EQI 2019: a qualidade das informações do e-commerce brasileiro

Karine Figueiredo

Oct 21, 20196 min read
EQI 2019: a qualidade das informações do e-commerce brasileiro

O poder do e-commerce não é novidade para ninguém. Esse mercado faturou mais de R$53 bilhões em 2018, segundo a 39º edição do relatório da Webshoppers. E a projeção é um crescimento de 16% em 2019. 

Portanto, se pensarmos nesses números estrondosos, significa que o e-commerce está atraindo mais e mais brasileiros, certo? Não exatamente. A verdade é que o mercado se tornou tão promissor que muitas empresas resolveram vender online. 

Porém, oferecer uma experiência de compra satisfatória, agregar valor para o consumidor e ainda se destacar diante de uma concorrência acirrada são grandes desafios. 

Mas como saber se o serviço está sendo prestado com qualidade? Por de meio de números! Por isso, foi criado o EQI (E-commerce Quality Index), um índice que analisa a qualidade das informações no e-commerce sob o ponto de vista do consumidor final. Confira os principais resultados do estudo! 

O que é o EQI?

O EQI é a sigla para o termo em inglês E-commerce Quality Index, que trazendo para o nosso bom e velho português, pode ser traduzido como Índice de Qualidade do E-commerce.

Esse é o único índice que analisa a qualidade das informações no e-commerce sob a perspectiva de quem mais interessa: o consumidor final. 

O primeiro estudo foi realizado em 2018, sendo um projeto piloto. E, devido a importância do tema, em 2019, ele foi ampliado. O EQI 2019 analisou mais de 5 milhões de páginas de produto em 118 sites no Brasil, Estados Unidos, Chile, México, Argentina, Peru e Colômbia.

Foram analisados 78 sites somente no Brasil, que juntos representam mais de 70% do faturamento do e-commerce no país. 

Com o novo recurso de Análise em lote da Análise de tráfego da SEMrush, você pode ter métricas de tráfego para até 200 domínios de uma só vez ao simplesmente inserir suas URLs em um campo ( Mais sobre isso)

img-semblog

Qual é a qualidade do e-commerce nos países avaliados? 

Agora chegamos ao que mais interessa: será que o Brasil, Estados Unidos e América Latina oferecem uma boa experiência de compra para os seus consumidores no e-commerce? 

Considerando que o mínimo aceitável pelo EQI é a nota 60 - de 0 a 100, o e-commerce brasileiro atingiu apenas 40 pontos. Além disso, o índice apontou que 96% dos sites no país não oferecem uma boa experiência de compra para o consumidor quando o assunto é informação dentro da página de produto. 

Ainda assim, o Brasil tem uma média superior a outros países, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que obteve 56,9. Os países da América Latina obtiveram um resultado bem baixo. 

qualidade e-commerce eqi

Porém, mesmo o e-commerce americana obtendo o melhor índice, ainda é baixo. Esses números mostram que ainda há muito o que melhorar no e-commerce mundial. 

Sendo assim, o resultado do Brasil foi: 

- O Brasil ficou 25% abaixo dos Estados Unidos;

- Os demais países da América Latina possuem um EQI 31,7;

- O Brasil tem um nota 26,5% superior aos outros países da América Latina; 

- Apenas 4,3% dos produtos do Brasil possuem um EQI aceitável (acima de 60);

- Em contrapartida, 44,2% dos produtos do EQI dos Estados Unidos possuem uma nota acima de 60;

- Apenas 6,6% dos produtos da América Latina possuem um EQI aceitável. 

A maioria esmagadora dos produtos do Brasil (83,4%) possuem notas entre 30 e 50 pontos. Já nos Estados Unidos mais de 40% dos produtos têm um EQI acima de 60. Por outro lado, os países da América Latina apresentam um comportamento interessante: 68,1 dos produtos estão na faixa de EQI
20 a 40, mas alguns alcançam EQI de 80 a 90.

Como o EQI chegou a esses resultados? 

Todas as lojas online receberam uma pontuação de 0 a 100 de acordo com os critérios analisados no estudo, que são: 

  • Image Score: quantidade de imagens do produto na página

  • Description Score: número de palavras na descrição do produto;

  • Rating Score: nota média de avaliação dos consumidores sobre o produto. 

  • Review Score: número de comentários dos consumidores sobre o produto. 

  • Search Score: nota média entre o número de caracteres no título e se o produto está cadastrado em alguma categoria no site. 

Mas, pensando nesses critérios, o que é considerado ideal? 

  • Imagens: os e-commerces precisam ter no mínimo 2 imagens do produto, mas o ideal é ter 3 ou mais. 

  • Descrição: as descrições devem ter pelo menos 300 palavras sendo que o ideal é conter 1700 palavras. 

  • Avaliações: se o produto tiver até 3,5 estrelas é considerado aceitável, mas de 4 a 5 estrelas é o ideal. 

  • Comentários: se o produto tiver de 1 a 4 comentários ele recebe a nota de aceitável, mas se ele tiver 5 ou mais, é o ideal.

  • Busca: nesse caso temos apenas o cenário aceitável, sendo o título de 20 a 100 caracteres e o produto deve estar em classificado em alguma categoria do site. 

Descubra o tráfego de qualquer site

Fontes, Regiões, Dispositivos, Comportamento, e Engajamento

ADS illustration

Qual informação o consumidor considera mais importante dentro de uma página de produto? 

Além dos critérios analisados pelo EQI e já expostos aqui, o estudo também ouviu mais de 2 mil consumidores para compreender qual informação é mais importante dentro da página de produto. Afinal, será que imagens é mais importante que descrição no e-commerce? 

O resultado da pesquisa com consumidores reais mostrou que o ranking de importância no e-commerce é:

  1. Avaliações

  2. Descrições

  3. Comentários

  4. Imagens

  5. Categorização e busca

Portanto, o EQI apontou o que os consumidores levam mais em consideração em um e-commerce: as avaliações de outros usuários. Por isso, é foi o fator com o maior peso no estudo de 2019. 

Em seguida, os outros critérios mais relevantes para os clientes foram: descrição, comentários, imagens e categorização e busca. 

Além disso, os consumidores também apontaram quais categorias são mais fáceis para comprar online. As campeãs foram: 

  • Telefonia, Celulares e Eletrônicos (77,3%)

  • Eletrodomésticos e Eletroportáteis (72,5%)

  • Informática e Acessórios (68,7%) 

img-semblog

Por outro lado, as piores categorias foram: 

  • Pet (37,4%)

  • Alimentos e Supermercado (40,1%)

  • Acessórios Automotivos (40,9%)

img-semblog

Essa mesma pesquisa também apontou outros resultados que valem a pena ser destacados:

- 55% dos entrevistados consideram a experiência de compra online no Brasil como boa e apenas
25% delas considera ótima.

- 53% dos entrevistados afirmaram que quando as informações não estão claras em um site, eles vão para outro.

- Quase metade dos entrevistados não compram em um site que não apresenta imagem do produto.

- Mais de 40% dos pessoas já desistiram de comprar online após ver comentários sobre o produto.

Se você quiser conferir o estudo completo, baixe o EQI agora mesmo! 

New Ebook

0

Como utilizar o EQI para melhorar as vendas no e-commerce? 

O objetivo do EQI é servir de benchmark, ou seja, de referência para que varejistas e marcas utilizem os dados para aprimorar suas experiências de compra no e-commerce. 

Como é possível perceber, ainda há muito o que ser aprimorado no e-commerce e não somente no Brasil, como também no Estados Unidos e América Latina. 

Um dos pontos-chave do estudo é o cadastro de produtos, pois sem as informações que o consumidor considera fundamentais para comprar online, ele facilmente vai para a concorrência ou simplesmente desiste de comprar no site. 

Por isso, é fundamental investir em conteúdo de qualidade no e-commerce, ou seja, imagens bem dimensionadas, título e descrição completos, estimular as avaliações e comentários de outros consumidores, categorizar os produtos para facilitar a busca no site e apostar em conteúdos ricos. 

A verdade é que a concorrência no e-commerce não para de aumentar e quem se dedicar ao consumidor final, quem mais importa, certamente sairá na frente. 

E aí, o que achou do EQI 2019? Quer entender a fundo os resultados da pesquisa? Então, baixe o conteúdo completo agora mesmo! 

Assista o nosso Webinar "Linkbuilding 2.0 - Como construir uma estratégia que traz resultados"

Author Photo
Karine FigueiredoHead de Inbound Marketing na Lett, empresa especialista em Trade Marketing Digital e E-commerce. Apaixonada por Marketing e por conhecer pessoas novas e culturas diferentes.
Subscribe to learn more about Novidades do Mercado
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes