Envie um artigo
Ir ao blog

Como criar artigos otimizados que posicionam no Google

79
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

Como criar artigos otimizados que posicionam no Google

Miguel Brandão
Como criar artigos otimizados que posicionam no Google

Como eu gosto de ver todo mundo a criar conteúdos para alimentar os seus websites, redes sociais, blogs e outros projetos web. Mas para mim, o mais interessante ainda, é ver que as empresas estão preocupadas em criar conteúdos e artigos para alimentar o blog do seu site institucional sem qualquer tipo de estratégia.

 Tenho percebido nestes últimos anos ao trabalhar o SEO com as empresas, que todas elas possuem um blog com vários artigos publicados por mês. No entanto dizem-me sempre: Miguel, todo mundo fala que o conteúdo é rei e temos trabalhado nisso mesmo, mas não estamos a ter resultados nenhuns!

Dois problemas principais de conteúdos que não ranqueiam bem

Primeiro problema

Tenho visto muitas empresas(algumas clientes minhas, outras não), que para publicarem um artigo desde o momento que estão a pensar: “qual será o tema de hoje para o artigo do blog?” até ao momento em que o artigo é publicado, demoram várias horas e por vezes até dias…

Produzir conteúdos não é fácil nem é um processo rápido, depois ainda há a barreira das chefias, ou seja, o artigo ainda vai ser lido pelo chefe ou pelo diretor da empresa e como já se sabe, há sempre coisas que não estão bem e então o artigo volta novamente a ser reescrito. Enfim…

Todo este processo que ocorre em várias empresas(aqui em Portugal conheço muitas que fazem tudo isto), no total vão gastar muitas horas e até dias para publicar um artigo novo no blog.

Segundo problema

A falta de estratégia é outro fator importante que as empresas não aplicam em todos os conteúdos que criam para alimentar o blog.

Qual é o objetivo com a criação de artigos semanais ou mensais para o blog? Simplesmente fazer por fazer? Ou então, porque todo mundo diz que o conteúdo é rei para qualquer estratégia de marketing digital?

O conteúdo não é rei, o conteúdo é o reinado e o rei é o usuário!

— José Facchin (@facchinjose)

Gosto imenso desta frase e que na minha opinião é sem dúvida a realidade atual de todo o ecossistema digital. O usuário é a principal fonte que vai consumir tudo aquilo que seja publicado da nossa parte.

Então já temos um ponto de partida. Perceber como se comporta online o nosso usuário e potencial cliente. Isto é de extrema importância, caso contrário, estamos a cair no primeiro problema que foi referido em cima.

Então por onde começar e como começar?

Vou partilhar aqui com vocês alguns exemplos reais utilizados em projetos de SEO onde foram criados artigos otimizados e que estão posicionados no Google.

#1 Exemplo:

Neste primeiro exemplo vou dar como referência um projeto desenvolvido internamente pela SEOlabs de entre muitos outros que temos para fazermos diversos testes de SEO.

» fazerturbante.com - nicho em que o objetivo é posicionar diversas keywords para o Brasil (Google.com.br)

Explicando um pouco, como é que criamos projetos web para testes de posicionamento SEO, o que fazemos é explorar diversas ferramentas na tentativa de encontrar potenciais nichos na web interessantes e com baixa/média concorrência, para depois avançarmos com a criação de sites/blogs.

Para este nicho em concreto fazer turbante e tudo o que envolvia turbantes, detectamos aqui uma potencial área de negócio que fazia todo o sentido em testar. Foi a partir deste artigo que conseguimos descobrir.

Ao analisarmos diversas keywords e termos relacionados com a SEMrush, aí tiramos todas as dúvidas: era mesmo para avançar!

Nas imagens abaixo, podemos ver apenas algumas amostras da quantidade de palavras-chave com bastante procura no Brasil para o nicho que fazer turbante.

imagem1.png

imagem2.png

A partir daqui, com a ajuda da SEMrush fizemos um estudo das palavras-chave e todos os termos relacionados com o nosso nicho que queríamos testar e avançar.

 A estratégia estava montada, reunimos numa planilha Excel todas as keywords e termos relacionados com um bom volume de buscas, ou seja, que por mês em média houvesse muita procura por parte dos usuários por determinada keyword/termo.

imagem3.pngExemplo de Planilha

Então, a nossa estratégia estava bem definida, criar conteúdos com as respostas que os usuários procuram no Google. E essas perguntas já as sabemos; está na planilha em cima e até sabemos quantas vezes em média procuram por mês.

 Depois de reunir esta informação com a ajuda da SEMrush, agora é só criar artigos otimizados.

Como criar artigos otimizados que posicionam

Depois de já termos a estratégia criada e bem definida, o que fizemos foi criar um site em Wordpress, registrar um domínio que neste caso optamos pelo [.com] porque achamos que seria bem melhor no que toca ao posicionamento e colocamos a palavra-chave no domínio também já a pensar no SEO.

Feita esta parte, criámos 10 artigos e publicamos no site. Atualmente o site está parado, não fizemos mais nada depois disso.

A nossa preocupação na criação dos conteúdos, foi dar a melhor resposta possível ao usuário (principalmente) e só depois ao Google.

Como fizemos

  • Focar toda a nova página na palavra-chave ou termo que pretendemos posicionar. Atenção que não é para repetir constantemente e várias vezes a keyword ao longo do texto. Devemos utilizar palavras idênticas, sinónimos, etc.

  • Colocar a keyword ou variante da keyword na URL e também no título do seu Browser.

  • O título principal do texto deve conter a keyword

  • No corpo do texto, deve responder à pergunta que o usuário procura de forma clara e simples.

  • Utilize vídeos, imagens, infográficos, ficheiros de áudio, faça embed de posts das redes sociais e complemente sempre com muito texto. Não se esqueça que o Google é cego, é apenas um software que passa nas páginas de seu site.

  • Coloque títulos(<h1>) e sub-títulos(<h2>...) todos eles em perfeita hierarquia, tentando colocar também as devidas keywords ou sinónimos.

  • Importante: faça links internos entre os seus artigos, mas crie links internos estrategicamente.

  • Utilize a numeração, os bullets e até o negrito e itálico. Mas cuidado, não abuse.

Não complique, seja simples e eficaz! Pense no utilizador e dê-lhe a resposta que ele procura. Se o utilizador gostar e ficar contente, de certeza que o Google também irá ficar muito contente.

Outra questão importante é não super optimizar os conteúdos! Seja coerente e não se esqueça que o Google pode ser cego, mas que por vezes também consegue ver!

Preview: Guia Definitivo para Profissionais de Marketing de Conteúdo

O scenário atual de marketing digital exige a constante produção de conteúdos interessantes e valiosos para chamar a atenção de usuários e aumentar o engajamento. Se você está criando conteúdos considere usar as ferramentas poderosas que podem ajudar a polir seu conteúdo e adicionar o toque de profisionalizmo. A SEMrush preparou o Guia Definitivo de Marketing de Conteúdo para te...

Obtenha PDF gratuito

Resultados

Os resultados foram melhores do que o esperado, para um projeto com apenas 10 artigos e que está parado e que não foi feito nenhuma estratégia de link building nem mesmo de links internos. Sim, mas era para ser, só que devido a falta de tempo este projeto está parado nesse momento.

Utilizamos a ferramenta serplab.co.uk para monitorar as keywords e ver como se comportam no Google.

Ou seja, quando criamos um artigo novo e focado para uma keyword ou termo, depois colocamos essa mesma palavra-chave na ferramenta serplab.co.uk para sabermos em que posição está o nosso artigo para esse termo.

Assim controlamos também ao longo do tempo todas as oscilações das keywords e até caso haja atualizações do algoritmo do Google, podemos ver se fomos afetados. Na imagem abaixo podemos ver que dos 10 artigos publicados, 3 deles posicionaram entre a posição 20 e 22 nos resultados do Google.com.br.

Como já disse em cima, devido à falta de tempo não implementamos ainda nenhuma estratégia de SEO à séria para subir ainda mais no ranking.

No entanto, posso concluir, olhando para todas essas keywords, que só com os artigos otimizados o Google; indexou quase todas as páginas e principalmente já as posicionou!

Agora o trabalho seguinte será, criar mais artigos otimizados, criar mais links internos entre os artigos, criar perfis em 2 ou 3 redes sociais e partilhar conteúdos e mais algumas coisas...

imagem4.png

#2 Exemplo:

Repare agora na imagem abaixo de outro exemplo, mas desta vez para Portugal, google.pt. A estratégia foi a mesma e este projeto web tem apenas 4 meses e reparem as posições das keywords à data deste artigo. Uma vez mais, a principal estratégia foi a criação de artigos otimizados com a preocupação de dar a resposta ao usuário de forma simples.

imagem5.png

Voltando ao assunto do início deste artigo, um bom estudo de keywords é muito importante numa estratégia de SEO. A partir do momento que temos coletados os dados de tudo aquilo que o nosso potencial cliente/visitante faz online à procura de alguma coisa, então podemos criar as respostas para dar a esse potencial visitante/cliente.

Não vamos complicar, não vamos criar conteúdos que o usuário não procura, se temos um negócio online, precisamos de tráfego qualificado para depois conseguirmos clientes.

Já vi muitas empresas focadas apenas na keyword generalista do seu negócio e não se focam nas outras palavras e variantes que os usuários pesquisam online. Se temos 100, 200, 500 ou mais keywords/termos que o nosso potencial público alvo anda na web à procura, então vamos trabalhar todas elas!

Numa loja online por exemplo, é perfeitamente possível trabalhar com centenas de keywords ou termos, mas aqui já exige um trabalho mais complexo, onde as categorias dos produtos passam a ter um papel muito importante.

Para finalizar: se o usuário vai para o Google à procura de respostas, então são essas as respostas que temos de lhes dar.

 Miguel Brandão
Profissional

Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.

Desde 2004 a trabalhar com projetos web (websites, lojas online, blogs, etc...). Desde 2009 focado apenas em SEO.
Sou responsavel e autor do Blog www.maiswebmarketing.com desde 2010.
Sou também responsável por 2 projetos de serviços em Marketing Digital: SEOlabs.pt e Mkt2digital.pt
Sou de Portugal e trabalho para vários mercados: Brasil, Espanha & LATAM e mercados EN.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000
André Páscoa
Especialista

Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.

Ótimo artigo meu amigo! Vamos caminhando rumo ao sucesso.

Enviar feedback

Your feedback must contain at least 3 words (10 characters).

Só vamos utilizar este email para te enviar a resposta para o seu feedback. Política de Privacidade

Thank you for your feedback!

Sistema de classificação da comunidade

A classificação da comunidade SEMrush reflete o nível de reconhecimento profissional na nossa comunidade. Valorizamos as contribuições de qualidade, então os membros com melhor classificação receberão incentivos valiosos. Ao participar das discussões, fazer postagens, dar palestras em webinários e ser amigável e prestativo, certamente você vai chegar ao topo.

  • Novato
    Ou acabou de chegar, ou é muito tímido e fala pouco.
  • Entusiasta
    Às vezes participa das conversas.
  • Ajudante
    Membro experiente que sempre gosta de ajudar.
  • Mestre
    Membro veterano da comunidade.
  • Profissional
    Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.
  • Especialista
    Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.
  • Guru
    Portador de sabedoria sobre marketing digital.
  • Astro
    Sabe tudo… bem, quase tudo.
  • Lenda
    Não é nada fácil chegar até aqui!