Como fazer uma análise SWOT (com exemplos)

Natalia Zhukova

Set 27, 202215 min de leitura
swot analysis examples

ÍNDICE

Se você deseja prosperar em um mercado competitivo, precisa avaliar a condição do seu negócio, por dentro e por fora. Internamente, você precisa entender o que está fazendo bem e onde pode melhorar. Externamente, você precisa considerar aonde levar sua empresa a seguir e prever os desafios de mercados que provavelmente enfrentará.

Obter essas informações pode parecer uma tarefa difícil, especialmente se você é proprietário de um pequeno negócio ou trabalha como profissional de marketing para uma empresa menor, mas não precisa ser complicado. Para começar, tudo que você precisa é de caneta e papel.

Neste guia, aprenderemos mais sobre a análise SWOT e a análise TOWS. Juntas, essas estratégias permitirão que você avalie seus negócios, agilize seu planejamento e desenvolva uma estratégia mais forte.

Youtube video thumbnail

O que é uma análise SWOT?

Uma análise SWOT é o processo de descobrir e examinar diferentes aspectos do seu negócio e organizar suas descobertas em um modelo simples de grade 2X2. Cada quadrante da grade corresponde a uma letra da sigla SWOT. A sigla significa forças/pontos fortes, fraquezas/pontos fracos, oportunidades e ameaças.

Veja a seguir detalhamento do que cada palavra significa no contexto de uma análise SWOT:

  • Pontos fortes: Pontos fortes são coisas que sua empresa já está fazendo bem, os recursos exclusivos que sua equipe possui ou quaisquer vantagens competitivas que você tenha. Os pontos fortes são fatores internos, para que você possa aproveitá-los e usá-los a seu favor.
  • Pontos fracos: Pontos fracos são áreas em que sua empresa pode melhorar, onde são necessários recursos ou aspectos em que seus concorrentes estão superando você. As fraquezas também são fatores internos, então muitas vezes você pode lidar com eles e superá-los. 
  • Oportunidades: Oportunidades são pontos que você pode aproveitar agora. Podem ser novos recursos disponíveis, tendências emergentes nas quais você pode apostar ou quaisquer pontos fortes que você ainda não adotou em sua estratégia. Assim como as ameaças, as oportunidades são fatores externos porque estão além do seu controle.
  • Ameaças: Ameaças são qualquer coisa que possa impactar negativamente sua empresa de fora ou quaisquer obstáculos que seu negócio enfrente atualmente. Geralmente, você pode ter uma noção das ameaças ou da concorrência do seu negócio ao executar uma análise de mercado. Como um fator externo, as ameaças geralmente estão além do seu controle.

Como as informações são apresentadas em uma grade de fácil leitura, as análises SWOT são avaliações rápidas e diretas. E uma vez que tudo está organizado, fica mais fácil de avaliar a condição do seu negócio.

Quando devo fazer uma análise SWOT?

Não existe hora certa ou errada para fazer uma análise SWOT. Há, no entanto, momentos em que uma análise SWOT pode ser particularmente útil.

Veja abaixo quatro momentos em que é uma boa ideia olhar para dentro e para fora:

  • Quando as condições internas dos negócios mudam – talvez você tenha um novo CEO, sua empresa esteja crescendo rapidamente ou os departamentos estejam sendo reestruturados. Uma análise SWOT pode fornecer insights que ajudarão nas transições e ajustes.
  • Quando as condições externas do mercado mudam – Novos concorrentes, mudanças nas condições econômicas, regulamentações e outras mudanças no mercado podem fazer com que as empresas precisem refletir sobre o assunto. Uma análise SWOT pode ajudar você a se manter alerta e pronto para enfrentar os desafios que surgirem.
  • Antes do planejamento estratégico — O planejamento estratégico geralmente envolve novas iniciativas e mudanças na alocação de recursos. Antes de iniciar o processo de planejamento, é útil conhecer a condição atual do seu negócio ou equipe para que você possa tomar decisões prospectivas.
  • De forma programada – Embora a maioria das empresas faça planejamento estratégico a cada poucos anos, não fará mal fazer uma análise SWOT com mais regularidade. Uma rápida análise SWOT trimestral ou semestral fornecerá informações que você pode usar no curto prazo e trazer para o processo de planejamento estratégico quando for a hora.

