Content Hub: O caminho para um SEO poderoso e organizado

Douglas Henrique

Sep 06, 20198 min read
Content Hub: O caminho para um SEO poderoso e organizado

Quem trabalha com SEO, marketing de conteúdo, desenvolvimento e UX sabe como é difícil manter um
projeto organizado na medida em que ele vai tomando grandes dimensões.

 É impressionante como a sensação de bagunça desempenha um papel paralisante no
nosso dia a dia. Eu mesmo já tive momentos em que minha vontade era de chorar, desistir e recomeçar do zero quando me encontrava perdido frente aos meus projetos.

img-semblog

GIF

Obviamente isso não poderia ser feito, afinal temos contas para pagar. 

A sua sorte é que neste artigo, além de te ajudar a organizar melhor seus projetos, você vai
conhecer técnicas de arquitetura de informação que vão potencializar seus rankings no
Google. É o kit que você precisa conhecer para ultrapassar os tubarões do mercado.

Ah, e claro, o mais importante: no final deste artigo, você vai perceber que essas
técnicas também podem te ajudar a ter um dia mais leve e tranquilo, com a certeza de que
tudo está no seu devido lugar. 

O que é Content Hub?

Pode chamar de Hub de Conteúdo se quiser. É uma técnica de organizar grupos de conteúdos relacionados, mas, ao invés de vincular todas as páginas umas às outras, as páginas relacionadas se conectam e apontam estrategicamente suas forças para uma única página principal, destino denominado Hub Principal ou Tópico Principal.

Pense em uma roda de bicicleta. É um bom exemplo…

img-semblog

Podemos dizer que seria um meio termo entre um website e um blog. No mesmo Hub é
possível encontrar páginas de produtos, serviços, blog post, etc... É um verdadeiro mix
de conteúdo.

Além de auxiliar você no processo de organização de seu projeto SEO, essa técnica é boa para o
usuário também. No final das contas, você acaba criando diversos centros de conteúdos
que fazem sentido para as pessoas. Elas se sentem felizes porque encontram o que
querem.

Com Hubs de Conteúdo, a navegação passa a ser conduzida de maneira mais inteligente. É isso
que o Google quer e todo mundo se beneficia com isso. Você, sua saúde
mental, seus projetos, seus usuários, seus clientes, o Google e por aí vai…

Os 03 tipos de Content Hubs 

Existe 03 tipos de Hubs de Conteúdo que você pode aplicar em seus projetos:

  • Descriptive Navigation Hubs
  • Small Hubs
  • In-Context Hubs

Veja a seguir como eles funcionam e quando usar cada um.

Descriptive Navigation Hubs

Em termos de SEO e UX, essa é a técnica mais poderosa da lista. Como envolve
diretamente os links de navegação do seu site, é uma informação que vai estar presente
praticamente em todas as páginas.

Criando um Hub de Navegação Descritiva

Para criar um, você deve alterar o texto do nível mais alto do seu menu de acordo com o
tópico que você está querendo se posicionar. A grande sacada está na ideia de evitar usar palavras comuns como os tradicionais “produtos” e “serviços”. 

Imagine que você tem uma empresa e ela vende cortinas prontas e também oferece
serviços de confecção sob medida. Você certamente vai querer destacar isso em seu site.
Todo mundo já sabe que você vende “produtos” e oferece “serviços”, então qual a lógica
de manter esses termos na sua navegação principal? 

Ao invés disso, substitua termos comuns em seu menu por termos competitivos que você
deseja ranquear. Esse é o primeiro raciocínio para criar um Hub de navegação inteligente. 

No exemplo abaixo, trocamos “Produtos” por “Cortinas” e “Serviços” por “Cortinas Sob
Medida”. O que isso quer dizer? Quer dizer que agora, além de deixar bem claro o que sua empresa oferece ao usuário, acabamos de criar um link em todas as páginas do seu site apontando para esses termos. 

img-semblog

Veja um exemplo real da Youse Seguros:

img-semblog

Dica 1: Tente ser o mais descritivo possível. Em alguns casos você vai se deparar com
termos esteticamente estranhos ou longos demais. Tudo bem abrir mão de alguns pontos de
SEO por uma grande vitória em termos de usabilidade. 

Dica 2: Organize seu menu principal com papel e caneta ou alguma ferramenta de mapa
mental como o  Desenhos do Google.

Small Hubs 

Small Hubs são os mais trabalhosos de executar porém, os mais legais. Eles são extremamente
úteis quando você tem uma quantidade grande de produtos e serviços. Basicamente são
uma extensão do Hub de Navegação, entretanto, em cada opção do menu existe um pequeno
Hub de Conteúdo voltado para o tópico principal. 

img-semblog

Criando Small Hubs 

Para criar um, comece desenhando e organizando todos os tópicos principais de produtos e serviços da sua empresa. Vamos supor que você trabalhe com seguros, talvez você queira destacar seguros para empresas, para residências, para veículos e etc... Dentro de cada categoria existem uma série de tópicos relacionados ao principal.

Agrupe-os através de pequenos Hubs. Você pode mesclar diversos tipos de conteúdos dentro do seus Small Hubs. Uma boa ideia é fazer um mix entre blog post e página de produtos/serviços. Vá se aprofundando na medida que seu projeto for crescendo e ganhando autoridade. 

