pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Acessar o Blog
Sara Zimmermann

Métricas de link building para impactar sua estratégia de marketing e vendas

...
Wow-Score
coletando agora
A pontuação Wow-Score mostra se uma postagem de blog gera envolvimento. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura ativa dos usuários, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Sara Zimmermann
Métricas de link building para impactar sua estratégia de marketing e vendas

Para atingir os objetivos de marketing e vendas da sua empresa, você provavelmente está desenvolvendo estratégias de atração, conversão, utilizando diferentes canais para que todos os potenciais clientes conheçam e escolham a sua oferta. Mas, quais são as métricas que estão sendo analisadas para saber se você está explorando ao máximo o link building para impactar positivamente os seus resultados?

É impressionante a quantidade de dados que temos à nossa disposição, a um custo relativamente baixo, para a criação de ações de SEO e construção de links. Bom, estamos na era de informação, ou até na desinformação, dado o fato de que temos acesso a muita coisa, sem saber ao certo o que é relevante ou não. O desafio, neste caso, é selecionar os melhores dados a serem usados ​​e usá-los de maneira a torná-los úteis e acionáveis.

Como estrategistas de marketing e vendas, devemos explorar e acompanhar diversas métricas de links e link building, o que muitas vezes é deixado de lado por diversos profissionais. O motivo? Talvez dificuldade, ou o pensamento de que um bom trabalho de desenvolvimento de links não traz tanto resultado.

Neste post, vamos reverter essa forma de pensar. Vamos lá?


O primeiro passo é entender o conceito de link building, que é nada mais, nada menos do que o desenvolvimento de links para criar uma estratégia bem-sucedida de SEO, envolvendo a vinculação de outros sites ao seu.

Assim, quando o seu site for vinculado a outro, isso dá capacidade para o algoritmo do Google classificar a página melhor de acordo com as palavras-chaves relevantes que foram colocadas. 

Esses links podem ser links de entrada, backlinks, links externos ou apenas links.

As ferramentas Backlink audit e Backlink analytics são as principais ferramentas que vão te ajudar a analisar de maneira rápida a situação do seu site e de seus concorrentes e como cada métrica poderá impulsionar ainda mais seu site. Assim, além de uma classificação mais alta no Google, ficará mais fácil e rápido para ele encontrar novas páginas do seu site e ainda poderá se beneficiar do tráfego de referência adicionado. 

*A SEMrush já publicou um artigo de altíssima qualidade sobre backlinksSe você quer saber mais sobre esse assunto, sugiro conferir este conteúdo antes de continuar a leitura por aqui.

Conheça as métricas que influenciam sua estratégia

As métricas - suas ou dos concorrentes – que podem influenciar seus resultados são:

  • Força do domínio: valor agregado do domínio, de acordo com seu tráfego, popularidade, tempo, no mercado – seu, dos seus concorrentes, e dos domínios que apontam para você;
  • Texto âncora: é o texto usado para vincular uma página na outra. Por exemplo: ao colocar um link no seu texto, você provavelmente colocaria uma palavra de referência ao texto, nome da marca ou até um simples “clique aqui”. Assim o Google consegue utilizar o texto âncora para uma indicação do que é uma página e influenciar melhor as classificações;
  • Quantidade de links: sim, é relevante avaliar a quantidade de backlinks – mas lembre-se, qualidade é mais importante do que quantidade;
  • Pontuação da autoridade: qualidade geral de um site e informa o impacto que um backlink de um site pode ter para o seu SEO. Os links que indicam o seu site e vice-versa precisam ser relevantes para o nicho;
  • Posição do link: quanto melhor for a posição do seu link, melhor será para o seu SEO;
  • Idade dos links: o link é atual ou não? Ele foi adicionado recentemente ou há três anos? Isso tudo pode fazer diferença para a classificação;
  • Tráfego do link: qual a quantidade de visitas o site ligado ao seu recebe?
  • A proporção de links follow para nofollow: seu site deverá, idealmente, conter muito mais links follow que links nofollow;
  • Relevância: qual é o nível de alinhamento dos negócios aos sites dos quais você direciona os links? As ligações entre os sites devem ter relação entre os temas. Afinal, não dá para assim colocando qualquer link que não seja relevante para o seu site e atrapalhar a pontuação de autoridade. Os links que vêm de conteúdo alinhado geralmente têm mais valor;
  • Domínios de referência exclusivos: verificar a variabilidade de sites de referência exclusivos no seu perfil de link – é importante diversificar;
  • Links tóxicos: métrica da SEMrush que indica se um link pode representar um risco para as classificações do seu site. Ela indica links incorretos que podem afetar o seu ranking e até mesmo o tráfego orgânico do seu site. 

Métricas de link building para impactar sua estratégia de marketing e vendas. Imagem 0

Análise da concorrência: insights para ideias

Todos temos concorrência, que é extremamente útil para o benchmark. E, no ambiente digital, é fundamental analisar as estratégias de link building daqueles que estão brigando pelo mesmo público que você. Para análise dos sites da concorrência, além dos resultados do Market Explorer e demais ferramentas SEMrush, sugiro focar em três principais áreas:

  1. Backlinks: quantidade e qualidade de backlinks;
  2. SEO on page: estrutura do site, tags de título, meta descrição e descrição de conteúdo; 
  3. Posicionamento de mercado: como a marca quer ser vista pelo seu público, o que inclui sua mensagem referente a ofertas, prova social, conteúdo para interação.

site contabilizei com diversas pessoas da empresa sentadas

Neste exemplo, o site da Contabilizei tem posicionamento e proposta de valor clara: a empresa oferece um serviço de contabilidade online para empresas de forma prática, segura e econômica.

Relatório visão geral do domínio Contabilizei

Na análise de domínio do site, é possível verificar seu tráfego orgânico, pago e display, e nosso foco neste post: a quantidade de backlinks. O próximo passo é analisar os backlinks.

Relatório análise backlinks contabilizei

Esta imagem mostra a análise de backlinks do site contabilizei.com.br. Podemos aqui analisar a qualidade dos backlinks, domínios de referência, atributos follow x nofollow, tipos, datas, novos e perdidos.

Depois desta análise, você saberá o quanto é fácil ou difícil competir diretamente com estes concorrentes, principalmente pela sua autoridade. Seguem os próximos passos para estudar melhor a sua estratégia:

  • Revise sua proposta de valor baseada no mercado: isso significa analisar o público alvo e a rivalidade do mercado para entender qual posicionamento você pode criar para diferenciá-lo da concorrência;
  • Juntamente com a revisão da proposta de valor, revise o nicho no qual você atua para segmentar suas estratégias;
  • Defina quais concorrentes serão seu primeiro alvo: é mais fácil competir com palavras-chave long tail, com menor ou quase nenhuma concorrência;
  • Busque obter os mesmos backlinks de qualidade da sua concorrência: ao analisar os backlinks dos concorrentes é possível compreender sua estratégia e criar links similares.

Relatório backlinks site Contabilizei

Vejam que interessante: links de qualidade nacionais e internacionais – focados em branding, caso de sucesso ou disseminação de ferramenta gratuita – e nofollow na Wikipédia. É possível analisar as boas práticas da empresa e buscar os mesmos ou similares domínios de referência:

Relatório domínios de referência site Contabilizei

Isso pode parecer óbvio, mas para garantir a criação uma estratégia de links que será utilizada continuamente, você precisa fazer mais do que apenas produzir links e analisar os links que apontam para o seu: é preciso oferecer oportunidades para o desenvolvimento de links, além de ficar de olho nas ações da concorrência, que estão brigando pelas mesmas palavras-chave – e o mesmo público - que você, para que sejam criados links corretos, para realmente aumentar seus rankings.

Alinhando sua estratégia de SEO com marketing e vendas

Antes de mais nada, é fundamentar alinhar sua estratégia de SEO à sua estratégia de marketing e vendas. Porque, cá entre nós, para que o SEO produza valor, ele precisa se conectar à sua estratégia geral de marketing. De nada adianta concentrar esforços em alcançar as primeiras posições nos resultados de busca, para todas as suas páginas, se não houver a definição das prioridades de posicionamento no ambiente digital – o que pode levar a à promoção das páginas erradas. Então, segue um breve checklist para garantir que seu SEO está alinhado aos objetivos buscados pela sua organização:

  1. Quais são seus produtos e serviços mais rentáveis? Concentre-se nos produtos que contribuem com mais lucro;
  2. Como você descreveria seu melhor cliente? Sua resposta deve incluir uma combinação de informações objetivas (informações demográficas e geográficas) e dados subjetivos (informações comportamentais, dores e desejos);
  3. Quais outras estratégias de marketing e vendas serão desenvolvidas para que os objetivos sejam atingidos? As iniciativas de SEO e link building devem ser parte desta estratégia;
  4. Quais interesses o cliente tem ao buscar pela sua oferta – ou, em outras palavras, qual é sua proposta de valor, que deve ser percebida pelo cliente? Entenda o que leva clientes a chegarem até você e explore todas essas oportunidades de tráfego e comportamento de busca.

B2B e B2C: variações de link building

Empresas B2B (business-to-business) concentram seus esforços de vendas para outras empresas, enquanto as empresas B2C (business-to-consumer) vendem diretamente para consumidores finais. Uma vez que já falamos sobre o fato de focar no cliente para definir suas táticas de SEO, empresas B2B e B2C têm geralmente diferentes ações para a construção de links.

O público de empresas B2B é composto por pessoas jurídicas, que geralmente buscam por informações e soluções de valor agregado. Para estes casos, um blog para apresentar a proposta de valor tem muita relevância, além de todas as demais estratégias de marketing de conteúdo, guest post e colaboração entre entidades, links entre parceiros e na apresentação de projetos e resultados, com o objetivo de instruir clientes em potencial sobre a oferta dos produtos ou serviços. 

Sugere-se desenvolver estratégias de SEO para todos os níveis da jornada do comprador, com a proposta de reduzir o tempo necessário para a tomada de decisões e concluir o ciclo do comprador o mais rápido possível. Além disso, o LinkedIn aparece aqui como importante mídia social para geração de tráfego e relacionamento com os clientes.

As empresas B2C, por sua vez, têm o objetivo de atrair a atenção de todos os seus potenciais consumidores. Neste caso, a criação de links é realizada para o público ativo em vários canais digitais, com ênfase em PPC e mídias sociais – Instagram, YouTube, Facebook. Uma vez que potencialmente há mais conteúdo a ser compartilhado, há então mais recursos para a construção de links, logo, os links B2C tendem a crescer a uma taxa mais rápida do que os B2B.

Utiliza-se, neste caso, muitas iscas de cliques e chamada para a rápida ação, uma vez que vendas podem ocorrer em minutos. Análises de produtos e serviços e marketing de afiliados também são uma boa oportunidade para a construção de links.

Que tal colocar tudo isso em prática? Conte para a gente as suas experiências ?

Sara Zimmermann
Especialista

Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.

Profissional com mais de dez anos de experiência em Planejamento Estratégico, Marketing Digital, Inbound Marketing & Sales, Gestão de Vendas e Inteligência de Mercado.
Professora de Graduação e MBA. Experiências profissionais nacionais e internacionais.
Mestranda em Administração - Organizações/Marketing Digital (USP Esalq), MBA em Gestão de Projetos (ESAMC - Brasil), pós-graduada em Gestão de Marketing e Marketing Digital (Georgetown University - EUA) e graduada em Administração com ênfase em Marketing (ESAMC - Brasil).
Curso em Marketing Estratégico em Harvard (EUA) e Certificação Inbound Marketing (Hubspot).
Enviar comentário
Seu comentário deve ter pelo menos 3 palavras (10 caracteres).

Usaremos este e-mail unicamente para responder aos seus comentários. Política de privacidade

Agradecemos pelos comentários!