Ir ao blog

7 estratégias de marketing que você não pode deixar de lado

51
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

7 estratégias de marketing que você não pode deixar de lado

Hotmart
7 estratégias de marketing que você não pode deixar de lado

Se você tem um negócio próprio, é essencial pensar e trabalhar com estratégias de marketing para para divulgar seus produtos e serviços além de crescer no mercado moderno.

Independentemente do nicho de seu negócio, você com certeza já sabe que é muito importante desenvolver estratégias online, já que a maioria das pessoas procura por soluções para suas dúvidas e problemas através da internet.

Existem várias maneiras de atrair a atenção das pessoas online. Porém, cada uma das estratégias de marketing digital tem um objetivo específico: seja trazer mais engajamento, melhorar o posicionamento da marca e até mesmo conseguir aumentar o número de vendas.

Todas essas estratégias podem ser aplicadas de forma conjunta, mas você sempre precisa ter como base o perfil de sua persona e os objetivos de seu empreendimento.

Não existem estratégias piores ou melhores, mas sim aquelas que se adequam mais ao seu modelo de negócio.

Se você ainda não sabe qual é a melhor maneira de divulgar seu negócio, conheça agora um pouco mais sobre as 7 principais estratégias de marketing existentes no mercado.

Você entenderá como elas funcionam, como podem ser aplicadas e quais resultados proporcionam. Dessa forma, você será capaz de eleger as melhores estratégias para o seu negócio.

Neste post, você saberá mais sobre:

  1. E-mail marketing

  2. Blog

  3. Canal no YouTube

  4. Redes sociais

  5. Links patrocinados

  6. SEO

  7. Podcast

1. E-mail marketing

Uma das melhores estratégias de marketing é, sem sombra de dúvidas, o e-mail marketing. Trata-se do envio periódico de conteúdo personalizado para clientes e potenciais clientes.

Apesar de ser deixada de lado por alguns empreendedores que acreditam que o envio de e-mails não é mais usual, essa estratégia é utilizada em grande escala em razão do seu potencial de fidelização.

Mais do que apenas disparar mensagens aleatórias para a lista de endereços que você tem – o que pode ser identificado como spam por boa parte dos provedores de e-mail –, o e-mail marketing consiste na elaboração de conteúdos ricos, que agreguem valor e conquistem a atenção dos destinatários.

Por ser uma das estratégias de marketing mais essenciais, é importante saber como colocá-la em prática.

O primeiro passo é construir uma lista de e-mails sólida, composta por pessoas que já têm interesse na sua marca, seja comprando um produto ou acessando o site da empresa.

Uma ótima ideia é inserir formulários de captura de e-mail em espaços como sites e blogs. Eles permitem que os próprios clientes e visitantes insiram seus dados pessoais, como nome, e-mail e outras informações relevantes, que podem ser utilizadas inclusive para personalizar o e-mail marketing.

O passo seguinte é construir bons conteúdos para envio. Eles devem incluir texto e imagens, serem de fácil compreensão, com informações que sejam realmente úteis para sua lista de e-mails e bastante atrativos esteticamente.

Assim, você consegue mostrar para as pessoas que realmente se importa com as dúvidas delas e que seu negócio é a solução ideal para aquele tipo de problema.

2. Blog

Outra estratégia de marketing poderosa é a criação e utilização de um blog para a divulgar conteúdos educacionais.

Essa estratégia de marketing é chamada de marketing de conteúdo, responsável por atrair clientes de forma orgânica, sem gastos excessivos com publicidade.

Os conteúdos disponibilizados no blog devem seguir a regra 80-20. Ou seja, no mínimo 80% do material deve ser informativo, sem finalidade direta de vendas, para informar e educar sua audiência. Apenas os outros 20% do conteúdo pode estar direcionado para a conversão em vendas.

O foco no conteúdo permite aos empreendedores conversar diretamente com os clientes, mesmo que eles ainda não tenham feito nenhuma compra.

Os artigos publicados, além de transmitirem informações relevantes e didáticas, estimulam o contato entre público e empresas.

Além dos conteúdos textuais, os blogs podem oferecer ferramentas de contato, estreitando ainda mais a relação.

Podem funcionar como excelentes canais para feedback, sugestões e críticas. São informações sensíveis que ajudam na fidelização de clientes e permitem o aprimoramento dos processos internos.

Muitas empresas criam sites para vendas, mas se esquecem da importância de ter um blog.

O site é um espaço formal, com informações objetivas e diretas. Já o blog, por sua vez, é um espaço dinâmico, que valoriza o texto, apresenta soluções para problemas simples e, principalmente, foca na sua persona.

Ter um blog é recomendado para todos que atuam diretamente na internet.

3. Canal no YouTube

Uma das melhores estratégias de marketing atuais é investir em um canal no YouTube.

A criação dos canais é gratuita. Qualquer pessoa pode começar a divulgar vídeos em sua conta, seja ela pessoal ou profissional.

Mas quais são as vantagens de criar um canal nessa plataforma de compartilhamento de vídeos?

Todos os dias, milhares de pessoas acessam o YouTube para assistir vídeos dos mais variados nichos.

Dependendo do modelo do seu negócio negócio, é muito provável que boa parte do público esteja no YouTube.

Por isso, criar um canal e compartilhar vídeos informativos, relevantes, que agreguem valor, é uma ótima maneira de se mostrar como uma referência em sua área de atuação.

Porém, é importante levar em consideração algumas regras.

Para que o canal funcione e gere resultados, é preciso que exista postagem periódica. Alimentar o canal com vídeos é ideal, uma vez que os inscritos esperam sempre por material novo e atualizado.

Na hora de gravar os vídeos, considere analisar o perfil do seu cliente. Qual é a sua linguagem, que tipo de abordagem é mais atrativa, quais dores e necessidades devem ser abordadas, entre outras informações importantes para te ajudar a criar vídeos que sua audiência realmente goste.

Quanto mais personalizado for o vídeo, maior o grau de satisfação do cliente. E um cliente satisfeito tende a voltar para fechar negócio.

4. Redes sociais

As redes sociais não param de crescer.

Enquanto algumas chegaram para ficar no mercado digital, como é o caso do Facebook e do Instagram, outras são mais passageiras. Porém, estar presente nas redes sociais deve estar sempre dentro do seu plano de marketing.

Mais do que criar um perfil nas plataformas sociais, é importante fazer postagens, interagir com os seguidores, investigar suas dores, necessidades e anseios.

As redes sociais são ótimos espaços para o debate, o compartilhamento de ideias, a troca de saberes e, principalmente, para você conhecer melhor sua persona.

Se o seu objetivo é alcançar maiores resultados, está na hora de começar a explorar todos os recursos oferecidos pelas redes sociais. Mas não confunda rede social pessoal com rede social empresarial.

Além disso, fique atento quanto à gestão de suas mídias sociais. De nada adianta ter um perfil em todas as redes se você não consegue publicar conteúdo de qualidade nelas e interagir de verdade com sua audiência.

5. Links patrocinados

Diferente da publicidade orgânica, que funciona sem o dispêndio de dinheiro, os links patrocinados são pagos pelo empreendedor visando atingir parcelas específicas da sociedade.

Eles podem ser disponibilizados em vários locais: links patrocinados no Google, para resultados de pesquisa para determinada palavra-chave, links patrocinados em redes sociais e muito mais.

Investir em publicidade é uma boa estratégia de marketing, mas ela só funciona se você tem um objetivo específico e sabe bem para quem está fazendo aquela campanha.

Antes de fazer qualquer investimento em links patrocinados, é prudente pesquisar pelas melhores plataformas, palavras-chave mais adequadas e definir a persona de seu negócio para não gastar com campanhas que não trarão resultados.

Pense em campanhas publicitárias personalizadas, com maior índice de retorno – cliques redirecionados para páginas específicas, por exemplo, como páginas de vendas ou de cadastramento de e-mail.

6. SEO

O Search Engine Optimization (SEO) consiste na aplicação de algumas técnicas para melhorar posicionamento da sua marca nos buscadores, como o Google.

Aparecer entre os primeiros resultados nas pesquisas não é para qualquer negócio. É preciso ter boa avaliação, um blog trabalhado em SEO e materiais com conteúdo relevante para sua persona.

Uma boa otimização garante destaque do site/blog nas pesquisas, o que gera mais visitas de clientes interessados nos seus produtos e serviços.

Lembra quando falamos do blog como uma boa estratégia de marketing?

Todos os conteúdos postados no seu blog podem e devem ser otimizados para buscadores. Isso significa que além do foco em conteúdo, os textos devem usar a linguagem certa, que agrade tanto ao seu público quanto aos algoritmos do Google.

Os profissionais que atuam com o SEO são responsáveis por criar e otimizar artigos com base em pautas pré-definidas ou um bloco de palavras-chave pesquisadas pelo cliente ou profissional.

Além de aplicar o SEO nos artigos, essa estratégia deve estar presente em todos os momentos e espaços. Desde a criação do site, até a escolha do tamanho e dimensão das imagens, passando pelo pós-venda, tudo deve ser pensado em termos de otimização.

Quando o negócio não é visto pelo Google, é como se ele não existisse.

7. Podcast

Um dos formatos de mídia muito utilizado nos últimos anos, os podcasts estão ganhando cada vez mais espaço. São transmissões disponibilizadas na internet, no formato de áudio, sobre assuntos específicos, direcionados para determinado público.

A distribuição digital permite que o conteúdo seja consumido em qualquer lugar, por qualquer pessoa que tenha interesse no assunto abordado.

Pela fluidez, pessoas de todos os cantos podem participar do podcast, que pode ser transmitido ao vivo ou após a gravação, em momento oportuno.

Nem tudo na internet é imagem e texto: o áudio tem sua força.

Um podcast pode ser comparado, em menor ou maior medida, a uma estação de rádio. A diferença primordial é que o seu conteúdo não é transmitido de forma contínua.

Escolha a melhor estratégia para seu negócio

Todas essas estratégias de marketing são apenas exemplos do que você pode fazer para divulgar seus produtos ou serviços.

Para que o seu negócio decole, é preciso colocá-las em prática e ver aquela que funciona melhor para você e, principalmente, para seu público.

Além dessas 7 dicas que demos, há uma outra estratégia muito utilizada e que tem gerado dúvidas em alguns empreendedores, o Inbound Marketing.

Se você quer saber um pouco mais sobre esse assunto, não deixe de conferir nosso post que ensina como aplicar o Inbound Marketing no seu negócio.

Gostou desta postagem? Siga-nos no RSS e leia mais postagens interessantes:

RSS
A Hotmart é uma plataforma gratuita e completa para hospedar e vender cursos online. Nossa missão principal é permitir que as pessoas aumentem sua renda compartilhando com o mundo o que elas têm de melhor: seus conhecimentos.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes