Quer descobrir como é o desempenho do seu site na pesquisa do Google? Com o Google Search Console, é possível ver a presença do site nos resultados de pesquisa do Google. Você pode analisar seus posicionamentos de SEO ao lado de outros dados do Google Analytics conectando sua conta do Google Analytics ao Google Search Console.

Dica: adicione um plug-in para dados do Search Console

Está em busca de uma maneira ainda mais fácil de visualizar os dados do Search Console enquanto trabalha no seu site? Adicione um plug-in como o MonsterInsights. Ele oferece integração com o Search Console diretamente no painel de relatórios, se você optar pelo nível Plus.

Visão geral do Google Search Console

Se o nome "Ferramentas para webmasters do Google" é familiar, talvez você já saiba o que é o Google Search Console. Desde que o Google Webmaster Tools (GWT) se tornou uma ferramenta necessária para outros tipos de usuários além de webmasters (profissionais de marketing, profissionais de SEO, desenvolvedores de aplicativos, empresários e designers, para citar alguns) o Google mudou o nome da ferramenta para ser mais adequado ao seu grupo de usuários diverso.

Se você ainda não ouviu falar do GWT ou do Google Search Console, vamos voltar ao início.

O Google Search Console é um "serviço gratuito" que permite que você descubra muitas informações sobre seu site e o público que o visita. Você pode usá-lo para descobrir quantas pessoas visitam seu site, como elas o encontram, se mais pessoas o visitam em um dispositivo móvel ou computador e quais páginas do site são as mais visitadas. Ele também pode ajudar a encontrar e corrigir erros no site, enviar um sitemap e criar e verificar o arquivo robots.txt.

Visão geral do Google Analytics

Você ficou impressionado ou até mesmo intimidado com o Google Analytics? A boa notícia é que não é só você. O Google Analytics é bastante complicado.

Ele fornece um panorama muito detalhado do desempenho do site e/ou aplicativo. O Google Analytics está conectado a todos os produtos de marketing do Google (incluindo Google Ads, Data Studio e Search Console), o que o torna uma tendência para todos que usam várias ferramentas do Google.

Se você quer muitas informações, e tiver tempo e habilidade para analisá-las e operá-las, o Google Analytics é uma boa opção. O GA, sem dúvida, exige a dedicação de bastante tempo. Você precisa entender seus recursos e manter campanhas, e saber usar seus dados demanda tempo e experiência.

Como conectar o Google Search Console ao Google Analytics

Pode parecer que o Google Analytics e o Google Search Console fornecem as mesmas informações. No entanto, existem algumas diferenças importantes entre esses dois serviços do Google. 

O Google Analytics fornece mais informações sobre quem acessa seu site — quantos visitantes recebe, como eles chegam ao site, quanto tempo passam nele e em que região geográfica se encontram.

O Google Search Console tem tudo a ver com fornecer informações mais detalhadas — quem tem links do seu site, se há malware ou outros erros e para quais palavras-chave seu site aparece nos resultados de pesquisa. 

O Google Analytics e o Search Console não respondem às informações da mesma forma. Se você acha que está analisando o mesmo relatório, talvez não esteja recebendo os mesmos detalhes nos dois lugares. Para aproveitar ao máximo as informações fornecidas pelo Search Console e pelo Google Analytics, é possível conectar as contas de cada um deles. 

Com essas duas ferramentas conectadas, os dados de ambas as fontes são combinados para fornecer mais relatórios que você só pode usar depois da conexão. Vamos começar:

Etapa 1: envie seu site para o Google Search Console

Se você já tiver uma conta, pode ir para a próxima seção: permitir a importação de dados do Search Console no Google Analytics.

Se estiver criando uma conta do Search Console, é necessário acessar o Search Console e clicar em “Adicionar propriedade”. Depois, adicione o domínio do site ou o prefixo da URL. 

Você terá que provar que é dono do seu site.

Autenticação de propriedade Google Search Console

No Search Console, é essencial verificar se você é proprietário do site. Isso pode ser feito de várias maneiras:

· Envio de arquivos HTML

· Tag HTML

· Fornecedor do nome do domínio

· Google Analytics

Envio de arquivos HTML: esta é a técnica preferida do Google. O Google fornece um arquivo que você precisa enviar para seu site. Depois, você verifica o envio e confirma que o site é seu. O único problema com essa técnica é que o arquivo pode ser removido facilmente por qualquer pessoa que tenha acesso ao site. Os desenvolvedores também podem excluí-lo acidentalmente.

Tag HTML: o Search Console fornece uma tag para você adicionar ao site. Após implementá-la, o Google pode confirmar que o site é seu. No entanto, assim como com o envio de arquivos HTML, alguém pode excluir a tag HTML por acidente ao fazer alterações no site, e a conexão será perdida.

Fornecedor do nome do domínio: você seleciona um provedor em um menu suspenso abrangente. Se não souber como encontrar seu host de domínio, o Google tem registros para passar as instruções.

Google Analytics: seu código de monitoramento do Google Analytics deve estar no local correto, e você precisa ter permissão de "Edição" para que isso funcione. Se estiver tudo pronto, basta clicar em “Verificar” e suas contas do Google Analytics e do Search Console serão integradas.

Gerenciador de tags do Google: é necessário estar usando o snippet de contêiner e ter permissão de "Gerenciamento" no Gerenciador de tags do Google para que isso funcione. Se esse for o caso, clique em “Verificar” e estará tudo pronto para continuar.

Etapa 2: adicione o código do Google Analytics ao seu site

Entre na sua conta do Google Analytics e clique em "Administrador" no lado inferior esquerdo da coluna.

Google Analytics Dashboard screenshot

Selecione a “Conta” e a “Propriedade” corretas e clique em "Informações de monitoramento" na coluna do meio escrita como "Propriedade”.

Google Analytics Admin Permissions Screenshot

Em "Informações de monitoramento”, clique em "Código de monitoramento” para receber o código de monitoramento do site. Depois, você precisará adicioná-lo ao site.

Nesta página, você verá uma caixa com várias linhas de código. Copie todo o código de monitoramento, começando com <script> e indo até </script>.

OBSERVAÇÃO: alguns CMSs corrigiram temas que incluem um plug-in integrado do Google Analytics. Você só precisa desses plug-ins para acessar sua identificação de monitoramento do Google Analytics para concluir a configuração do Google Analytics. Se esse for o caso, você só precisa copiar a identificação de monitoramento que começa com o código “UA-” localizado na parte superior da página. Será atribuída uma identificação de monitoramento exclusiva a cada propriedade do Google Analytics criada na sua conta. Não deixe de usar o código ou a identificação de monitoramento correto para cada domínio.

Com o código de monitoramento correto, você está com tudo pronto para a instalação!

Faça login no seu CMS e encontre o código HTML do site. O script geralmente fica na parte superior da página do site, logo antes da tag </head> exibida em cada página que você quer monitorar. Verifique a configuração do CMS para confirmar a instalação adequada.

Etapa 3: conecte o Google Search Console ao Google Analytics

Conectar o Search Console ao Google Analytics simplifica o entendimento de como posicionamentos e palavras-chave específicas afetam o desempenho orgânico e o comportamento do usuário no seu site. Veja como você pode conectar o Google Search Console ao Google Analytics.

1. Faça login na sua conta do Google Analytics e, no canto inferior esquerdo, clique em Administrador.

Google Analytics Dashboard screenshot

2. Vá para a propriedade em que você deseja facilitar os dados do Search Console e clique em “Configurações de propriedade” na coluna “Propriedade”.

Google Analytics Admin Panel Property Settings

3. Desça até “Configurações do Search Console” e clique em “Ajustar Search Console”. Se você já tiver verificado seu site no Search Console usando o mesmo endereço de e-mail, ele deve aparecer automaticamente.

Search Console Integration on Analytics

4. Escolha a visualização de relatório em que você deseja ver os dados do Search Console e clique em “Salvar”.

Search Console reporting view in Google Analytics

Bônus: como conectar o Google Search Console ao Google Analytics

Depois de concluir o processo acima, você terá acesso a vários relatórios do Search Console diretamente no Relatório de aquisição do Google Analytics.

Clique em Aquisição > Search Console no painel esquerdo do GA para encontrar esses relatórios.

Search Console in Google Analytics

Relatórios que você encontra com o GSC no GA

Páginas de destino

Ele informa quais páginas as pessoas veem quando chegam ao site por meio de pesquisas do Google. Você precisa clicar em uma URL específica da página, e poderá ver quais consultas de pesquisa levam as pessoas a essa página.

Países

Esse relatório mostra a localização do tráfego que seu site recebe. Clique em um país e veja por quais páginas de destino essas pessoas chegam ao site. Clique em uma página de destino dos resultados e, mais uma vez, você poderá conferir as consultas de pesquisa.

Dispositivos

O relatório "Dispositivos" mostra como as pessoas procuram seu negócio em tablets, computadores e celulares.

Consultas

O relatório "Consultas" informa sobre os diferentes tipos de palavras-chave para os quais o Google exibe seu site nos resultados de pesquisa. Além disso, você pode ver os detalhes de "Posição média", que informam qual é o posicionamento médio nos resultados de pesquisa para um determinado termo.

Considerações finais

Agora que tudo está configurado e verificado, você pode começar a consumir todos os dados que o Google Search Console pode oferecer para você através do Google Analytics. Mas tenha estes pontos do Google em mente:

Google Message sobre GSC

Feliz mineração de dados!

Author Photo
Amit PanchalAmit Panchal is an independent Digital Marketing Consultant with 12+ years of experience in Social Media Marketing, SEO, Content Marketing, and Reputation Management. He is known for creating exceptional branding and marketing solutions for various brands. He helps businesses transform their online presence and make the brand ready for digital growth. Apart from creating effective digital marketing strategies, he is also a Mentor at GUSEC (Gujarat University Start-up & Entrepreneurship Council) &amp; Incubator at Silver oak College and invited faculty at EDI, Gandhinagar. He is also a social media influencer with 42,000 followers on Twitter and 12,000+ connections on LinkedIn. He was a part of Social Media Week events in India for Mumbai &amp; Bangalore as a Social Media Strategist.
More about SEO Básico
SEO On-Page: um guia completo para 2021Neste guia, vamos discutir por que o conteúdo On-page de qualidade é importante tanto para seu público-alvo quanto para os mecanismos de pesquisa e passar por alguns fatores importantes de SEO On-page que podem ajudar a melhorar seus ranqueamentos. Leve sua página para o próximo nível com SEO On-page que ajuda os mecanismos de pesquisa a encontrar e ranquear seu conteúdo.
12 min read
Meta keywords: Vale a pena usar?Por que ainda estamos falando sobre meta keywords em 2021? Embora os principais mecanismos de pesquisa optem por não usá-las, parece que outros ainda estão usando a tag. Descubra o que você precisa saber neste guia rápido e informativo.
6 min read
Como fazer um relatório de SEO perfeitoQuer você seja um profissional de SEO interno ou trabalhe na agência, relatórios são algo que todos temos que produzir. Um relatório de SEO ajuda a mostrar o progresso de uma campanha, mostra o ROI e ajuda a justificar por que adotamos certa abordagem.
20 min read
10 Maneiras de melhorar o SEO em 2021 e impulsionar seu rankingCom mais de 3,5 bilhões de pesquisas no Google por dia, para ter uma posição alta o suficiente para que os visitantes potenciais encontrem o seu conteúdo, você precisa seguir as regras do Google. SEO sempre precisa de monitoramento e constante melhora, mas você sabe o que priorizar em 2021? Confira 10 dicas para impulsionar seu tráfego orgânico neste ano.
15 min read