logo-small logo-small_halloween

Como usar os backlinks da melhor forma em seus guest post

66
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Como usar os backlinks da melhor forma em seus guest post

Gustavo Mota
Como usar os backlinks da melhor forma em seus guest post

Dentre as ações externas disponíveis, o uso adequado dos backlinks representa hoje um dos principais fatores (se não o principal) para melhorar o SEO de um site.

Este fato tem aumentado muito a relevância desta prática por quem usa o conceito de marketing digital na divulgação de seu negócio.

O que acontece é que muitos pensam que os backlinks direcionados dos maiores sites são os melhores para atingir o objetivo de melhorar o SEO. Porém, a realidade não é tão simples assim.

Nesta postagem, vamos apontar as melhores práticas para potencializar o uso de backlinks como forma de aumentar o tráfego orgânico de um site e, em seguida, indicar algumas dicas de como os chamados guest posts podem auxiliar neste mesmo objetivo.

Backlinks e guest posts: a dupla dinâmica do SEO

Não basta ter muito tráfego em um site para que você tenha certeza de que ele é o melhor lugar para seu backlink. Na verdade, o Google consegue identificar o tema principal tratado no seu site e vai dar preferências a backlinks que venham de sites com conteúdos semelhantes ao seu.

Mas semelhante em que sentido? E como escolher os sites ideais para backlinks?

8 cuidados ao escolher sites para seus backlinks

Quando falamos em sites semelhantes, queremos dizer que ambos atraem o mesmo público, que focam nas mesmas palavras-chaves.

Por exemplo: se seu site vende produtos de beleza, receber backlink de um salão de beleza seria ótimo.

Por outro lado, não seria bom focar apenas em receber backlinks de salões de beleza. Aliás, de forma geral, no SEO é melhor nunca seguir apenas uma linha de raciocínio.

1- Evite receber backlinks sempre do mesmo tipo de site

Se você recebe backlinks apenas de salões de beleza, o Google pode achar esse comportamento suspeito - artificial, digamos - e não dar todo crédito de SEO que você poderia receber.

O Google compara o perfil de backlinks do seu site com sites semelhantes (mesma audiência, mesmo tráfego, palavras-chaves semelhantes, etc.) e se ele detectar que o seu perfil é muito diferente do normal, ele pode começar a achar suspeito.

2- Diversifique a origem de seus backlinks

Vamos supor que a média dos sites do seu segmento recebem backlinks da seguinte forma:

  • 20% de grandes portais (UOL, Exame, etc.)

  • 30% de sites diversos sem ligação com o seu

  • 50% de sites semelhantes ao seu, incluindo 30% focados em TI e 20% em administração

Agora, se você recebe 90% de backlinks de grandes portais, o Google pode estranhar esse perfil fora do padrão.

Não significa que você vai ser penalizado, claro (a realidade é mais complexa), porém você não precisa ir atrás "apenas" de sites enormes e grandes portais, pensando que são os melhores backlinks para alavancar seu SEO.

3- Sites de nicho podem trazer excelentes resultados

Às vezes, um pequeno site de nicho que fala dos mesmos assuntos que o seu vai transmitir uma força de SEO maior que mais um outro backlink naquele grande portal onde você já publicou 10 posts.

4- Como identificar a autoridade de um site

Para identificar sites maiores ou menores, usamos a métrica do DA - Domain Authority que o SEMrush disponibiliza em sua ferramenta.

Quanto maior o DA, melhor, pois o site é mais importante e vai transmitir mais força para o seu. Mas sempre lembrando que um site de nicho, focando na mesma temática que você, pode, mesmo tendo DA menor, transmitir uma força maior para uma determinada palavra-chave.

5- Quanto mais backlinks no mesmo site, menor sua força

É importante lembrar também que quanto mais backlinks vindos de um mesmo domínio, menos força eles terão.

Por exemplo: vamos supor que os 5 primeiros backlinks vindos de um site vão ter uma força de 50%, os 10 seguintes uma força de 25%, os 30 seguintes uma força de 10% e assim por diante.

Claro que cada backlink ajuda, porém, depois de um certo momento, é melhor investir tempo e dinheiro em achar novos parceiros do que em manter uma estratégia de backlinks com os mesmos sites (em particular se isso tem um custo elevado para você).

6- Como escolher sites parceiros

Uma dica na questão da seleção de sites parceiros é usar a lei de Pareto: 80% / 20%.

Por exemplo: 80% de sites no seu segmento e 20% de sites fora do seu segmento. 80% de sites pequenos e médios e 20% de grandes portais.

E, de qualquer forma, nunca recusar uma oportunidade: todo backlink de qualquer site é bom, contanto que o site não saia do ar daqui a alguns meses...

7- Estrutura dos backlinks no texto

Na hora de criar backlinks, sempre usar no texto âncora a palavra-chave da página que quer focar. Sempre? Não... aí, mais uma vez é bom usar a lei de Pareto: 80% do tempo a palavra-chave exata ou pequenas variações (criar logo, criação de logo, como criar logo) e 20% do tempo com variações maiores (criar identidade visual, imagem de marca, etc.)

8- Backlinks de qualidade

Quanto à qualidade dos backlinks, é claro que os melhores backlinks são aqueles que vem dentro de um post contextualizado no blog.

Existem outros tipos de backlinks, mas geralmente são pouco qualificados, como backlinks em listas de endereços ou guias, em sites de perguntas e respostas (como o Quora, por exemplo), em repositórios de artigos e em redes sociais.

Tem muitos desses sites que usam o parâmetro “Nofollow” nos links, o que indica que não vai passar força de SEO (na verdade, o atributo impede o Robô do Google de seguir o link).

E como conseguir, então, backlinks em posts de blogs interessantes para o seu site? É preciso definir uma boa estratégia de guest posts.

5 estratégias de guest posts que trazem resultados

1- Fale com seus clientes

Tente procurar entre seus clientes alguém que tenha um site com um blog para trocar backlinks, ou peça para ele adicionar um backlink para o seu site em troca de uma vantagem no uso do seu serviço.

Por exemplo: ele coloca em uma página do site dele que usa seu sistema de CRM e, em troca, tem 5% de desconto.

2- Use infográficos engajadores

Todas as empresas que usam blogs em sua estratégia de marketing digitalestão sempre em busca de informações relevantes para seus artigos.

E bons infográficos são um tipo de complemento ideal para os textos, sendo citados como uma informação adicional ou até mesmo como fonte de alguns dados.

Use infográficos bonitos e com informações relevantes (dados de pesquisas costumam ser muito requisitados) e que possam ser aproveitadas por outros blogs. Se este blogs forem leais, darão os devidos créditos com um link para o seu blog.  

3- Entre em contato com os blogs certos

Não tenha medo de entrar em contato com sites que você identificou dentro do seu segmento, faça um e-mail bem estruturado, mostrando credibilidade e competência, e diga que quer escrever um post bem interessante para o público de ambos no blog dele.

4- Use o DINO

DINO é um portal especializado em receber releases de notícias para serem usados por sites e blogs que querem encontrar bons conteúdos na forma de artigos prontos.

Esta tática tem gerado bons resultados, como foi o caso da Empresa de Intercâmbios Descubra o Mundo, que enviou notícias relevantes sobre seu ramo de atuação para o DINO e conseguiu publicações em até 40 blogs e portais diferentes, como a Revista Exame, o Portal Terra, a Agência Globo, os blogs Mundo do Marketing e Comunique-se, entre muitos outros.

5- Comunicar sites de determinados segmentos que você tem informações relevantes para divulgar

Uma tática muito boa consiste em entrar em contato com antecedência com certos sites.

Por exemplo: entrar em contato com o Trello e dizer: "Olha, vamos fazer uma pesquisa sobre produtividade no Brasil com nossa base. Vocês gostariam que a gente escrevesse sobre os resultados dessa pesquisa no blog do Trello?

6- Criar textos focados em jornalistas

Fazer alguns posts bem "jornalísticos", com uma pegada bem informativa, e depois de publicar no seu site, promovê-los com anúncios no Facebook definindo um público-alvo de "Jornalistas". Dessa forma eles podem chegar a citar seu post nos artigos que eles escrevem, como fonte de informações.

Este post foi escrito por Pierre Veyrat, a convite da We Do logos a maior plataforma de concorrência criativa da América Latina.

Formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pela IBMEC. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes
Denilson Marcos
Excelente Gustavo, muito bem escrito o conteúdo e condiz com a realidade, uma bom trabalho de link building é pra mim 80% do trabalho para posicionar um site.

Abraço!
Lucas Mitsuichi
ótimo conteúdo, ajudou bastante!