logo-small logo-small_halloween

Descubra falhas e Otimize Seu Site Em 10 Minutos

45
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Descubra falhas e Otimize Seu Site Em 10 Minutos

Richard Portela
Descubra falhas e Otimize Seu Site Em 10 Minutos

Com alguns anos trabalhando em agência digital, cheguei a conclusão de que os sites otimizados trazem retorno rápido para empresa. Nossa maior fonte de trafego são as estratégias de SEO, eles estão dando o melhor resultado em nossos projetos.

Seguimos um método muito simples e fácil - utilizamos um Checklist com as principais atividades a serem executadas para realizar uma otimização básica, mas muito necessária. 

Nesse artigo vou mostrar como trabalhamos com o Checklist na agência e as ferramentas que usamos. 

Quero mostrar dicas rápidas que qualquer pessoa consegue fazer independentemente do nível de conhecimento. Algumas são melhorias pequenas mas elas podem ter um grande impacto em seu site. E a melhor parte - todo o procedimento leva em torno de 5-10 minutos, dependendo do estado do site.

Está pronto para pequenas mudanças com efeito enorme? Então vamos passar para a prática.

Tarefa 1: Testar compatibilidade com dispositivos móveis

Nossa primeira tarefa para conseguir otimizar em 10 minutos é executar alguns diagnósticos. Um teste importante é verificar se seu site é amigável para dispositivos móveis, já que isso é crucial hoje em dia. 

Smartphone passa PC e vira aparelho nº 1 para acessar internet no Brasil

— (Matéria no g1.globo) 06/04/2016

Este teste é fundamental para quem almeja conseguir aumentar as visitas, faz parte integrante da execução de um projeto a usabilidade e SEO.

Felizmente, o Google oferece a sua própria ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis. Basta ligar o seu URL e digitar o endereço do seu site para ter o diagnostico e ver o se está de acordo com dispositivos móveis e, se não, como fazer as correções.

post1.jpg

Tarefa 2: Testar a velocidade de carregamento do site

Continuando com o tema dos testes, o próximo passo na nossa lista de melhorias no site é um teste de velocidade. A velocidade de carregamento da página é outro desses fatores que podem fazer grande diferença no sucesso de um site devido ao seu impacto sobre a taxa de rejeição da página.

40% dos usuários deixarão um site que não carrega dentro de cinco segundos. Para uma primeira visão geral, você pode usar o Google PageSpeed Insights . Mais uma vez, basta inserir o endereço do seu site para obter informações sobre a velocidade da página e algumas dicas para melhorar o resultado.

Minha ferramenta favorita, no entanto, é GTmetrix . Não só permite que você teste seu site de vários locais diferentes, mas também lhe dá mais informações sobre seu site.

Pingdom e o GTmetrix também trazem dados da velocidade de carregamento da página, você pode escolher a ferramenta que mais gostar. 

Tarefa 3: Analise com SEMrush

Através do suite você consegue muitas informações para potencializar suaы estratégias de SEO, de Conteúdo ou de AdWords. É uma das ferramentas mais utilizada pelos profissionais de Marketing Digital e SEO.

Algumas das ferramentas mais indicadas para otimização são:

Site Audit Permite descobrir os principais erros e problemas do seu site em questão de segundos, acelerando o processo de otimização. A imagem abaixo mostra a ferramenta em ação.

SEMrushSEMrush

SEMrush Position Tracking permite fazer um rastreamento dos ranqueamentos por palavras-chave, muito útil para encontrar conteúdos relevantes para sua estratégia de SEO.

Outro ponto forte da ferramenta é a analise dos concorrentes, oferecendo uma possibilidade a ver os anúncios dos concorrentes e até as imagens utilizadas nas campanha, tudo em Português do Brasil.

O suite libera o cadastro de um projeto gratuito, dando acesso à todas as informações citadas acima.

Sendo assim, o próximo passo na nossa lista de melhorias é solucionar os problemas e cuidar dos erros. 

Tarefa 4: Ativar a Compressão Gzip

Uma dessas pequenas mudanças que podem fazer uma enorme diferença em termos de velocidade de carregamento da página é adicionar a compressão Gzip ao seu site.

Assim como os arquivos zip em seu computador ela ajuda a comprimir os arquivos do seu site para torná-los menores. Os arquivos menores baixam mais rapidamente, resultando em um carregamento mais rápido da página. 

Se você fez o teste de velocidade, recomendado no começo do artigo, já deve saber se o seu site possui compactação Gzip habilitada ou não. 

Se a resposta for negativa, você pode facilmente configurar a compressão. Se esta usando o Wordpress existem alguns plugins que podem resolver este problema, os mais usados são o plugin W3 Total Cache ou WP Super Cache (confira a nossa comparação entre os dois) ou faça-o manualmente.

Caso decida fazer manualmente recomendamos fazer um backup de arquivos do seu site antes.

Agora basta acessar seu servidor de FTP, encontrar .htaccess (nota: talvez seja necessário ativar a opção "mostrar arquivos ocultos" para isso) e adicionar o seguinte código:

<IfModule mod_deflate.c>

AddOutputFilterByType DEFLATE text/plain

AddOutputFilterByType DEFLATE text/xml

AddOutputFilterByType DEFLATE application/xhtml+xml

AddOutputFilterByType DEFLATE text/css

AddOutputFilterByType DEFLATE application/xml

AddOutputFilterByType DEFLATE image/svg+xml

AddOutputFilterByType DEFLATE application/rss+xml

AddOutputFilterByType DEFLATE application/atom_xml

AddOutputFilterByType DEFLATE application/x-javascript

AddOutputFilterByType DEFLATE application/javascript

AddOutputFilterByType DEFLATE application/x-httpd-php

AddOutputFilterByType DEFLATE application/x-httpd-fastphp

AddOutputFilterByType DEFLATE application/x-httpd-eruby

AddOutputFilterByType DEFLATE text/html

SetOutputFilter DEFLATE

BrowserMatch ^Mozilla/4 gzip-only-text/html

BrowserMatch ^Mozilla/4.0[678] no-gzip

BrowserMatch ^HMSI[E] !no-gzip !gzip-only-text/html

SetEnvIfNoCase Request_URI .(?:gif|jpe?g|png)$ no-gzip dont-vary

</IfModule>

Salve, carregue e veja se esta tudo funcionando bem. Teste seu site no GTmetrix mais uma vez para ver se ele funcionou corretamente.

Tarefa 5: Instalar um complemento de otimização de imagem

Imagens geralmente compõem grande parte do peso de uma página. Por esse motivo, reduzir seu tamanho é uma boa maneira de acelerar o seu site.

Para usar as menores imagens possíveis você pode optar por fazer a otimização antes do upload (por exemplo, usando o plugin para Photoshop TinyPNG), ou apostar num plugin de otimização de imagem para o seu site.

WP Smush e EWWW Image Optimizer são excelentes Plugin para quem usa o WordPress. Eles não só otimizam automaticamente qualquer imagem que você carregue no seu site, mas também podem fazer o mesmo para as imagens já existentes.

Tarefa 6: Facilitar a vida do Googlebot (rastreador) utilizando as Ferramentas para Webmasters

Grandes motores de busca como o Google disponibilizam ferramentas gratuitas aos webmasters. As Ferramentas do Google para Webmasters ajudam a controlar melhor a sua interação com o Google e a receber informações úteis sobre os seus sites. A utilização destas ferramentas não significa
tratamento preferencial, no entanto ajuda a identificar problemas ou situações que, se resolvidas, aumentam a probabilidade de sucesso nas pesquisas.

Com este serviço, os webmasters podem:

  • Ver que partes do seu site originaram problemas de rastreio ao Googlebot
  •  Notificar o Google de um ficheiro XML Sitemap
  •  Analizar e gerar ficheiros robots.txt
  •  Remover URLs indexados pelo Googlebot
  •  Especificar o domínio preferido
  • Identificar potênciais problemas com títulos ou descrições meta tag
  • Perceber as tendências e palavras-chave utilizadas para chegar ao seu site
  •  Prever como o Googlebot visualiza as suas páginas
  • Remover hiperligações indesejadas que podem ter sido indexados para pesquisa
  • Receber notificações de violação de diretrizes ou pedidos de reconsideração

webmastersGoogle Search Console e recursos para webmasters.

