O que é Black Hat SEO? 9 Técnicas arriscadas que você deve evitar

Connor Lahey

Dec 09, 202013 min read
Técnicas black hat SEO que você deve evitar

Há 10 anos muitos presumiam erroneamente que o SEO era uma tática de marketing manipuladora que consistia em "enganar o algoritmo" e usar táticas para fazer o Google pensar que seu site era o melhor resultado para uma consulta de pesquisa.

Isso nunca deveria ter existido, e os especialistas em SEO deveriam sempre ter focado seus esforços na criação do melhor resultado na web, não apenas em fazer parecer que sim. Mas os algoritmos do Google eram menos avançados, especialmente no que se tratava de identificar spam na web. 

Muitos especialistas em marketing usaram táticas de Black Hat SEO para ranquear sites. No entanto, os tempos mudaram. Neste guia, vamos repassar por técnicas que deveriam ser evitadas se você não quiser violar o algoritmo e as diretrizes de qualidade para webmasters.

Especificamente, vamos falar de:

O que é Black Hat SEO?

Black Hat SEO são táticas usadas para ranquear um site que violam as diretrizes dos mecanismos de pesquisa. As técnicas de Black hat SEO tentam manipular os algoritmos de mecanismo de pesquisa para melhorar os ranqueamentos de um site nas SERPs. O nome dese grupo de técnicas é insipirado nos filmes de western, em que os vilões e bandidos sempre usavam o chapéu preto.

Mecanismos de pesquisa, como o Google e o Bing, deixam bem claro quais tipos de práticas vão contra seus termos. Eles também são bastante claros sobre as punições potenciais para aqueles que violam suas diretrizes. Usar táticas de black hat SEO pode fazer com que seu site seja penalizado (algoritmicamente ou com uma  ação manual), o que significa posições mais baixas e, provavelmente, um declínio no tráfego orgânico. 

Faça uma auditoria do seu site

e descubra todos os problemas com Semrush Site Audit

ADS illustration

Os riscos do Black Hat SEO

O uso de táticas de black hat para ranquear seu site tem riscos significativos, e essa é a razão pela qual a maioria dos especialistas em SEO opta por não incluir essas abordagens na estratégia deles. A maior parte da área de SEO considera essas práticas completamente antiéticas.

Mas a realidade é que há, e provavelmente sempre haverá, uma pequena porcentagem de profissionais de marketing que querem tentar enganar o sistema e tentar acelerar o sucesso orgânico de seu site. No entanto, mesmo que as técnicas de black hat SEO funcionem para o seu site, os resultados costumam durar pouco. 

Ao examinar as  Diretrizes do Google para webmasters , podemos ver claramente que sua orientação sobre os princípios básicos de SEO é: 

Evite truques e esquemas que visam melhorar os ranqueamentos nos mecanismos de pesquisa. A regra geral para entender se a tática usada é aceitável é perceber se você se sentiria à vontade para explicar o que fez para um site concorrente ou para um funcionário do Google.

Outro teste útil é perguntar: "Isso ajuda meus usuários? Eu faria isso se os mecanismos de pesquisa não existissem? "As táticas de black hat não ajudam os usuários e não seriam usadas se os motores de pesquisa não existissem.

3 razões para evitar Black Hat SEO

Mas quais são os piores cenários para um site que usa black hat SEO para ranquear? 

Indo mais fundo nas Diretrizes do Google para webmasters, podemos ver que elas afirmam claramente que tais violações "podem fazer com que um site seja removido inteiramente do índice do Google ou de outra forma afetado por uma ação manual ou algorítmica". As diretrizes também afirmam que "se um site foi afetado por uma ação manual ou algorítmica, ele pode não aparecer mais nos resultados do Google.com ou de qualquer um dos sites parceiros do Google"

Embora o foco de SEO é de aumentar a visibilidade orgânica e o tráfego de um site, as táticas de black hat podem, na verdade, resultar no oposto  disso. Para ajudá-lo a entender por que você precisa evitar tais abordagens, formulamos três pontos principais:

  1. Pode afetar negativamente os seus ranqueamentos e a visibilidade na pesquisa
  2. Essas táticas não vão trazer resultados de longo prazo
  3. Normalmente resultam em uma experiência do usuário insatisfatória
  • 1. Pode afetar negativamente os seus ranqueamentos e a visibilidade

    A razão número um para não usar táticas de black hat SEO é que elas acabarão resultando na perda de ranqueamentos, visibilidade e tráfego de seu site. Confira a imagem abaixo. Esta é a visibilidade de um site que usou táticas não naturais e foi impactado negativamente.

organic traffic decline

Quando um site perde tráfego e visibilidade, isso normalmente significa que as conversões e a receita seguem uma tendência semelhante. 

Isso, por si só, pode significar uma redução na receita de uma empresa e levar à perda de empregos ou mesmo ao fechamento de empresas. Na melhor das hipóteses, uma queda severa no tráfego orgânico vai resultar em maior investimento em  PPC  ou outra mídia paga. 

2. Essas táticas não vão trazer resultados de longo prazo

Mesmo nos casos em que os ranqueamentos e o desempenho orgânico aumentam inicialmente com as técnicas de manipulação, esse resultado raramente se mantêm.

Embora possa levar algum tempo para o Google determinar se um site participa de abordagens antiéticas (pode ser que    uma revisão manual foi conduzida  ou que um algoritmo principal foi atualizado), assim que acontecer, a perda de tráfego será inevitável. 

Talvez a única coisa pior do que não conseguir ranquear um site seja ver os ranqueamentos e o tráfego, que foram artificialmente inflados, cair repentinamente em um futuro próximo. As empresas precisam de previsibilidade, e isso não é algo que as táticas de black hat podem oferecer.

3. Normalmente resultam em uma experiência do usuário insatisfatória

Em nosso webinar  Technical vs. UI/UX , Bastian Grimm compartilhou um comentário sobre a mudança na importância da UX para SEO ao longo do tempo, afirmando que: 

Uma coisa que se tornou um pouco mais óbvia é que o Google não estava necessariamente tentando ranquear os sites que tinham feito o melhor SEO, mas sim que entregassem uma experiência decente ou pelo menos uma experiência com a qual as pessoas estivessem satisfeitas.

— Bastian Grimm

SEO needs to consider a user's experience on a site and work to serve the best content and the best UX. However, black hat tactics do the exact opposite; they optimize for search engines (at least what they think search engines want to see) rather than users. This, in itself, can be problematic.

Trust plays a large part in search success. If primary consideration is given to search engines over users, there's a good chance that the site's ability to convert will be significantly limited. 

9 táticas de Black Hat SEO que recomendamos evitar

Se você está apenas começando no SEO, geralmente é difícil saber quais táticas você deveria ou não usar. Embora muitos dos    princípios básicos de SEO  sejam estratégias de white hat bem definidas, muitas das  táticas mais avançadas  requerem mais atenção aos detalhes. 

No entanto, opte por seguir os conselhos certos. Algumas táticas recomendadas em blogs, grupos de mídia social ou de suas conexões podem soar como estratégias "avançadas", mas, na realidade, estão apenas levando você a uso de técnicas de black hat. 

Quanto mais você souber sobre as táticas que podem significar um desastre para o seu site, mais fácil será identificá-las e evitá-las. Essas nove táticas violam as Diretrizes do Google para webmasters e você não deveria usá-las em 2020:

1. Uso Excessivo de Palavras-chave 

Repetir as palavras-chaves principais de sua página em excesso não vai ajudar a obter melhores posições. Uso excessivo de palavras-chave, como é conhecido, quase certamente vai trazer o resultado oposto.

Os especialistas em black hat SEO às vezes tentam manipular os ranqueamentos de um site incluindo uma palavra-chave de forma não natural em uma página. Uso excessivo de palavras-chave geralmente ocorre em blocos aleatórios que ficam fora do conteúdo principal ou dentro de parágrafos que simplesmente não fazem sentido quando você os lê em voz alta.

Aqui está um exemplo de conteúdo repleto de palavras-chave que o Google oferece:

keyword stuffing example

2. Conteúdo gerado automaticamente / duplicado

Criar ótimo conteúdo não é fácil, mas não há como negar que isso continua sendo um dos  principais fatores de ranqueamento do Google

Uma técnica comum de black hat é gerar conteúdo automaticamente para ranquear para um grande número de palavras-chave sem realmente criar conteúdo útil e exclusivo. Um exemplo seria uma infinidade de páginas de locais criadas e o mesmo conteúdo é usado para cada uma, exceto para a mudança do nome do local.

Reserve um tempo para  criar conteúdo SEO-friendly  para evitar problemas causados ​​por páginas duplicadas ou de baixa qualidade. 

3. Texto Oculto

Texto oculto é o texto que tem a mesma cor do fundo que está posicionado fora da tela ou atrás de uma imagem, propositalmente usa CSS para ocultá-lo dos usuários ou mesmo usa um tamanho de fonte zero.

Isso é uma tática de manipulação que às vezes é usada para inserir palavras-chave. Muitos especialistas em marketing têm longas listas de palavras-chave para quais eles queriam que seu conteúdo ranqueasse nas SERPs.

Mas o que estamos falando aqui é uma tentativa clara de ocultar o texto completamente, e isso não se aplica ao texto que está em carrossel ou é carregado dinamicamente usando JavaScript. Do nosso lado, definitivamente não recomendamos adicionar texto oculto às suas páginas. Os rastreadores de mecanismos de pesquisa são muito mais sofisticados agora e entendem que você está tentando usar o máximo de palavras-chave.

4. Páginas de entrada

A criação de páginas que visam consultas de pesquisa específicas com conteúdo destinado a atuar apenas como um funil para uma página é considerada uma violação das diretrizes do Google. Esses tipos de páginas são conhecidos como páginas de entrada ou de gateway - Doorway/Gateway Pages, em inglês

Cada conteúdo do seu site deve ter uma finalidade específica e você não deve criar páginas na tentativa de ranquear para palavras-chave que não sejam totalmente relevantes.

Exemplos disso incluem:

  • Criação de páginas para segmentar palavras-chave geograficamente segmentadas em locais onde sua empresa não tem uma presença física que direciona os usuários para uma única página
  • Páginas criadas exclusivamente para ranquear para consultas de pesquisa, em vez de atender às necessidades do usuário

Crie conteúdo para humanos, não para mecanismos de pesquisa.

5. Cloaking

Cloaking é uma tática que consiste em apresentar conteúdo ou URLs diferentes para usuários e mecanismos de pesquisa, essencialmente fornecendo uma experiência diferente em cada um.

Esta é uma tentativa clara de ranquear uma página com base no conteúdo criado para mecanismos de pesquisa enquanto ela direciona os usuários para algum lugar (ou algo) diferente. Esta é uma prática enganosa, tornando-se uma violação das diretrizes do mecanismo de pesquisa.

Concentre seus esforços em projetar as melhores experiências possíveis para seus usuários, e há uma boa chance de os mecanismos de pesquisa também adorarem sua página. 

6. Links Pagos / Manipulados

Esquemas de links  são um dos tipos mais comuns de black hat SEO e é nesta área que muitas vezes surge a confusão. 

É questão de senso comum para muitos profissionais de marketing que você precisa escrever um conteúdo atrativo para seus usuários e que você não deve esconder nenhum texto, mas  link building fica um pouco mais complexo. 

O ponto principal é que os links devem ser conquistados, especialmente considerando que eles são votos editoriais de confiança de um site para outro. Isso significa que você deve evitar táticas como:

  • Links pagos (patrocinados) que não contêm um atributo rel = "nofollow" ou rel = "sponsored"
  • Excesso de troca de links
  • Spam em comentários de blog
  • Spam em fóruns
  • Marketing de artigos em grande escala ou campanhas de guest posts
  • Link building automatizado
  • Diretórios de spam, sites de favoritos e propriedades da web 2.0
  • Links no rodapé ou barra lateral
  • Links que usam texto âncora comercial ou de correspondência exata

7. Dados Estruturados e Rich Snippets Mal Utilizados

Embora os  dados estruturados  possam ajudar a definir entidades, ações e relacionamentos online, uma tática de black hat comum é abusar ou usar indevidamente esse tipo de marcação. 

