logo-small logo-small_halloween

Como integrar as estratégias de SEO com marketing de conteúdo?

54
Wow-Score
A pontuação Wow-Score mostra o quão atrativa é uma postagem de blog. É calculada com base na relação entre o tempo de leitura de usuários ativos, a velocidade de rolagem e o tamanho do artigo.
Saiba mais

Como integrar as estratégias de SEO com marketing de conteúdo?

Sandro Lenzi
Como integrar as estratégias de SEO com marketing de conteúdo?

Que o Marketing de Conteúdo é uma estratégia assertiva para diversas empresas, todo o mundo já sabe. As pessoas buscam, toda hora, por informações na internet, e se sua marca produz conteúdos de qualidade fica mais fácil atrair, de maneira espontânea, o interesse dessas pessoas.

Entretanto, não adianta possuir um blog e escrever um texto extremamente bem-feito, com conteúdo original e muito interessante. Sim, esse trabalho todo pode ser jogado no lixo se o texto não for integrado às estratégias de SEO (Search Engine Optimization).

Atualmente, quem escreve para a internet deve atender às exigência de dois públicos: os leitores e o Google. Sendo que, o Google irá ler o artigo antes do público-alvo, e se ele não gostar, ninguém mais vai ler.

Complexo? Não é. As técnicas de SEO irão otimizar um site, ou seja, ele estará em uma posição melhor nos resultados de um site de busca. Para o Google, o conteúdo é quem controla esse melhor posicionamento. Bom, então é essencial fazer a integração entre estratégias de SEO com o Marketing de Conteúdo

Por que trabalhar com SEO para a produção de conteúdo?

Antes de mais nada, é fundamental conhecer este dado: 90% das pessoas que fazem uma pesquisa na internet (no Google) clica apenas nos links que são mostrados na primeira página de resultados.

Portanto, se a sua marca precisa ser encontrada com facilidade, para aumentar o tráfego em seu site, é fundamental trabalhar com SEO. Além disso, aparecer nos primeiros resultados gera maior credibilidade para uma empresa, o site é visto como confiável (e a porcentagem acima apenas comprova isso).

Entenda como funciona o Google

Quando uma pessoa faz uma pesquisa na plataforma, ela irá encontrar dois tipos de resultados: os pagos (anúncios) e os orgânicos. Portanto, a sua empresa pode investir para estar na página principal do Google ou, então, trabalhar com técnicas de SEO.

Para que um site apareça no Google em destaque, os robozinhos internos da plataforma já trabalharam arduamente. Eles já rastrearam diversos outros sites, avaliaram diversos requisitos, segmentam os sites e escolheram quais seriam mais relevantes para o internauta. E são sobre esses “requisitos” classificatórios que você precisa agir.

Principais estratégias de SEO para usar no Marketing de Conteúdo

1 Palavras-chave

A palavra-chave é fundamental para que o texto tenha destaque no Google. Essa palavra ou termo refere-se ao que será buscado pela pessoa. Por exemplo, se alguém está em busca de informações sobre penteados de cabelo para festas, pode pesquisar no Google: “Penteados para cabelos curtos”.

Esse termo será a palavra-chave, e precisará aparecer no texto em uma quantidade mínima. Há alguns softwares e ferramentas que sugerem os termos mais pesquisados. Para os redatores, a dica é colocar esses termos de forma natural.

2 Imagens com a palavra-chave

Poucas pessoas conhecem, mas esse é um “macete” bastante importante. Na hora de utilizar as fotos, verifique se o nome delas contém a palavra-chave. O Google não lê imagens, por isso, essa estratégia irá ajudá-lo a dar maior valor no conteúdo!

3 Hierarquia de conteúdo

Hierarquizar informações pela ordem de importância é fundamental para facilitar a leitura de usuário e do Google. Para isso, é importante usar as  heading tags, ou seja, os títulos e subtítulos de um textos. Elas são classificadas da H1 até H6, sendo a H1 o subtítulo, e a H2 os títulos dentro dessa seção do texto, e por aí vai…

4 Link building

O Google leva muito em consideração as citações e indicações de links. Logo, se você é muito citado por outros sites e blog, o Google dará a você um melhor posicionamento nas buscas. Trabalhar com link building é, portanto, essencial. Para isso, é possível fazer parcerias com outros sites. Assim, o redator de cada site indica o outro.

5 Guest Post

Outra forma de conseguir link building é com guest post, ou seja, um blog convidado posta em seu blog e vice-versa. Isso irá aumentar o número de links apontando para o seu site, melhorando o seu rankeamento no Google. Vale lembrar que os blogs devem ter nichos iguais ou parecidos.

