Envie um artigo
Ir ao blog

Desvendando o SEO para pesquisas por voz

61
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

Desvendando o SEO para pesquisas por voz

Tiago Magnus
Desvendando o SEO para pesquisas por voz

Ao pensarmos em search engine optimization, logo imaginamos textos em geral. Blog posts, informações em landing pages, disposição de dados em sites de produtos e páginas institucionais de empresas são todos exemplos de conteúdos textuais que passam por uma otimização pensada para buscas de termos digitados, também em formato de texto, como forma de rankear melhor em buscadores como o Google. Mas você já pensou no SEO para pesquisas por voz?

O que é a pesquisa por voz?

A pesquisa por voz é uma forma de pesquisar num motor de busca ou dispositivo utilizando um comando de voz. Neste tipo de pesquisa, destacam-se os sistemas do Google, Apple (Siri), Amazon (Alexa) ou Cortana. A pesquisa por voz torna a pesquisa mais próxima do pensamento humano, pois utiliza frases completas e não apenas palavras-chave.

Mais sobre isso 18 Dicas de Ouro de Marketing Digital 2019 Postagem Kseniia Ivakhova

O atual cenário de assistentes pessoais alterou a forma como pesquisamos as coisas. Siri, Cortana, Google Home e Amazon Echo estão distribuídos por smartphones e lares do mundo inteiro, contribuindo cada vez mais com a entrega de conteúdo relevante.

Com um simples comando de voz, é possível pedir uma pizza, saber onde está a livraria mais próxima, qual é o horário de atendimento do supermercado, fazer uma ligação e até mesmo ligar o aquecedor central.

Considerando o ano passado, tínhamos cerca de 25 milhões de dispositivos por voz em circulação no mundo. Apenas dois anos antes, em 2015, este número era de 1,7 milhões. A diferença é gritante, especialmente levando em consideração um intervalo de tempo tão pequeno.

A previsão é que, até 2020, metade de todas as buscas realizadas serão feitas por comandos vocais. É uma tendência que se tornou diária e tem alcance global. A mesma publicação revela que, enquanto as buscas por textos são mais diretas, as que são feitas por voz adotam um tom mais natural.

É como se fossem uma conversa informal que “conecta as pessoas ao que estão buscando com imediatismo, conveniência e intimidade - fatores que as pesquisas textuais jamais poderiam oferecer. Por causa disso, a inteligência artificial que faz com que as coisas aconteçam fica melhor a cada dia devido a cada interação, e consegue compreender melhor a intenção de uso conforme a busca adota uma natureza de conversação”.

Os dados mostram bem a atual importância de trabalhar o SEO para pesquisas por voz. O papel da IA, portanto, é desenvolver sistemas capazes de entender o contexto e a intenção do usuário, para entregar resultados cada vez mais assertivos e personalizados.

Otimização de SEO para pesquisas por voz

Este site analisou 10 mil resultados do Google Home. Os envolvidos no estudo aprenderam muito sobre o desenvolvimento de SEO específico para pesquisas por voz. Compartilhamos com vocês algumas das descobertas mais interessantes:

01. O PageSpeed, uma ferramenta do Google que torna a navegação mais rápida, desempenha papel importante no SEO de pesquisas por voz. O resultado médio carrega em menos de 5 segundos, 52% mais rápido do que as páginas normais.

02. Os resultados das pesquisas por voz no Google são dominados por sites https.

03. Aparentemente, o Google prefere respostas curtas e concisas. A média é de resultados com 29 palavras (nas buscas em inglês).

04. Conteúdos com altos índices de engajamento social apresentam melhor performance nas pesquisas por voz. Os resultados que aparecem por primeiro têm, em média, mais de mil compartilhamentos no Facebook.

05. Quanto mais simples e fácil de ler, mais chances o conteúdo tem de rankear nos resultados. Além disso, a criação de páginas individuais para cada termo exato de pesquisa não parece ser tão eficaz quanto nas buscas textuais, uma vez que pouquíssimos resultados apresentam o questionamento ipsis litteris no título.6. Percebeu-se que o Google procura respostas em páginas com conteúdos mais robustos. A média é de 2.312 palavras.7. Mais de 40% das respostas fornecidas vêm de um featured snippet.

Os insights acima dizem alguma coisa. Nas entrelinhas, afirmam que existem alguns padrões e tendências que podem aumentar as chances de fazer com que a sua empresa esteja nas primeiras posições de resultados do Google após uma pesquisa feita por comando de voz.

Vamos ver algumas dicas infalíveis para otimizar essa nova ideia de SEO?

SEO em pesquisas por voz: melhores práticas

Existem alguns métodos bastante eficazes quando o intuito é aprimorar o SEO para pesquisas por voz. Reunimos algumas das práticas mais indicadas para te ajudar nesta tarefa. Veja quais são:

Entenda o propósito da busca

O que as pessoas estão buscando? Essa é uma das primeiras informações que você deve ter em mãos quando deseja otimizar o SEO para pesquisas por voz. Não baseie suas decisões em “achismos”, melhor mesmo é ter dados concretos para comprovar as hipóteses.

Segundo um estudo do Google, 55% dos adolescentes e 41% da população adulta utiliza pesquisa por voz mais de uma vez ao dia. A publicação disponibiliza um infográfico simples, em inglês, que revela os principais motivos das buscas por comandos vocais:

Adolescentes

43% para ligar para alguém

38% para pedir informações

31% para ajuda com tarefas escolares

30% para tocar uma música

20% para descobrir horários de filmes

13% para checar a hora

Adultos

40% para pedir informações

39% para ditar textos

31% para ligar para alguém

11% para checar a hora

11% para tocar uma música

9% para descobrir horários de filmes

O mais interessante é que esses públicos fazem as indagações ao desempenhar multitarefas. Ou seja, efetuam as buscas enquanto estão com amigos, cozinhando, praticando atividades físicas ou assistindo TV.

Uma boa ideia, se você possui um estabelecimento comercial físico, é listar o negócio no Google My Business. Desta forma, você garante que a empresa será encontrada no caso de pesquisas para lugares “perto de mim”.

Use perguntas

Se a maioria das pessoas faz as pesquisas por voz incitando uma pergunta, geralmente iniciando com os termos onde, quando, como, qual e por que, é intuitivo pensar que os sites que trabalharem o SEO dessa mesma forma terão mais chances de rankeamento nas primeiras posições.

Empreendimentos que oferecem serviços, como restaurantes, lojas e cinemas, devem prestar atenção especial para responder questionamentos relacionados à localização. Portanto, certifique-se que seu conteúdo consegue suprir essa necessidade, incluindo frases com onde fica, por exemplo.

Uma boa solução para esses casos é formatar uma página com perguntas e respostas. É válido lembrar que tudo deve ser mantido o mais simples e intuitivo possível.

Lute pela posição zero

Já que estamos falando sobre SEO, preste atenção à posição zero - também chamada de feature snippet. Esse é o resultado que aparece após os anúncios e antes do restante da lista, dentro de um box separado, em geral com uma imagem atrelada a ele. Podemos dizer que é o posicionamento dos “mestres do SEO”, aqueles que melhor trabalharam a otimização para aparecer antes mesmo do primeiro da lista.

Como vimos anteriormente, mais de 40% das respostas fornecidas vêm dali. Por isso, quanto mais você entender o que as pessoas buscam e como fornecer as respostas a essas perguntas, mais chances terá de conquistar a posição zero nos buscadores.

Preview: Ferramentas da SEMrush para SEO

Campanha de SEO bem-sucedida requer atividades em todas as frentes: concorrência, palavras-chave, linkbuilding,on-page e otimização técnica. Várias ferramentas são necessárias para coordenar os esforços, o que pode ser bastante caro. A SEMrush resolve esse problema com uma caixa de ferramentas all-in-one, contendo 17 ferramentas para todas as áreas de SEO. Este ebook vai te guiar por todas elas, mostrando...

Obtenha PDF gratuito

Melhore a navegação

Não vamos nem tocar no assunto do site estar adaptado para mobile, pois isso é mandatório! Então, além de ter um ambiente responsivo e de fácil navegação, é necessário deixá-lo leve, intuitivo e - mais importante - rápido.

Pesquisas revelam que uma página que demora mais do que cinco segundo para carregar tem 90% mais chances de bounce back. Ou seja, os usuários desistem de esperar e partem para outra. Além disso, os índices de desistência em navegações mobile são quase 10% mais altos do que quando os acessos são feitos via desktop.

Simplifique e agilize. O próprio Google tem soluções práticas que podem te fornecer insights sobre a velocidade e a acessibilidade do seu site. Na dúvida, faça o teste para ver se a sua formatação é mobile friendly e verifique a pagespeed nos respectivos links.

Investir energia na otimização de SEO para pesquisas por voz não é uma ação que pode ser deixada para depois. A realidade é cada vez mais urgente e se aplica a empresas de todos os portes e segmentos de atuação.

Pesquisas por voz, assim como muitas das outras inovações disponíveis atualmente, só são possíveis graças à internet das coisas. A famosa IoT é o novo impulso em diversos setores e está capacitando a engenharia industrial com sensores, softwares e análise de dados para criar máquinas brilhantes. Confira alguns exemplos de outras aplicações aqui.

A transformação digital trouxe muitas exigências de adaptação por parte dos negócios e só aqueles que estão dispostos a abraçar as mudanças e oferecer conteúdos cada vez mais relevantes e personalizados, conseguirão vencer a corrida tecnológica.

Tiago Magnus
Profissional

Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.

Atuo há 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, entre outras, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, sou Diretor de Transformação Digital na ADVB e estou à frente do portal TransformacaoDigital.com, empreendendo para democratizar o futuro.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000
Israel S. Degasperi
Novato

Ou acabou de chegar, ou é muito tímido e fala pouco.

Parabéns pelo post :-) Excelente dados e dicas!

Enviar feedback

Your feedback must contain at least 3 words (10 characters).

Só vamos utilizar este email para te enviar a resposta para o seu feedback. Política de Privacidade

Thank you for your feedback!

Sistema de classificação da comunidade

A classificação da comunidade SEMrush reflete o nível de reconhecimento profissional na nossa comunidade. Valorizamos as contribuições de qualidade, então os membros com melhor classificação receberão incentivos valiosos. Ao participar das discussões, fazer postagens, dar palestras em webinários e ser amigável e prestativo, certamente você vai chegar ao topo.

  • Novato
    Ou acabou de chegar, ou é muito tímido e fala pouco.
  • Entusiasta
    Às vezes participa das conversas.
  • Ajudante
    Membro experiente que sempre gosta de ajudar.
  • Mestre
    Membro veterano da comunidade.
  • Profissional
    Faz ótimas perguntas e fornece respostas brilhantes.
  • Especialista
    Fornece informações valiosas e acrescenta ideias profundas durante as conversas.
  • Guru
    Portador de sabedoria sobre marketing digital.
  • Astro
    Sabe tudo… bem, quase tudo.
  • Lenda
    Não é nada fácil chegar até aqui!