16 Fatores que Prejudicam os Ranqueamentos do Seu Site

Joydeep Bhattacharya

Jul 14, 202019 min read
16 Fatores que Prejudicam os Ranqueamentos do Seu Site

O pior pesadelo de um webmaster é encontrar uma queda repentina nos ranqueamentos de seus sites e perceber que todo o trabalho duro foi em vão! Você também tem esses pesadelos? Não se preocupe, Você não é o único! 

Todo site já enfrentou ou vai enfrentar uma queda nos ranqueamentos no futuro. Não tem como evitá-lo, mas você pode minimizar o impacto da queda. 

Uma queda nos ranqueamentos pode ocorrer por vários motivos. Listei os óbvios e os não tão óbvios neste artigo. Seguem as 16 coisas que podem prejudicar os ranqueamentos do seu site:

Qualquer link criado ou adquirido com a intenção de manipular o PageRank que afeta diretamente os ranqueamentos de um site nos resultados da pesquisa é chamado de link de baixa qualidade. 

Exemplos de links de baixa qualidade são links de diretórios de artigos de baixa qualidade, guest posts de baixa qualidade ou comentários de spam. Você pode encontrar a lista completa de táticas de linkbuilding que o Google não considera naturais aqui. 

Verifique a sua caixa de mensagens no Search Console. Se você tiver muitos links não naturais apontando para o seu site, as chances são altas de que o Google vai enviar uma mensagem pedindo para corrigir esses links.

Abaixo você pode ver um exemplo de uma tal mensagem:

Fonte

No entanto, se você não recebeu nenhuma mensagem direta do Google, isso não significa que você não tenha problemas com links. 

Para checar se você possui links de baixa qualidade para o seu site 

entre no Search Console e clique em "Links para o seu site" em "Tráfego de pesquisa".

Fonte:

Baixe a lista e filtre os domínios com baixa autoridade, baixo tráfego e alta pontuação de spam. 

Você também pode revisar todos os links e filtrar aqueles que não são naturais (de acordo com a lista de formas de obter links do Google). 

Depois de identificar a lista de URLs de baixa qualidade, tente remover esses links enviando um email ao webmaster de cada site pedindo para remover o link. O processo pode levar algum tempo, portanto, dê pelo menos 6 a 8 semanas para enviar emails e obter respostas.

Durante esse período faça capturas de tela dos emails que você envia aos webmasters. Se você encontrar alguns links de baixa qualidade na sua lista depois de um certo tempo, opte pelo processo de rejeição.  Depois de resolver o problema, peça ao Google para revisar seu site preenchendo uma solicitação de reconsideração.

Atenção: A solicitação de reconsideração deve ser preenchida só no caso de penalidades manuais. Se você não recebeu nenhuma mensagem do Google tente remover o maior número possível de links de baixa qualidade enviando um e-mail aos webmasters.

Se quiser saber mais sobre como resolver o problema de links tóxicos e de baixa qualidade, confira o guia Como Lidar com os Backlinks Tóxicos do meu Site

2. Seu Site Tem Redirecionamentos Ruins

Um redirecionamento acontece quando um visitante abre um URL e, em vez disso, é levado para um URL diferente. 

Vamos supor, você tem uma página www.exemplo.com/sapatos-masculinos em seu site, que está na primeira página do Google. 

A página recebe cerca de 10 mil visitantes únicos por mês. Devido a algumas alterações no design do site, o desenvolvedor redireciona esse URL para a página inicial www.exemplo.com. Este é um redirecionamento ruim porque não corresponde à intenção do usuário. O usuário está procurando sapatos masculinos, mas a página recém-redirecionada contém pouca ou nenhuma informação sobre sapatos masculinos. 

Portanto, o conteúdo foi alterado e os ranqueamentos desse URL são perdidas. 

Como identificar redirecionamentos ruins?

Vá para o Google Analytics e exporte todas as páginas de destino com ranqueamentos orgânicos. Depois disso, faça o upload dessa lista de URLs no Screaming Frog depois de clicar no modo -> lista -> colar, conforme mostrado na captura de tela abaixo:

Fonte:

Você poderá identificar todos os redirecionamentos incorretos, incluindo aqueles que estão redirecionando para páginas com código 404 ou a página inicial. 

Como corrigir redirecionamentos ruins?

Depois de ter uma lista de URLs, você precisa criar um URL alternativo para cada novo redirecionamento. Os usuários precisam ser redirecionados para uma nova página que tenha o mesmo conteúdo (ou até melhor) que a página anterior. Se as páginas não estiverem prontas, você nem precisa implementar redirecionamentos.

Não recomendo alterar o URL antigo, a menos que sua nova página esteja pronta. Lembre-se de que toda nova página deve sempre corresponder à intenção do usuário.

Se você criar muitos redirecionamentos para a página inicial ou para uma página com um conteúdo diferente da página original, isso definitivamente vai prejudicar os ranqueamentos da página redirecionada. 

3. Seu Site Possui Conteúdo Duplicado

Nas palavras do Google, "o termo conteúdo duplicado geralmente se refere a blocos substanciais de conteúdo dentro ou entre domínios que correspondem completamente a outro conteúdo ou são consideravelmente semelhantes".

Se você atualizou recentemente o conteúdo do site e uma quantidade substancial de conteúdo é duplicada, isso pode afetar negativamente os ranqueamentos do site. 

Se você criou novas páginas em seu site e as páginas recém-criadas têm blocos de conteúdo muito semelhantes a outras páginas (incluindo o título ou as tags H1), esse conteúdo também pode ser considerado duplicado.

Como identificar conteúdo duplicado?

Use a ferramenta de Auditoria de site da SEMrush para encontrar as páginas do seu site com conteúdo duplicado. Se o bot da ferramenta identificar várias páginas com 80% de semelhança no conteúdo, elas serão marcadas como conteúdo duplicado. Além disso, páginas com pouco conteúdo também podem ser consideradas conteúdo duplicado. 

Fonte:

Como corrigir o erro de conteúdo duplicado?

Use os redirecionamentos 301 ao criar páginas novas para que os mecanismos de pesquisa ou usuários não consigam acessar as páginas antigas. Da mesma forma, use tags rel = canonical para páginas com conteúdo semelhante, para que os mecanismos de pesquisa saibam qual conteúdo deve ser considerado original. Não se esqueça de usar rel = noindex para páginas que não estão prontas e tente minimizar a quantidade de conteúdo padrão que você possui em seu site. 

[ create-campaign bg_images="https://static.semrush.com/blog/uploads/media/a4/4f/a44f7a6614c3ee4fc6b627878d5be0ee/website-performance-research-semrush-2018-back-banner.png" bg_button="-success" header="Avalie o desempenho do seu site" text="com Site Audit da SEMrush"]

4. Você Atualizou seu Título ou Meta Tags Recentemente 

A tag de título é um fator de ranqueamento extremamente importante porque permite que o Google entenda o conteúdo da sua página. Portanto, mesmo uma pequena alteração na tag pode causar flutuações nos ranqueamentos. 

Por exemplo, se a tag de título da sua página inicial for "Empresa de Web Design São Paulo" e você a alterou para "Contratar um Web Designer em São Paulo", seus ranqueamentos para palavras-chave como "empresa de web design São Paulo" podem ser afetados porque você removeu a palavra "Empresa" da tag. 

Como confirmar as suas suspeições?

Converse com o seu desenvolvedor para confirmar se houve alguma alteração nas metatags da página. 

Faça login no Google Analytics e exporte todas as páginas de destino com ranqueamentos orgânicos . 

Use um rastreador de site como o Screaming Frog para verificar rapidamente as metatags de todas as suas páginas com ranqueamentos orgânicos . Compare o título e as meta tags com o backup anterior do seu site (pergunte ao seu desenvolvedor, ele certamente o terá). Liste todos os URLs que possuem metatags diferentes e adicione uma coluna de metatags antigas. 

Como consertar? 

Você pode reescrever os titulos e metatags novos, substituindo-os pelos antigos; isso irá corrigir o problema. Ou você pode incluir as palavras-chave ausentes na sua nova tag de título e deixar que o Google rastreie novamente a página. Isso pode ajudar a recuperar seus rankings perdidos. 

Atenção: Não altere seu título e meta tags com frequência, isso pode afetar negativamente seus rankings. É melhor aplicar a alteração em uma única página e ver os resultados antes de passar para outra página. 

5. Você Fez Alterações no Conteúdo Recentemente 

Alterações no conteúdo (e nos H1s) podem resultar em quedas repentinas nos ranqueamentos. O conteúdo é um fator de ranqueamento importante e todas as páginas recebem ranqueamentos com base no conteúdo. Quaisquer alterações nele provavelmente causarão flutuações nos ranqueamentos. 

 

Como confirmar as suas suspeições?

Faça login no Google Analytics e exporte todas as páginas de destino com ranqueamentos orgânicos . Peça ao seu desenvolvedor o backup do seu site. Compare as alterações no conteúdo de cada URL e liste os URLs que sofreram alterações. Este trabalho vai levar muito tempo. Se você quiser economizar tempo, existem ferramentas como o OnWebChange que enviem notificações automáticas sobre qualquer alteração no design ou no conteúdo do site. 

Como consertar? 

Depois de ter uma lista de URLs para atualizar, você pode usar o backup antigo do seu site para reescrever o conteúdo ou pedir ao seu especialista em SEO para incluir as palavras-chave ausentes no conteúdo novo. Essa estratégia vai minimizar o impacto de ranqueamentos perdidos. Se você não conseguir encontrar um backup do seu site, pode pedir a ajuda do Way Back Machine para buscar o histórico de backup do seu site. 

6. Você Usou Incorretamente a Tag Noindex, o Arquivo Robots.txt e o Atributo Nofollow

Geralmente, os webmasters ignoram alguns problemas técnicos importantes que podem ter um grande impacto nos rankings existentes. Três desses problemas são o uso incorreto da tag Noindex, arquivo Robots.txt e atributo Nofollow. 

Por exemplo, seu desenvolvedor aplica por engano uma tag noindex em uma de suas páginas importantes que têm ranqueamento alto na pesquisa. O que acontece? A página desaparece da lista de resultados. O mesmo pode acontecer com o robots.txt, onde em uma única linha de código você pode impedir que os mecanismos de pesquisa indexem seu site e fazer com que todas os ranqueamentos do site caiam de uma só vez. 

Da mesma forma, se um atributo nofollow for aplicado às páginas internas do seu site, ele afetará diretamente o PageRank e fará com que os ranqueamentos do site caiam. 

Como checar?

Se você teve uma queda nos ranqueamentos em todo o site, verifique o robots.txt e veja se você proibiu por engano os rastreadores dos mecanismos de pesquisa de rastrear seu site. Por exemplo, as linhas

User-agent: *

Disallow: /

impedem que os mecanismos de pesquisa indexem seu site.

Se você notar uma queda em algumas de suas páginas, verifique o atributo noindex ou o atributo nofollow clicando com o botão direito do mouse na página e visualizando o código-fonte. 

A presença de uma tag noindex na página causará o mesmo dano que uma exclusão do robots.txt, enquanto a presença do atributo nofollow em qualquer link interno pode causar uma queda nos rankings. 

Como consertar? 

Altere imediatamente o texto do seu arquivo robots.txt e remova os links que impedem os mecanismos de pesquisa de acessar as páginas do seu site, importantes para a visibilidade na pesquisa orgânica. Da mesma forma, verifique o código-fonte para encontrar casos de uso incorreto de tags noindex ou nofollow e faça a remoção. 

Atenção: Existem alguns casos em que é necessário o uso de robots.txt, noindex ou nofollow. Não recomendo remover essas linhas de códigos ou tags sem consultar o seu especialista em SEO. Sempre procure a ajuda do especialista em SEO para corrigir esses problemas. 

[ create-campaign bg_images="https://static.semrush.com/blog/uploads/media/c7/6a/c76aee09eb580b59e6db54c1cf0751a4/banner.png" bg_button="-success" header="Analise a saúde do seu site" text="com SEMrush Site Audit"]

7. Seu Site Está Recebendo Muito Tráfego de Baixa Qualidade

O tráfego de baixa qualidade não afeta diretamente o ranqueamento do site, mas ele pode fazê-lo indiretamente. Se você perceber que seu site começou a receber muito tráfego de baixa qualidade, talvez o site esteja recebendo links de diretórios de baixa qualidade ou sites irrelevantes por meio de links pagos ou SEO negativo; isso pode afetar diretamente o número de conversões, o tempo na página, a taxa de rejeição etc.

Todos esses fatores juntos indicam ao Google que os usuários não estão gostando do seu site, o que pode resultar em queda de ranqueamentos.

Como identificar tráfego de baixa qualidade?

