pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Enviar postagem
Acessar o Blog

Como usar dados para impulsionar estratégias de linkbuilding?

67
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra se uma postagem de blog gera envolvimento. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura ativa dos usuários, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

Como usar dados para impulsionar estratégias de linkbuilding?

Danilo Israel
Como usar dados para impulsionar estratégias de linkbuilding?

Atualmente vejo muitos conteúdos relevantes sobre linkbuilding, mas hoje eu não venho explorar a fundo o que é linkbuilding e qual é o impacto dele no marketing digital. Trouxe algo mais profundo, que tem sido até hoje muito importante na minha carreira como Link builder e tenho certeza que vai ajudar você também.  Vou falar mais sobre como utilizar os dados para otimizar estratégias de link building. Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa!

1. Define os dados que são importantes para mapear 

Em primeiro lugar, para que não se perca quais dados deve olhar, é importante compreender quais são relevantes dentro do linkbuilding.

Os principais dados para linkbuilding de sucesso são: 

  •  Número de Contatos realizados

  •  Número de Respostas negativas 

  •  Contatos em Negociação (respostas positivas)

  • Links Live ( Links publicados)

  • Quantos prospects estão em negociação

  • E-mails abertos

  • E-mails sem resposta

  • Total de respostas

  • Conversão de e-mails ( quantos e-mails enviados x respondidos)

  • Conversão Link's Live ( Quantidade de respostas x  Links publicados)

  • Taxa de Abertura ( Quantidade de e-mails enviados x e-mails abertos)

Depois de você ter em mente todas essas informações, está na hora de organizar todas suas métricas e dados.  Para isso, compartilho com vocês um print da planilha que eu uso. Ela me ajuda muito a ter noção de todas as métricas e a avaliar o meu desempenho.

A planilha te ajuda a analisar a evolução da sua estratégia Print da planilha de link building

Com esses dados em mãos, fica muito mais fácil entender a efetividade da sua estratégia. Pois, caso esteja com muita dificuldade em conseguir backlinks, vai saber exatamente onde implementar as melhorias. 

Segue um exemplo do que estou falando:

Mapeei os dados acima e, após analisar todos os e-mails que enviei durante um mês, notei que: 

  • 10 % abriram o e-mail 

  • 30 % responderam positivamente

  • 10 % aceitaram publicar o link. 

Então, supondo que a taxa ideal de abertura para mim é de 20%, como poderia melhorar este indicador? Mudar o título dos e-mails seria uma opção, lembrando que click bait  não é algo bom.

Esta clareza com os dados te faz enxergar qual etapa do processo de linkbuilding não está performando bem, permitindo que tenha insights de melhoria.   

Vale lembrar que, é importante mapear os fatores que geram links e testar o que funciona melhor dentro do seu segmento.

2. Mapeie as táticas que geram links

Quando você começa a entender quais são os fatores que geram links, fica muito mais fácil otimizar sua estratégia ao longo do tempo. 

Agora, você deve ter em mente quais iniciativas  vai utilizar para conseguir links. As que estão abaixo foram as mais eficazes para mim:

  • Guest post 

  • E-books 

  • Infográficos  ( Segundo o especialista em Linkbuilding, Eric Ward (In memorian), estratégias com infográficos funcionam muito bem)

O CEO da Mobly, por exemplo, deu uma entrevista para a PEGN. Com isso, o site fez um link para a empresa dele, o que rendeu links interessantes. 

Depois de tudo isso, está na hora de contabilizar os fatores que geram links para otimizar suas estratégias por meio dos dados.

O novo banco de dados de backlinks

Para seu domínio

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

 

3. Otimize a estratégia por meio dos números

Após o mapeamento dos fatores que geram links, chegou o momento de monitorar a performance de cada um deles. É muito importante montar uma visão mais detalhada, de como cada um dos fatores que geram links no seu nicho estão performando em suas campanhas de linkbuilding.

Na prática isso inclui dar um nome para cada estratégia utilizada, levando em consideração que o nome da estratégia deve estar associado ao fator que gera link, como nesta imagem:

Imagem da aba performance Imagem da aba performance

Feito isso, você vai ter muito mais clareza do que está acontecendo. E repito, com essa visão, você saberá exatamente onde investir mais ou menos esforço. Durante toda minha experiência com link building, os números sempre me ajudaram a otimizar minhas estratégias no decorrer do tempo. 

Mas vale ressaltar que cada estratégia deve conter um conteúdo único, tanto no título como no corpo do e-mail.  O motivo? Vamos supor que, você enviou 10 e-mails,  um totalmente diferente do outro, tanto no título, como no corpo de e-mail, mas com um porém, todos estão com o mesmo fator gerador de links. 

E é aí que está o problema. Como todos tem um conteúdo único, não é possível descobrir qual é o mais efetivo. 

Além disso, vale ressaltar que um approach correto varia entre os nichos. Sejam approaches mais extensos ou curtos. 

Mas lembre-se, vale ressaltar que algumas personalizações no e-mail, como citar alguns pontos do site que chamaram sua atenção, por exemplo um conteúdo relevante ou pontos em comum, são importantes. Pois, com isso, o Webmaster perceberá que você, de fato, se importa com a audiência dele.

Abaixo um exemplo de modelo de e-mail para entrar em contato:

Modelo de e-mail Modelo de e-mail

Para conseguir escalar a prospecção de novos sites e otimizar o seu tempo, monte em uma aba, um modelo de e-mail para cada fator gerador de links. Isso vai te ajudar a otimizar seu tempo.

Encontre novas oportunidades

de linkbuilding

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Entretanto não paro por aqui, acho legal compartilhar com vocês, quais os principais dados para mensurar a qualidade do site.

 

4. Analise dados para avaliar a qualidade do site

No universo de SEO, existem muitas recomendações sobre quais dados olhar ao mensurar a qualidade do site, uns dizem DA( domain authority) outros PA ( page authority)  uns concordam outros discordam e por aí vai.... Porém eu venho te mostrar 3 dados que ao serem analisados, não permitem margem para dúvidas.

Principais métricas para avaliar qualidade do site para linkbuilding: 

  • Posicionamento de palavras-chave,

  • Referring Domains vs Referring IPs 

  • Tráfego 

Ao analisar o posicionamento de palavras-chave, você conseguirá entender a relação que existe entre conteúdo e público, te ajudando a compreender, se faz sentido realizar alguma publicação dentro do site que está sendo analisado.

Quando analisamos o perfil de backlinks de um determinado site, conseguimos ver também a relação entre Referring Domains vs Referring IPs, da uma olhadinha na foto abaixo: 

Referring Domain vs Referring IPs - via SEM RUSH

Esses indicadores de Referring Domains vs Referring IPs podem te ajudar a identificar sites que participem de esquemas de links, principalmente link farms, pois essa é uma das características de sites que fazem link farms. Nessa estratégia, a pessoa compra vários domínios com nomes diferentes para fazer links e, nessa jornada de black hat, muitas vezes eles acabam comprando domínios diferentes, porém com o mesmo ip.

 Então, a grande sacada é analisar eles. Caso exista muita diferença, recomendo evitar um link vindo daquele site. Mas, um outro possível cenário para haver uma diferença grande nesses números, são ataques de link spam, que eventualmente acontecem na web.

Entretanto, quando olhamos para o tráfego, conseguimos ter alguns insights bem legais, sobre performance do site nos últimos meses, oportunidades de referral traffic e autoridade do site.

Análise do tráfego - via SEM RUSHEsta análise prévia, pode te ajudar a filtrar melhor os sites, durante o processo de prospecção.

Supere seus concorrentes

Análise de Palavras-chave e Backlinks da SEMrush

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

 

5. Analise dados que ajudam a provar o valor de link building

Assim como eu, acredito que todos link builders querem mostrar que link building tem valor para as demais áreas da empresa. Esses pontos ajudam bastante, nesse caso:

  • Monitoramento de Posição

  • Tráfego Referencial

Acompanhar estes indicadores ajuda a mostrar o valor dos links.

Monitoramento de posição, que mostra a visibilidade de um grupo de palavras chave dentro do Google, serve como indicador de posicionamento. Sabendo disso, você pode configurar o monitoramento na SEMrush e observar o impacto dos links.

Position Tracking - via Sem Rush

Mas Danilo, eu não deveria olhar o posicionamento das keywords no Search console?  Sim, você deve! Você também pode olhar lá o posicionamento individual do texto âncora, assim como o posicionamento médio do site. Faz todo sentido e ajuda a evidenciar o quão é importante o que você fez.

Porém, recentemente, observando o efeito de alguns links que realizei,  notei que o Google está mais inteligente. Agora, ele consegue ler o conteúdo da página que foi mencionada, ao invés de ler somente o texto âncora. E o resultado disso é, por muitas das vezes, impulsionar o conteúdo da página que foi mencionada por meio do texto âncora. 

Isso não quer dizer que o Google não impulsiona o texto âncora. Só quero mostrar uma forma mais ampla para analisar o impacto dos backlinks. 

Ainda sobre impacto dos backlinks, é muito importante você acompanhar o tráfego de referência gerado por eles. É um sinal de confiança para o Google e também um indicador bem legal pra SEO, onde você pode somar o referral traffic aos novos usuários. 

Dá uma olhada na quantidade de tráfego de referência, de um link que eu fiz, com o apoio do time de conteúdo.
 

Referral Traffic - via Google Analytics Referral Traffic - via Google Analytics

Como você pode ver, foram geradas 272 visitas!! Ao longo de 4 meses, sendo que 208 foram nos 3 primeiros dias, e foi um indicador muito positivo para SEO. E como disse no início deste tópico, foi um indicador bem interessante para mostrar o valor de link building. E após registrar todos os dados mencionados acima, nunca esqueça de interpretá-los, isso é o que faz diferença no final das contas.

 

6. Hora de aplicar e interpretar os Dados

Se você não está muito acostumado com dados, fique calmo, não é nada de outro mundo. Com a planilha, fica tudo mais fácil de entender e interpretar. Não tem nenhum mistério, você consegue!

Parece óbvio, mas você só precisa analisar tudo o que está funcionando, comparado a tudo que não está, a grosso modo.

Depois, você vai conseguir interpretar tudo de forma clara, baseando- se em dados, em qual estratégia deve investir mais ou menos esforço. 

Mas lembre-se! Link building também está muito ligado a construção de conteúdos de qualidade no seu site e também sobre relacionamento com as pessoas que compõem o seu nicho.

E, sabendo que o comportamento das pessoas muda, teste coisas novas sempre, pois em determinado momento, uma estratégia, até então de sucesso, pode ir saturando. 

E é isso pessoal. Espero que possa ter ajudado vocês.  Fica aqui um conteúdo que eu gosto muito do Eric Ward, para completar o que eu disse. Um abraço e bons links para vocês! 

Palavras do Eric Ward Palavras do Eric Ward

Ah, e só para constar. Caso tenha ficado alguma dúvida, por favor, deixe nos comentários, será um prazer responder a todos. 


Quer saber mais sobre o futuro de linkbuilding e as atuais estratégias de linkbuilding? Assista ao webinar com Felipe Bazon, que questiona o status quo do link building nacional, colocando em cheque as estratégias mais utilizadas no Brasil hoje: 

Danilo Israel
Especialista

Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.

Eu gosto muito de ajudar pessoas, isso é um combustível que me motiva a me tornar uma pessoa melhor.Sempre penso em como melhorar, e tenho paixão por trabalhar com Link Building, Seo e dados.
As pessoas sempre falam que eu como muita comida, e não engordo de ruim,mas até ai tudo numa boa.

Enviar comentário

Seu comentário deve ter pelo menos 3 palavras (10 caracteres).

Usaremos este e-mail unicamente para responder aos seus comentários. a Política de privacidade

Agradecemos pelos comentários!