Como utilizar native ads a favor de sua estratégia online?

77
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Como utilizar native ads a favor de sua estratégia online?

Hotmart
Como utilizar native ads a favor de sua estratégia online?

Existem várias estratégias que um negócio online precisa usar para se destacar de seus concorrentes. E sabemos que fazer uma boa divulgação para que sua marca seja reconhecida é uma dessas técnicas que se mostra muito importante.

É por isso que vemos cada dia mais a presença de anúncios nas mais diversas formas. Entretanto, é cada vez mais fácil rejeitar os anúncios que surgem de maneira invasiva e atrapalham a experiência do usuário.

Então, como criar anúncios para divulgar seu negócio mas que, ao mesmo tempo, seja atrativo para os usuários da internet?

O native ads é uma técnica capaz de ajudar você a criar uma propaganda com visibilidade, sem interferir na experiência do usuário e sem ser rejeitado.

Quer saber como isso é possível?

Continue lendo e confira o que é native ads e como usar essa técnica em seu negócio.

O que são native ads?

A tradução de native ads já diz muito sobre o que é essa técnica. Em português, anúncio nativo, é um tipo de publicidade presente em uma página e que não se parece tanto com um anúncio propriamente dito.

Isso ocorre porque os native ads são criados especificamente para ficar idênticos a elementos da página na qual eles se encontram. Ou seja, eles não se diferenciam do que o usuário está acostumado a ver naquela página, É como se fossem um conteúdo do próprio site e, por isso, têm um alto índice de aceitação.

Outros tipos de anúncio se destacam muito das páginas por serem completamente diferentes delas. Ao mesmo tempo em que podem chamar atenção por esse motivo, podem também ser facilmente ignorados.

Já os native ads estão inseridos como elementos de um site. Então, quando o usuário atualiza a página ou rola o feed de notícias, o anúncio também desaparece, assim como o restante do conteúdo.

Como reconhecer os native ads?

Você deve estar pensando: se os native ads são tão parecidos com os outros elementos de um site, eles devem ser difíceis de reconhecer, o que pode confundir os usuários.

Porém, o fato desse tipo de anúncio ter a mesma aparência dos outros elementos da página não significa que eles queiram enganar os visitantes do site.

Na verdade, os native ads são facilmente identificados como tais, pois sempre que o usuário se deparar com esse tipo de publicidade, poderá ver indicações como: “Patrocinado”, “Link patrocinado por”, “Anúncio”, “Artigos Relacionados”, etc.

Muitas vezes, entramos em um site ou vídeo de um tema específico e somos bombardeados com anúncios que não têm nada a ver com o que estamos buscando naquele momento.

Esse é provavelmente o grande diferencial entre native ads e outros anúncios.

Eles aparecem de maneira natural na página em que são colocados e, por isso, não interferem na experiência do usuário e não são tão invasivos como os demais tipos de publicidade. Mas, ao mesmo tempo, é fácil reconhecê-los como publicidade.

Por que usar native ads é uma boa estratégia?

É importante citar que os native ads estão inseridos em sites e redes sociais com as quais o usuário já está familiarizado.

Por isso, é mais fácil atingir uma pessoa que realmente procura pelo seu produto ou serviço, mesmo que ela desconheça sua marca. Afinal, ela já está usando aquele canal de comunicação e, por esse motivo, terá acesso a seu anúncio.

Também é interessante o fato de que os native ads usam um algoritmo capaz de segmentar suas campanhas para pessoas interessadas no que você oferece.

Para saber se seu conteúdo interessa a uma determinada pessoa, esse algoritmo leva em consideração vários contextos e fatores nos quais o usuário se encontra, entre eles:

  • Informações presentes nas redes sociais oferecidas pelas pessoas;
  • Intenções de busca feitas no Google;
  • Dados demográficos, por exemplo.

Com isso, você consegue aumentar sua atuação e divulgar seu conteúdo em sites específicos relacionados a seu nicho e, assim, chegar até pessoas que você não imaginava que poderia alcançar.

Além de tudo isso, por não ser uma publicidade invasiva, você consegue envolver melhor potenciais consumidores, uma vez que os native ads direcionam o conteúdo certo, nos canais mais frequentados por cada pessoa.

É como se seu anúncio estivesse no lugar certo, na hora certa e com a informação certa para as pessoas que estão em uma determinada página e têm interesse no que você oferece.

Caso estiver criando uma campanha de PPC do zero ou otimizando uma campanha existente, escolhe a solução holística. A caixa de ferramentas de PPC da SEMrush permite preparar campanhas de AdWords de sucesso, começando por pesquisa de palavras-chave até criação de anúncios que convertem. Preparamos este ebook para ajudar os especialistas de PPC a resolver as principais dificuldades que eles...

Obtenha PDF gratuito

Como usar native ads?

Criar native ads depende do canal de comunicação no qual você vai anunciar. Porém, algumas ações são comuns em qualquer um desses canais.

Confira, a seguir, como utilizar essa técnica a favor de sua estratégia.

1. Defina o público que você quer atingir

Antes de escolher o canal de comunicação no qual você divulgará seus anúncios, é preciso entender e definir quem é sua persona (representação de seu cliente ideal).

Conhecendo melhor sua audiência, fazer publicidade que realmente interessa as pessoas se torna algo mais fácil.

Dessa forma, você consegue criar um anúncio com conteúdo direcionado e útil para quem o recebe.

Além disso, definindo uma persona, você entenderá quais os canais que seu público mais usa e poderá desenvolver native ads nas páginas que sua persona está.

2. Defina seus objetivos para os native ads

Após definir o público que você deseja atingir, é hora de escolher os objetivos você deseja alcançar com os native ads.

Nessa etapa, você pode estabelecer como objetivos:

  • Gerar tráfego
  • Conseguir novos usuários;
  • Aumentar o número de conversões (downloads, inscrições e outros tráfego em landing page), etc.

Independentemente de seu objetivo, seja específico e estabeleça uma quantidade para sua meta. Defina os números que você quer alcançar e os valores que pode investir.

Se seus objetivos forem alterados com o tempo, lembre-se de atualizar sua estratégia com novas metas.

3. Defina a oferta que você fará

Após ter definido seus objetivos para os native ads, é preciso pensar qual será sua oferta.

Primeiramente, você precisa entender em qual estágio do funil de vendas sua audiência está e qual a melhor oferta para ela neste momento.

Tenha em mente que nem todas as pessoas estão prontas para efetuar uma compra. Portanto, você terá que considerar outras possibilidades que possam ser interessantes para elas, como oferecer materiais ricos, por exemplo.

Com essas informações, podemos dividir as ofertas em dois tipos:

  • Diretas

São ofertas que falam diretamente de seu produto ou serviço. Pode ser uma amostra grátis, uma demonstração, consultoria gratuita etc.

As ofertas diretas são capazes de atrair leads mais preparado para a compra de seu produto ou serviço. Porém, elas têm um CPA (Custo por Aquisição) maior e atraem uma quantidade menor de pessoas que as ofertas indiretas.

  • Indiretas

Esse tipo de oferta está relacionada ao mercado em que você atua e aos interesses e problemas de sua audiência. Mas elas não abordam seu produto diretamente.

Podemos citar como exemplo os materiais educativos, como e-books e webinários.

A oferta indireta diminui o CPA e traz mais leads para seu negócio. Porém, eles estão menos preparados para o momento da compra, e por isso precisarão ser nutridos.

Para ser efetivo, é essencial que você saiba trabalhar com os dois tipos de ofertas, tanto diretas quanto indiretas, e utilize os dois em sua estratégia.

Dessa forma, você conseguirá um aproveitamento maior em todos os estágios da jornada do cliente.

4. Segmente seus native ads

Anúncios pagos costumam ter diferentes formas de segmentação para gerar resultados.

O Google AdWords, por exemplo, se baseia na intenção de busca das pessoas no Google, já o Facebook Ads utiliza as informações que tem sobre o usuário.

Os native ads consideram vários fatores sobre o usuário e o contexto em que ele se encontra. Entre esses fatores, podemos citar: fonte de tráfego, contexto, demografia etc.

Outra vantagem dos anúncios nativos é que as plataformas que os disponibilizam costumam permitir que você escolha o tipo de site no qual você quer veicular seus anúncios.

Ou seja, se seu público costuma acessar conteúdos sobre finanças, por exemplo, você pode criar uma segmentação para anunciar apenas em sites relacionados a esse tema. Dessa forma, seu anúncio será mais relevante para o usuário e terá uma conversão maior.

Onde criar native ads?

Existem diversas plataformas para criação de anúncios nativos. As mais usadas e conhecidas no Brasil, atualmente, são Outbrain e Taboola.

Confira, a seguir, as principais ferramentas dessa estratégia:

  • Taboola

Essa é uma das primeiras plataformas de native ads da internet. Atualmente, é a mais usada no Brasil e no mundo, e possui sites como MSN, BBC, Estadão e Terra em seu portfólio de clientes, portais considerados muito relevantes.

  • Outbrain

A Outbrain atende os sites das principais revistas da editora Abril em seu portfólio, entre eles Veja e Exame. É hoje a principal concorrente do Taboola, se diferenciando por conseguir pré-filtrar links de spam antes de mostrá-lo.

  • AdNow

Não é tão conhecida no Brasil quanto as plataformas anteriores ou o UOL Ads, mas está presente em todo o mundo e possui grandes parceiros como Amazon e AliExpress.

  • UOL Ads

Com o UOL Ads, você pode criar anúncios dentro do portal e sua vasta rede de sites, como Folha de São Paulo e Band. O UOL é considerado o maior portal do Brasil e o quinto site mais visitado do país.

Comece a usar native ads

Como você pode ver, os native ads são uma forma muito útil de divulgar um negócio digital.

Essa estratégia se destaca, principalmente, por não se parecer com os anúncios tradicionais que as pessoas se acostumaram a ignorar.

Mas não se engane!

Há outros tipos de anúncios que funcionam muito bem na internet também.

Uma ferramenta muito importante e capaz de trazer resultados incríveis para seu negócio é o Google Adwords que, se bem utilizado, pode divulgar seu negócio ainda mais.

Quer criar outros anúncios em uma das ferramentas mais usadas e que atrai grandes resultados para os mais diversos negócios?Leia nosso post com o passo a passo completo para criar anúncios no Google Adwords.

Gostou desta postagem? Siga-nos no RSS e leia mais postagens interessantes:

RSS
A Hotmart é uma plataforma gratuita e completa para hospedar e vender cursos online. Nossa missão principal é permitir que as pessoas aumentem sua renda compartilhando com o mundo o que elas têm de melhor: seus conhecimentos.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes