12 tendências de SEO para 2021

Erich Casagrande

Dec 01, 202011 min read
Tendências de SEO

A otimização de sites para mecanismos de pesquisa (SEO) é uma maneira eficaz de atrair consumidores para plataformas online — quando usada corretamente. O SEO está em constante evolução, e ficar por dentro das últimas tendências pode ser um desafio. No entanto, o esforço vale a pena: cerca de 70% a 80% dos usuários se concentra exclusivamente em resultados orgânicos e ignoram anúncios pagos. Além disso, cerca de 28% dessas pesquisas são convertidas e resultam em uma compra.

Para se ter um desempenho de SEO de primeira linha, é necessário dar atenção a muitas métricas, incluindo tráfego, backlinks e compartilhamentos nas redes sociais, só para citar algumas. Nosso guia fornece informações sobre algumas das tendências de SEO mais relevantes para 2021. Confira as 12 tendências de SEO aguardadas para 2021:

1. A inteligência artificial terá um papel maior em SEO

A inteligência artificial (IA) está mudando a forma como as pessoas interagem com o conteúdo online. O algoritmo de IA do Google, em especial, merece destaque. Apresentado há alguns anos, o algoritmo (chamado RankBrain) desempenha um papel importante nos fatores de posicionamento do Google para as páginas de resultados de mecanismos de pesquisa (SERPs).

Greg Corrado, cientista sênior do Google que ajudou a desenvolver o RankBrain, já destacou a capacidade única de aprendizagem da ferramenta: “Todos os outros sinais são baseados em descobertas e informações feitas pelas pessoas da coleta de informações, mas não há aprendizagem.” Presume-se que isso signifique que o RankBrain só melhorará com o tempo, tornando a IA uma das principais tendências de SEO a ser aguardada.

Assim, a grande questão é: como otimizar o SEO para o RankBrain? Embora a gigante do mecanismo de pesquisa não compartilhe detalhes, os especialistas acreditam que os sinais da experiência do usuário são o principal determinante.

Eles podem incluir fatores como a taxa de cliques e o tempo gasto na página. Você precisa cativar e engajar os usuários com conteúdo útil e bem organizado. Um verificador de SEO on page pode ajudar a avaliar a força da página com base em pontos como legibilidade, backlinks e muito mais.

2. A pesquisa por voz afetará as consultas de pesquisa

Graças a inovações como o Assistente da Google, a Siri da Apple e a Alexa da Amazon, a tecnologia de pesquisa por voz avançou muito. Conforme a tecnologia progrediu, ela também se popularizou. Na verdade, se prevê que a porcentagem de famílias que terão uma caixa de som inteligente até 2022 será 55%.

Para otimizar seu site para a pesquisa por voz, considere suas palavras-chave. Identifique frases mais longas que as pessoas usam em conversas diárias. As pesquisas por voz tendem a melhorar com frases mais longas e naturais. Quando as pessoas digitam, a tendência é abreviar. Por exemplo, uma pessoa pode fazer a seguinte pesquisa por voz: “Quais são as novas tendências de SEO para 2021?", mas digitar: "novas tendências de SEO 2021.”

3. A compatibilidade com dispositivos móveis afetará os posicionamentos de pesquisa

Em 2019, o Google lançou o mobile-first indexing, o que significa que o mecanismo de pesquisa prioriza a versão para dispositivos móveis de um site, a considerando como a versão “primária” em vez da versão para computador. Essa mudança faz sentido, pois, até 2025, quase 73% dos internautas terão acesso à Internet apenas através de dispositivos móveis. Verifique a eficácia do seu site para dispositivos móveis com o teste de compatibilidade com dispositivos móveis gratuito do Google. Depois, confira o relatório “usabilidade em dispositivos móveis” no Google Search Console.

Para ter certeza de que é fácil usar sua página, é preciso garantir que o Google consiga rastrear suas URLs. Portanto, verifique se há alguma "diretiva disallow” em vigor. Além disso, tenha cuidado para que o Googlebot não carregue conteúdo que exija interações do usuário, como clicar ou passar o dedo. É preciso garantir que o Google conseguirá entender esse tipo de conteúdo com carregamento lento. Por fim, use as mesmas tags de meta robots nos sites para computador e dispositivo móvel.

4. Os conteúdos que cumprirem com o princípio EAT do Google terão posicionamentos mais elevados

O Google já reiterou que a qualidade do conteúdo é fundamental para um posicionamento de sucesso. Mas o que significa “qualidade” para o Google? Consulte o princípio EAT: especialização, autoridade e confiabilidade. Esses fatores ajudam a determinar se uma página tem conteúdo útil e de qualidade. Esse princípio é relevante principalmente em nichos de negócios que se enquadram no rótulo “seu dinheiro, sua vida” (YMYL), como saúde e finanças.

Há algumas formas de garantir conteúdo de qualidade. Primeiro, crie personas de comprador, que permitem entender que tipo de conteúdo seus clientes valorizam. Segundo, realize uma pesquisa de intenção de busca, que ajuda a mapear a jornada do consumidor. Terceiro, use essas informações para criar conteúdo que se encaixe no formato que seus usuários preferem.

Por exemplo, se você se dirige a adolescentes, provavelmente o formato de o vídeo é preferível. Se você estiver se dirigindo a um público mais velho, o vídeo pode ser menos atraente.

Por fim, sempre lembre de EAT ao criar seu conteúdo. Respalde suas afirmações com estatísticas e fatos. Use links para sites respeitáveis, com URLs como “.edu” e “.gov”. Ter sites com autoridade com links seus é outra maneira de provar que você cumpre com os critérios EAT.

5. Conteúdos longos ajudarão a melhorar as SERPs

De acordo com nosso Relatório sobre o estado do marketing de conteúdo, leituras longas de mais de 3 mil palavras recebem três vezes mais tráfego e têm quatro vezes mais compartilhamentos. Elas também conquistam 3,5 vezes mais backlinks do que artigos com tamanho médio de 901 a 1.200 palavras.

Comece a se concentrar em conteúdo longo para alcançar posicionamentos mais altos nas pesquisas. Dito isto, seu conteúdo deve manter a qualidade. O objetivo é fornecer aos usuários informações que possam ser compartilhadas e que mantenham o engajamento. Aproveite e confira também detalhes sobre conteúdo evergreen.

Como se faz isso? Primeiro, divida seu conteúdo em seções com subtítulos H2 e H3 para facilitar seu rastreamento. Os subtítulos são importantes principalmente para sites de dispositivos móveis. Em segundo lugar, vincule fontes relevantes e com pontuação de autoridade sólida. Por fim, confira se é fácil compartilhar o conteúdo. Inclua links de compartilhamento no título e depois na conclusão para que os leitores possam compartilhá-lo com apenas um clique.

Nossa ferramenta SEO Content Template pode ajudar a otimizar seu conteúdo para pesquisa. Insira a consulta para a qual deseja se posicionar e receba recomendações sobre o tamanho do conteúdo, palavras-chave semanticamente relacionadas a serem incluídas e uma análise mais detalhada das páginas com melhor posicionamento. 

SEMrush SEO Content Template screenshot

6. Featured Snippets serão mais importantes

Não entre em pânico. Você não precisará gerar conteúdo longo só para subir no posicionamento do Google. Os Featured Snippets, lançados em 2017, são uma espécie de atalho para ganhar importância no Google — e são muito breves. Às vezes, quando você digita algo no Google, percebe uma caixa na parte superior das SERPs, acima dos resultados reais. Isso é um trecho.

Featured Snippet exemplo

Conquistar um Featured Snippets é uma ótima maneira de entrar na cobiçada primeira página de resultados. Além disso, os trechos roubam tráfego significativo dos concorrentes.

Os Featured Snippets mostram uma parte da informação, muitas vezes estruturada como uma sessão de perguntas e respostas ou um breve guia de instruções. Há também trechos ricos, incluindo imagens, avaliações baseadas em estrelas, preços de produto e informações semelhantes. Para criar trechos, concentre-se nas consultas baseadas em perguntas e palavras-chave relevantes. Você pode usar a função de pesquisa do Google “as pessoas também perguntam” para se inspirar. 

7. A pesquisa preditiva deve melhorar

O Google Discover foi lançado em 2017, desencadeando um novo tipo de pesquisa: sem consultas do usuário. O Discover é outra ferramenta do Google orientada por IA. A ferramenta de recomendação de conteúdo identifica padrões comportamentais do usuário ao longo do tempo e aprende gradualmente esses hábitos. Com essas informações, o Discover pode identificar o conteúdo mais preciso com maior probabilidade de interessar ao usuário.

O Google Discover já tem mais de 800 milhões de usuários ativos. Para aparecer nele, você não precisa fazer nada especial. Se o Google indexar sua página, ela será incluída. O conteúdo é posicionado com base em algoritmos que analisam a qualidade do conteúdo e o interesse do usuário.

Embora o Google não tenha comunicado fatores precisos, parece que o histórico de localização, o histórico de navegação, o uso de aplicativos, os calendários, o histórico de pesquisas e a localização da residência e do trabalho são relevantes.

8. Estratégias de SEO eficazes incluirão vídeo

Os vídeos online parecem ser o caminho a ser seguido. O YouTube tem mais de 1 bilhão de usuários. Se você ainda não cria conteúdo de vídeo, agora é a hora de começar. Não se convenceu? Considere o seguinte: de acordo com a Cisco, os vídeos devem superar todas as outras formas de conteúdo em termos de consumo.

Mas como você pode otimizar conteúdo de vídeo? Otimize o nome e a descrição do canal de vídeo. A descrição não deve apenas ser repleta de palavras-chave, mas fornecer uma visão geral ideal para o usuário do que é o seu canal.

Além disso, as palavras-chave são essenciais. Por exemplo, se a otimização é para o YouTube, você pode se inspirar no recurso de preenchimento automático da plataforma. Comece a digitar o assunto do vídeo e veja o que aparece no campo de pesquisa, que é essencialmente uma lista de palavras-chave sugeridas, informando exatamente o que as pessoas no YouTube procuram.

9. A otimização de imagens terá um papel maior nas pesquisas

A pesquisa com imagens evoluiu drasticamente. Antes, as pessoas podiam apenas olhar as imagens. No futuro, será possível usá-las para comprar produtos, obter informações e muito mais. Há muito tempo o Google insiste na marcação e otimização adequadas das imagens, então faz sentido que isso faça parte do seu plano de longo prazo.

Se as imagens do seu site não estiverem otimizadas, cuide disso agora. Use imagens relevantes de alta qualidade e personalize o nome do arquivo, adicionando um rótulo ao arquivo da foto para que ele seja relevante para o conteúdo na página correspondente. Use tags alt, que os rastreadores usam para classificar imagens.

Por fim, adicione imagens ao mapa do site, onde é ainda mais fácil rastreá-las. Você também pode conferir outras postagens onde discutimos SEO para imagens para ver mais dicas.

10. As palavras-chave semanticamente relacionadas serão mais importantes

Os profissionais de SEO costumavam se concentrar nas palavras-chave primárias e esquecer do resto. Agora, sabemos que as palavras-chave secundárias são igualmente importantes. A pesquisa semântica e a otimização de intenções ganharão mais destaque no futuro. O Google não considera mais apenas cadeias de palavras.

Ele analisa o contexto da consulta e tenta discernir a intenção de pesquisa do usuário, o que significa que quanto mais informações relevantes forem fornecidas — com palavras-chave primárias e secundárias relacionadas logicamente —, melhor.

Oferecemos uma ferramenta de palavras-chave abrangente para identificar palavras-chave semanticamente relacionadas e a dificuldade das palavras-chave para priorizar quais consultas você prefere segmentar primeiro. 

SEMrush Keyword Magic Tool

Para abordar de verdade a pesquisa semântica, crie conteúdo projetado para responder a uma pergunta que seu público-alvo faria. Otimize o conteúdo para grupos de assuntos em vez de se concentrar apenas em palavras-chave. Por fim, use dados estruturados quando fizer sentido. O mais importante: não escreva para robôs, escreva para pessoas.

11. Anúncios de pesquisa local terão um papel maior nas estratégias de SEO

Quando as pessoas pensam na Internet, muitas vezes pensam em sua natureza global. Na realidade, a maioria das pessoas usa mecanismos de busca para encontrar bens e serviços localizados. Elas podem estar em busca de um restaurante no bairro, por exemplo. O SEO local é importante e está evoluindo. Essa evolução se deve, em parte, ao aumento das pesquisas sem cliques, que alguns profissionais de marketing de SEO estão chamando de novo normal.

Em uma pesquisa sem cliques, a consulta do usuário é respondida pela própria SERP. Ou seja, as pessoas não clicam em nenhum dos resultados posicionados. Uma das razões para o aumento das pesquisas sem cliques é o aumento dos trechos em destaque. Muitas pesquisas sem cliques são pesquisas locais que mostram os resultados na SERP, no que é chamado de “pacote local".

Como você coloca seu negócio em um pacote local? Comece criando uma página do Google My Business. Ter um perfil de backlink forte também é importante. Você pode verificar que tipos de backlinks seus concorrentes conseguem para se inspirar e segmentá-los você mesmo.

12. Dados e análises devem se tornar prioridade para ficar à frente nos posicionamentos

A ciência de dados permite que você entenda compradores, visualize campanhas e crie mensagens direcionadas. O Google Analytics pode ajudar a verificar quais URLs são rastreadas, identificar fontes de referência, verificar os tempos de carregamento da página, indexação, redirecionamentos, erros de resposta, taxas de rejeição e muito mais. Você também pode usar a ciência de dados para identificar páginas que não quer que os rastreadores indexem e identificar fontes de tráfego incomuns, como possíveis sites de spam (que prejudicarão sua credibilidade de EAT).

Como você consegue todas essas informações? Há muitas ferramentas de análise à disposição no setor de SEO. O kit de ferramentas de SEO da SEMrush oferece a tecnologia de que você precisa para cuidar de tudo, do monitoramento dos posicionamentos à pesquisa competitiva, SEO on-page, SEO técnico, link building e muito mais.

Ao ficar por dentro desses detalhes, você sabe onde tem sucesso e, o que é igualmente importante, onde não está. Esse método permite resolver problemas e melhorar continuamente sua presença na Web.

Saiba mais sobre as tendências e técnicas de SEO mais recentes

O SEO fica cada vez mais complexo, como deixa claro a lista acima. Os tempos de apenas otimizar palavras-chave e títulos meta já se foram. Com as tendências de SEO atuais, você precisa pensar em tudo, do controle por voz ao SEO de vídeo. As métricas estão em constante mudança e é fundamental ter um bom posicionamento.

Esse artigo foi orignalmente publicado em inglês

Author Photo
Erich CasagrandeTrabalho como Marketing Manager Lead da Semrush no Brasil e sou responsável pelas ações de marketing que envolvem a marca em diferentes canais. Sou apaixonado por comunicação e por aprender cada vez mais sobre o universo do Marketing Digital.
Subscribe to learn more about SEO Básico
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes
More about SEO Básico
Cursos de SEO (Valem a pena? Qual é o melhor?)Considerando a importância do SEO, não é surpreendente que 64% dos profissionais de marketing invistam ativamente em aprender táticas de marketing digital. Como atualmente não existe nenhum diploma universitário em SEO, o conhecimento é frequentemente adquirido por meio de experiências conquistadas a duras penas e, cada vez mais, por meio da obtenção de certificações de SEO.
10 min read
7 dicas de SEO para sites novos (com checklist)Ter um site é fundamental desenvolver sua presença de marca e com SEO o seu site pode ter um posicionamento melhor nas páginas de resultados de mecanismos de pesquisa como o Google e o Bing. Nesta checklist para iniciantes e novos sites, vamos detalhar as principais dicas de SEO.
9 min read
SEO On-Page: um guia completo para 2021Neste guia, vamos discutir por que o conteúdo On-page de qualidade é importante tanto para seu público-alvo quanto para os mecanismos de pesquisa e passar por alguns fatores importantes de SEO On-page que podem ajudar a melhorar seus ranqueamentos. Leve sua página para o próximo nível com SEO On-page que ajuda os mecanismos de pesquisa a encontrar e ranquear seu conteúdo.
12 min read