Envie um artigo
Ir ao blog

10 tarefas ignoradas de SEO que podem impulsionar seus ranqueamentos

87
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

10 tarefas ignoradas de SEO que podem impulsionar seus ranqueamentos

This post is in Português
Lenny Johnson
This post is in Português
10 tarefas ignoradas de SEO que podem impulsionar seus ranqueamentos

Os ranqueamentos no Google são a chave do seu sucesso mas eles também podem resultar em quebra total do seu negócio. 46,8% da população mundial acessou a Internet em 2017 e espera-se que esse número chegue a 53,7% até 2021. O número de pesquisas diárias no Google é superior a 4 bilhões e os cinco principais resultados obtêm 65% dos cliques.

Na verdade, 75% dos usuários nem entram nas outras páginas de resultados, ficando sempre na primeira . Anúncios pagos também não resolvem, já que 80% dos usuários de mecanismos de pesquisa simplesmente ignoram essa parte da página.

E como tanto depende dos melhores lugares lucrativos, a competição é forte. Espera-se que o marketing de conteúdo cresça até USD 300 bilhões em 2019. Mais e mais empresas estão percebendo a importância dessa ferramenta, tratando seus blogs como um ativo essencial.

Os SERPs estão se tornando um campo de batalha vicioso, e é crucial, agora mais do que nunca, focar em SEO. Cada segundo que você desperdiça é o tempo que seus concorrentes estão usando para obter classificações mais altas e a maior parte do dinheiro em seu nicho.

Para aqueles que não vivem no mundo de SEO, as tarefas necessárias para competir nas SERPS podem parecer impossíveis de difícil. Neste post vou mostrar algumas tarefas  negligenciadas de SEO que ajudarão você a chegar ao topo.

1. Crie Rich Cards

O que são rich cards?

Rich cards são uma forma de dados estruturados; eles fornecem aos usuários informações visualmente atraentes que são fáceis de entender e uma experiência de impecável pesquisa mobile. Eles são a maneira do Google aproveitar o aumento de usos de dispositivos móveis, que ultrapassou o de desktops.

Não é a técnica mais popular. Os analistas do Google afirmam que as marcações do Schema se tornarão ainda mais importantes com o passar do tempo.

Apesar disso, apenas 20% dos profissionais de marketing estão usando dados estruturados.

Os resultados de rich cards se destacam significativamente dos resultados de texto simples  e até mesmo de outras formas de dados estruturados, como snippets em destaque e rich snippets.

Isso é um rich snippet:

rich-snippet.jpg

E isso é um rich card:

screenshot-20180416-153712.jpg

Estes elementos chamativos podem impulsionar o seu CTR. Entenda o tipo de conteúdo que seus clientes pesquisam e que pode ser exibido como rich cards. Agora crie esses conteúdos e otimize-os para rich cards.

Rich cards podem realmente te dar uma vantagem. Marcações Schema são uma maneira barata e eficaz para impulsionar seus rankings orgânicos. Você pode ler mais sobre como criar dados estruturados aqui.

Mais sobre isso Como lidar com os backlinks tóxicos do meu site? Postagem Ricardo Mendoza Tendência - SEO chinês: Saia o Google, entra o Baidu Postagem Gary Stevens Como fazer um bom relatório de SEO Webinar gravado em  Feb 20, 2019

2. Rejeitar Backlinks tóxicos

Mais backlinks nem sempre resultam em classificações mais altas, alguns backlinks devem ser rejeitados.

Como você sabe, o Google foca na autoridade do site com link para o seu domínio. O que você pode não saber é que os sites com spam com link para o seu site podem afetar negativamente seus ranqueamentos. Mesmo se você não tem absolutamente nada a ver com eles.

Não parece justo, mas é assim que acontece. O Google monitora de onde vêm seus backlinks, e se ele encontrar muitos sites ruins com backlinks para seu site, vai ficar suspeitando algo. Concentrar-se no linkbuilding e criação de conteúdo de qualidade é uma das principais regras de especialistas de SEO.

Existem três maneiras de obter backlinks tóxicos:

  • Organicamente: À medida que sua autoridade na Web cresce, você pode esperar que sites menos confiáveis comecem a disponibilizar links para seu site.

  • Blackhat SEO: Usar em práticas antiéticas que manipulam os algoritmos do Google para que você possa ter uma classificação mais alta. Por exemplo, comprar links.

  • Sabotagem: Infelizmente é verdade. Algumas pessoas lançam campanhas de “de-ranqueamento” para que seus concorrentes percam seus ranqueamentos nas páginas de resultados de pesquisa.

Eles podem criar links para o seu site usando um grande número de sites de spam que fazem com que pareça que você comprou backlinks ou se envolveu com spam. Eles até podem duplicar seu conteúdo em vários sites.  

Infelizmente, a sabotagem é tão comum que até tem um nome, "SEO negativo".

Este site é especializado em serviços de SEO Negativo.

negative-seo-service.jpg

Se você está fazendo Blackhat SEO, recomendamos parar ou seu site será banido pelo Google. Por outro lado, proteger-se de backlinks negativos, sejam eles orgânicos ou criados artificialmente, é relativamente simples.

Para ver quais sites estão linkados a você, acesse o seu Google search console:

  1. Escolha o site que quer ver na página inicial do Search Console.

  2. No Painel de controle, clique em Search Traffic e, em seguida, clique em Links para seu site.

  3. Em Quem tem mais links, clique em Mais.

search-console-disavow-image.jpg

Daqui, você pode ver os sites com links para o seu site. Faça o disavow para os sites de baixa qualidade. Para aprender como fazer o disavow, clique aqui.

Recomendamos agendar um horário para a análise de backlinks, para examinar se alguns dos sites vinculados a você podem prejudicar sua classificação e lidar com eles antes que eles causem danos reais.

3. Crie o conteúdo usando a técnica do Skyscraper

Se você ainda não ouviu falar ou não usa conteúdo Skyscraper, está perdendo muitas oportunidades. O termo foi criado por Brian Dean, que conseguiu aumentar seu tráfego em 110% em 14 dias com a ajuda dessa técnica.

A técnica do conteúdo Skyscraper consiste em encontrar conteúdo de alto desempenho em seu nicho e criar algo melhor e promovê-lo.

A criação de conteúdo Skyscraper exige muito trabalho mas vale a pena.

Preparamos um passo-a-passo de como começar a criar o conteúdo Skyscraper

Encontre concorrentes no Google

Faça uma pesquisa no Google por palavras-chave relacionadas ao seu nicho.

Por exemplo, o termo de pesquisa 'B2B Marketing' traz o site da Hubspot.

competitors-on-google.jpg

Escolhe os primeiros quatro resultados por enquanto. Quando você sabe quem são seus concorrentes, sua próxima tarefa é encontrar conteúdo que os ajudou a subir.

Você pode encontrar o conteúdo mais popular do seu concorrente usando a SEMrush e o Buzzsumo.

Usando SEMrush

Esse processo é bem simples - você só precisa inserir o URL do seu concorrente na barra de pesquisa da SEMrush. Escolha o relatório de Pesquisa Orgânica e analise os resultados.

screen-shot-2019-02-14-at-135951.png

Você verá o conteúdo principal do seu concorrente, e as palavras-chave com quais ele classifica nos resultados de pesquisa.

Usando Buzzsumo

Você também pode encontrar conteúdo popular em seu nicho com o Buzzsumo. Tudo o que você precisa fazer é inserir palavras-chave relacionadas ao seu nicho na barra de pesquisa, e o Buzzsumo fornecerá conteúdo popular.

Por exemplo, se você estiver no nicho de finanças pessoais, poderá pesquisar por palavra-chave "dicas de finanças pessoais para mães de familia". E o Buzzsumo fornecerá a lista de conteúdos mais compartilhados para essa palavra-chave.

personal-finance-for-moms-buzzsumo.jpg

Agora que você tem amostras do conteúdo mais popular em seu nicho, é possível iniciar o processo de criação de conteúdo e gerar ideias e conteúdos melhores com base em dados usando as ferramentas corretas de edição de conteúdo.

Como criar conteúdo melhor:

  • Entre em detalhes: Se o post mais abrangente do mercado sobre esse tópico tiver conteúdo de qualidade média, adicione valor e detalhes. Aprofunde-se no assunto.

  • Receba insights de influenciadores: Contar com especialistas que podem dar uma opinião sobre um tópico pode agregar mais valor a um post.

  • Faça um teste: O conteúdo mais popular encontrado em seu nicho lista ideias vagas com poucos ou nenhum dado concreto para apoiá-las? 'Faça um teste ou adicione links para uma pesquisa confiável e uma fonte respeitada, para dar mais credibilidade ao seu conteúdo.

  • Aposte em conteúdo facilmente digerível: Você pode fazer isso criando conteúdo de vídeo ou  infográficos que são mais fáceis de entender e ainda fornecem uma visão abrangente sobre o assunto.

O conteúdo Skyscraper tem que ser melhor do que qualquer outra conteúdo lá fora. Ninguém admira o 245to arranha-céu mais alto do mundo.  Você tem que ser o número um. Seja criativo e faça algo melhor.

Mas você não pode parar por aí. Depois de criar um ótimo conteúdo, você também precisa promovê-lo. Volte para o melhor conteúdo do seu nicho que você encontrou no Buzzsumo e encontre as pessoas que disponibilizaram links a ele em seus sites ou o compartilharam.

Você pode fazer isso com o Buzzsumo clicando no botão View Sharers.

personal-finance-for-moms-buzzsumo-photo.jpg

Este link exibirá todas as pessoas que compartilharam esse conteúdo, juntos com os sites deles.

sharers-screen-photo.jpg

Você pode enviar uma mensagem direta ou usando o formulário de contato em seus sites. Opte por mensagem curta e direta ao ponto

Por exemplo:

Olá (Nome)

Reparei que você compartilhou o (artigo).

Foi um ótimo artigo e até me inspirou a escrever algo parecido, só que atualizado e com mais detalhes (seu link).

Acredito que seus leitores pode achá-lo útil.

Obrigado,  

Saudações

(Seu nome)

Agora é só esperar a magia acontecer.

DICA PRO:

Sua mensagem pode se perder no e-mail dos influenciadores, portanto, certifique-se de fazer um follow-up um dia depois.

Sua opinião é importante!

Estamos fazendo a pesquisa de satisfação

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

4. Otimize suas páginas de destino

Um fator-chave que o Google usa para avaliar a qualidade de uma postagem é sua taxa de rejeição. Com que rapidez as pessoas saem do seu site depois de clicar nele nos resultados da pesquisa?

Se depois de clicar em seu site na página de resultados de pesquisa os usuários descubram que os conteúdos não são relevantes para eles, vão sair do seu site rapidamente.

O Google anota esse acontecimento e, se isso acontecer mais vezes, o Google vai tirar seu ranqueamento para esse termo de pesquisa.

É aí que a relevância entra em jogo. Às vezes não é que você tenha um conteúdo ruim, é apenas que o que você está oferecendo não é relevante para o usuário naquele momento específico.

Todas as páginas do seu website precisam ter uma meta com base no ponto em que seus usuários estão na jornada do comprador. Esse objetivo ajudará você a determinar se deve ensinar, converter, vender ou encantar com o conteúdo.

Tentar vender para alguém quem está procurando  informação irá apenas causar irritação no usuário. É por isso que você precisa entender seus usuários, de onde eles vêm e o que precisam nesse estágio.

A equipe do Groove cria uma página de destino diferente para cada site em que fazem guest posts.

landing-page-groove-for-copyblogger.jpg

Antes de criar uma página ou post, pergunte-se:

  • Para quem está criando a página?

  • De onde eles estão vindo?

  • O que eles precisam neste estágio?

  • Qual é o meu objetivo?

  • Como posso ser mais relevante?

Sua página não consegue segmentar todos. Quando você tenta alcançar a todos, não consegue alcançar para ninguém.

5. Use infográficos

As pessoas adoram infográficos, mas muitos profissionais de marketing não as criam. Nem se imagina o quanto eles podem ser eficazes para uma estratégia de SEO.

Considere que 65% das pessoas são visuais e aprendem melhor por imagens. As imagens também são mais fáceis de lembrar.

No relatório de mídia social da Social Media Examiner, em 2018, 32% dos profissionais de marketing disseram que o marketing visual era a forma mais importante de conteúdo para seus negócios, acima de blogs, 27% e vídeos, 24%.

001socialmediaexaminer-marketing-images.jpg

O primeiro passo para criar um infográfico épico é saber qual conteúdo produzir.  O que o seu público precisa saber e o que as pessoas estão interessadas em descobrir? Pense bem - que você pode oferecer?

Algumas formas de encontrar informações para fins de obter ideias:

  • Encontre infográficos antigos e populares em seu nicho e crie informações atualizadas e melhores.

  • Transforme objetos complexos em infográficos fáceis de entender.

  • Adapte o conteúdo popular em seu site.

Depois de ter uma ideia que você acha boa com base na pesquisa acima, sua próxima tarefa é criar o infográfico.

Formas de criar infográficos:

  • Contrate designers gráficos freelancers: A maneira mais barata e rápida de fazer infográficos é contratar designers freelancers em Upwork, Fiverr, etc.

  • Contrate uma agência de design: Você também pode trabalhar com uma agência se puder pagar mais.  

  • Faça Você Mesmo: Se você está interessado em design e é proficiente com o Canva e o Photoshop, você mesmo pode criar infográficos.

Mais isso não é tudo. Depois de criar um infográfico incrível, o próximo passo é promovê-lo.

Envie-o para alguns diretórios de qualidade e use a técnica de Skyscraper para encontrar influenciadores que compartilham os conteúdos e fazem com que notem o seu.

6. Crie mais vídeos

Segundo Omnicore, os usuários ativos mensais do Youtube ultrapassaram 1,5 bilhão em 2018.

A Cisco prevê que os vídeos on-line representarão 80% de todo o tráfego on-line até 2021 e, embora haja mais vídeos do que nunca, 85% das pessoas dizem que gostariam de ver mais vídeos das marcas em 2018.

O Google até incorporou vídeos na página de resultados e, como eles são donos do YouTube, só podemos esperar que os resultados dos vídeos cresçam. Os vídeos sempre foram importantes, mas agora são absolutamente essenciais.

Eles aparecem no topo da página de resultados de pesquisa:

screen-shot-2019-02-14-at-141316.png

E o Google mostra vídeos em destaque:

featured-video.jpg

Se você não está incorporando vídeos em sua estratégia de marketing de conteúdo, é hora de se juntar ao movimento.

Aqui estão os passos para começar:

  • Encontre conteúdo popular em seu site para adaptá-lo em forma de vídeo.

  • Encontre temas quentes em seu nicho e faça um vídeo sobre esses tópicos.

Você não precisa contratar um estúdio de Hollywood nem usar uma câmera de 20 mil dólares para começar. Uma câmera comum e um bom software de iluminação e edição vão resolver.

DICA PRO:

Sempre adicione descrições aos seus vídeos; use no mínimo 200 palavras. A maioria dos criadores se esquecem de fazer descrições ou fazem uma mistura de várias palavras-chave.

Lembre-se de que o Google não sabe sobre o que é o seu vídeo. Ele se baseia em uma descrição baseada em texto para saber se o vídeo que você acabou de enviar será relevante para um usuário.

7. Crie sua própria palavra-chave ou frase

É meio ousado, eu sei Embora exija um pouco de criatividade, essa dica também merece menção.

Eu já mencionei o Brian Dean e sua técnica de Skyscraper. O que você acha que aconteceria se você pesquisasse essa palavra-chave agora? Quem você acha que apareceria no topo?

brian-dean-ranking-for-skyscraper-technique.jpg

Se você pensou em Brian Dean, você está certo.

Quando você cria um sistema único, um produto ou marca, o seu site é o único que vai ganhar força, desde que seja verdadeiramente original. E se se tornar popular, você é o especialista número um no tópico e pode ganhar a posição número um.

Você provavelmente pode pensar em alguns conceitos, sistemas ou produtos exclusivos vinculados a um determinado indivíduo.

Talvez já ouviu falar de Ramit Sethi e sua técnica de briefcase?

ramit-sethi-briefcase-technique.jpg

Você deve conhecer Tim Ferris e sua ideia de quatro horas de trabalho por semana, certo?

tim-ferris-four-hour-work-week.jpg

Todos esses indivíduos pensaram em um conceito ou sistema, adicionaram seu próprio toque às coisas, deram um nome e agora ranqueiam bem.

Criando sua própria palavra-chave

  • Crie um nome para um sistema que você usa para fazer algo realmente bem: Pode ser qualquer coisa, desde organizar móveis para casa ou gerenciar sua caixa de entrada.

  • Crie um nome para algo que você observou: Escolhe um acontecimento bem conhecido em seu nicho ou setor que ainda está sem nome.

Depois de ter dado um nome ao seu sistema ou observação, associe-se a ele e otimize sua presença na Web para ele. Use-o regularmente em seus posts e compartilhe com influenciadores.

Se a ideia pegar, você será o único a ganhar ranquamentos.

8. Tire vantagem de posts de alto desempenho

Você sabe que usar links internos é uma boa prática de SEO. Mas, será que você otimiza seus links internos para obter o maior efeito?

No início deste post, eu disse que 73% dos usuários não passam da primeira página do Google. Isso significa que suas páginas com menos autoridade serão deixadas de fora e receberão apenas o ocasional clique perdido ou sortudo.

Isso pode ser facilmente solucionado. Se você tiver páginas com alta autoridade aparecendo na primeira página dos resultados da pesquisa, aproveite e crie links internos para postagens de classificação inferior. Essa estratégia pode trazer mais cliques e classificações mais altas.

Como otimizar o link interno

Identifique o seu melhor conteúdo no ranking com a SEMrush. O vídeo abaixo mostra como encontrar sua página de melhor ranqueamento.

Depois de encontrar suas páginas de melhor desempenho, basta vincular as postagens de alto escalão a alguns artigos de baixo desempenho, mas de alta qualidade, para dar-lhes um impulso orgânico.

9. Use o conceito de Saliência

Isso é uma técnica avançada de SEO. Saliência é um conceito relativamente novo criado pelos mecanismos de pesquisa para melhorar a precisão dos resultados de pesquisa, aproveitando os relacionamentos conhecidos entre as entidades.

A saliência de entidade ultrapassa os limites das palavras-chave. É semelhante à co-ocorrência, mas em vez de usar repetidamente palavras-chave, ou mesmo variações dessas palavras-chave ela aproveita os temas repetidos para essas palavras-chave.

Resumindo, a saliência de entidade procura além de palavras-chave em uma página e, em vez disso, concentra-se no relacionamento entre objetos ou entidades.

Para facilitar a compreensão, Cyrus Shepard mostra um exemplo claro de saliência de entidade no trabalho. Digamos que uma página faça referência a Homem de Ferro, Tony Stark, Pepper Potts, ficção científica e o termo Marvel Comics seja mencionado apenas uma vez.

Essa página, apesar de usar o termo “Marvel Comics” apenas uma vez, tem uma grande relevância com a Marvel Comics, porque tem muitas palavras-chave fortemente relacionadas à Marvel Comics.

moz-entity-salience.jpg

Vamos dar outro exemplo, digamos, Superman, Batman, Wonder Woman, Flash e Cyborg aparecem em uma página. Eles teriam uma forte saliência de entidade com a DC Comics agora, não é?

Como isso se aplica ao SEO?

Digamos que você seja um blogueiro de fitness e tenha criado um post sobre treinamento de intervalo. Em vez de preencher sua página com a palavra-chave "treinamento de intervalo" ou até mesmo suas variações, você pode aproveitar a percepção da entidade ao incluir um assunto altamente relacionado em sua postagem.

Você pode abordar os tipos de treinamento de intervalo, como Tabata e até mesmo incluir indivíduos fortemente relacionados a ele, como seu descobridor, Dr. Izumi. Essa técnica mostra que sua página é relevante para o termo de pesquisa "Treinamento de intervalo", o que é melhor que o preencher uma página com palavras-chave iguais.

Como alavancar a saliência de entidade em suas páginas

Depois de encontrar um tópico sobre qual você queira escrever, tudo o que você precisa fazer é:

  • Encontre outros objetos relacionados fortemente conectados ao que você está escrevendo: A maneira mais fácil de fazer isso é optar por uma pesquisa no Google que revela itens relacionados.

  • Entre em detalhes de cada um deles: Não precisa ser uma postagem completa ou estar muito longe do tópico principal, mas apenas alguns detalhes de identificação.

10. Otimize para pesquisa por voz

Quando foi a última vez que você pensou em otimizar a pesquisa por voz?  De acordo com a Alpine.ai, existem mais de 1 bilhão de pesquisas por voz por mês. A Emarketer estima que 35,8% dos millennials usaram assistentes digitais habilitados por voz pelo menos uma vez por mês em 2017.

Aqui está um detalhamento do uso por geração:

search-data.jpeg

Por que você deve otimizar para pesquisa por voz

Além do fato de que a pesquisa é um meio para obter informações crescente e que as vendas de e-commerce de pesquisa por voz atingiram US $ 2 bilhões em 2018, abaixo estão algumas outras razões pelas quais você deve começar a otimizar.

A pesquisa é feita usando consultas longas de pesquisa

Quando usamos a pesquisa por voz, tendemos a ser muito específicos sobre o que queremos. Essa verbalização torna as palavras-chave de cauda longa mais valiosas e dá a sites menos conhecidos uma oportunidade de classificação.

Pesquisa mostra bem a intenção

Voltando à especificidade da pesquisa, quando usamos a pesquisa por voz, tendemos ser mais específicos; daí nossas intenções são mais evidentes.

Basta olhar para este gráfico de linhas mostrando a diferença no tamanho da consulta entre voz e texto.

speech-uses-longer-queries.png

Compare o termo de pesquisa de texto "geladeira" e o termo de pesquisa por voz "Quanto custa uma geladeira".

A consulta de pesquisa de texto é vaga e pode significar qualquer coisa, desde tentar descobrir o preço de uma geladeira, ler informações sobre uma ou comparar marcas.

O termo de pesquisa por voz mostra claramente que a pessoa quer comprar. Você pode apostar que o segundo termo de pesquisa será muito importante para alguém que vende geladeiras.

A pesquisa é muito local

Sabemos que o Google começou a priorizar a pesquisa local, mas a pesquisa por voz leva isso para outro nível. É três vezes mais provável que a pesquisa feita por voz seja local.

Se você é dono de uma empresa local, a pesquisa por voz será muito importante para você, podendo permitir que você classifique para uma seleção maior de termos do que nunca.

Então, como você otimiza para a pesquisa por voz?

  • Torne seu conteúdo mais fácil de ler, utilizando títulos, subtítulos e listas.

  • Use texto alternativo e descrições para explicar o conteúdo de suas imagens ao Google.

  • Use dados estruturados para deixar claro do que fala o seu conteúdo.

  • Use palavras-chave de cauda longa em um tom de conversa. Compare a consulta de pesquisa baseada em texto "Custo de viagem no Havaí" e pesquisa por voz "Quanto custa ir para o Havaí?". Usando o tom conversacional de cauda longa, você aumenta suas chances de aparecer na pesquisa.

Com o passar do tempo, a pesquisa por voz se tornará ainda mais importante do que é agora, quanto mais cedo você começar a otimizar, melhor.

Conclusão

O jogo de SEO é duro; há muito poucos vencedores e uma pilha de perdedores. As páginas de resultados de pesquisa dois e três juntos têm uma CTR de apenas 6%; você não quer ficar preso nessas páginas. No entanto, muitas pessoas insistem em evitar o SEO porque acham que é muito técnico e chato ou custa muito.

Enterrar a cabeça na areia não vai fazer isso desaparecer; você tem que começar a tratar SEO como uma prioridade. Otimização em todas as frentes vai trazer uma vantagem. Você tem que construir uma base sólida de SEO para garantir que o conteúdo que você produz seja visto pelas pessoas. E para ajudá-lo a fazer isso você precisará de ótimas ferramentas.

As dez tarefas ignoradas que eu mostrei acima podem ajudar qualquer negócio a começar.

Para recapitular, aqui está a lista de tarefas de SEO para impulsionar seus ranqueamentos nos SERPs:

  • Criar Rich Cards
  • Rejeitar Backlinks Tóxicos
  • Criar conteúdo usando técnica do Skyscraper
  • Otimizar páginas de destino
  • Usar infográficos
  • Criar mais vídeos
  • Criar sua própria palavra-chave ou frase
  • Tirar vantagem de posts de alto desempenho
  • Usar o conceito de saliência
  • Otimizar para pesquisa por voz

Existem algumas técnicas de SEO negligenciadas, mas eficazes que você usa e que eu não mencionei?

Preview: Checklist Para SEO Mobile

O Mundo está cada vez mais conectado. Segundo o site Internet World Stats hoje mais de 4 bilhões de pessoas são usuárias ativas desta rede que conecta todos. Mas, de onde vem esse acesso? Será que as pessoas ainda passam a maior parte do tempo na frente de um computador? Essa é uma das perguntas mais fáceis de se encontrar...

Obtenha PDF gratuito

Lenny Johnson
Profissional

Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.

Lenny Johnson is a freelance writer and content strategist at B2B Content Lab. He engineers high impact content that builds authority, drive sales and increases customer loyalty for B2B SaaS and marketing brands.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000
Novato

Ou acabou de chegar, ou é muito tímido e fala pouco.

Excelente artigo Parabéns Lenny. :)

Enviar feedback

Your feedback must contain at least 3 words (10 characters).

Só vamos utilizar este email para te enviar a resposta para o seu feedback. Política de Privacidade

Thank you for your feedback!

Sistema de classificação da comunidade

A classificação da comunidade SEMrush reflete o nível de reconhecimento profissional na nossa comunidade. Valorizamos as contribuições de qualidade, então os membros com melhor classificação receberão incentivos valiosos. Ao participar das discussões, fazer postagens, dar palestras em webinários e ser amigável e prestativo, certamente você vai chegar ao topo.

  • Novato
    Ou acabou de chegar, ou é muito tímido e fala pouco.
  • Entusiasta
    Às vezes participa das conversas.
  • Ajudante
    Membro experiente que sempre gosta de ajudar.
  • Mestre
    Membro veterano da comunidade.
  • Profissional
    Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.
  • Especialista
    Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.
  • Guru
    Portador de sabedoria sobre marketing digital.
  • Astro
    Sabe tudo… bem, quase tudo.
  • Lenda
    Não é nada fácil chegar até aqui!