Veja o exemplo da Porto Seguro:

img-semblog

Dica 1: Experimente usar termos que reflitam as intenções dos usuários nos tópicos
principais do seu Hub. Por exemplo: no site de nossa  agência de marketing digital, optamos por colocar tópicos como “Atraia novos clientes”, “Encante seu usuários” e “Venda
mais”.  Apesar de não ser tanto uma estratégia de SEO, é uma sutil técnica de usabilidade. Uma boa forma para conduzir o usuário pelo seu site. 

img-semblog

In-Context Hubs 

Esses são os mais simples e intuitivos de entender. Coloque alguns links internos e voilá! Temos um
In-Context Hub. O desenho dele seria mais ou menos assim: 

img-semblog

Criando In-Context Hubs 

Antes de sair criando links desordenadamente, primeiro desenhe seu Hub listando todos os
tópicos do mesmo tema. Essa dica é importante pois trabalhar com links não é tão visual quanto parece. Para se perder são dois palitos. Você viu a imagem acima ,né? É uma emaranhada
teia de conexões.

Dica 1: Mesmo que você já tenha feito um Small Hub, não tem problema implementar um In-text Hub paralelamente. Entenda que, enquanto um trabalha com agrupamento de páginas, o outro atua com links internos. Essa prática é recomendada pelos maiores especialistas em SEO e também é uma grande vitória em termos de UX. Ao unir as duas estratégias, você está aprimorando a experiência de navegação do seu usuário a um nível extremamente profissional. Tio Google vai te beneficiar por isso, acredite.

Plataforma de Conteúdo da SEMrush

Dê Força à sua Estratégia de Conteúdo com Dados

ADS illustration

Não crie Content Hub apenas para Blog’s 

Não crie Hubs apenas para blogs. Todo mundo faz isso e como já dizia a sua mãe: “você
não é todo mundo”. Se a sua intenção é trabalhar apenas com organização de arquitetura
para blogs, recomendo você estudar sobre Topic Clusters

Neste artigo estamos abordando técnicas que ainda são poucos conhecidas pelos
profissionais de marketing. Você é livre para complementar com novas linhas de
conhecimento e criar sua própria metodologia. 

Hubs de Conteúdos são uma excelente forma de organizar diversos tipos de conteúdos em
um único e poderoso grupo de tópicos relacionados. Isso faz sentido para o Google e para o
seu usuário. Além do mais, criar esses Hubs vai te ajudar gerenciar melhor seus projetos de
SEO. Espero que a clareza da organização te traga mais tranquilidade e produtividade no
dia a dia, como trouxe para mim. 

Como potencializar seus Hubs? 

Adube sua terra 

Existe uma parábola sobre semeadura que diz que não adianta plantar em solo seco. O que
isso quer dizer? A colheita depende da combinação do solo com a semente. As sementes
são as estratégias de atração de tráfego. O nosso site é o solo.

Se o solo não for adequado para sementes, não haverá colheita. Não haverá
conversões. Não haverá clientes. Precisamos preparar a terra antes de plantar. 

Mesmo depois de ter preparado, você vai precisar errar e analisar muito antes de encontrar a combinação ideal para um solo fértil. As chances de você desenvolver um site que converte e gera resultados de primeira é remota demais. 

Momento inspiração! Thomas Edison, o cara que inventou a lâmpada, trabalhava pelo
prazer de remover os problemas no caminho de seus inventos, sempre pelo método do
ensaio e erro. Era persistente como um obcecado, paciente como um sábio. A sua frase
entrou para história: 

Gênio é 1% inspiração e 99% transpiração

— Thomas Edison

Esse cara teve que errar 1000 vezes para acertar 1. É assim que potencializamos nossos
Hubs de Conteúdo: testando e errando até encontrar os ingredientes corretos para construção de um solo fértil. E não se esqueça, paciência faz parte do plantio.

Seja constante 

O maior erro de quem trabalha com SEO e marketing de conteúdo é não investir tempo
plantando sementes constantemente. Nossa estratégia de atração de tráfego tem que ser contínua. Estamos falando sobre adotar um novo estilo de vida, um hábito, uma rotina.  A única propaganda que nossos consumidores não se cansam é o conteúdo relevante. Eles sempre pedem mais.

O Google espera que você seja um agente ativo na produção de conteúdo. Já
adianto que ele não dá muito valor se você é aquela pessoa que produz conteúdo e depois
de um tempo, simplesmente para. Ele estará sempre de olho em empresas que se
movimentam. Mesmo que em pequenos passos, é sempre melhor ser constante. 

Você sabia que a palavra grega “constância” significa estabilidade,
paciência, lealdade, perseverança e firmeza? São características de pessoas que não se
desviam de seu propósito, mesmo diante das maiores provações e
adversidades. Elas continuam produzindo. O resultado disso é inevitável. 

Isso são valores que vão além do algoritmo do Google. Seus usuários percebem e
valorizam isso. Movimento é vida. Quer potencializar seus Hubs de Conteúdo? Dê vida para
eles com constância. 

Se você trabalha com SEO, sabe que backlinks é um dos fatores predominantes para
ranquear no Google. Por isso, não podemos ignorar o fato de que, ir atrás de links de qualidade
provenientes de outros sites é importante.

img-semblog

Fazer isso de maneira constante, certamente irá proporcionar um impulsionamento
poderoso para seus Hubs. 

A SEMRush tem uma ferramenta específica para link building, e caso você queira se
aprofundar nas diversas maneiras de adquirir links de qualidade, confira este artigo

O novo banco de dados de backlinks

Para seu domínio

ADS illustration
Author Photo
Douglas HenriqueApaixonado pela minha esposa e minha filha. Fissurado por surf e marketing digital. Vida dura e excitante de empresário. Dono de 03 gatos. Moro na praia e sou autodidata. Aprendo fazendo. Deus é minha principal inspiração.
Subscribe to learn more about SEO
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes