10 dicas para fazer uma transmissão ao vivo de sucesso no Facebook

42
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

10 dicas para fazer uma transmissão ao vivo de sucesso no Facebook

Camila Porto
10 dicas para fazer uma transmissão ao vivo de sucesso no Facebook

Quer arrasar na sua transmissão ao vivo? Para te ajudar a atingir esse objetivo, eu separei aqui algumas dicas com base nas centenas de lives que eu já fiz na minha página. Não são regras, são boas práticas que geraram resultados positivos no meu negócio e que eu quero compartilhar com você.

Um dos pontos mais importantes é você entender que uma live é feita de três partes: divulgação prévia, transmissão e pós transmissão.

Muitas marcas focam apenas no momento da transmissão e acabam tendo resultados abaixo do esperado. Segundo dados do próprio Facebook, a maioria do consumo tende a ser na fase pós live, e dentro de 24 horas após o fim das transmissões.

Por isso, é importante você usar todas as ferramentas disponíveis para fazer uma transmissão ao vivo de sucesso. Confira todas as dicas que eu efetivamente sigo no meu negócio:

1. Planejamento: faça um roteiro

transmissão ao vivo

As ideias surgiram, agora é hora de colocar o plano de fazer a transmissão ao vivo em prática. O primeiro passo para que tudo saia corretamente é fazer um roteiro do que você vai tratar na live.

Você deve anotar todos os pontos que deseja abordar durante sua transmissão ao vivo. Pode anotar em um papel ou até mesmo em seu celular. O importante é que você tenha esse roteiro programado.

Dessa forma, você não se perde durante a gravação do vídeo e evita ficar parado sem reação em algum momento.

Essa etapa da construção do roteiro é a mais importante do processo. É esse script que vai ditar o ritmo e a qualidade da sua live, já que por meio dele você define a ordem e o conteúdo que vai apresentar ao vivo.

Depois que o roteiro estiver pronto, faça uma leitura em voz alta. É interessante você praticar e treinar o que vai falar, até para ter mais segurança quando a câmera for ligada.

Nessa etapa do planejamento, estipule o tempo de duração da sua live. Segundo informações do Facebook, transmissões curtas tendem a ter performance não tão boa quanto as mais longas:  porque pode levar um certo tempo para as pessoas se conectarem.

A maioria das pessoas não assiste à transmissão ao vivo do início ao fim. Muitas pessoas assistem a partes do vídeo, saem e retornam. Então é recomendado reforçar a mensagem central da transmissão e regularmente apresentar a marca.

2. Agende a transmissão no Facebook

Vale muito a pena instigar a curiosidade nas pessoas! Assim que você tiver a data e horário que pretende fazer a transmissão ao vivo definidos, avise seus seguidores sobre isso. Alerte sua base de fãs, citando o dia e horário que você vai fazer a live.

No Facebook, existe a possibilidade de você agendar o início de uma transmissão ao vivo. Os seguidores da sua página vão receber um aviso e podem habilitar o recebimento de uma notificação, alertando-os minutos antes que sua live logo vai começar.

Se a live for no Instagram, poste alguns conteúdos no Stories ou até mesmo em seu perfil, comentando sobre a data da transmissão. Isso gera expectativa nas pessoas e faz com que o público até se programe para assistir ao seu vídeo.

3. Atenção à qualidade de áudio e vídeo

É importante ter em mente que você não precisa de equipamentos profissionais e nem precisa focar no perfeccionismo. Mas garanta que seu celular, por exemplo, tenha uma qualidade boa de áudio e vídeo para oferecer conteúdo bem feito.

Se for gravar no celular, tente usar o microfone do seu fone de ouvido. Isso ajuda que a captação do som seja melhor.

4. Atenção com direitos autorais

transmissão ao vivo

As transmissões ao vivo estão sujeitas a regras de direitos autorais. Então, uma live que infrinja esses conteúdos pode ser retirada do ar durante uma transmissão.

Fique atento com vídeos ao vivo que tenham músicas (em geral) ou imagens protegidas por direitos, pois podem ser retirados do ar automaticamente e interromper a transmissão.

Quando uma transmissão ao vivo termina e o arquivo de vídeo é gerado para ser salvo na página da marca, uma nova verificação de direitos autorais é feita, e o vídeo pode ser bloqueado se for detectado algum problema. Por isso, muita atenção para não infringir direitos autorais.

5. Descreva o conteúdo da transmissão com clareza

Fazer um texto matador e que chame a atenção das pessoas é essencial. Essa é a forma de fisgar um expectador que ainda não tenha ativado o áudio do seu vídeo, por exemplo.

Monte esse texto com clareza e com todas as palavras-chave necessárias para atrair a atenção.

É importante ser chamativo, mas não entregue todo o outro nesse texto, ok? Monte uma copy pensando em chamar a atenção e deixando a curiosidade no ar – para que o seu fã tenha necessidade de assistir à live para sanar a dúvida.

6. Pronto para começar? Antes, analise o ambiente

Evite fazer lives em locais com muito barulho, com cachorro latindo por perto, com trem passando ao lado. Dependendo do microfone que você estiver usando, o som será captado e sua audiência vai ouvir esse barulho externo.

E mesmo que seu microfone não capte esses sons, esses barulhos podem te desconcentrar durante a live e você perder o foco em algum momento.

Fique atento também em relação à iluminação do espaço, para não gravar em locais muito escuros e que deixam o vídeo com qualidade reduzida. Não precisa querer montar um cenário digno de Hollywood, mas fique em um local tranquilo e bem organizado para não virar notícia na internet.

7. Faça perguntas poderosas durante a transmissão

Esse é um dos conselhos que eu mais indico para os alunos durante meu treinamento: faça perguntas poderosas! Pode ser tanto em uma postagem no Facebook quanto em uma transmissão ao vivo, fazer perguntas é primordial.

Já parou para pensar como você puxa assunto com uma pessoa? É fazendo uma pergunta! E isso funciona ainda melhor se pensarmos nas redes sociais, um espaço onde as pessoas precisam conversar. Durante uma live, você pode perguntar sobre questões técnicas, como:

  • Pessoal, como que tá o volume, como que tá o áudio?
  • A imagem da live tá boa, pessoal?

Esses são apenas dois exemplos simples que ajudam você a configurar algo extra.

Ao longo da transmissão ao vivo, continue fazendo perguntas sobre alguns tópicos abordados. Assim, seus fãs vão deixar comentários e interagir ainda mais com você.

Um tipo de estrutura de pergunta que você pode seguir é pedindo para que o expectador digite sim ou não nos comentários. "Você já conhece o blog da SEMrush? Se sim, escreva nos comentários: SIM". Leia o nome de algumas pessoas que responderam sim e dê ainda mais força a essa interação.

8. Responda seus expectadores

transmissão ao vivo

As pessoas querem atenção. Se você se dispõe a fazer uma transmissão ao vivo, entenda que as pessoas vão querer interagir com você – muito mais do que conversar com outras pessoas que estejam online no mesmo chat.

É importantíssimo que você leia comentários, responda algumas dúvidas e mostre para o expectador que você está ali mesmo, ao vivo, falando o nome dele no ar.

Você não precisa querer responder 100% dos comentários, mas demonstre essa preocupação.

Ao longo da live fica difícil você se concentrar em passar a informação ao vivo e ler os comentários ao mesmo tempo. Por isso, reserve um tempo após sua transmissão, para continuar ao vivo e conversando com sua audiência. O importante é dar o retorno para eles.

9. Gostou? Então curte ou compartilhe

Você não precisa ter vergonha em pedir para que seus fãs curtam e até compartilhem a sua live com os amigos. Ainda mais se você está começando agora com as transmissões ou um negócio.

É bem comum e natural fazer essas solicitações e pedir para os expectadores curtirem o vídeo, compartilhar, marcar amigos etc.

10. Seja você mesmo

Existem dicas para melhorar as lives, mas ser você mesmo é sua marca registrada. Siga sua intuição e fale com clareza com seu público.

Não tente vestir um personagem que, em algum momento, isso não vai funcionar. Seja você mesmo que seus fãs vão adorar essa espontaneidade.

Agora que você viu essas dicas, comente conosco: qual delas você achou a mais legal e qual você consegue aplicar hoje mesmo no planejamento da sua transmissão ao vivo?

Gostou desta postagem? Siga-nos no RSS e leia mais postagens interessantes:

RSS
Sou especialista em Marketing no Facebook desde 2011. Escrevi o livro ‘Facebook Marketing: Como gerar negócios na maior rede social do mundo’ e ministro o treinamento online Facebook Essencial que já conta com mais de 6 mi alunos.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes
Camila, obrigada pelas dicas! Tenho uma dúvida, você recomenda fazer perguntas durante o live, por exemplo pedir para comentar sobre a qualidade da imagem.
O que posso fazer se alguém dizer que a qualidade do vídeo não está legal?

Inscreva-se no Blog da SEMrush para receber conteúdo útil direto na sua caixa de email.

Obrigado!

Você se inscreveu no nosso blog com sucesso.