pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Acessar o Blog
Ricardo Mendoza Castro

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020

99
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra se uma postagem de blog gera envolvimento. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura ativa dos usuários, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Esta postagem está em Português
Ricardo Mendoza Castro
Esta postagem está em Português
27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020

Lidar com o desafio de acompanhar as atualizações contínuas e evitar problemas técnicos no site faz parte da vida cotidiana dos webmasters. 

Mesmo que você já esteja ciente de vários problemas do seu site, pode ser difícil acompanhar a saúde dele no cenário de SEO tão volátil.

No entanto, tendo uma compreensão firme dos erros mais comuns (e potencialmente prejudiciais), você pode reduzir os problemas técnicos ao mínimo e garantir o melhor desempenho do seu site.

Este guia é um checklist abrangente que ajuda a fazer a auditoria de qualquer site, independentemente de quão grande ou pequeno o seu site possa ser.


Como Coletamos os Dados

Verificamos 250.000 sites em vários nichos, incluindo saúde, viagens, esportes e ciência, usando a ferramenta Auditoria do Site da SEMrush para encontrar os erros de SEO mais comuns que os prejudicam. 

No total, analisamos:

  • 310.161.067 páginas da web

  • 28,561,137,301 links

  • 6.910.489.415 imagens

Essa amplitude de análise nos deu informações suficientes para criar um modelo abrangente de auditoria do site que os webmasters podem usar para evitar os erros.


Criando um Template de Auditoria do Site com Base em Pesquisas

Incontestavelmente uma auditoria de site bem feita é uma tarefa demorada.

Nosso estudo revelou 27 erros comuns que obviamente não podem ser analisados de uma só vez, por isso dividimos a lista em seções que você pode usar como um template acionável. 

Clique em uma das categorias abaixo para ir para a seção correspondente: 


Erros de Status HTTP e servidor

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 0

Os problemas técnicos mais críticos em um site geralmente estão relacionados ao status HTTP. 

Isso inclui códigos de status como Erro 404 (Página não encontrada), que indicam a resposta do servidor à uma solicitação de um cliente, como um navegador ou mecanismo de pesquisa.

Quando o diálogo entre um cliente e um servidor - ou, em termos mais simples, um usuário e seu site - é interrompido, o mesmo ocorre com a confiança do usuário para o site. 

Problemas sérios no servidor podem levar à perda de tráfego por causa de conteúdo inacessível e prejudicar os ranqueamentos a longo prazo se o Google não conseguir encontrar resultados adequados para o usuário no site. 

Erros de Status HTTP:

1. Os códigos 4xx
Significam que uma página está quebrada e não pode ser acessada. Eles também podem se aplicar a páginas ativas quando algo está impedindo que elas sejam rastreadas.

 

2. Páginas não rastreadas
Isso ocorre quando uma página não pode ser acessada por um de dois motivos: 1) o tempo de resposta do seu site é superior a cinco segundos; ou 2) seu servidor negou acesso à página. 

3. Links internos quebrados
Esses são links que levam os usuários a páginas que não existem no seu site, o que pode danificar o UX e o SEO.

4. Links externos quebrados
Esses são links que levam os usuários a páginas que não existem em outro site, enviando sinais negativos para os mecanismos de pesquisa.

5. Imagens internas quebradas
Esse erro aparece quando um arquivo de imagem não existe mais ou o URL dele está incorreto. 

Outros erros comuns de status HTTP incluem:

  • Redirecionamentos permanentes
  • Redirecionamentos temporários

Erros de otimização de Meta Tags

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 1

Suas metatags ajudam os mecanismos de pesquisa a identificar os tópicos de suas páginas para conectá-las às palavras-chave e frases usadas pelos usuários. 

Criar as tags de título corretas significa escolher as palavras-chave relevantes para formar um link exclusivo e digno de clique para os usuários nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs). 

As descrições meta oferecem oportunidades adicionais para incluir palavras-chave e frases relacionadas. 

As descrições devem ser o mais únicos e personalizados possível. Se você não criar a sua descrição, o Google vai gerar uma automaticamente com base nas palavras-chave nas consultas dos usuários, o que às vezes pode levar a termos de pesquisa incompatíveis e resultados associados. 

As tags de título e as descrições meta otimizadas precisam incluir as palavras-chave mais relevantes, ter o tamanho correto e evitar a duplicação o máximo possível.

Alguns setores, como o comércio eletrônico, não conseguem criar descrições exclusivas para cada produto, portanto, eles precisam oferecer valor em outras áreas do corpo de suas páginas de destino. 

Se for possível usar metadados únicos, siga nessa direção para dar ao seu site a melhor chance de maximizar o impacto nas SERPs.

Os Erros Mais Comuns de Meta Tag que Podem Prejudicar seus Rankings:

6.Tags de título e descrições meta duplicadas
Duas ou mais páginas com os mesmos títulos e descrições dificultam que os mecanismos de pesquisa determinem adequadamente a relevância, impactando os ranqueamentos.

7. Tags H1 ausentes
As tags H1 ajudam os mecanismos de pesquisa a determinar o tópico do seu conteúdo. Se eles estiverem ausentes, o Google teria dificuldades em entender sobre o conteúdo do seu site. 

8. Descrições meta ausentes
As descrições meta bem escritas ajudam o Google a entender a relevância e incentivam os usuários a clicar no seu resultado. Se estiverem faltando, as taxas de cliques podem cair.

9. Atributos ALT ausentes
Os atributos ALT fornecem aos mecanismos de pesquisa e pessoas com deficiência visual descrições das imagens em seu conteúdo. Sem eles, a relevância é perdida e o engajamento pode sofrer. 

10. Tags H1 e tags de título duplicadas
Quando as tags H1 e as tags de título são iguais em qualquer página, ela pode parecer otimizada demais. Isso pode ser um sinal de oportunidades perdidas de ranquear para outras palavras-chave relevantes. 

Verifique a saúde do seu site

com a Auditoria do Site da SEMrush

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Outros erros comuns de meta tag incluem:

  • Elementos de título curtos / longos
  • Várias tags H1

Conteúdo duplicado

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 2

O conteúdo duplicado tem a capacidade de danificar seus rankings - e potencialmente por um bom tempo.

Você deve evitar duplicar qualquer tipo de conteúdo de qualquer tipo de site, seja um concorrente direto ou não. 

Procure descrições, parágrafos e seções inteiras de textos duplicados, tags H1 duplicadas em várias páginas e URLs duplicados (como as versões www e não www da mesma página).

Certifique-se de que todos os elementos são únicos para garantir que uma página seja atrativa aos olhos do Google e dos usuários. 

Os Problemas Mais Comuns de Duplicação que Prejudicam Sites:

11. Conteúdo duplicado
A ferramenta Auditoria do site sinaliza conteúdo duplicado quando as páginas do seu site têm, por exemplo, o mesmo URL ou texto. Você pode resolver esse problema adicionando um link rel = "canonical" a uma das duplicatas ou usando um redirecionamento 301

Outros erros comuns de duplicação incluem:

  • Tags H1 e tags de título duplicadas 
  • Descrições meta duplicadas

Falta de otimização de links internos e externos

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 3

Os links que guiam seus visitantes dentro e fora das jornadas dos clientes podem prejudicar a experiência geral do usuário e, por sua vez, o desempenho do site na pesquisa. O Google simplesmente não ranqueia sites que oferecem uma experiência ruim ao usuário.

Este estudo revelou que quase metade dos sites que verificamos na ferramenta de Auditoria do Site tem problemas de links internos e externos, o que sugere que as arquiteturas de links desses sites não são otimizadas. 

Alguns dos links têm underlines nos URLs, contêm atributos nofollow e são HTTP em vez de HTTPS - todos esses fatores juntos podem prejudicar o engajamento de um site e, pior ainda, os ranqueamentos dele. 

Você pode encontrar links quebrados no seu site com a ferramenta Auditoria do site. O próximo passo é identificar quais links estão tendo o maior efeito nos níveis de engajamento do usuário (por exemplo, por causa de quais você está perdendo mais tráfego) e corrigi-los em ordem de prioridade.

Os Problemas Mais Comuns de Links que Podem Afetar seus Rankings:

12. Links que levam a páginas HTTP em um site HTTPS
Links para páginas HTTP antigas podem confundir os mecanismos de pesquisa, portanto, verifique se todos os seus links estão atualizados.

13. URLs contendo underlines
Os mecanismos de pesquisa podem interpretar incorretamente os underlines e documentar incorretamente o índice do site. Em vez de underlines, use hífens.

Outros erros de links comuns incluem:

  • Links internos quebrados
  • Links externos quebrados
  • Atributos Nofollow em links externos
  • Páginas com apenas um link interno
  • Profundidades de rastreamento de página de mais de 3 cliques

Erros dificultando o camino dos rastreadores

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 4

A rastreabilidade é a indexação são uns dos indicadores cruciais de saúde de um site.

Há fatores que são responsáveis por quedas e subidas nas SERPs quando se trata da rastreabilidade do seu site. 

Se você negligenciar qualquer erro de rastreamento de uma perspectiva técnica de SEO, algumas das páginas do seu site podem não ser tão visíveis quanto deveriam para o Google. 

Se você corrigir algum problema de rastreamento, no entanto, é mais provável que o Google identifique os links certos para os usuários certos nos SERPs. 

Você pode evitar problemas técnicos, verificando a presença de elementos quebrados ou bloqueados no site que restringem a rastreabilidade dele. 

A ausência de um arquivo sitemap.xml no arquivo robots.txt, por exemplo, pode levar os rastreadores a interpretar mal a arquitetura do site, como enfatiza aqui Matt Jones, gerente de SEO e CRO da Rise at Seven: 

Como os arquivos sitemap.xml podem ajudar os rastreadores de mecanismos de pesquisa a identificar e encontrar os URLs existentes em seu site, permitindo que eles sejam rastreados. Isso é um meio fantástico de ajudar os mecanismos de pesquisa a entender melhor o seu site e obter ranqueamentos mais altos para termos mais relevantes.

Os Problemas Mais Comuns Encontrados pelos Rastreadores de Sites:

14. Atributos nofollow nos links internos de saída
Os links internos que contêm o atributo nofollow impedem que qualquer potencial patrimônio de link seja distribuído pelo site.

15. Páginas incorretas encontradas em sitemap.xml
Seu sitemap.xml não deve conter páginas quebradas. Verifique se há cadeias de redirecionamento e páginas não canônicas e verifique se elas retornam um código de status 200.

16. Sitemap.xml não encontrado
Os sitemaps ausentes tornam mais difícil para os mecanismos de pesquisa explorar, rastrear e indexar as páginas do seu site.

17. Ausência do arquivo Sitemap.xml no robots.txt
Sem um link para o sitemap.xml no seu arquivo robots.txt, os mecanismos de pesquisa não conseguirão entender completamente a estrutura do seu site.

Outros erros comuns de rastreamento incluem: 

  • Páginas não rastreadas
  • Imagens internas quebradas
  • Links internos quebrados
  • URLs contendo underlines
  • erros 4xx
  • Recursos em formato de links de página
  • Recursos externos bloqueados em robots.txt
  • Atributos nofollow em links externos
  • Bloqueios de rastreamento
  • Páginas com um único link interno
  • Páginas órfãs no sitemap
  • Profundidade de rastreamento de mais de 3 cliques
  • Redirecionamentos temporários

Erros de Indexabilidade

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 5

Bons indicadores de indexabilidade são vitais para o SEO. Simplificando, se uma página não estiver indexada, ela não será vista por um mecanismo de pesquisa, portanto também não será vista pelos usuários. 

Existem muitos fatores que podem impedir a indexação do seu site, mesmo que pareça que o seu site não tem problemas com a rastreabilidade. 

Metadados e conteúdo duplicados, por exemplo, podem dificultar que os mecanismos de pesquisa identifiquem quais páginas devem ser ranqueadas para determinados termos de pesquisa semelhantes. 

Nos resultados da nossa pesquisa mencionados acima você pode ver que quase metade dos sites que auditamos sofrem de problemas de indexação causados ​​por tags de título, descrições e conteúdo duplicados. 

Isso pode significar que o Google está sendo forçado a tomar decisões sobre quais páginas ranquear, embora os webmasters poderem antecipar problemas como esses e dizer ao Google o que fazer. 

Uma variedade de questões diferentes pode afetar a indexabilidade do seu site, desde baixa contagem de palavras até conflitos de hreflang para sites multilíngues. 

Os Problemas Mais Comuns em Sites Não Indexáveis:

18. Tags de título curtos / longos
As tags de título com mais de 60 caracteres são abreviadas nos SERPs, e aquelas com menos de 60 caracteres podem perder oportunidades de otimização adicional. 

19. Conflitos de Hreflang no código fonte da página
Sites multilíngues podem confundir os mecanismos de pesquisa se o atributo hreflang estiver em conflito com o código-fonte de qualquer página. 

20. Erros de links hreflang
Links quebrados do hreflang podem criar problemas de indexação se, por exemplo, URLs relativos forem usados ​​em vez de URLs absolutos: https://seusite/blog/seu-artigo em vez de /blog/seu-artigo.

21. Quantidade baixa de palavras
A ferramenta de Auditoria do Site pode sinalizar páginas que parecem estar com pouco conteúdo. Aconselhamos revisá-las para garantir que elas sejam o mais informativas possível.

22. Atributos hreflang e lang ausentes
Esse erro aparece quando uma página de um site multilíngue não possui os links ou tags necessários para informar aos mecanismos de pesquisa o que mostrar aos usuários em cada região. Saiba mais sobre o hreflang aqui.

23. Erros de HTML nas páginas AMP
Esses erros impactam os usuários que acessam o seu site por meio de dispositivos móveis. Eles aparecem quando o código HTML não está alinhado aos padrões AMP.

Outros erros comuns de indexabilidade incluem:

  • Tags H1 duplicadas
  • Conteúdo duplicadas
  • Tags de título duplicadas
  • Descrições meta duplicadas H1 Ausente H1 múltiplos
  • Erros de incompatibilidade de idioma do hreflang

Erros de uso de páginas móveis aceleradas (AMPs)

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 6

É essencial orientar seu SEO on-page para ter um site otimizado para celular. 

Sabemos que a compatibilidade com dispositivos móveis se tornará um critério de ranqueamento padrão para dispositivos móveis e desktops em setembro de 2020 para o Google. 

Isso significa que, como webmaster, você precisa garantir que o código HTML do seu site esteja em conformidade com as diretrizes AMP do Google antes desse momento para adequar o site para usuários de dispositivos móveis e evitar possíveis danos ao desempenho da pesquisa. 

Verifique se há páginas AMP inválidas no seu site com a ferramenta Auditoria do Site para entender o que precisa ser corrigido. Isso pode ser o código HTML, o estilo, layout ou o template de página. 

O Erro Mais Comum Relacionado à Compatibilidade com Dispositivos Móveis:

24. Os erros de HTML para páginas AMP
Podem estar relacionados ao estilo ou layout e, como mencionado acima, podem afetar a indexabilidade de um site. 


Desempenho baixo de um Site

27 Maiores Erros de SEO que Prejudicam Sites em 2020. Imagem 7

O tempo de carregamento da página está se tornando cada vez mais importante em SEO. Quanto mais lento o seu site, menor a probabilidade de engajar os usuários e de contar com a paciência deles para aguardar o carregamento.

Você pode obter insights de velocidade de carregamento da sua página diretamente no Google para saber como medir a velocidade de uma página e identificar oportunidades para tornar seu site mais rápido. 

O teste de velocidade do site do Google usado em conjunto com a ferramenta de Auditoria do Site da SEMrush pode revelar, por exemplo, arquivos JavaScript ou CSS supercomplicados (como aconteceu com muitos dos sites em nosso estudo). 

Gerry White, diretor de SEO da Rise at Seven, sugere que a redução de código é um processo rápido e simples que traz resultados no que diz respeito ao desempenho do site e à experiência do usuário:

Uma das coisas que se destaca nos dados é a quantidade de melhorias rápidas de velocidade da página. Não se trata apenas de ranqueamentos, mas também de experiência do usuário e da conversão. Algumas melhorias rápidas geralmente podem ser introduzidas sem muito esforço, e é nelas que eu aconselho concentrar os meus esforços. Tarefas como compactar JavaScript e CSS levam minutos para completar, mas podem ter impacto significativo em muitos sites. Isso deve ser feito juntos com a ativação de HTTP2.

Os Erros Mais Comuns do Desempenho de um Site: 

25.Erros de conteúdo misto
Este erro é semelhante ao ponto 12, que ocorre quando partes do seu site não estão protegidas com o protocolo HTTPS. Como já comentamos, você precisa substituir todos os links HTTP pelas novas versões HTTPS.

26. Arquivos JavaScript e CSS não armazenados em cache
Esse erro pode estar relacionado à velocidade de carregamento da sua página e ocorre se o aviso de cache do navegador não estiver ativado. 

27.Arquivos JavaScript e CSS não compactados
É a questão de como diminuir o código JavaScript e CSS. Remova linhas, comentários e espaços em branco desnecessários para melhorar a velocidade de carregamento da página.


Erros de multicategoría

Em alguns casos erros e avisos captados pela ferramenta de Auditoria do Site se enquadram em várias categorias. 

Isso significa que eles podem causar uma série de problemas para o seu site, conforme ilustrado abaixo, por isso é recomendável que eles sejam tratados com prioridade.

Erros de SEO


A Importância de Aplicar ferramentas, Dicas e Truques de Auditoria de Sites

Cometer qualquer um desses erros de SEO pode impedir que seu site atinja todo o potencial dele, por isso é vital que você fique de olho neles durante auditorias regulares do seu site.

Se você estiver enfrentando erros de rastreamento que impedem a indexação de páginas ou problemas de duplicação, correndo risco de receber uma penalidade, você pode usar este checklist para impedir que os problemas se agravam. 

Crie o hábito de cuidar de saúde do seu site de pontos de vista de SEO e UX com ferramentas como a ferramenta Auditoria do site e você será recompensado com visibilidade na pesquisa e engajamento do usuário que têm impactos positivos em seus resultados. 

Ricardo Mendoza Castro
SEMrush

Colaborador da SEMrush.

Ricardo is the International Lead for Spain and Latinamerica at SEMrush. He has experience in different international markets and is acquainted with negotiations with cross-international stakeholders. Currently he is in charge of marketing for the Iberoamerican region.
Enviar comentário
Seu comentário deve ter pelo menos 3 palavras (10 caracteres).

Usaremos este e-mail unicamente para responder aos seus comentários. Política de privacidade

Agradecemos pelos comentários!