Os motores de Busca do Yahoo! (Yahoo! Site Explorer) e da Microsoft (Bing Webmaster Tools) também disponibilizam essa opção.

Para trabalhar com essas informações segue os seguintes passos:

  1. Acesse Google para Webmasters  
  2. No menu na parte esquerda clique em Pesquisa de tráfego.
  3. Clique em Search Analytics,

Você pode encontrar as consultas para quais o seu site aparece nas pesquisas das pessoas. Ele também permite que você veja a quantidade de impressões, taxas de clique e posição de pesquisa média, como na imagem abaixo:

webmasters consultaswebmasters consultas

Isso é muito útil para encontrar novas palavras-chave de cauda longa, ideais para o seu conteúdo.

Para isso:
1. Solicite a lista por posição de pesquisa
2. Acione o botão Consultas (como aparece na imagem acima), na coluna Cliques classifique os resultados do maior para o menor. A ferramenta mostrará as consultas que resultaram em mais cliques para o seu site.

3.Agora faça uma pesquisa por Paginas
4.Na próxima tela, clique em Páginas para ver o URL da página que está classificando para essa palavra-chave.

webmasters paginaswebmasters paginas

Após ter melhorado a indexação do seu site utilizando as Ferramentas do Google para Webmasters ou outro serviço, acesse Google Analytics, que também é uma fonte valiosa de informação.

Poderá utilizar estas ferramentas para:

  1. Perceber como os usuários chegam e se comportam no seu site 
  2. Descobrir qual o conteúdo mais popular do seu site 
  3. Medir o impacto das medidas de otimização executadas

Para os mais experientes, os relatórios destas ferramentas aliadas à informação recolhida do funil de metas no Google Analytics pode levar a resultados mais conclusivos sobre o comportamento do usuário (ex: interação com documentos, palavras-chave adicionais utilizadas para chegar ao site).

Tarefa 7: Verificar 404 e Redirecionamento

Tanto os usuários como o Google odeiam as paginas que devolvem o código de erro 404, "página não encontrada". 

Se você esta atualizando um site é importante verificar se existe o temido erro 404. 

Para encontrar páginas não existentes em seu site, use Screaming Frog ou Google Search Console (Crawl> Erros de rastreamento ). Encontrou algumas? Agora é só configurar redirecionamento para enviar visitantes para páginas mais adequadas. 

Conclusão

Você conhece outras melhorias rápidas?
Os sites precisam de melhoria constante para se manterem relevantes, atualizados e bons. No entanto, para isso nem sempre precisamos fazer uma grande revisão.

Em vez disso, pode ser muito eficaz fazer pequenas melhorias no site regularmente ao longo do tempo.
Testar seu site, fazer pequenas coisas para acelerá-lo, atualizar conteúdo e melhorar o SEO pode ter um grande impacto no desempenho do seu site. 

Checklist Completo:

  1. Testar compatibilidade com dispositivo móvel.
  2. Testar a Velocidade de Carregamento 
  3. Testar Melhorias no código com o Semrush
  4. Incluir compactação de Arquivos Gzip
  5. Incluir compactação de imagem
  6. Analisar com o Google Search Console Pesquisa de tráfego
  7. Analisar erro 404 Google Screaming Frog ou Google Search Console

Todos as ferramentas apresentadas tem suas versões paga e gratuitas.
Você tem melhorias adicionais que você pode recomendar?
Deixe seu comentários abaixo.
 

Trabalho com Marketing desde 1999 me especializei em internet, já prestei serviço para grandes empresas como SABESP, GRUPO IKESAKI entre outro sempre na geração de trafego e topo de funil e nos últimos anos venho me dedicando a ajudar pequenas empresas. oferecendo serviços de Hospedagem, Geração de Trafego e Rede Social
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes
Flavia Braz
Parabenizar o Richard pela matéria.
Richard Portela
Flavia Braz
Obrigado!
Dr. André Amado
Bom Richard, muito bom!
Richard Portela
Dr. André Amado
Muito Obrigado. Espero que a matéria tenha ajudado