Isso geralmente significa usar dados estruturados para fornecer informações factualmente incorretas - por exemplo, aqueles que tentam criar dados estruturados mais favoráveis ​​para seu site. Muitos profissionais de marketing escrevem avaliações falsas que fornecem classificações de 5 estrelas para melhorar as posições de seus negócios nas SERPs e conseguir um CTR mais alto.

Como as outras táticas desta lista, isso é pura fraude e não é uma tática que você deveria considerar. 

8. Redirecionamentos enganosos

Quer se trate de uma página mais antiga que você está atualizando para um novo URL ou se preparando para uma migração de site, o uso de redirecionamentos  é uma parte comum do SEO. Não há nada de errado nisso. É o método preferido de garantir que seu site seja bem organizado e facilmente acessível para usuários e rastreadores de mecanismos de pesquisa.

No entanto, semelhante ao cloaking, redirecionamentos enganosos são colocados por especialistas em black hat SEO para enganar os mecanismos de pesquisa e exibir conteúdo diferente do que o usuário vê. Muitas vezes, um mecanismo de pesquisa indexa a página original, enquanto os usuários são conduzidos a um URL de destino diferente. As Diretrizes do Google para webmasters listam redirecionamentos enganosos  como uma tática de black hat que viola as diretrizes. 

9. SEO negativo

Seria errado presumir que todas as táticas de black hat SEO têm como alvo o site que o profissional de marketing está tentando ranquear.

Alguns especialistas em SEO antiéticos usam SEO negativo na tentativa de reduzir os ranqueamentos de seus concorrentes. Pense nisso como o uso de táticas que violam as diretrizes do Google no site de outra pessoa, em vez do seu próprio.

Na prática, isso normalmente significa levar um grande número de links não naturais para o domínio de outra pessoa na esperança de que o site seja penalizado por causa disso. 

Embora não seja muito comum, especialmente considerando que o Google está cada vez melhor em ignorar os links que se originam desses ataques, é importante estar ciente dessa tática e analisar regularmente o seu perfil de links (algo que pode ser feito usando a  Ferramenta Backlink Audit ) da Semrush. 

Como denunciar Black Hat SEO

Então, você pode ter se perguntado a seguinte pergunta ao ler este guia:

E se você detectar um de seus concorrentes usando táticas de black hat sem ser penalizado? 

 Você pode enviar um relatório de spam ao Google , se você achar que que um site está ranqueado devido a links pagos, spam ou outras violações. Embora denunciar um site não resulte em ação direta, você estará ajudando a melhorar a detecção de spam por algoritmo. 

Para um profissional de marketing, geralmente é desanimador descobrir que um site está enganando o sistema e se dando bem com isso. Embora o Google esteja, em última análise, se tornando cada vez melhor em evitar que esses sites sejam ranqueados nas primeiras posições das SERPs, ainda há sites com bom desempenho, aproveitando táticas de black hat.

Dependendo da gravidade do caso de spam que outros sites estão usando, há uma boa chance de que eles sejam afetados negativamente em um futuro não muito distante, após a próxima atualização do algoritmo.

A coisa mais importante que você precisa entender é que as táticas de black hat SEO representam um risco real para qualquer site que as use como uma forma de ranquear nas SERPs. 

E embora não sejam tão comumente usados ​​como costumavam ser, ainda existem especialistas em SEO que seguem esse caminho ou que levam as empresas a acreditar que estão sendo promovidas de forma ética quando, na realidade, as técnicas usadas são violações claras das diretrizes do Google.

Resumindo, recomendamos evitar táticas de black hat em seu próprio site. Se você precisar de ajuda para tornar seu site mais visível online, certifique-se de  aprender como ranqueá-lo  usando técnicas que não violam as Diretrizes para webmasters do Google. 

Faça uma auditoria do seu site

e descubra todos os problemas com o Semrush Site Audit

ADS illustration
Author Photo
Connor LaheyEditor, SEO strategist, and writer. Enjoys monitoring SERP volatility. You can find me reading Tolkien in the far north of Norway.
Subscribe to learn more about SEO
By clicking “Subscribe” you agree to Semrush Privacy Policy and consent to Semrush using your contact data for newsletter purposes