Agora que descrevemos o que é uma análise SWOT e quando você pode querer fazê-la, vamos analisar mais a fundo o processo de criação de uma análise SWOT focando em cada quadrante.

Como completar as 4 seções da sua Matriz SWOT

Um dos verdadeiros benefícios de uma análise SWOT é que é fácil de conduzi-la. Tudo o que você realmente precisa é de uma maneira para anotar ideias e ter vontade de olhar diretamente para o seu negócio.

Embora você possa conduzir uma análise SWOT por conta própria, é bom trazer outras pessoas para a discussão. O brainstorming com colegas e líderes pode ajudar a identificar coisas que você teria deixado passar e esclarecer ideias que não estão totalmente formadas.

Se fizer de forma presencial, você pode usar post-its ou um quadro branco para fazer sua análise. Se for remotamente, considere usar um software como o MIRO.

software MIRO

Depois de desenhar sua grade e reunir sua equipe, é hora de começar a trabalhar nos quatro quadrantes de sua análise SWOT. Ao fazer o brainstorming, registre as ideias no quadrante correto.

“S”: pontos fortes

O quadrante de pontos fortes de sua análise SWOT terá coisas que sua empresa ou equipe está fazendo bem. Lembre-se, os pontos fortes são internos, então você precisará avaliar seu negócio internamente para descobri-los. Também é importante ter em mente que os pontos fortes são coisas sobre as quais sua empresa tem controle, para que seja possível aprimorá-las mais tarde.

Perguntas a serem feitas para descobrir pontos fortes:

  • O que fazemos bem?
  • O que nossos clientes ou parceiros nos dizem que gostam em nós?
  • Em que áreas superamos nossos concorrentes?
  • O que há de exclusivo em nossos negócios, produtos ou serviços?
  • Quais ativos possuímos? (Propriedade intelectual, tecnologia própria, capital)

Exemplos de pontos fortes da análise SWOT:

  • Temos um excelente suporte ao cliente
  • Oferecemos recursos que nenhuma outra empresa oferece
  • O tráfego do nosso site é superior a 75% dos nossos concorrentes
  • Estamos obtendo um ótimo engajamento com nossas campanhas de marketing nas redes sociais

“W”: pontos fracos

O quadrante de pontos fracos de sua análise terá pontos em que sua empresa ou equipe precisa de melhorias. Assim como os pontos fortes, a seção de pontos fracos exige que você avalie seu negócio internamente. E não importa o que você descubra, não se desespere! Fraquezas são coisas sobre as quais sua empresa geralmente tem controle e pode melhorar.

Perguntas a serem feitas para descobrir pontos fracos:

  • O que podemos melhorar?
  • Com o que nossos clientes ou parceiros estão insatisfeitos?
  • No que estamos atrás de nossos concorrentes?
  • Em que estamos carentes de conhecimento ou recursos?

Exemplos de pontos fracos da análise SWOT:

  • Nossos processos são ineficientes.
  • Nossos clientes acham nosso produto difícil de usar.
  • Nosso tráfego orgânico é menor do que o de nossos concorrentes.
  • Não temos recursos para expandir.

“O”: oportunidades

O quadrante de oportunidades incluirá estratégias ou recursos que sua empresa pode usar atualmente. As oportunidades não são controláveis pelo seu negócio, pois são externas à sua empresa. Saber onde estão as oportunidades, no entanto, permite que seu negócio vá atrás delas.

Perguntas a serem feitas para descobrir oportunidades:

  • Quais tendências emergentes podemos aproveitar?
  • Quais de nossos pontos fortes podem ser valiosos para parceiros em potencial?
  • Que mercados adjacentes podemos explorar?
  • Existem regiões de atuação com menos concorrência?
  • Podemos compartilhar nossa história ou sucessos com o mundo?

Exemplos de oportunidades de análise SWOT:

  • Os clientes querem um produto semelhante ao nosso. Podemos nos adaptar para suprir essa necessidade?
  • Nosso serviço/produto preenche uma lacuna que eles podem querer preencher em suas empresas.
  • Ninguém vende nosso produto na Argentina. Podemos expandir?
  • Acabamos de atingir um marco importante. Podemos conseguir alguma divulgação positiva na imprensa?

“T”: ameaças

A seção de ameaças da sua análise SWOT incluirá possíveis problemas ou desafios que sua empresa pode enfrentar. Lembrando que as ameaças são fatores externos, ou seja, são coisas que acontecem fora do seu negócio. Eles não são controláveis, mas você pode planejar-se para eles.

Perguntas a serem feitas para descobrir ameaças:

  • O que a nossa concorrência está fazendo?
  • Como nossas fraquezas podem nos deixar vulneráveis?
  • Para quais tendências de mercado não estamos preparados?
  • Quais questões econômicas ou políticas podem afetar nossos negócios?

Exemplos de ameaças de análise SWOT:

  • Nosso principal concorrente está lançando um produto com características semelhantes
  • O Congresso está discutindo um projeto de lei que afetaria nossos negócios
  • A economia está tendo dificuldades de se adaptar às novas condições
  • Não temos orçamento de marketing para competir com nossos concorrentes

Veja um exemplo de como um modelo de análise SWOT fica quando está todo preenchido.

como fazer uma análise swot

3 exemplos SWOT do mundo real

Agora que cobrimos o básico, vamos ver alguns exemplos de análise SWOT da vida real. Abordaremos 3 áreas de negócios em que uma análise SWOT pode ser útil:

  • Marketing
  • Comércio eletrônico
  • Condições de mercado

À medida que explorarmos cada uma dessas áreas, ofereceremos exemplos de ferramentas que você pode usar para aprimorar sua análise e obter informações úteis baseadas em dados.

Exemplo de análise SWOT de marketing

Em marketing, uma análise SWOT geralmente é uma parte padrão de uma revisão de estratégia ou análise competitiva. Ela pode ajudar você a entender onde sua estratégia de marketing é forte ou fraca e como você pode superar seus concorrentes. Considere pontos como:

  • Campanhas de marketing atuais e anteriores
  • Reconhecimento e sentimento do cliente
  • Seu site, landing pages e redes sociais

Embora as empresas sempre gostem de analisar suas avaliações internas para obter dados sobre as ações de marketing, as ferramentas .Trends da Semrush podem ajudar a descobrir informações úteis sobre a concorrência para complementar análises SWOT.

Vamos analisar alguns dos principais fabricantes de veículos para ver onde podemos descobrir alguns pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças entre eles.

Para comparar dados entre concorrentes, poderíamos usar a ferramenta Market Explorer da Semrush. A ferramenta oferece um relatório de Benchmarking que mostra comparações lado a lado de várias métricas. Vamos começar com o gráfico de participação de mercado por canal.

img-semblog

Com base neste gráfico, podemos ver que a Ford obtém o maior tráfego geral e também gera mais tráfego de pesquisa direta/direct (32,57%), referência/referral (24,21%), busca/search (29,76%) e social (26,86%). Isso indica que eles têm um bom reconhecimento de marca, bons relacionamentos com outras empresas que enviam tráfego e uma forte estratégia de SEO e social. Apenas a Toyota os supera quando se trata de tráfego obtido de tráfego pago/paid (33,51% em comparação com os 13,35% da Ford).

Com essas informações, a Chevrolet pode adicionar o marketing em diferentes canais aos seus exemplos de pontos fracos na SWOT. Embora eles não estejam na parte inferior da lista, há muito espaço para melhorias.

Em seguida, podemos examinar o relatório Estratégia de geração de tráfego para ter uma ideia de onde as empresas estão obtendo seu tráfego e onde estão os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças.

img-semblog

Olhando para este gráfico, fica claro que o tráfego direto/direct da Chevrolet está no mesmo nível ou até um pouco acima do que o da maioria de seus concorrentes. Poderíamos marcar isso como um ponto forte e uma oportunidade em nossa análise SWOT de marketing. O tráfego direto indica um bom reconhecimento da marca, pois os visitantes chegam ao site sem precisar usar o Google ou serem encaminhados de outra forma. Também poderíamos adicionar esse reconhecimento de marca aos nossos exemplos de oportunidades SWOT porque uma forte presença de marca é algo que podemos aproveitar.

O que nos leva ao gráfico Tráfego de mercado x Tendências dos domínios selecionados, que mostra as tendências de tráfego ao longo do tempo para seus concorrentes.

img-semblog

Se observarmos o tráfego vindo das redes sociais no ano passado, algumas tendências interessantes surgem. De maio a julho de 2021, houve uma grande queda no tráfego proveniente das redes sociais em todo o mercado, em geral.

Isso pode representar uma oportunidade ou uma ameaça para nossa análise SWOT, dependendo do motivo da queda. Em certo sentido, pode haver uma oportunidade para a Chevrolet fazer investimentos em marketing nas redes sociais para capturar parte do tráfego que outras empresas estavam engajando de março a maio.

Por outro lado, se menos pessoas estiverem usando as redes sociais, levando a uma grande queda no tráfego e nas vendas subsequentes, isso pode indicar uma mudança no mercado que representaria uma ameaça para as montadoras.

Exemplo de análise SWOT de comércio eletrônico

Quando se trata de comércio eletrônico, o foco da análise deve ser em produtos e vendas. Uma análise SWOT de comércio eletrônico pode ser especialmente útil quando você está lançando novos produtos ou tendo um crescimento rápido. Considere pontos como:

  • Tempo de entrega
  • Gama de Produtos
  • Desempenho do site
  • Processo de finalização de compra

Novamente, as ferramentas Semrush .Trends podem ajudá-lo a descobrir pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças quando se trata de comércio eletrônico. Vamos começar com a ferramenta Traffic Analytics. Podemos usar o relatório Top Pages para obter informações sobre os negócios dos concorrentes.

Olhando para as principais páginas da Ford, surge uma tendência. As páginas que permitem que os clientes personalizem ou “montem” seu próprio veículo recebem uma grande quantidade de tráfego.

img-semblog

Para a Chevrolet, que pode não ter tantas opções de personalização, isso pode representar uma ameaça ou uma oportunidade. Se eles tiverem a capacidade de aumentar as opções de personalização de seus veículos, poderão aproveitar essa oportunidade. Caso contrário, certamente perderão clientes on-line que preferem as opções de personalização do site da Ford.

Podemos examinar as métricas de uma página específica no site da Ford, o que pode ser útil para rastrear produtos recém-lançados. Por exemplo, se a Chevrolet estivesse lançando um veículo semelhante ao novo Bronco da Ford, eles poderiam comparar seus dados com as métricas da página do Bronco.

img-semblog

Com este gráfico, a popularidade do Bronco fica clara. De todos os visitantes da página, 87,24% usam a busca e são direcionados para a página do Bronco. Se a Chevrolet lançou recentemente um veículo semelhante e não está recebendo o mesmo nível de tráfego, eles podem marcar isso em sua análise SWOT como um exemplo de ameaça.

Por fim, é possível usar o relatório Top Pages para ter uma noção dos números de vendas mensais da Ford e compará-los com os dos outros. Para isso, filtre o relatório Top Pages usando a palavra “confirm” (confirmar), que exibirá as métricas da página de confirmação de compra.

img-semblog

Aqui, o gráfico mostra que a página “/buy/reserve/confirmation.html” (compra/reserva/confirmação) da Ford recebeu 131,9 mil visualizações de página únicas no ano passado. Embora esse número não reflita necessariamente o número de carros vendidos, ele pode dar uma ideia geral da eficácia do funil de vendas da Ford. Podemos então comparar esse número com os dos outros para descobrir pontos fortes, pontos fracos, oportunidades ou ameaças.

Exemplo de análise SWOT de condições de mercado

Mudanças nas condições de mercado podem levar qualquer negócio a situações difíceis. Uma análise SWOT focada em seu mercado pode ajudar você a ficar ciente de sua posição e pronto para os movimentos de seus concorrentes. Considere pontos como:

  • Crescimento ano a ano
  • Quota de mercado
  • Satisfação do cliente
  • Impacto geográfico

Você pode começar analisando o Quadrante de Crescimento (Growth Quadrant) do relatório Market Explorer. Definir o gráfico para mostrar o crescimento ano a ano (YOY) pode mostrar tendências que ajudem a preencher o gráfico SWOT.

img-semblog

Como um player estabelecido, a Chevrolet tem sua estabilidade como um ponto forte em sua análise SWOT. No ano passado, eles tiveram um leve declínio no tráfego e no crescimento do tráfego, mas permaneceram entre os Players Estabelecidos (Established Players) no gráfico.

Em termos de ameaças, Honda e Toyota passaram do Quadrante de Players Estabelecidos para o Quadrante de Líderes (Leaders). Em geral, essas empresas podem representar uma ameaça para a Chevrolet no futuro.

Também podemos visualizar o relatório Market Geo Distribution, que mostra a distribuição do tráfego de mercado por país e as mudanças desde o mês anterior. Selecionamos o gráfico para refletir as principais mudanças a fim de ver onde o crescimento está acontecendo internacionalmente.

img-semblog

Dependendo da atividade da Chevrolet nesses países, eles podem usar essas informações para confirmar pontos fortes, pontos fracos, oportunidades ou ameaças. Por exemplo, se eles já estão vendendo muitos carros na Índia, isso pode indicar um ponto forte, porque estariam engajados em um mercado crescente.

Pelo contrário, se não tivessem entrado no mercado indiano, mas tivessem meios para isso, poderiam marcar isso como uma oportunidade. De qualquer forma, ver o crescimento nesses mercados fornece informações úteis para concluir a análise SWOT.

Usando uma análise TOWS para insights acionáveis

Uma vez que você tenha avaliado os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças e escrito todas as suas ideias em seu modelo SWOT 2X2, surge uma pergunta: O que eu faço com essas informações?

Embora as análises SWOT sejam uma ótima maneira de entender seu negócio, elas não levam necessariamente a estratégias acionáveis. É aqui que uma análise TOWS é útil.

Funcionando como uma expansão da análise SWOT, uma análise TOWS permite que você veja a relação entre fatores internos e externos e crie estratégias com base nesses insights para obter melhores resultados de negócios.

Para sua análise TOWS, você precisará expandir sua matriz SWOT 2X2 com quatro caixas adicionais e rotulá-las:

  • Pontos fortes/oportunidades—Ideias para usar seus pontos fortes e aproveitar as oportunidades.
  • Pontos fortes/ameaças — Ideias para usar seus pontos fortes para superar as ameaças.
  • Fraquezas/Oportunidades—Ideias para minimizar suas fraquezas aproveitando as oportunidades.
  • Fraquezas/Ameaças — Ideias para evitar suas fraquezas e minimizar as ameaças.

Ao aprofundar sua análise SWOT original com uma análise TOWS e observar as relações entre os quadrantes, você descobrirá as estratégias que deve desenvolver. Abaixo, usaremos a Chevrolet como exemplo para aprofundar o processo de análise TOWS.

exemplo de análise tows

Conclusão

As empresas que querem prosperar precisam se voltar tanto para dentro quanto para fora. Elas devem gastar bastante tempo com auto-reflexão, e ao mesmo tempo estudar seu ambiente. Antes de chegar aonde deseja, você precisa entender sua posição, e o processo de análise SWOT oferece um caminho claro para esse tipo de compreensão holística.

Depois de avaliar sua posição, você pode empregar o processo TOWS para descobrir como seguir em frente. Ao cruzar os diferentes pontos encontrados em sua análise SWOT, a análise TOWS fornece insights sobre estratégias importantes para atingir seus objetivos. Há também muitas outras opções, como a “análise PEST”, que pode trazer outras ideias.

Juntas, essas ferramentas oferecem um processo importante para que você olhe para dentro, para fora e para o futuro da sua empresa.

Compartilhar
Encontre palavras-chave em segundos

Acelere seus resultados de SEO com poderosas pesquisas de palavras-chave

Pesquisa de palavras-chave grátis

Author Photo
Natalia is a data-driven marketer focusing on market research and strategy development. Having a solid experience in digital marketing, Natalia has a passion in SEO, content marketing and multilingual website creation and optimization.