Você pode analisar a qualidade do tráfego usando uma ferramenta como a Finteza; ela ajudará a detectar endereços IP e sites individuais que estão enviando tráfego ruim ao seu site. Finteza pode identificar até 12 tipos de tráfego ruim, incluindo bots. 

Fonte:

Como consertar? 

Depois de ter selecionado os sites que estão enviando tráfego de baixa qualidade, você deve remover seus anúncios ou links (mesmo os links nofollow) desses sites. Lembre-se de que esses links podem ser nofollow, e a qualidade do tráfego é a única maneira de filtrar esses sites. 

8. O Google Fez uma Atualização Recente de seu Algoritmo de Ranqueamento

As atualizações do algoritmo são uma parte natural do mecanismo de pesquisa. Sempre que essas atualizações acontecem (podem acontecer várias vezes ao dia, e o Google pode nem anunciar tais atualizações), há chances de o seu site sofrer alterações nos ranqueamentos. 

Uma alteração negativa nos ranqueamentos devido à atualização do Google nem sempre significa que algo está errado com seu site. Para explicar isso, o Google deu o seguinte comentário em seu blog:

“Uma maneira de entender como uma atualização funciona é imaginar que você fez uma lista dos 100 melhores filmes em 2015. Alguns anos depois, em 2019, você atualiza a lista. É claro que a lista não será mais a mesma. Alguns filmes novos e maravilhosos que nem existiam antes podem aparecer na lista. Você também pode reavaliar alguns filmes e perceber que eles mereciam um lugar mais alto na lista.
A lista vai mudar e os filmes que anteriormente tiveram posições mais altas na lista e descerem não são ruins. Existem filmes mais merecedores que receberam posições mais altas. ”

— Danny Sullivan, Google's Public Liaison de Pesquisa

As atualizações nem sempre são ruins, mas elas podem ser um sinal de que algo está errado com seu site.

Como confirmar o impacto de uma atualização?

Fique de olho no Blog oficial do Google Webmasters. Se houver uma grande atualização algorítmica que afeta negativamente alguns sites, o Google geralmente anuncia essas atualizações e fornece informações para ajudá-lo a atualizar seu site. Se não houver nenhum anúncio do Google, você pode assumir que a alteração nos ranqueamentos deve-se às atualizações menores.

Quando uma atualização menor acontece, a única coisa que você pode fazer é trabalhar para melhorar a experiência do usuário. Se os usuários estiverem satisfeitos com o seu site, provavelmente o Google também ficará. 

Qual deveria ser o seu próximo passo?

Crie um Google alert para atualização do Google e assine blogs de especialistas importantes no setor de SEO, como Search Engine Land, Search Engine Roundtable, Search Engine Watch, etc. Esses blogs são ótimas fontes de informações sobre tudo relacionado a SEO e mecanismos de pesquisa. 

9. Você Violou os Direitos Autorais (Mesmo Sem Querer)

Se o seu site receber muitos avisos válidos de remoção de direitos autorais, seus ranqueamentos serão reduzidas. Nas palavras do Google, “Sites com muitos avisos de remoção podem ser rebaixados em nossos resultados. Essa alteração nos rankings deve ajudar os usuários a encontrar fontes de conteúdo legítimas e de qualidade com mais facilidade - seja uma música tocada no site de música da NPR, um programa de TV no Hulu ou uma nova música transmitida pelo Spotify ". 

Se o seu site estiver relacionado a streaming de música ou vídeo, é mais provável que você vai enfrentar a atualização também conhecida pelo nome Emanuel ou atualização Pirate

Como identificar violação de direitos autorais?

Vá para o Google Transparency Report e insira o URL do site para ver o número de solicitações enviadas por outras pessoas ao seu site. 

Como consertar?

Remova as páginas que estão violando direitos autorais o mais rápido possível e tenha cuidado para não haver futuras violações. Lembre-se de que violações de direitos autorais podem ocorrer na forma de texto, imagem, áudio ou vídeo. É melhor criar costume de verificar o Google Transparency Report de tempos em tempos e adotar uma política de conteúdo rigorosa que restrinja a publicação de material com direitos autorais em seu site.

10. A Competição Local Aumentou

Um aumento na competição local pode afetar negativamente os ranqueamentos do seu site. Vamos supor que você tenha uma padaria de bairro e que não haja outras padarias operando em sua área. Nesse caso vai ser fácil ranquear bem nos resultados da pesquisa local. Mas, se duas novas padarias abrirem no bairro, sua concorrência aumenta, resultando em uma queda nos seus rankings. 

Outro exemplo - uma padaria antiga do bairro que não estava presente online até agora de repente cria uma conta no Google Meu Negócio e investe em marketing on-line para ganhar nos resultados da pesquisa local.

Como identificar o aumento concorrência?

Um jeito é pesquisar as principais palavras-chave da empresa diretamente no Google e identificar seus concorrentes nos resultados. Você também pode usar a SEMrush para encontrar seus concorrentes on-line, descobrir para quais palavras-chave eles ranqueiam e também acompanhar seus ranqueamentos, tudo para não perder o momento quando um concorrente ganhe as suas posições. 

Descubra os principais jogadores

do seu mercado com Market Explorer

ADS illustration

Qual deveria ser o seu próximo passo?

Depois de identificar os concorrentes novos, é hora de monitorar as estratégias deles usando uma ferramenta de análise competitiva como a SEMrush, para que você possa identificar as lacunas na sua estratégia de SEO. Você também pode precisar aumentar seu orçamento de linkbuilding para derrotar seu concorrente em ascensão. 

11. Seu Site Não É Mobile-Friendly ou Não Está Adaptado Para Pesquisa por Voz

Um site que não é mobile-friendly pode ser rebaixado nos resultados de pesquisa, porque o Google sempre quer melhorar o UX, e um site responsivo é o primeiro passo para melhorar o UX. Por esse motivo o Google passou para indexação mobile-first, o que significa que o mecanismo de pesquisa agora classifica sites com base na versão móvel do conteúdo, em vez da versão desktop. 

Site adaptado para dispositivos móveis e pesquisa por voz andam de mãos dadas. Se você ainda não possui um site responsivo compatível com dispositivos móveis, é provável que o site continue perdendo ranqueamentos nos resultados da pesquisa.

Como verificar a compatibilidade com dispositivos móveis?

Faça o teste de compatibilidade com dispositivos móveis para verificar a compatibilidade com dispositivos móveis do seu site. 

Como consertar? 

Ao fazer o teste, o Google vai sugerir as alterações que podem ser implementadas em seu site. Peça ao desenvolvedor para implementar as alterações e tornar seu site completamente responsivo para que ele possa ser acessado pelos usuários, independentemente do dispositivo que eles estão usando. Além disso, não se esquece de otimizar seu site para pesquisa por voz (especialmente para perguntas-chave); isso ajudará a preparar seu site para o futuro. 

12. Você Foi Vítima de SEO Negativo

SEO negativo acontece quando seus concorrentes tentam arruinar seus ranqueamentos usando práticas antiéticas. Seu concorrente pode usar as técnicas de SEO black hat para sabotar seus rankings. 

Como identificar?

Existem várias maneiras de identificar SEO negativo:

  • Fique de olho no número de links que você está adquirindo. Se você notar muitos links provenientes de sites de baixa qualidade que você não criou, provavelmente o seu concorrente os está criando.

  • Verifique o número de links que você perdeu nos últimos 60 dias. Se você está continuamente perdendo links de sites de autoridade, seu concorrente pode estar por trás disso. 

  • Monitore o seu site e verifique o arquivo robots.txt, o arquivo .htaccess e o Search Console para descobrir erros, avisos ou malware.

  • Use a ajuda de software como a Copyscape para descobrir se você foi vítima de content scraping. 

  • Fique de olho na qualidade do tráfego, especialmente um aumento no número de bots ou um aumento na taxa de rejeição. 

  • Verifique a velocidade do seu site e corrija todos os problemas que estão tornando seu site mais lento.

Como consertar?

Corrija todos os problemas que você identificou na etapa acima. Você precisa monitorar continuamente seu site via Search Console. Além disso, fique de olho nos links adquiridos / perdidos, porque esse é o maior motivo para você perder os ranqueamentos por causa de SEO negativo. Mantenha seu site livre de malware e sempre mantenha um backup mais recente do seu site para resolver os problemas rapidamente. Um único malware pode fazer você perder os rankings do seu site quase instantaneamente. 

13. O Seu Site Não É Seguro

Se o seu site for invadido ou infectado por malware e o Google perceber isso, você terá problemas sérios porque o Google vai baixar imediatamente seus ranqueamentos. A segurança online é um problema importante que é levado muito a sério pelo Google porque afeta diretamente as crianças. Nesse caso, o Google pode exibir um aviso nos resultados da pesquisa, como mostrado abaixo:

Fonte:

Ou pode um aviso no Chrome:

Fonte:

Como verificar se há malware no seu site?

Vá imediatamente para o Search Console e verifique se há alguma mensagem do Google. Na maioria dos casos, você receberá uma mensagem do Google dizendo que seu site está comprometido. Você também pode usar a ferramenta Safe Browsing tool e verificar se há algum problema. 

Como corrigir o problema?

O Google irá sugerir as etapas necessárias para livrar seu site de malware. Essas etapas serão sugeridas na seção de mensagens do Search Console. Caso você não consiga resolver o problema, o melhor é fazer o upload de um backup do seu site e solicitar uma revisão.

Fonte:

Se você tiver muitos links apontando para sites com spam ou de baixa qualidade, seu site poderá não ter um bom desempenho nos resultados do Google porque essa prática viola as Diretrizes para webmasters. 

Como identificar links de baixa qualidade apontando para outros sites?

Faça login no Search Console e verifique as mensagens. Se houver um problema, você receberá uma mensagem semelhante à exibida na captura de tela abaixo:

Fonte:

Como consertar?

Você precisa remover todos os links que o Google possa considerar artificiais e enganosos. Você precisa analisar texto âncora dos links, a pontuação de spam dos domínios aos quais seus links estão apontando e os nichos desses sites. Remova todos os links com spam e irrelevantes. 

Quaisquer alterações na estrutura de links internos podem causar uma grande queda nos ranqueamentos. Por exemplo, você tem 1000 links internos da navegação principal, apontando para uma das suas páginas internas com ranqueamento alto na pesquisa. Agora imagine que você remova o link da navegação, resultando em uma perda de 1000 links internos; essa grande mudança fará com que a página caia lentamente nos rankings de pesquisa. 

Como identificar e corrigir esse problema? 

O melhor lugar para verificar se você perdeu muitos links internos apontando para alguma de suas páginas importantes é o Google Search Console. Faça login no Search Console e vá para o relatório de Links. 

Aqui, você pode ver a estrutura de links do seu site. Faça o download dos dados e verifique se existem códigos de erro 404 recentes que estão causando uma queda no número de links internos.

16. Você Adicionou Recentemente Muitas Páginas Com Conteúdo de Baixa Qualidade 

Conteúdo de baixa qualidade pode ser um motivo importante para a queda nas posições. Se você notar uma queda nos ranqueamentos e souber que adicionou algumas novas páginas ao seu site, essa queda pode ser causada pelo conteúdo de baixa qualidade.

Como identificar as páginas de conteúdo de baixa qualidade?

Uma página é de baixa qualidade se:

  • O conteúdo não é original ou exclusivo.

  • A página não atende à consulta e intenção do usuário.

  • As informações não têm fontes relevantes e autorizadas.

  • A contagem de palavras é muito baixa com muito conteúdo padrão.

  • Existem inúmeros erros gramaticais.

  • A linguagem usada é difícil de entender.

  • A página é apenas uma cópia de um conteúdo já presente na internet. 

Como corrigir conteúdo de baixa qualidade?

Peça a lista de URLs recentemente adicionados ao seu desenvolvedor e analise todas as páginas. Revise seu conteúdo para torná-lo único, chamativo, útil, e fácil de entender. Faça as alterações e solicite a indexação dessa página pelo Search Console. 

Conclusão

Todos os seus esforços de SEO serão em vão se você não ficar de olho no número de fatores que podem prejudicar seu site. Um único erro pode fazer com que seu site perca os ranqueamentos existentes.

Estabeleça uma rotina de verificar os erros listados acima e monitore continuamente seu site em busca de fatores que possam prejudicá-lo.


Já enfrentou algum desses erros no seu percurso de marketing digital? Como você fez para consertar o erro? Compartilhe conosco nos comentários!

E se você quiser aprender sobre as práticas e tendências atuais de SEO, assista ao webinar Estratégias, Táticas e Tendências de SEO com Felipe Bazon

Author Photo
Joydeep BhattacharyaJoydeep Bhattacharya has over a decade of experience in digital marketing. He maintains a personal SEO blog, Seosandwitch.com where he shares stuff related to SEO, PPC, Social Media and Conversion Optimization.
Subscribe to learn more about SEO
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes