pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Envie um artigo
Ir ao blog

SEO para Amazon, Parte 1: Otimização OnPage para Melhor Posicionamento

55
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

SEO para Amazon, Parte 1: Otimização OnPage para Melhor Posicionamento

Nico Wutschijewitsch
SEO para Amazon, Parte 1: Otimização OnPage para Melhor Posicionamento

Se você está procurando informações, pergunte ao Google. Quem procura um produto usa a Amazon. Uma pesquisa da BloomReach há muito tempo se tornou realidade. Segundo a pesquisa, em 2017 44% dos 2.000 participantes dos EUA disseram que foram  primeiro procurar um produto na Amazon. Em 2012, esse número era de 30%. De acordo com a pesquisa atual, apenas 34% dos entrevistados usam um mecanismo de busca como Bing, Google ou Yahoo como primeiro mecanismo de pesquisa direta de produtos.

A Amazon se tornou o Google dos produtos. O líder de mercado conta com 180 milhões de visitantes por mês somente na Alemanha. Dificilmente qualquer um deles consulta as árvores de categorias, quase todos vão diretamente para a pesquisa. Onde quer que uma busca seja realizada, há sempre um algoritmo por trás dela que determina o que o usuário consegue ver. Assim como o Google, o objetivo da Amazon é fornecer aos visitantes os melhores resultados de pesquisa possíveis para sua consulta específica. Bom é o aquilo que é relevante.

Mais de 40.000 comerciantes já estão presentes no mercado da Amazon. Como muitos vendem o mesmo ou, pelo menos, produtos similares, os vendedores do Marketplace competem entre si e, é claro, com a própria Amazon. Somente aqueles que otimizam seus produtos para o algoritmo de busca da Amazon podem se destacar da multidão. Por ser análogo aos mecanismos de busca convencionais, o visitante dá mais atenção aos três primeiros resultados de pesquisa, aos mais bem posicionados, de acordo com os estudos dos mapas de calor. Somente aqueles que chegam às primeiras posições ou pelo menos à primeira página dos resultados da pesquisa, podem aumentar consideravelmente o volume de negócios. Isto é ainda mais forte para produtos de baixo investimento. 

Eyetracking mittles Heatmap, Effektiv Online-MarketingA análise de atenção no mapa de calor mostra os partes do site onde os potenciais clientes estão olhando / Fonte: Effektiv Online-Marketing

SEO para Amazon: Fatores On-page

Existem muitos paralelos entre a Amazon e o Google, mas também algumas diferenças. Por exemplo, a otimização on-page do marketplace no geral é semelhante aos métodos de otimização para o mecanismo de busca. Palavras-chave têm um papel importante. Mas as imagens também são importantes. Os seguintes fatores da página são influenciados pelos próprios vendedores por meio do Amazon Seller Center. Mas somente se um produto ainda não estiver listado na Amazon. Se, por outro lado, um produto já estiver sendo vendido, ou seja, já estiver sendo oferecido por um ou mais outros comerciantes, o seu sucesso depende da qualidade das informações do seu produto.

1º título do produto

O fator de ranqueamento mais importante na Amazon é o título do produto. Isso inclui as palavras-chave mais importantes que os clientes potenciais provavelmente estarão procurando. E aqui, é claro, as características mais importantes do produto devem ser listadas para persuadir os interessados a acessar o produto. O título deve, portanto, ser escolhido de tal forma que tanto o cliente quanto o mecanismo de busca sejam contentos. O simples encadeamento de palavras-chave é, portanto, contraproducente. Em vez disso, eles devem ser "embalados" em características de promoção de vendas.

O título não deve ter mais de 120 caracteres. Por muito tempo a Amazon não controlava isso, mas agora ela ficou mais rígida com as regras, bloqueando listagens com títulos muito longos.

Títulos que são muito longos são difíceis de ler e, portanto, são um impedimento. Mas o título também não deve ser muito curto, já que o título do produto é clicável e leva à página do produto. Um título mais longo, portanto, oferece mais espaço para cliques e aumenta a chance de uma melhor taxa de cliques.

Seu conteúdo é SEO friendly?

Descubra com SEO Writing Assistant da SEMrush

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

2. Atributos (bullet points)

Logo ao lado da imagem, logo abaixo do preço, em cada página do produto você encontrará os marcadores, que são chamados de "atributos" na Amazon. Eles entram no campo de visão do espectador sem ele precisar dar um scroll na página.  Os recursos mais importantes do produto devem ser mostrados em no máximo 15 palavras por ponto. Importante: Apenas os primeiros 3 marcadores estão visíveis no aplicativo mobile da Amazon. Aqui você deve mostrar as informações mais importantes.
Mais sobre isso 50 Fatos Para uma Estratégia de E-commerce de Sucesso em 2019 Postagem Kseniia Ivakhova Tendências, Estratégias e Táticas de SEO para 2019 Postagem Felipe Bazon Análise completa de sites com a SEMrush Webinar gravado em  Apr 30, 2019

Prepare bem o texto dos marcadores, escolhendo as palavras-chave cuidadosamente pesquisadas. Como a Amazon, ao contrário do Google, não foca na concentração de palavras-chave, as palavras-chave devem ser ponderadas e mencionadas apenas uma vez. Senão você vai apenas desperdiçar o espaço valioso e a sua página pode ser punida como spam.

O equilíbrio certo entre otimização de palavras-chave e legibilidade também deve ser considerada na hora de criar os atributos. Os atributos não são apenas um fator para o ranking na pesquisa da Amazon, mas também uma importante fonte de informações para clientes potenciais. Portanto, todos os cinco pontos de listagem disponíveis devem ser usados.

Bullet points com textos mal formulados ou sobrecarregados aumentam a taxa de rejeição, o que, por sua vez, tem um efeito negativo no ranking. O melhor uso de atributos é listar os pontos de venda exclusivos e colocar as vantagens do produto em primeiro plano.

Para formular bem os marcadores, é útil saber que a maioria dos clientes procura combinações de palavras na faixa de cauda intermediária a cauda longa. Especialmente em épocas do Amazon Echo ou do Google Home, as solicitações são quase sempre formuladas em frases inteiras. Qualquer um que pesquise na Amazon geralmente já terá uma intenção concreta de comprar e raramente pesquisará só para passar o tempo.

3. Palavras-chave relacionadas

As palavras-chave relacionadas não aparecem na página do produto, nem são encontradas no código-fonte, mas são decisivas para o ranqueamento. Em 2017, a Amazon fundiu os cinco campos de palavras-relacionadas em um único campo.  

A Market Analytics, parceira da Effective Online Marketing, descobriu em uma pesquisa que as palavras-chave que excedem 250 caracteres são ignoradas pela Amazon. 

No entanto os campos de descrição do produto têm limite de caracteres de 1-1000.

Preview: 11 Táticas para o seu Ecommerce Crescer

Descubra tudo que precisa para obter mais tráfego e aumentar suas vendas on-line. Conheça como criar uma estratégia de marketing digital eficaz, medir seu sucesso e avaliar seu desempenho em comparação à concorrência. A agência Hallam e a SEMrush trabalharam em parceria para oferecer um guia que ajudará você a atingir essas metas. A SEMrush reuniu e analisou informações de 8.000...

Obtenha PDF gratuito

Consequentemente, será possível inserir significativamente mais palavras-chave aqui no futuro. As palavras individuais são separadas por espaços. O algoritmo de pesquisa interpreta os hífens como conexões de frases "e". Separar bem suas palavras-chave ajuda a multiplicá-las. Por exemplo, "Livro agenda" é usado para consultas de pesquisa para "livro agenda", "agenda" e "livro".

Até agora, as palavras-chave nos atributos da Amazon foram classificadas como mais importantes do que nas palavras-chave relacionadas. De acordo com um teste do Marketplace Analytics, isso mudou. A Amazon deseja impedir o spamming de palavras-chave e não apenas expandiu os campos de palavras-chave, mas também os aumentou o peso delas. Embora o peso das palavras-chave relacionadas está abaixo do peso do título do produto, é mais importante que os bullet points. Isso facilita a seleção de palavras-chave no sentido de que as análises não precisam mais ser demoradas, porque o foco agora está na massa e não na classe. Uma palavra-chave já não é muito importante. 

SEO para Amazon, Parte 1: Otimização OnPage para Melhor Posicionamento. Image :nO título do produto e os marcadores são os primeiros recursos que o cliente vê, junto com as fotos do produto. / Fonte: Captura de tela, Amazon

4. Descrição do produto

A descrição detalhada do produto está oculta na parte inferior das páginas de produtos da Amazon, entre todos os tipos de outras informações. É por isso que a maioria dos clientes potenciais só chega a essa parte quando faz compras mais caras. No caso de bens de alto investimento, sua formulação atraente e expressiva não deve ser negligenciada. O espaço deve ser usado para descrever as vantagens do produto.

No entanto a descrição do produto desempenha um papel subordinado como um fator de ranqueamento. Aqui você pode colocar as palavras-chave para quais não sobrou lugar em outros campos mais importantes. Como nos outros campos de texto, você deve prestar atenção à ortografia correta. Afinal, as palavras-chave populares tornam-se inúteis se forem digitadas incorretamente. Além disso, o design da descrição do produto tem pelo menos uma influência indireta na taxa de cliques.

5. Imagens

Especialmente os produtos baratos e auto-explicativos são vendidos não tanto por sua descrição, mas por fotos. Frequentemente, elas também influenciam a decisão do cliente potencial de clicar em um produto nos resultados da pesquisa. Fotos detalhadas e de alta qualidade aumentam a taxa de vendas (taxa de conversão) e, portanto, automaticamente aumentam o ranking.

Use imagens de alta resolução com pelo menos 1.000 x 1.000 pixels. Não só porque elas têm boa aparência, mas também porque a partir deste tamanho é ativada a função de zoom. Não use imagens com mais de 1.500 x 1.500 pixels, porque a Amazon automáticamente diminui as imagens maiores que esse tamanho. Basicamente, quanto mais fotos do produto você disponibilizar, melhor.

Como um cliente não pode tocar os produtos na Internet, mostrá-los de diferentes perspectivas ajudaria muito na hora de compra. Mas o que mais influencia as vendas são fotos que mostram o produto em ação. Por exemplo um estojo para tablet deve ser mostrado juntos com o dispositivo  e, se possível, em situações diferentes (no trem, no colo, etc.). Logotipos e selos de qualidade também podem ser usados como imagens. Se várias imagens foram carregadas, a escolha da imagem principal, que é exibida nos resultados de pesquisa e na mídia de publicidade, por exemplo, é importante. 

SEO para Amazon, Parte 1: Otimização OnPage para Melhor Posicionamento. Image :nO produto é mostrado de diferentes perspectivas. Aqui o usuário vê como são óculos em uso somente na segunda imagem. As imagens precisam de otimização. / Fonte: Captura de tela, Amazon

Agora você já sabe aumentar suas vendas na Amazon. Os fatores OnPage desempenham um papel fundamental na determinação de se os clientes potenciais vão encontrar seus produtos e comprar. Mas os fatores off-page e de desempenho também não devem ser ignorados. Você pode encontrar as dicas de como otimizar esse fatores em Parte 2 do artigo do Effektiv Online-Marketing. Uma coisa é certa: SEO para Amazon é uma parte indispensável da estratégia de marketing.
 

Inscreva-se para o Webinar "Análise de concreta de sites com a SEMrush" e descubra como fazer a auditoria completa to seu site e quais insights do Marketing de SEO, Conteúdo, Redes Sociais você pode obter com a SEMrush.

Cria conteúdo SEO-friendly

Ideas para estar entre os 10 melhores resultados

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Nico Wutschijewitsch
Profissional

Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.

Nico Wutschijewitsch ist als CEO bei Effektiv Online-Marketing für die strategische Kundenbetreuung und -entwicklung zuständig und tritt als Speaker auf Events auf. Mit dem Thema Online-Marketing in all seinen Facetten beschäftigt er sich seit 2005.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000

Enviar feedback

Your feedback must contain at least 3 words (10 characters).

Só vamos utilizar este email para te enviar a resposta para o seu feedback. Política de Privacidade

Thank you for your feedback!