pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Acessar o Blog
Maria Chizhikova Marques atualizada

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado

81
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra se uma postagem de blog gera envolvimento. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura ativa dos usuários, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Esta postagem está em Português
Maria Chizhikova Marques atualizada
Esta postagem está em Português
Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado

O surto de coronavírus afetou severamente a saúde e o bem-estar das pessoas em todo o mundo; mas ele também afetou nossas padrões comportamentais e rotinas diárias.

Isso causou um efeito cascata que abalou toda a economia global. 

Qualquer impacto econômico significativo faz alguns setores cair e outros ganhar. O coronavírus não é exceção.

Analisamos o impacto do COVID-19 no comportamento on-line para entender quais setores e empresas foram mais afetados ou ganharam o maior impulso.

Novo Normal

Insights de Comportamento de Usuários em Tempos de Coronavírus

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Vencedores em termos de resultados de pesquisa orgânica e tendências de tráfego

Plataformas de trabalho remoto

Durante a pandemia e o período de auto-isolamento uma tendência óbvia que esta crescendo rapidamente são as ferramentas e plataformas de trabalho remoto. 

O Zoom Communications, um espaço projetado para videoconferências e webinars, passou de US $ 108 em 16 de março para US $ 162 em 23 de março.

Um aumento de 50% é impressionante em si mesmo e é ainda mais surpreendente, considerando que as bolsas estão caindo mais de 30% - uma verdadeira história de sucesso em meio a uma crise global.

O tráfego para o site da Zoom aumentou para 10 milhões de visitas em fevereiro. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 0

O volume de pesquisa também aumentou 22,26% de novembro a março.

Entre as plataformas de chamadas o Skype viu um aumento importante de 172,73% de volume de pesquisa de marca e entre as plataformas de mensagens, o volume de pesquisas da marca para o Slack aumentou 35,06% no mesmo período. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 1

Fitness em casa

Um terço da população do mundo está em quarentena, de isolamento parcial ou completo dentro de casa. Os dados da SEMrush revelam um crescente interesse por exercícios em casa nas pesquisas on-line, que aumentaram drasticamente em março.

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 2

No Brasil o aumento maior na área de equipamento esportivo pertence às pesquisas de halteres e tapetes de yoga - mais de 230% de aumento em apenas um mês. 

Engraçado que as pesquisas por roupas de academia caíram 18% - pelo jeito não há muita necessidade em roupa de esporte nova quando você pratica esporte em casa.

Plataformas de Streaming

A SEMrush descobriu que alguns dos maiores serviços de streaming obtiveram um aumento nas pesquisas sem precedentes durante março (12,7%, em média). Em comparação com fevereiro, as pesquisas pelo Disney+ cresceram 43,5%, à medida que as discussões sobre restrições e quarentena começaram a surgir. O Disney+ foi lançado no ano passado e assumiu a liderança na batalha dos serviços de streaming de nova onda. 

A pesquisa da marca HBO aumentou 24%, o que pode ser explicado por várias estreias de destaque que a empresa preparou para março e o concorrente, Netflix teve aumento de 18%.

No Brasil as plataformas HBO e Netflix também apresentaram um aumento de pesquisa de marca importante de 50% e 22,36% de novembro 2019 à março de 2020 e em termos de tráfego a página da HBO Brasil recebeu 132,5% mais de visitas em março de 2020 em comparação com novembro 2019.

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 3

Empresas de entrega de comida

Na maioria dos países onde as pessoas estão em quarentena os restaurantes ainda podem enviar pedidos de entrega por meio de aplicativos móveis populares. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 4

As pesquisas por serviços de entrega de alimentos aumentam em média 80% - dependendo do restaurante. No Brasil o gigante de entregas iFood viu o aumento de tráfego de 24,9% de novembro para março.

Educação à distância 

Mais uma área que está crescendo bastante agora é a área de educação online. Inspirados por nossos filhos que estão estudando em casa mais e mais pessoas procuram aproveitar o período de quarentena para aprender algo novo e ganhar uma vantagem competitiva no mundo pós quarentena. 

Por exemplo, uma das plataformas mais conhecidas de educação online, a Coursera teve um aumento de tráfego de 149% de fevereiro à abril. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 5

Sites de receitas

Mais uma área que está crescendo - cozinhar em casa está na moda e os sites de receitas e culinária estão vivendo o melhor momento.

De acordo com os nossos dados o aumento médio de tráfego para a área foi de 50%

Vencedores em outras áreas de mercado

Muitos produtos de consumo e empresas de varejo também estão se beneficiando da atual turbulência econômica.

Moderna, uma empresa farmacêutica que está desenvolvendo uma vacina contra o coronavírus, viu o preço de suas ações subir de US $ 18 em 21 de fevereiro para US $ 32 em 18 de março.

O valor da empresa de produtos de limpeza Clorox passou de US $ 157 em 12 de março para US $ 200 em 17 de março.

O atacadista Costco cresceu de US $ 281 em 28 de fevereiro para US $ 320 em 4 de março.

No Brasil a Marfrig, o gigante do setor alimentício, ficou com ganhos de 10,03% no final de fevereiro.

Os sites de eCommerce brasileiros Submarino e Lojas Americanas também registraram um aumento de tráfego de 16,2% e 20,8% de janeiro para março de 2020. 

Setores que levaram o maior prejuízo 

Empresas Aéreas 

Com o início da crise, as ações das companhias aéreas caíram em média 19,1%, de 19 a 27 de fevereiro. As ações da United chegavam a US $ 80 em 20 de fevereiro e atingiram um mínimo de US $ 21 exatamente um mês depois - um declínio de quase 74%.

No Brasil podemos ver a mesma tendência - as ações da Gol (-25,26%) e da Azul (-25,01%) estavam entre as maiores baixas do mês de fevereiro.

De acordo com os dados da SEMrush os volumes de pesquisa no Google para as principais empresas aéreas globais também caíram. As pesquisas de marca na média caíram 17% de janeiro a fevereiro. Os mais atingidos foram a Bangkok Airways (-33%), China Eastern (-33%) e China Southern (-45%).

A mesma tendência pode ser vista para as empresas aéreas brasileiras - as pesquisas de marca de empresas nacionais caíram em média 32% de novembro para março. Os mais atingidos foram Passaredo (-45%), Gol (-33,3%) e LATAM (-33%)

No entanto, os volumes de pesquisa deverão aumentar em média 16,5% em março, já que milhões de pessoas passaram horas nos sites das empresas aéreas tentando alterar ou devolver passagens compradas. 

Durante fevereiro e março, as empresas aéreas foram muito ativas nas mídias sociais. Realizamos uma análise de sentimento no Twitter para ver a reação mais comum do público para cada empresa aérea global.

Top 10 empresas aéreas mencionadas no Twitter em março:

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 6

Com base nesses dados todas as empresas aéreas tiveram mais tweets positivos que negativos, exceto uma - Alitalia - a empresa aérea nacional da Itália, um país que agora é o epicentro global da pandemia de coronavírus.

A Lufthansa teve a maior quantidade de tweets com tom negativo.

Enquanto isso, o Qatar recebeu a maior quantidade de tweets com linguagem positiva, seguida pela Southwest Airlines nos EUA, Turkish e SAS. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 7

Sete das companhias aéreas receberam uma forma de respeito patriótico em forma de emoji de bandeiras de cada país. Para Turkish Airlines, SWISS, Polish Airlines LOT, Air Baltic, Aeroflot, Alitalia, e Austrian Airlines o emoji mais usado foi o da bandeira nacional. 

Área de Eventos

Outro setor que sofreu uma queda devido ao clima atual foi o setor de Eventos. Conferências, festivais de música, maratonas e maiores eventos esportivos do mundo foram encerrados ou adiados para uma data posterior.

A análise que a SEMrush fez nas mídias sociais identificou quais eventos e cancelamentos provocaram muita polêmica on-line e causaram mais decepção no Twitter. Os eventos esportivos causaram maior tumulto nas discussões, seguidos por festivais de música. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 8

De acordo com a pesquisa, o Ultra Music Festival, o SXSW, o Coachella e a Fórmula 1, são os principais eventos de 2020 que mais se destacaram. O Ultra e o SXSW estão sendo vagos quanto a oferecer reembolsos de ingressos o que está causando um debate online entre os fãs de música. Mais de 2.000 tweets mencionando o Ultra contam o emoji de dinheiro?.

Entre os outros emojis mais usados, vimos o emoji com cara de choro ? para provavelmente expressar decepção devido a cancelamentos e alterações de data. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 9

Hotéis

As ações de hotéis, resorts e linhas de cruzeiros caíram em média 22,2% de 19 de fevereiro a 27 de fevereiro. 

As ações da Carnival estavam em alta, custando US $ 43 em 20 de fevereiro, mas desde então caíram para US $ 12 em 18 de março - uma queda de 72% em relação ao seu pico.

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 10

Da mesma forma os volumes de pesquisa de marca para os principais hotéis globais caíram em média 4% entre janeiro e fevereiro.

Os mais atingidos foram os Raffles Luxury Hotels (-33%), Choice Hotels (-19%) e Hotel Belmont, Aman Resorts, Ritz Carlton e Disney Resort Hotels (todos -18,5%). 

Enquanto os volumes de pesquisa de empresas aéreas devem se recuperar em março, os das principais redes de hotéis deverão cair ainda mais em março em uma média do setor de 14,9%.

Sites de previsão de tempo

Com o país em regime de isolamento menos e menos pessoas estão se preocupando com a previsão de tempo e o clima para amanhã.

De acordo com os dados da SEMrush o volume de pesquisa de palavras-chave "previsão de tempo" e "clima hoje" caiu na média 59% em Abril em comparação com Fevereiro 2020.

Novo Normal

Insights de Comportamento de Usuários em Tempos de Coronavírus

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Vencedores e perdedores de tráfego pago

As tendências de tráfego pago estão seguindo as tendências de tráfego orgânico que discutimos acima.

Entre as empresas que ganharam mais tráfego pago em Abril 2020 estão as empresas de entrega, plataformas de comunicação online, farmácias, eCommerces de varejo e moda.

Entre as empresas que mais perderam no tráfego pago estão as empresas aéreas, sites de imóveis, e plataformas de viagens. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 11

Embora o tráfego pago de algumas empresas está crescendo de acordo com a nossa pesquisa a maioria das empresas diminui o gasto com anúncios drasticamente.

A maior queda nos gastos com anúncios é da parte dos anunciantes de menor escala, enquanto o único aumento é observado entre as empresas com gastos em anúncios superiores a US $ 1 milhão. 

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 12

Será que é a melhor estratégia nesse momento?

Com o declínio dos gastos com anúncios, os custos de publicidade também diminuem e o retorno dos gastos com publicidade (ROAS) agora é muito maior do que antes. E uma tendência semelhante pode ser vista no Facebook Ads: os custos de anúncios no Facebook são, em média, de 15 a 20% mais baixos. 

De acordo com os dados do CPC Map da SEMrush, a maioria dos setores apresentam uma queda no CPC médio. Portanto, agora você pode atrair mais usuários por dólar do que nos tempos anteriores ao COVID-19. As únicas exceções são Marketing e Publicidade, Internet e Telecomunicações, Criptomoeda, Fitness e Saúde e Varejo de Moda (que são os setores que estão em pleno crescimento agora)

Impacto Econômico do Coronavírus: quem ganhou e perdeu com o COVID-19 no mercado. Imagem 13


O surto de coronavírus é pior do que se poderia imaginar. Sabemos o quão difícil e estressante é para todas as nações. Depois de superarmos a crise e melhorarmos todos, temos que nos apoiar e nos concentrar em reparar o impacto que a crise teve nas empresas em todo o mundo.

Fique em casa e cuide-se! A SEMrush continuará fornecendo as tendências de pesquisa on-line mais atuais e análise de sentimentos que são essenciais para entender a mudança econômica global.

E se quiser aproveitar o período de isolamento para aprender a usar a SEMrush como um Guru, inscreva-se para o nosso curso :

Curso SEMrush para Iniciantes

de Iniciante à Guru em 1 semana

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Maria Chizhikova Marques
SEMrush

Colaborador da SEMrush.

Apaixonada por viagens, música e marketing digital, represento a SEMrush no mercado brasileiro e português.
Enviar comentário
Seu comentário deve ter pelo menos 3 palavras (10 caracteres).

Usaremos este e-mail unicamente para responder aos seus comentários. Política de privacidade

Agradecemos pelos comentários!