Como usar o SEMrush para aplicar técnicas de CRO na criação da sua landing page

51
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Como usar o SEMrush para aplicar técnicas de CRO na criação da sua landing page

Pierre Veyrat
Como usar o SEMrush para aplicar técnicas de CRO na criação da sua landing page

Vou te contar uma verdade que pode doer um pouco: você tem menos capacidade de concentração que um peixinho dourado.

Nesse momento você deve estar se perguntando “Mas por quê raios o Rafael está falando sobre isso?”.

Porque segurar a atenção do usuário por mais de 8 segundos é o que diferencia os aprendizes dos mestres.

Imagine então se você consegue prender a atenção do usuário e fazer com que ele converta na sua landing? Isso é para poucos.

Seja você o gestor da sua empresa, diretor ou profissional de marketing, aprendiz em marketing digital, se você quer melhorar os resultados de conversão e financeiros do seu site, você precisa entender como funcionam as estratégias de CRO e a influência delas nos resultados do funil de conversão do seu negócio.

E é justamente sobre isso que vou falar nesse conteúdo. Dicas de otimização de conversão práticas e fáceis de implementar no seu dia a dia.

Antes mesmo de mergulharmos nessas dicas acionáveis, vamos passar brevemente sobre o que é CRO, o conceito e exemplos.

Acredito que assim ficará mais fácil entender como cada dica pode ser aplicada na criação do seu conteúdo.

Vamos lá?

O que é CRO (Conversion Rate Optimization) no Marketing Digital?

As técnicas de CRO ou Otimização de Conversão tem como objetivo alcançar o maior número de conversões, com o mesmo número de visitantes, sem investir um centavo a mais em captação de tráfego.

O conceito de CRO está diretamente ligado à melhoria nos mínimos detalhes.

Quando falamos em melhoria, estamos falando em todos os aspectos das suas páginas, que são, por exemplo:

  • Aprimorar o texto para atender e estar em sintonia com as expectativas dos usuários que chegam até ela

  • Otimizar a estrutura do site para que ele carregue rapidamente e não tenha erros (links quebrados, formulários que não funcionam, etc.)

  • Melhorar a experiência do usuário com textos simples, diretos, informativos e fáceis de ler (esqueça as palavras complexas e os longos parágrafos, escolha a fonte e o tamanho certo)

  • Desenvolver os argumentos da página para não dar outra opção ao usuário do que converter - sua página precisa ser o seu melhor vendedor

  • Incluir Call-to-actions claros e que geram empatia com o leitor (um botão “Quero vender mais” tem muito mais apelo que “Clique aqui”)

É um trabalho complexo, que envolve pesquisas e um estudo aprofundado para criar uma relação entre o conteúdo e o visitante.

Mas é possível! Vamos em frente?

Conteúdos que convertem, como escrevê-los?

Repita comigo o mantra: “Eu entregarei conteúdo útil (de verdade) para meu visitante.

Talvez essa é uma das dicas mais importantes que deve-se ter em mente ao criar um conteúdo para um usuário online.

Quando digo “conteúdo”, esse pode ser desde uma landing page, a um e-mail ou um post do blog.

Empatia existe no mundo virtual e devemos colocá-la em prática.

Coloque-se no lugar do seu usuário. Pare alguns minutos e avalie seu conteúdo, revise e edite até chegar a conclusão: “sim, esse conteúdo me ajudaria, é direto e consigo levar essas informações para prática .”

Isso é empatia, afinal, você não deve gostar muito quando para seu tempo para ler algo que não te acrescenta em nada, não é mesmo? Ninguém gosta.

E como fazer isso? Algumas ideias:

  • Insira dados de pesquisas,

  • exemplos reais de como aplicar

  • seja direto e objetivo

  • inclua cases de outras empresas

  • use linguagem simples

  • verifique se diferentes pessoas conseguem ler facilmente sua página e...

  • lembre-se da utilidade das informações!

Agora que você tem em mente o mantra da “empatia do conteúdo”, vamos entender como usar isso na prática.

Selecionamos três, das dezenas de funcionalidades do SEMrush, para indicar como você pode fazer o seu estudo de CRO para criar uma landing page irresistível e otimizada.

1º Passo - Análise dos concorrentes

Essa dica não é nova, desde que o Marketing existe, a etapa de planejamento e pesquisa de mercado dos concorrentes existe também. O que difere é a forma como temos feito isso.

É possível encontrar os concorrentes fazendo uma busca no Google sobre termos relacionados ao seu core business e avaliar como sua página é construída.

Elementos visuais, textos, imagens, e outras informações serão úteis para essa análise.

Mas aqui vamos focar em como identificar as intenções dos usuários e como eles chegam até seus concorrentes analisando o seu posicionamento no Google.

Análise do posicionamento dos concorrentes

Para realizar essa análise, entre em sua conta no SEMrush e insira a URL do seu site (pode testar também a do concorrente bem posicionado) no campo superior principal e dê enter.

Em seguida, vá pelo menu lateral Análise de Domínio > Pesquisa Orgânica > Concorrentes.

Você chegará nessa tela abaixo, um relatório onde mostra os principais concorrentes de SEO por tamanho e a quantidade de palavras-chave que os dois sites posicionam em comum.

Captura de tela da lista dos concorrentes no Semrush

Aqui, você pode seguir dois caminhos.

  1. Avaliar de forma geral todas as palavras-chave que esse concorrente posiciona e buscar ideias.

  2. Selecionar o link da Home de cada um, colocar novamente no campo principal e dar enter para ver o relatório de palavras-chave posicionadas para essa página específica.

Anote todas as palavras-chave dos concorrentes que você acha que pode ser interessante por hora. Em seguida, será hora de filtrar e priorizar os termos para sua página.

Em resumo: o insight de avaliar as palavras-chave que seus concorrentes posicionam é te ajudar a entender quais são os termos que os usuários estão buscando para encontrar soluções similares com a da sua empresa.

Tendo isso claro em mente, vamos para o próximo tópico.

2º Passo - Seleção de palavras-chave

Agora que você já fez o estudo dos concorrentes, está na hora de determinar quais palavras-chave serão usadas para criar a sua landing page.

O primeiro passo serviu como uma forma de brainstorming, agora vamos consolidar esse estudo selecionando os termos que serão usados na página.

Para isso, vamos usar a ferramenta Topic Research do SEMrush.

Topic Research

O Semrush possui uma funcionalidade genial para essa etapa: o Topic Research. Ela fica no menu principal lateral esquerdo.

Ao inserir um termo, o Semrush te retorna com dezenas de outros termos relacionados, na opção de cards ou mapa mental. No print abaixo é a opção de Mapa Mental para os resultados do termo “consultoria empresarial”.

topic-research-como-usar-para-cro-semrush.png

Supondo que esse estudo é para uma consultoria que está criando uma página focada em conversão, cliquei então no termo “contratar consultoria empresarial” que é o que faz mais sentido.

Ao lado o SEMrush já atualiza com ideias de títulos (Headlines), perguntas comuns relacionadas ao termo e uma lista de pesquisas relacionadas.

Todas essas informações são baseadas nos resultados de buscas melhores posicionados, ou seja, aqueles que atendem a expectativa do usuário.

Por isso, anote todas essas ideias no seu banco de dados de palavras-chave e vamos a próxima dica.

3º Passo - Estrutura da página de acordo com as palavras-chave

A verdade é que nesse ponto você deve analisar essas palavras-chave e dividi-las entre as diferentes etapas do seu funil de conversão, isso é essencial para o engajamento do usuário na página!

Para ficar mais claro, vamos a um exemplo. Vamos supor que sua empresa presta consultoria para empresas e você quer criar uma landing page ao mesmo tempo informativa (para rankear no Google) e que seja vendedora.

Provavelmente vamos encontrar palavras-chave como:

  • O que é consultoria empresarial

  • Como funciona uma consultoria empresarial

  • Projeto de consultoria empresarial

  • Quanto custa uma consultoria empresarial

  • O que faz uma consultoria empresarial

  • Exemplos de consultorias empresariais

  • Contratar uma empresa de consultoria empresarial

  • Consultorias empresariais no Rio de Janeiro

  • E muitas outras...

Após selecionar os termos que fazem mais sentido para sua página, está na hora de alocarmos eles nas diferentes etapas do funil de conversão, o que seria mais ou menos assim:

  • O que é consultoria empresarial (Topo de funil)

  • Como funciona uma consultoria empresarial (Topo de funil)

  • Projeto de consultoria empresarial (Meio de funil)

  • Quanto custa uma consultoria empresarial (Meio de funil)

  • O que faz uma consultoria empresarial (Topo de funil)

  • Exemplos de consultorias empresariais (Meio de funil)

  • Contratar uma empresa de consultoria empresarial (Fundo de funil)

  • Consultorias empresariais no Rio de Janeiro (Fundo de funil)

Essa divisão será importante para definir onde cada uma dessas dúvidas (afinal, quem busca algo no Google quer responder uma dúvida) ficará na página.

A ideia é simples, comece pelos conteúdos de topo no início da página e vá seguindo a lógica do meio e fundo de funil.

Assim, você conseguirá construir uma landing page que responda a todas as objeções que seu cliente em potencial possui em uma ordem lógica de convencimento.

Veja o exemplo da Pluga, que criou uma página sobre o meio de pagamento PagSeguro. Durante toda a página são tratadas as diferentes objeções do usuário: como funciona, quais são as taxas, quais alternativas, como se cadastrar, entre outras.

pagina-pluga-exemplo-cro.png

A Pluga é uma ferramenta que ajuda na automação de algumas tarefas repetitivas, como por exemplo quando um pagamento é aprovado e precisa atualizar a planilha financeira.

O objetivo aqui foi criar uma página focada em CRO com texto informativo e que trouxesse tráfego qualificado para o site.

Para te ajudar nesse momento de criação de conteúdo da página, indicamos uma ferramenta nova no SEMrush, o SEO Content Template.

SEO Content Template

Uma ferramenta ainda em teste no SEMrush, mas que promete ajudar muito os profissionais de marketing.

Ela avalia o conteúdo dos concorrentes no TOP 10 e ajuda na construção de um conteúdo otimizado para vencer eles!

seo-content-template-cro.png

O mais interessante dessa ferramenta é que ela possui uma extensão para o Google Drive, pela qual é possível incluir ao lado do seu documento do Google de texto uma lista com os termos principais e relacionados usados, quantidade de palavras, sugestão de título e outras informações super úteis. Facilitando a vida do redator!

recomendacoes-seo-semrush.png

Veja um exemplo de como ela funciona direto em seu navegador:

seo-content-template-funcionamento-semrush-no-adds-on.png

Dica: lembre-se de incluir call-to-actions de acordo com cada momento do usuário na página. Dificilmente você converterá um usuário para realizar uma compra ou cadastrar para pedir orçamentos do serviço logo na parte inicial onde está falando sobre “o que é e como funciona”.

Ou seja, para a parte da página com informações de topo de funil, inclua CTA’s para e-books, infográficos, checklist ou outros materiais que sejam para quem ainda está nessa etapa.

E conforme for avançando no conteúdo para o fundo do funil, varie os CTAs para cases, exemplos e pedidos de orçamento.

Dicas extras: melhore ainda mais sua taxa de conversão

Poderia continuar por horas falando sobre outras técnicas de otimização de conversão, mas queria ressaltar mais algumas outras dicas práticas para melhorar a taxa de conversão do seu funil.

Adicione palavras-chave LSI (Latent Semantic Index) no conteúdo

Sabe quando você começa a digitar alguma busca no Google e ele logo te dá algumas opções completas? Às vezes até parecendo que adivinhou seu pensamento?

Esses são alguns exemplos de keywords LSIs, são termos que o Google entende como sinônimos e extremamente relacionados ao tema.

Por isso, ter elas no seu conteúdo pode ajudar a construir um tema mais rico em informação pro usuário e também a informar ao Google sobre o contexto daquele conteúdo. Elas também são aquelas que ficam no final da página de resultados do Google.

O próprio SEMrush também te dá boa parte dessas informações (como vimos anteriormente), mas essa dica é de ouro e não podia deixar passar.

Crie imagens originais e use-as para quebrar o conteúdo

Tanto para blog posts, quanto para uma landing page, as imagens são essenciais para tornar a experiência do usuário mais agradável.

Se tem espaço no orçamento, a nossa sugestão é que você crie imagens originais. O objetivo aqui é fortalecer seu conteúdo e ainda ganhar uma forcinha a mais rankeando organicamente no Google Imagens.

Voltando ao exemplo de anterior, é possível criar um pequeno infográfico original para o termo “tipos de consultoria empresarial”.

Será uma aposta a mais para tanto melhorar a experiência do usuário com diferentes tipos de informação (textual e visual), quanto para ganhar um espacinho no topo do Google Imagens.

Foque em links internos estratégicos

Se você está criando a Home do seu site, terá pouco espaço para incluir conteúdo, e principalmente, links internos.

Por isso, foque em usar a autoridade da sua Home para colocar links para outros posts ou páginas que sejam estratégicas.

Idealmente, coloque links para as que já possuem uma otimização prévia de SEO para não desperdiçar esse link juice.

Dica: use o espaço do rodapé também para incluir esses links estratégicos. Uma breve olhada nas páginas dos grandes e-commerces e você entenderá do que estou falando.

dica-rodape-cro-dafiti.png

Essas foram as dicas que gostaria de compartilhar hoje com você para aplicar as técnicas de CRO no seu site e melhorar ainda mais as taxas do seu funil de conversão.

O que achou? Quais funcionalidades do SEMrush você usa para criar suas páginas otimizadas? Comente aqui embaixo para conversarmos mais sobre isso.

Esse post foi escrito por Rafael Damasceno, a convite da We Do Logos. Rafael Damasceno é o co-fundador da Supersonic, consultoria focada em Otimização de Conversão (CRO) que ajuda empresas no Brasil e Estados Unidos a melhorarem seus sites para transformarem visitantes em clientes.

Gostou desta postagem? Siga-nos no RSS e leia mais postagens interessantes:

RSS
Ajudei mais de 50 empresas nos últimos 4 anos a conseguir um total de mais de 70 milhões de visitas orgânicas em 1 ano, com SEO e marketing de conteúdo.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes