15 fatores de SEO do Google que podem impactar seu site

Erich Casagrande

Oct 29, 202017 min read
Fatores de ranqueamento Google

A otimização de sites para mecanismos de pesquisa (SEO) irá determinar as posições em que qualquer site irá aparecer nos resultados busca como os do Google. Seja qual for o tipo do seu negócio, uma consultoria de comunicação ou uma confeitaria, estar entre as melhores posições é uma maneira inteligente de melhorar a visibilidade online, atrair novos clientes, expandir seus negócios - e aumentar os lucros. E para chegar no topo do Google é interessante entender quais são os principais fatores de ranqueamento.

Por exemplo, se você tem um empresa de jardinagem em São Paulo. Se uma pessoa digitar “jardinagem em São Paulo” no Google, e seu site for um dos primeiros resultados a aparecer, as chances são boas de que o usuário visite sua página. Se hoiuver boa informação e conteúdo, é possível que ele entre em contato. Essa pesquisa prova que os  primeiros cinco melhores resultados de busca orgânica  recebem mais de 67% de todos os cliques. 

SERP-jardinagem

Hoje, quando as pessoas dependem da Internet para encontrar de tudo, desde lavanderias locais a hotéis em países estrangeiros, ser encontrado na Internet é fundamental. As empresas reconhecem isso e estão alocando seus orçamentos de marketing digital pensando nisso. Nosso próprio relatório O Estado do Marketing de Conteúdo em 2019 da SEMrush revelou que a otimização para mecanismos de pesquisa foi amplamente considerada como a tática de marketing de conteúdo mais eficiente em 2019. 

Como funciona o ranking do Google

A visibilidade do seu site está diretamente relacionada ao quão bem posicionado está seu site nos resultados dos mecanismos de pesquisa. O ranking do Google determina onde o conteúdo aparece na página de resultados, também conhecida como SERP e esse ranking tem mais de 200 fatores.

O Google usa algoritmos complexos para determinar qual conteúdo é mais relevante e valioso para os usuários da Internet. Esses algoritmos levam em conta muitos fatores, desde a quantidade e qualidade de backlinks de sites externos para o seu (indicando a autoridade do domínio) até o uso de palavras-chave. A própria localização geográfica do usuário irá determinar a forma como esses resultados são apresentados, pois serviços físicos podem detalhar a sua localização e esse resultado aparecer quando você estitver por perto.

E para entregar esses resultados, o Google irá rastrear o seu site, ler as informações ali presentes e exibir elas de modo que atendam da melhor forma possível a intenção de busca o usuário. Mas entre tantos fatores podemos sim dizer que alguns são principais e determinates para o ranqueamento de sites

Principais fatores do Google que podem impactar seu site

Como você pode alcançar as tão sonhadas primeiras posições do Google? Este guia apresenta os fatores essenciais de ranqueamento no Google e explica como criar um site que terá sucesso. E como tudo isso é sobre SEO também, ao final do artigo temos um vídeo com 10 recomendações que o SEO pode ajudar a atender esses fatores de ranqueamento.

  •  

1. Conteúdo de Alta Qualidade

O conteúdo de alta qualidade é base de sucesso do SEO. Para atrair a atenção dos mecanismos de pesquisa e ter bom ranqueamento orgânico, você precisa preencher seu site com conteúdo. Para começar, certifique-se de que cada página tenha pelo menos 300 palavras de conteúdo original.

Os mecanismos de pesquisa podem detectar conteúdo duplicado e penalizar sua página por usar conteúdo copiado. O conteúdo deve ser dividido em blocos menores, por exemplo, com subtítulos H2, para que seja fácil de ler.

 Acima de tudo, o conteúdo deve atender aos  critérios EAT do Google : especialização, autoridade e confiabilidade. O Google introduziu essa terminologia em 2018. EAT é especialmente importante para assuntos delicados, como saúde, ciências e direito. Os fatores que aumentam a pontuação do EAT incluem a citação de especialistas respeitados (por exemplo, se você administra um site de saúde, consulte profissionais médicos) e a referência a fontes confiáveis ​​(como sites “.edu” ou “.gov”).

2. Palavras-chave na url, títulos e descrições (SEO On-Page)

Ter conteúdo de alta qualidade não é suficiente. Ele também precisa ser otimizado para mecanismos de pesquisa. Como se faz isso? Você pode começar com este checklist básico para SEO On-Page:

  • Escolha uma palavra-chave principal para a página e três ou quatro palavras-chave relacionadas.
  • Inclua a palavra-chave principal na URL.
  • Certifique-se de que seus title tag, meta description e H1 tenham a palavra-chave principal.
  • Escolha por conteúdo de alta qualidade, escrito para um nível de leitura de um aluno de oitava série.
  • Varie a estrutura de conteúdo para torná-lo fácil de ler (por exemplo, use H2s e H3s de forma eficaz com listas e marcadores).
  • Use texto âncora eficaz para seus links internos.
  • Inclua pelo menos uma imagem. 

Palavras-chave são cruciais. Cada página deve ser otimizada para uma única palavra-chave. Você também precisa escolher um título na forma de uma tag H1, que atraia leitores. Isso indica ao mecanismo de pesquisa que esse texto é o título da página e explica do que trata a página.

As imagens são outro elemento importante de otimização de conteúdo. Procure adicionar pelo menos uma imagem por página. Isso torna o conteúdo mais atraente visualmente e interessante para os leitores, ao mesmo tempo que mostra aos mecanismos de pesquisa que o conteúdo tem valor. Os arquivos de imagem precisam ter a palavra-chave principal na alt tag (texto altternativo) e no título da imagem.

Também é recomendável inserir links para sites de alta qualidade com boas posições em todo o conteúdo. Links internos também ajudam. Eles direcionam os leitores para diferentes páginas do seu site, mantendo-os engajados. 

Veja Dicas de Conteúdo

e alcance o topo das SERPs!

ADS illustration

3. Palavras-chave certas

Palavras-chave são determinantes para otimização do seu site. Seu conteúdo precisa incluir palavras-chave específicas - aquelas palavras ou frases que os usuários da Internet podem procurar e que, de preferência, os levariam à sua página. Palavras-chave informam ao mecanismo de pesquisa do que trata a sua página. Além de escolher uma palavra-chave semente para cada página, também é bom ter palavras-chave secundárias de suporte.

Palavras-chave são também importantes em outros pontos do site, além do conteúdo real da página. Você precisa criar um meta title e uma meta description para cada página, por exemplo. Estes breves título e descrição da página aparecem na SERP. Este texto é apenas uma introdução rápida para saber por que as palavras-chave são importantes e como você pode aproveitá-las. Veja nesse outro artigo como encontrar as melhores palavras-chave para seu site.

Comece com nossa ferramenta Visão geral de palavras-chave, para obter uma visão abrangente de uma palavra-chave alvo - incluindo o volume total de pesquisa, o quão competitivo é o espaço e as principais SERP Features. 

SEMrush palavras-chave

Trabalhar o modelo de pilar e cluster para conteúdo também pode trazer ótimos resultados. Você vai poder ver palavras-chave relacionadas e perguntas comuns associadas à sua consulta. Elas são ótimos pontos de partida para gerar grupos de tópicos futuros e pilares maiores relacionados à sua palavra-chave inicial. 

4. Backlinks de qualidade

Algumas das maneiras de melhorar sua visibilidade online e ranqueamento de SEO não têm nada a ver com o que está em seu site, mas sim nos sites de outras pessoas. À medida que mais e mais pessoas são direcionadas para o seu site a partir de outros sites, o Google reconhece isso e pode ranquear seu site em uma posição mais elevada de acordo. Então, como você pode direcionar esse tráfego?

Com backlinks. Esses são links em outros sites que direcionam as pessoas para o seu site. Quando seu site é constantemente referido por outros sites de qualidade, o Google reconhece isso como um sinal de confiança. Esses backlinks são ainda mais úteis se o site que o oferece for confiável.

Uma forma eficaz de gerar backlinks de qualidade é criar um infográfico atraente e permitir que outros sites e blogs o utilizem em conteúdos deles. Os usuários adoram compartilhar infográficos, especialmente aqueles com dados relevantes ou importantes. Esse infográfico, pode fazer parte de um conteúdo de alta qualidade se você aplicar a técnica Skyscraper.

Você pode conseguir backlinks de diversas maneiras mas separamos esse vídeo que apresente 6 dicas práticas para conseguir backlinks de qualidade.

5. Segurança - Certificado SSL

Conteúdo fantástico não vai levar você longe se o seu site não for acessível e seguro. Também vai ser difícil gerar backlinks de alta qualidade se seu site não for considerado confiável. Para garantir que seu site seja seguro, use criptografia HTTPS. A criptografia fornece certificados SSL para o seu site, criando uma conexão segura entre sua plataforma e seus usuários finais e protege as informações que os usuários podem deixar no site, como senhas.

Para garantir que seu site seja acessível, você precisa que ele seja bem codificado. Isso facilita para os bots do Google o trabalho de rastrear suas páginas. O arquivo “robots.txt” informa os bots onde eles devem e não devem procurar as informações do seu site, por exemplo.

Também é importante ter um mapa do site (sitemap), que é uma visão geral de todas as páginas em formato de lista. Isso ajuda o Google a entender do que se trata o seu site.

6. Rastreabilidade

A rastreabilidade (facilidade de rastreamento) garante que os mecanismos de pesquisa possam encontrar seu site. Considerando que existem bilhões de páginas da web ativas, isso é muito importante! Aconselhamos deixar o mais fácil possível para os bots de mecanismos de pesquisa rastrear, indexar e compreender o tipo de conteúdo que você fornece.

O Rastreamento  é o processo do mecanismo de pesquisa de pesquisar páginas novas ou atualizadas. Você pode acessar o  Google Search Console  para ver quantas páginas do seu site o Google rastreou. 

O “Googlebot” está constantemente rastreando a web, procurando e indexando páginas. Alguns dos motivos mais comuns pelos quais o Googlebot não consegue detectar sites são: o site foi lançado recentemente, o design do site dificulta o rastreamento eficaz ou a política do site impede o rastreamento do Googlebot. Você precisa permitir que o Googlebot acesse quaisquer arquivos CSS, JavaScript e de imagem usados ​​em seu site.

Você também precisa informar ao Googlebot quais páginas ele não deve rastrear, usando um arquivo “robots.txt”. Ele deve ser colocado no diretório raiz do seu site. O Google Search Console tem um gerador de “robots.txt” que você pode usar.

Por exemplo, o Google desaconselha o rastreamento de páginas de resultados de pesquisas internas. Por quê? Os usuários ficam frustrados se clicam em um resultado de mecanismo de pesquisa, e são encaminhados para um resultado de mecanismo de pesquisa diferente em seu site.

7. Velocidade de carregamento

A tecnologia da Internet já percorreu um longo caminho desde que se tornou disponível ao público geral. Os dias de espera impaciente por conexões dial-up já se foram. Você precisa lembrar disso ao construir sua página online.

Os melhores sites do Google levam em média menos de 3 segundos para carregar. Para sites de comércio eletrônico, 2 segundos é considerado o limite de aceitabilidade. De acordo com os webmasters do Google, o  Google  tem como objetivo o tempo de carregamento de menos de meio segundo. 

Os robôs do mecanismo de pesquisa conseguem estimar a velocidade do site com base no código HTML da sua página. O Google também utiliza os dados do usuário do navegador Chrome para obter insights sobre a velocidade de carregamento. Você pode fazer várias coisas para acelerar seu site, como minimizar solicitações HTTP, minimizar e combinar arquivos e usar carregamento assíncrono para arquivos JavaScript e CSS.

O tempo de resposta do servidor é outro problema a ser resolvido. Um servidor de sistema de nomes de domínio (DNS) mantém um banco de dados de endereços IP. Quando alguém insere um URL em seu navegador, o servidor DNS traduz esse URL para o endereço IP relevante. É como se o computador estivesse procurando um número na lista telefônica. O tempo que isso leva depende da velocidade do seu provedor de DNS. Consulte os  relatórios de comparação de velocidade de DNS  para ver o quão rápido é o seu. 

8. Engajamento do usuário

Já falamos sobre a importância de criar conteúdo de qualidade e conteúdo otimizado para SEO do ponto de vista técnico. Seu conteúdo também deve atender a um outro critério: deve ser envolvente. O Google usa a ferramenta de inteligência artificial  RankBrain  para avaliar o engajamento do usuário. 

O RankBrain analisa elementos como taxa de cliques (quantas pessoas clicam no seu site quando ele aparece nos resultados de mecanismo de pesquisa) e tempo de permanência (quanto tempo as pessoas passam em um site). Por exemplo, se um usuário visitar seu site e sair imediatamente, isso prejudica seus ranqueamentos no Google (se muitas pessoas fizerem isso em seu site, você verá a sua “taxa de rejeição” subir).

Criar conteúdo envolvente é a chave para atrair as pessoas e mantê-las no site. Opte por uma arquitetura de site clara que facilite a navegação dos usuários. Web design de alta qualidade, imagens envolventes e infográficos cativantes ajudam a manter as pessoas na página.

9. Dados estruturados - Schema Markup

Schema markup, ou dados estruturados, é um tipo de microdado de back-end que informa ao Google como a página deve ser tratada e interpretada. Esses dados ajudam o mecanismo de pesquisa a determinar o tipo de página - por exemplo, entender se é uma receita ou um capítulo de livro. Os dados estruturados precisam ser relevantes, completos e específicos do local.

Schema.org fornece uma linguagem universal para dados estruturados. Tudo isso faz parte da arquitetura do site de back-end. Digamos que você esteja criando uma página de receita, sua linguagem de marcação Schema pode incluir “@tipo”: “receita” e “nome”: “A Melhor Receita de Pão de Mel” Este guia para  marcação de dados estruturados  fornece mais informações. 

10. Autoridade do Site

A autoridade de um site basicamente prevê quão bem um site será ranqueado nos resultados de pesquisa do Google. É uma forma de estimar rapidamente o potencial de SEO de uma página. Sites com pontuação mais alta têm maior probabilidade de ranquear bem nos mecanismos de pesquisa.

Ao registrar seu domínio, lembre-se que construir autoridade leva tempo. SEO on-page, backlinks e velocidade de carregamento são todos fatores que influenciam a autoridade do seu site. Basicamente, você precisa provar seu valor para obter uma pontuação elevada.

Seu perfil de links que é construído por meio de backlinks fortes, é outro fator. Você precisa verificar a pontuação de autoridade do seu site regularmente. Para isso você pode usar serviços como a nossa  Ferramenta de Backlink Audit . Usando essa ferramenta, você vai poder controlar a pontuação de autoridade do seu site e a pontuação geral de toxicidade de seus links, que varia de 0 a 100, com 60 a 100 sendo a faixa mais tóxica.

SEMrush Backlink Audit

É importante eliminar links de spam ou links de sites de baixa autoridade, que diminuem a sua autoridade. A ferramenta também ajuda a localizar mais sites de alta autoridade para adicionar a sua campanha de link building.

11. Compatibilidade com dispotivos móveis (Mobile-Friendly)

Os desktops não são mais os guardiões da Internet. A  maior parte de todo o tráfego da web  em todo o mundo agora é gerado por celulares. Reconhecendo a importância da navegação mobile, o Google declarou explicitamente que a facilidade de uso para dispositivos móveis é um fator de ranqueamento nas SERPs. O Google oferece uma  ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis  que você pode usar para identificar gargalos que o seu site possa ter. 

Google Mobile-Friendly Test

Fonte: Google Mobile-Friendly Test Tool

Seu objetivo é criar um site que ofereça uma experiência amigável para usuários de desktop e dispositivos móveis - um design responsivo sem anúncios que bloqueiam o texto e pop-ups. O seu design para mobile precisa ser simples. A presença de elementos excessivos vai gerar confusão em uma tela pequena.

Além disso, foque em detalhes como o tamanho do botão, que precisa ser maior em telas pequenas quando as pessoas usam os dedos em vez do ponteiro do mouse para clicar. Fontes maiores também são mais fáceis de ler em telas pequenas.

12. Diretórios de empresas confiáveis

Lembra como falamos de EAT na discussão sobre conteúdo de alta qualidade? Entradas de listas de empresas confiáveis ​​são uma peça do quebra-cabeça, especialmente quando se trata do “T” - confiabilidade. Listas de empresas são um fator de ranqueamento de SEO que é especialmente importante em nível local.

Crie uma  página do Google Meu Negócio  para demonstrar que sua organização é real e legítima. Ele está conectado à Pesquisa Google e ao Google Maps, tornando mais fácil para os clientes encontrarem você online e no mundo real.

Você pode fortalecer a sua credibilidade ainda mais criando perfis de negócios em diretórios online relacionados ao setor. Além disso, certifique-se de que o nome da empresa e as informações de contato estejam listados de forma consistente em todos os seus perfis online.

13. Coerência nas redes sociais

Ser ativo nas redes sociais é uma ótima maneira de aumentar o engajamento do usuário. Publicar links para conteúdo de qualidade no Instagram, Facebook, Twitter, etc., traz cliques e atraia usuários. Existem mais de  3,6 bilhões de pessoas  usando as mídias sociais.

Esse é um grande público a ser alcançado (e muito tráfego potencial para sua página)! A escolha de plataformas de mídia social relevantes depende muito do seu público-alvo. Esta  análise demográfica dos usuários  pode ajudar. 

O Google está prestando cada vez mais atenção às contas de mídias sociais em geral. Por exemplo, comprar seguidores para contas de mídias sociais pode sair pela culatra. Uma conta de mídia social com 100.000 seguidores, mas nenhuma interação parece menos legítima do que uma conta com 10.000 e muito engajamento ativo. O Google até entrou com uma  patente para a tecnologia  com o objetivo de determinar se as contas de mídia social são reais ou falsas. 

Ao usar a mídia social, evite enviar spam ou comprar links de outros sites com a esperança de melhorar o ranqueamento do seu site. Em vez de promover cada conteúdo que você cria, concentre-se em promover itens maiores e mais envolventes. Artigos extensos e bem pesquisados ​​que abordam tópicos importantes em seu nicho são ótimos para compartilhar!

14. Otimize para os Snippets do Google (Google Snippets Shortcut)

Uma boa tática para chegar ao topo das páginas de resultados de pesquisa é por meio de snippets. Os snippets aparecem antes dos resultados de pesquisa regulares, colocando você automaticamente na desejável "posição zero" da página de resultados, mesmo se você não estiver tecnicamente "ganhando" a corrida de ranqueamentos. Confira um exemplo abaixo. Você pode segmentar os snippets do Google com conteúdo inspirado em perguntas.

Snippet print screen

Portanto, pense em uma pergunta comum que as pessoas em seu nicho fariam. Conteúdos em formato de checklist têm boas chances de aparecer nos snippets, especialmente listas numeradas. Você pode descobrir mais sobre  snippets do Google aqui . Se precisar de ajuda para encontrar as perguntas que as pessoas estão fazendo, você pode usar nossa  Ferramenta Keyword Magic  para obter ideias de uma boa pergunta que você possa responder. 

15. Interface Amigável - UX

Há algo em comum em todos os pontos acima, sejam eles relacionados a elementos técnicos de back-end ou conteúdo visível real de front-end. O segredo é ter uma interface amigável. Muitas pessoas presumem que uma estratégia de SEO bem-sucedida tem a ver com atender aos requisitos de algoritmos de um bot do Google. Embora sejam tecnicamente os algoritmos que estão definindo os ranqueamentos, ainda são as pessoas que criam esses algoritmos - e elas os estão elaborando com o usuário final, uma pessoa real, em mente.

De cima para baixo, seu site precisa priorizar os interesses de seu público-alvo. Isso inclui resolver questões de tecnologia, como tempo de carregamento, ao mesmo tempo em que cria conteúdo atraente que agrega valor aos usuários - todos os usuários. Penseo em como tornar a experiência do seu usário mais agradável.

Para isso você precisa incluir title tags, alt texts descritivos e estrutura adequada de título e subtítulo. São regras de SEO de bom senso que ajudam a alcançar o público mais amplo.

Alcançando a Primeira Página Google

As dicas acima podem guiar seu caminho para atender os principarm fatores de ranqueamento do Google. Conseguir uma boa posição nos mecanismo de pesquisa leva tempo, energia e grande atenção aos detalhes. Esteja você procurando suporte com pesquisa de palavras-chave ou quer  monitorar a sua posição, há muitos elementos a serem levados em conta. Lembre-se de que o SEO é uma maratona, não um sprint.

Por isso, como prometido, segue o nosso checklist de SEO com 10 recomendação essencias para você garantir a performance do seu site. E se quiser ainda mais detalhes veja o checklist completo com 41 dicas.

Esse conteúdo foi origninalmente publicado em inglês pela SEMrush.

Veja Dicas de Conteúdo

e alcance o topo das SERPs!

ADS illustration
Author Photo
Erich CasagrandeTrabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Subscribe to learn more about SEO
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes