes ao pesquisar assuntos e conceitos, muitas vezes fará sentido usar links.

Se você não confia no site do qual usará o link, talvez seja melhor não fazer isso.

John Mu Tweet about outgoing links

Use rel="nofollow" (ou rel="sponsored" ou rel="ugc") onde for necessário

Não há nada de errado em monetizar seu site ou blog vendendo anúncios de texto (ou banners) ou até mesmo aceitar pagamento por postagens patrocinadas.

O marketing de influência é um grande negócio no momento, e muitas marcas estão tendo vendas enormes provenientes do tráfego de referência sendo enviado de outras pessoas que divulgam seus produtos e serviços. 

O ponto principal a ser observado aqui é que esses links não estão sendo vendidos para link building ou para melhorar posicionamentos orgânicos. Se você aceita pagamento por links, aceita presentes em troca de links ou permite que os usuários deixem comentários ou postagens de fórum, deve usar o atributo certo. 

Refresque a memória lendo as recomendações do Google sobre como usar esses atributos.

Identifique problemas de link de saída

É possível identificar possíveis problemas com os links de saída do site usando a ferramenta Auditoria do Site da SEMrush, e o principal deles são os links que já tiveram o atributo rel="nofollow". 

Analise seu domínio com a ferramenta e verá uma lista de links de saída que tiveram o atributo nofollow usado.

Depois, você pode verificar se é adequado usar esse atributo nesses casos e se não o usa em todo o site.

SEMrush Outbound Link Issues Site Audit Tool


Links de saída muitas vezes não recebem o crédito que merecem. No entanto, agora você pode pensar neles com um pouco mais de cuidado ao determinar seu uso, de quais sites usará links e se usa ou não o atributo rel="nofollow". 

Descubra os backlinks do concorrente

com Análise de Backlinks

ADS illustration

Author Photo
Erika VaragouliI create local and global content marketing strategies here at SEMrush. I started my career as a journalist, but gradually the world of SEO and content marketing won me over. I am obsessed with creating content people love, Nick Cave, and Italian films. Fueled by caffeine.
More about SEO Técnico
Sitemap HTML: benefícios para SEO e UsuáriosUm sitemap HTML ajuda os robôs de mecanismos de pesquisa encontrar e categorizar novas páginas em seu site, melhorando os ranqueamentos. O mapa do site não é apenas uma lista de páginas do seu site. Ele também contém informações sobre cada página, como quando ela foi criada e atualizada pela última vez e sua importância em relação às outras páginas do site. Descubra como criar um.
7 min read
Guia completo para Robots Meta Tag e X-Robots-TagNeste guia, queremos ajudá-lo a entender como usar robots meta tags e x-robots-tag para controlar a indexação do conteúdo do seu site e ajudá-lo a identificar os erros mais comuns, e compartilhar dicas de como implementar essas tags e quando cada uma delas deve ser usada.
Apr 01, 2021
14 min read