Guia do Conteúdo Qualificado Matador (até para Temas Técnicos)

98
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Guia do Conteúdo Qualificado Matador (até para Temas Técnicos)

Nastacha de Avila
Guia do Conteúdo Qualificado Matador (até para Temas Técnicos)

Você sabia que produzir conteúdo qualificado é a melhor forma de trazer visitantes para o seu site e transformá-los em clientes?

Gerar conteúdo qualificado é um desafio para a maioria das empresas que adotam o marketing de conteúdo como estratégia digital.

No começo, tudo parece simples. Afinal, a promessa de muitos fornecedores é criar uma máquina de vendas por meio do conteúdo, não é mesmo? Mas quando essa promessa encara a dura e imprevisível realidade, a história é outra. Surgem dúvidas comuns e barreiras complexas.

Então, como saber o que o público quer consumir? Como produzir conteúdo técnico com frequência e constância? Como criar textos que se destacam em meio a todos os outros do Google?

Afinal, o que é qualificado para uma pessoa pode não ser bom para outra. Essas são questões que se não forem resolvidas, com certeza arruinarão o seu projeto de conteúdo.

Depois que você dominar a arte de produzir conteúdo qualificado, sua história digital será completamente transformada. Se tiver qualquer dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário no final dessa página.

Boa leitura!

A importância do conteúdo qualificado

ima.jpgNunca subestime o poder de um blog que atrai as pessoas.

Produzir conteúdo é imprescindível para empresas que desejam ter uma presença digital forte em momentos importantes dos seus públicos como aprendizado, reconhecimento de problema, consideração e principalmente decisão de compra.

Essa é a premissa básica do inbound marketing e do SEO: "ensinar tudo o que o público precisa saber dentro do seu segmento, deixando por último a abordagem comercial padrão que prioriza o produto".

Esses são dois temas que a maioria das empresas e agências de marketing já conhecem.

Mesmo assim, a internet brasileira (ou seja, publicada na língua portuguesa), comparada a de outros países, ainda é muito carente de conteúdo.

O mercado fala muito de marketing de conteúdo e com o sucesso de empresas internacionais como o SEMrush e HubSpot no Brasil, as equipes de marketing tentam se tornar autoridades em seus segmentos por meio do conteúdo.

Mas elas falham justamente na parte do conteúdo qualificado. A internet brasileira possui MUITO conteúdo, mas pouquíssimo conteúdo qualificado. Basta olhar a média de palavras que a maioria dos players utiliza em suas postagens: 500.

Enquanto isso, a média dos dez primeiros resultados pelo mundo, segundo o serpIQ, é essa mostrada no gráfico abaixo:

captura-de-tela-2017-06-30-as-091013.png

Você pode pensar: "mas então conteúdo longo significa conteúdo de qualidade?" Claro que não, mas o inverso é verdade. Todo conteúdo qualificado precisa ser longo para tirar todas as dúvidas do público-alvo e principalmente, para concorrer com o conteúdo de outros blogs.

Um conteúdo qualificado precisa ser:

  • Planejado para resolver um problema específico (exemplo: como vender mais);

  • Direto ao ponto (sem enrolação);

  • Interessante (métrica indicada pelo tempo de permanência no texto dentro do Google Analytics);

  • Vendedor (o texto não precisa vender produtos, mas deve saber vender outros conteúdos de valor para o usuário);

  • Melhor do que o conteúdo de todos os blogs que falam sobre a mesma coisa;

  • Otimizado para o Google (ele deve estar formatado para ser competitivo e disputar a primeira página do buscador).

Para áreas técnicas, o desafio é ainda maior. Além desses itens, é vital ter fontes no segmento para tirar dúvidas. Somente assim é possível evitar a geração de conteúdo superficial que não ajuda a persona. Uma solução é realizar entrevistas com quem entende do assunto.

O scenário atual de marketing digital exige a constante produção de conteúdos interessantes e valiosos para chamar a atenção de usuários e aumentar o engajamento. Se você está criando conteúdos considere usar as ferramentas poderosas que podem ajudar a polir seu conteúdo e adicionar o toque de profisionalizmo. A SEMrush preparou o Guia Definitivo de Marketing de Conteúdo para te...

Obtenha PDF gratuito

Conteúdo para o Google x Conteúdo para pessoas

Todo criador de conteúdo para blog precisa formatar os seus textos para que sejam bem recebidos pelas pessoas, mas também pelo Google e assim ter um bom posicionamento do seu conteúdo.

Focar apenas em um deles é um erro. Principalmente porque o Google é o principal indicador de comportamento na internet. Por exemplo, se você quer saber qual é a principal intenção e comportamento de uma pessoa sobre um assunto, basta pesquisar esse tema no Google.

Veja um exemplo para o termo que já citamos: como vender mais.

page-google.png

Vendo os primeiros resultados, o que podemos concluir? Que as pessoas que buscam aprender 'como vender mais' querem um conteúdo prático, como listas de dicas ou uma técnica infalível para resolver logo o seu problema.

Com certeza todos esses conteúdos foram projetados para ter uma boa performance no Google, mas isso seria impossível sem ter um conteúdo qualificado, pois caso você saiba, o Google leva centenas de fatores em consideração para posicionar um conteúdo.

E todos eles têm a ver com a experiência do usuário.

A cada dia, o Google se torna mais capaz de analisar e simular a experiência humana em uma página de conteúdo.

Então, os conteúdos não estão em primeiro no pódio porque o Google decidiu sozinho, mas porque mais pessoas acessaram eles em detrimento de outros conteúdos.

Além disso, segundo as notícias mais recentes, o Google não leva apenas as palavras-chave em consideração. Segundo o site Backlinko, ele possui pelo menos 200 fatores de análise para posicionar um site.

E a cada nova atualização, o que é priorizado é a semântica do texto. Então, já passou o tempo de ficar repetindo uma mesma palavra ao longo do texto por dezenas e dezenas de vezes sem sentido algum.

Dicas de ouro para criar um conteúdo qualificado

alvo.jpgVocê não tem ideia do poder de atração e conversão de um conteúdo matador.

Não existe atalho para criar conteúdos de qualidade. Todos os caminhos possíveis incluem muito esforço e dedicação. Por isso, a primeira dica é não procrastinar ou desistir do conteúdo, afinal, ele só faz efeito quando produzido com boa frequência.

Você vai achar caro e difícil no começo, mas a médio prazo, produzindo pelo menos um ou dois bons artigos por semana, verá que o seu site começará a crescer sem parar. Para ajudar você nessa missão, preparamos algumas dicas de ouro.

Domine o Storytelling

Caso você não saiba o que é storytelling, trata-se de uma técnica de conteúdo para contar histórias de maneira envolvente, sem deixar o conteúdo chato. Para isso, você deve usar todos os recursos que estão ao seu alcance:

  • Imagens;

  • Vídeos;

  • Infográficos;

  • Usar diálogos reais;

  • Criar personagens;

  • Causar emoção;

  • Criar conflitos na narrativa para serem resolvidos em um clímax.

A parte que faz com que as pessoas amem histórias é que elas têm espaços onde é possível se identificar. Sabe aquela sensação de: eu já passei por isso que ele está falando.

Para criar esses pontos de conexão, você deve admitir suas fraquezas e sempre trabalhar com cenários reais, do cotidiano.

Não é sem razão que os YouTubers têm bilhões de acessos. Eles dominam o storytelling, apenas entregando a realidade e envolvendo as pessoas com seus problemas, objetivos e desejos.

Fazer o mesmo com seu conteúdo é sábio. Para conseguir isso, você precisará ser honesto e direto sobre todos os assuntos.

Planejamento de pauta de acordo com a palavra-chave principal

O ideal, é possuir uma página com URL curta para cada palavra-chave. Por exemplo, para trabalhar o termo 'marketing de conteúdo', o indicado é ter uma URL assim: http://seusite.com.br/marketing-de-conteudo

E um longo e completo texto de mais de 2.000 palavras com títulos assim:

  • O Guia Definitivo de Marketing de Conteúdo;

  • Passo a passo do Marketing de Conteúdo para iniciantes;

  • Marketing de Conteúdo: tudo o que você precisa saber;

  • 100 dicas de Marketing de Conteúdo simples e práticas.

Bons redatores com conhecimento de SEO

Uma das maiores dificuldades das empresas é dar ritmo na produção de conteúdo sem abrir mão da qualidade. Para ser bem-sucedido nessa missão, você precisará ou de um time de redatores qualificados contratados ou de uma lista de redatores freelancers.

É muito importante selecionar eles de acordo com os seus conhecimento em SEO e claro, domínio do tema do blog a ser construído.

Imagens e vídeos

Abra o Facebook ou qualquer outra rede social agora mesmo. Provavelmente, o que você verá são muitos vídeos e imagens. O 'textões' já não são tão apreciados como antes.

Assim, você deve trazer essa tendência para os conteúdos de blog também, produzindo vídeos especiais para os artigos, imagens ilustrativas e infográficos práticos e bonitos.

Isso melhora o tempo de permanência do blog e inclusive ajuda no SEO. O Google avalia se existem vídeos do YouTube 'linkando' para o texto e também a quantidade de imagens do texto e seus atributos title/alt.

Link Building

Essa é uma parte vital do conteúdo qualificado. Então, trate de fazer o maior número de links possíveis dentro do texto. Eles devem encaminhar o público principalmente para outros artigos do seu blog.

Mas também é importante ter links externos para sites que possuem alta credibilidade como jornais, portais de conteúdo e etc.

Outra ótima dica é fazer a troca de links com sites parceiros que não são concorrentes diretos, mas dividem o mesmo segmento. Essa é a melhor forma de conseguir backlinks rápido de domínio que tratem do mesmo assunto do seu blog.

Constância de conteúdo

A frequência de conteúdo, com qualidade, é a grande chave para ter sucesso no marketing de conteúdo.

Todo mundo consegue fazer 6 ou 7 conteúdos bons, mas apenas os melhores blogs conseguem produzir 3 conteúdos qualificados por semana.

Adivinha quem vai ser priorizado pelos buscadores e pelo público em si? Quem não posta há 30 dias ou quem publica frequentemente? E quem vai aprender mais com os seus erros e melhorar cada vez mais o conteúdo?

Então, comece a produzir pelo menos um artigo por semana e tente melhorar a frequência o máximo possível. Pode ser impossível com uma equipe de marketing pequena, mas é exatamente por isso que existem as agências de marketing.

Otimização periódica (meta description, título e complementação de conteúdo)

Nem sempre o conteúdo será publicado da melhor forma possível. Mas acredite, é melhor ter um conteúdo mediano postado do que 3 artigos perfeitos em produção.

Principalmente porque você pode revisitar o conteúdo e aperfeiçoá-lo com mais dados, imagens, vídeos, citações e textos. E o melhor, fará isso com dados do Google Analytics e sua performance no buscador, facilitando as otimizações de meta description, título e etc.

Apoio do cliente para partes técnicas

Uma hora ou outra você precisará falar sobre assuntos que não domina tão bem. Então, consiga um bom redator com conhecimento na área, busque referências de qualidade com documentos, dados, fatos e números para embasamento.

Caso não exista um redator com bom português, técnicas narrativas e SEO com conhecimento técnico dessa área, você precisará treinar um redator junto a um especialista. É um processo longo e caro, mas que no final, vale a pena.

Conclusão

champion.jpgPronto para produzir conteúdos qualificados matadores?

O conteúdo qualificado matador não deixa espaço para dúvidas. É aquela página que foi aberta em meio a 5 outras abas, mas que resolveu o problema do usuário, fazendo ele fechar todas as outras abas.

Como vimos, para gerar esse conteúdo, é fundamental focar 100% dos seus esforços no usuário. Siga esses 4 passos simples:

  • escolher um tema com bom volume de pesquisa e focar o planejamento de pauta nele;

  • escrever um texto rico e longo sobre o assunto;

  • revisar o conteúdo incluindo mais links, vídeos e imagens;

  • otimizar a página periodicamente de acordo com sua performance.

Essa não é uma ciência exata, afinal, existem muitos fatores off-page (como sua autoridade de domínio por exemplo) que não dependem de você. Por isso, não faça o seu planejamento de marketing para ter resultados a curto prazo.

O conteúdo traz ótimos frutos a médio e longo prazo. Mesmo com um domínio que possua autoridade em sua área, uma URL precisa de alguns meses de idade para subir até a primeira posição do Google.

Como dito, não existem atalhos no marketing de conteúdo e na geração de tráfego. Você precisa produzir com frequência e qualidade. Os erros são normais, mas você não deve desistir. Uma hora ou outra o seu site estará em primeiro lugar para o seu público.

Então, em paralelo a esse esforço, você deve se preocupar com o próximo passo do marketing conteúdo: otimizar a conversão de visitantes em leads

Gostou desta postagem? Siga-nos no RSS e leia mais postagens interessantes:

RSS
Com 10 anos de experiência, já trabalhou nos mercados de SP, RS e RJ, atua na gestão da equipe da 360DBI ajudando empresas B2B com soluções digitais para as áreas de Marketing e Vendas. Formada em Publicidade e Propaganda na UFRGS, com MBA na FGV Rio em Marketing Digital, contribui com conteúdo para blogs como Hubspot, RD Station, SEM Rush.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes

Inscreva-se no Blog da SEMrush para receber conteúdo útil direto na sua caixa de email.

Digite um e-mail válido
Confirme que você aceita nossos Termos e condições e Política de privacidade.

Obrigado!

Você se inscreveu no nosso blog com sucesso.