6 Títulos

Dentro da sua página, o título deve conter a palavra-chave, mas o redator não precisa ficar presa a ela. Podendo, dessa maneira, utilizar a criatividade para criar headlines matadoras.

Mas os títulos SEO, aqueles que são vistos no Google, precisam contém a palavra-chave bem no ínicio do texto (ou o mais para esquerda possível). Uma estratégia muito usada é a seguinte receita para títulos: Palavra-chave: Título. Por exemplo: Penteados para noivas: confira as tendências para 2017.

7 Links internos

Outra estratégia de SEO é aplicar links internos dentro de uma postagem, por exemplo, quando você cita a palavra-chave de um outro post, pode criar um link para ele. Isso também colabora para o desempenho de um site nos resultados do Google.

Produzindo textos para o Google aprovar

Lembre-se: se o Google não gostar do seu texto, o público dificilmente irá encontrá-lo na internet. Por isso, para conquistar o Google de vez e planejar um texto atraente, confira essas dicas:

  • Conteúdo de qualidade

Sim! Entre os critérios do Google, a qualidade dos conteúdos de um site é um dos mais importantes. O seu público está procurando por informações importantes e relevantes, e o Google também preza por isso. Trabalhe com assuntos interessantes, que são bastante buscados pelos internautas. A dica é pesquisar a opinião deles e analisar quais são os termos mais pesquisados na internet. Seja com produção própria, seja com a terceirização por uma agência, a criação de conteúdo, é fundamental ter cuidado com a qualidade!

  • O texto tem que ter uma tamanho ideal

O texto deve ser completo, para que o Google o avalie positivamente. E isso é feito de acordo com o tamanho dele. Não há uma regra específica, mas textos curtos podem passar despercebidos pelos robôs do Google.

Assim como o texto no geral, os parágrafos também devem ter um tamanho bom para a legibilidade. Crie parágrafos curtos, e blocos de parágrafos separados por subtítulos ou listas (o Google irá adorar!).

  • Tempo que o leitor passa na página

Quanto mais tempo o internauta ficar na sua página, melhor será o rankeamento dela nos resultados do Google. Por isso, o texto deve prender a atenção do leitor e ter uma boa legibilidade para que ele não desista no meio do caminho.

Aqui, é muito importante levar em conta as métricas. No Google Analytics, é possível ver o tempo médio que os visitantes ficam nas páginas (duração média da sessão). Quanto melhor esta métrica, melhor será o ranqueamento de seu site!

  • Seja original!

Copiar textos de outros blogs pode ser fatal para o seu site. O Google sabe que os internautas estão saturados de informações e, por isso, querem textos originais, com aspectos novos. Por isso, tenha um conteúdo exclusivo, sempre!

  • URL e meta description

Por fim, é fundamental ter uma atenção especial para como o seu link irá aparecer no Google. A URL refere-se ao endereço da sua página, ela deve ser curta e possuir a palavra-chave, separada por hífen, para tornar mais amigável.

Já a meta description é a descrição do conteúdo, basicamente aquele textinho que aparece embaixo do título da página. Apesar de não ter nenhuma influência sobre o posicionamento do seu site no Google, este texto pode ser determinante para a pessoa clicar ou não no link. Resuma o conteúdo de maneira atraente, prometendo algo que será entregue.

  • Tenha um site responsivo

Ter uma página compatível com diferentes dispositivos é uma técnica de SEO fundamentais para qualquer site. O Google analisa isso criteriosamente, e dá aos sites responsivos um melhor posicionamento na lista de resultados.

O site responsivo, é aquele onde o layout e conteúdo do site, se adaptam a diferentes tamanhos de tela. Hoje, o Google dá prioridade para sites responsivos, já que mais de 50% do tráfego da internet, é oriundo de dispositivos móveis.

  • Dica extra: use todas as funcionalidades da SEMrush

A SEMrush pode te dar um patamar muito mais amplo para analisar resultados orgânicos e também para otimizar os anúncios no Adwords. Ele é a ferramenta mais completa para quem busca integrar suas estratégias de SEO e de marketing de conteúdo!

Estes são os elementos fundamentais para que você possa integrar suas estratégias de SEO e de marketing de conteúdo e ter muito mais sucesso.

Redator e coordenador da Leads marketing de conteúdo.
Compartilhar esta postagem
or

Comentários

2000 caracteres restantes
Rafael Neaime
Legal Sandro. Eu costumo utilizar a ferramenta de keyword research da Semrush e, dentro das pesquisas, costumo procurar palavras que contenham "como fazer" ou "como usar", etc, dependendo do mercado que quero atingir.