pt
English Español Deutsch Français Italiano Português (Brasil) Русский 中文 日本語
Envie um artigo
Ir ao blog

Desktop vs Mobile: A Diferença entre as SERPs

38
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.

Desktop vs Mobile: A Diferença entre as SERPs

This post is in Português
Nikolai Boroda
This post is in Português
Desktop vs Mobile: A Diferença entre as SERPs

Pegamos 50.000 palavras-chave aleatórias do banco de dados dos EUA para descobrir o quão diferentes são as SERPs para a mesma consulta de pesquisa em diferentes plataformas.

Cuidado, spoiler: O quadro geral é perturbador.

Há muitas diferenças entre as plataformas: não são tão extremos, mas apenas 13% dos sites conseguem manter exatamente a mesma posição em todos os dispositivos. As SERPs em diferentes dispositivos são tão distintos devido a uso de diferentes recursos da SERP e, obviamente, ao espaço da tela, o que muda drasticamente a experiência do usuário e a visibilidade do site.

Considerando que o tráfego móvel está se tornando cada vez mais importante, isso se torna um ponto de grande preocupação.

Metodologia da pesquisa

Em nosso estudo, usamos a ferramenta de Pesquisa Orgânica da SEMrush para investigar as diferenças nas posições de URLs e domínios para as 50.000 palavras-chave aleatórias do banco de dados dos EUA.

Em outras palavras, pegamos capturas de tela de SERPs de desktop e mobilepara a mesma consulta e comparamos as imagens. Os dados de alterações para URLs mostram uma visão geral de quantas páginas perdem suas posições na pesquisa no celular.

Para uma apresentação mais precisa e detalhada da diferença entre SERPs para desktops e dispositivos móveis, analisamos as diferenças de posições de domínios. Ao acompanhar domínios e não páginas específicas, garantimos que levamos em consideração versões para celular de páginas com URLs diferentes.

Avalie a visibilidade online

Visão geral do desempenho de pesquisa de seus concorrentes

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Sobre a ferramenta de Pesquisa Orgânica

A ferramenta de Pesquisa Orgânica da SEMrush é uma ferramenta simples que garante uma visão profunda do desempenho orgânico de qualquer domínio. Dentro de segundos você receberá as informações sobre as principais palavras-chave que trazem tráfego para o site, verá os altos e baixos recentes nos ranqueamentos de pesquisa e, se ele estiver ranqueando para algum recurso de SERP, você também obterá a lista dos principais concorrentes de pesquisa orgânica dele. 

Diferença nas posições de URLs

Quantas páginas perdem visibilidade em pesquisas para celular?

Investigamos quantas páginas perderam sua posição na pesquisa para celular em comparação com os resultados o desktop. E 30% das páginas que estão presentes na primeira página dos resultados de pesquisa em desktops perdem as posições e não aparecem entre os top 10 resultados na pesquisa para dispositivos móveis.

A tabela abaixo mostra quantos resultados do desktop saíram dos primeiros 10, 30 e 100 posições nos dispositivos móveis.

Desktop vs Mobile: A Diferença entre as SERPs. Image :n

Diferença nas posições de domínios

Quantos domínios mudaram as posições na pesquisa para celular?

A tabela a seguir mostra quantos domínios conseguem manter a posição. Como já estabelecemos, apenas 13% dos sites têm a mesma posição nos dispositivos.

Continuando a pesquisa, contamos quantos domínios na pesquisa mobile mudaram em uma, três ou dez posições a partir de seu lugar nos desktops.

Mudar apenas uma posição pode não parecer importante, mas você deve ter em mente que as páginas de resultados de pesquisa para dispositivos móveis e desktops têm diferentes profundidades de scroll e taxas de cliques. Em comparação com os desktops, sair da lista de top-3 resultados no mobile resultará em uma queda muito mais drástica de tráfego.

Desktop vs Mobile: A Diferença entre as SERPs. Image :n

Comentários dos especialistas da área

Felipe Bazon
Felipe Bazon
Chief SEO Officer da Hedgehog Digital

Os resultados desse estudo refletem uma tendência que venho observado nas SERPs mobile há algum tempo. Cada vez mais o Google está empurrando os resultados orgânicos para abaixo da quebra (primeira rolagem) e o número de "no-clicks searches" só vem aumentado. No-click searches são aquelas que o Google entrega o resultado da pesquisa de forma que o usuário não precisa clicar e visitar o site. Mas ainda os estudos mais recentes de CTR mostram que 70% dos usuários ainda preferem os resultado orgânicos, mesmo no mobile.

O fato de que foi observado uma variação entre posicionamento de uma mesma página nos resultado de pesquisa desktop e mobile é prova de que ainda existem dois índices. Mas não confundam com o fato de que o Google agora é mobile-first, ou seja, o bot utilizado para rastrear agora é o Googlebot-mobile.

Como sobreviver em um futuro mobile first com cada vez menos espaço orgânicos nas SERPs?

Mais sobre isso 10 Tarefas Ignoradas de SEO que Podem Impulsionar seus Ranqueamentos Postagem Lenny Johnson Tráfego Mobile: como analisar os dados do meu site e criar soluções? Postagem Betto Alves Tendências, Estratégias e Táticas de SEO para 2019 Postagem Felipe Bazon
A primeira coisa é passar a ter um mindset mobile-first. Praticamente todo site hoje é responsivo, mas será que ele foi desenvolvimento primeiro no mobile?

É muito comum auditarmos sites responsivos onde elementos do desktop que foram removidos, como por exemplo, blocos de texto, dados estruturados, breadcumbs e por ai vai. O site no mobile tem que ser o mais otimizado e não ao contrário. Para os SEO, deixem de trabalhar a otimização focado no desktop, utilizem o chrome com o dev tools habilitado com o emulador mobile.

Não deixe de trabalhar com AMP mas também tenha uma estratégia bem elaborada para conquistar o máximo de featured snippets possíveis, ou seja, otimize para a posição zero.

Eu não gosto de falar muito de posiconamento, mas a primeira página não é mais o bastante, seu foco tem que ser top 5 ou até mesmo top 3.

Daniel Imamura
Daniel Imamura
CEO e Co-Fundador da Consultoria Digital

Com base na pesquisa, podemos constatar que o Google diferencia a relevância da página de acordo com a plataforma utilizada para realizar a pesquisa, visto que apenas 10,68% dos URLs mantêm suas posições em ambas SERPs, ou seja, apenas essa pequena porcentagem de sites conseguiu criar um conteúdo útil tanto para quem está em Desktop quanto para quem está em Mobile no mesmo URL.

Ainda analisando os dados, podemos ver que 12,86% dos domínios mantêm suas posições em ambas SERPs, ou seja, conseguiram criar versões de conteúdos distintos para cada plataforma utilizada para pesquisar.

Agora o próximo desafio para os sites é identificar qual a melhor estratégia para seu negócio: Criar uma única página que seja útil independente da plataforma OU criar versões distintas de acordo com o dispositivo que está sendo utilizado.

Craig Campbell
Craig Campbell
SEO Consultant & Trainer

Por que 31% dos resultados da pesquisa de desktop não são visíveis na SERP para dispositivos móveis?

Bem, eu li há alguns meses que mais de 50% de todos os resultados de pesquisa foram obtidos do índice para dispositivos móveis. Isso pode explicar por que 31% das pesquisas em desktops não são visíveis na pesquisa para dispositivos móveis. Isso combinado ao fato de que as pessoas estão projetando o lado móvel das coisas para entrar na linha da intenção do usuário e estar mais próximo do estágio de compra, significa que as pesquisas no desktop tendem a ter muito mais informações nas páginas e são mais personalizadas para as pessoas que procuram informações.

Preview: Checklist Para SEO Mobile

O Mundo está cada vez mais conectado. Segundo o site Internet World Stats hoje mais de 4 bilhões de pessoas são usuárias ativas desta rede que conecta todos. Mas, de onde vem esse acesso? Será que as pessoas ainda passam a maior parte do tempo na frente de um computador? Essa é uma das perguntas mais fáceis de se encontrar...

Obtenha PDF gratuito

Por que apenas 10% dos URLs conseguem manter a mesma posição noDesktop e no celular?

Para mim, fatores como a CTR e várias outras coisas são mais altos em dispositivos móveis simplesmente porque mais pessoas acessam os sites de dispositivos móveis, então esses fatores menores que fazem parte do algoritmo terão muito mais interação e isso poderia potencialmente resultar em melhores posições em um dispositivo móvel do que no Desktop. Coisas como a velocidade da página e a compatibilidade com dispositivos móveis também são fatores importantes para os dispositivos móveis. E também parece, de acordo com o que eu li, que mais de 50% dos resultados de pesquisa do Google vêm do índice mobile e essa tendência só vai crescer. Nesse caso devemos ter um grupo mais definido de URLs em desktops e dispositivos móveis.

É crucial ter uma boa posição nas duas SERPs? Será que uma posição “boa” no desktops ainda é considerada “boa” no celular?

Acho que faz sentido ter boas posições tanto em desktops quanto em dispositivos móveis, pois você nunca sabe de onde virá seu próximo cliente, por isso, estar mais acima na página dará mais chance de trazer esse cliente para o seu site . Como as estatísticas sugerem, mais pessoas estão usando dispositivos móveis em muitos casos, então eu sempre gostaria de trabalhar nesse lado como uma prioridade, mas eu não abandonaria o desktop neste estágio, já que pessoalmente eu ainda recebo uma quantia justa de tráfego do desktop.

Conclusão

A importância da otimização para dispositivos móveis não é novidade, mas esperamos que nossa pesquisa destaque o quanto pode ser mais difícil competir em uma pesquisa para dispositivos móveis e quanto é importante acompanhar as tendências do setor para conseguir ganhar essa competição.

Avalie a visibilidade online

Visão geral do desempenho de pesquisa de seus concorrentes

Digite o seu domínio (ex. www.exemplo.com)

Nikolai Boroda
SEMrush

SEMrush employee.

SEMrush aficionado. Fascinated by Google’s influence on SEO, PPC, the world.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000

Enviar feedback

Your feedback must contain at least 3 words (10 characters).

Só vamos utilizar este email para te enviar a resposta para o seu feedback. Política de Privacidade

Thank you for your feedback!